Jump to content

Governo quer 200 cidades com voos regulares em 2025


Recommended Posts

Meus prezados

Governo quer 200 cidades com voos regulares em 2025

spacer.png

Uma das promessas do Ministério da Infraestrutura (MInfra) é expandir a aviação regional, e a meta do governo é chegar a 2025 com 200 cidades oferecendo voos regulares. Em 2019, havia 128 aeroportos brasileiros operando de forma regular, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A partir de 2020, a pandemia afetou a oferta de voos. Atualmente, apenas 96 localidades estão sendo atendidas, por conta das restrições e da queda de demanda.

Os investimentos do MInfra no setor, de 2019 ao final de 2021, vão chegar a quase R$ 1 bilhão em equipamentos de navegação aérea, reforma e construção de novos aeroportos, nas cinco regiões do país. Segundo a pasta, os recursos direcionados por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) contemplam 112 municípios.

O objetivo é aumentar a conectividade e possibilitar a ampliação da oferta de voos em todas as 27 unidades da federação. “O governo federal está viabilizando uma grande transformação no setor aéreo, com a melhoria da infraestrutura, do ambiente de negócios e com a desburocratização de processos, buscando ampliar a presença desse modal no interior do Brasil”, destacou o secretário executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

PANDEMIA
Com a diminuição do fluxo de passageiros, durante a pandemia, o MInfra tem buscado acelerar obras de reforma e ampliação em diferentes aeroportos. “Temos o desafio urgente e global de superar a pandemia e, num segundo momento, de retomar o crescimento da aviação em nosso País”, destaca o secretário nacional de Aviação Civil do MInfra, Ronei Glanzmann.

spacer.png 

AMAZÔNIA É PRIORIDADE
A região amazônica, com muitos municípios isolados e sem ligação rodoviária é a prioridade. Desde 2019, cerca de R$ 200 milhões estão sendo destinados para obras e aquisição de equipamentos em 25 aeroportos, localizados no interior do Acre, do Amapá, do Amazonas, de Mato Grosso e do Pará.

Além disso, uma parceria público-privada (PPP) está em fase de estruturação para qualificar oito aeroportos do Amazonas (Parintins, Carauari, Coari, Eirunepé, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Lábrea e Maués), que devem receber R$ 380 milhões em investimentos a partir de 2022. O modelo será o de concessão patrocinada, prevendo a ampliação, manutenção e exploração dos aeroportos, por gestor privado, com objetivo de melhorar a infraestrutura e a prestação dos serviços. O modelo de PPP deve ser replicado também para outros Estados do Norte.

LICITAÇÕES
Com licitações autorizadas pelo governo federal em 2020, a expectativa é de construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Oiapoque (AP), além da reforma e ampliação do Aeroporto de Barreiras (BA), construção de cerca operacional e guaritas do Aeroporto de Barreirinhas (MA), ampliação e adequação do Aeroporto de Patos (PB), implantação de novo terminal de passageiros e ampliação da área operacional do Aeroporto de Santo Ângelo (RS), e da aquisição de equipamentos para o Aeroporto de Cascavel (PR).

“A aquisição de sistema de segurança, já autorizada por meio de licitação, deve beneficiar o Aeroporto de Jericoacoara (CE). Há previsão ainda de ampliação e adequação do Aeroporto de Bom Jesus do Gurguéia (PI), aguardando licitação. A implantação de auxílios visuais à navegação aérea nos Aeroportos de Paracatu (MG) e Rio Verde (GO) estão com obras iniciadas. Os aeroportos de Valença (BA) e Feira de Santana (BA) também têm licitação em andamento para aquisição do Papi (Precision Approach Path Indicator), sistema que auxilia na navegação visual durante o pouso das aeronaves”, informou o ministério.

spacer.png

lAeroporto de Foz do Iguaçu

INFRAERO
Parte dos investimentos na aviação regional do Brasil se dá por meio da Infraero. Entre 2019 e 2020, a estatal investiu mais de R$ 610 milhões para a melhoria da infraestrutura em 49 aeroportos da sua rede, incluindo terminais regionais e também de algumas capitais. De acordo com a Infraero, os recursos utilizados somente em aeroportos com perfil regional representaram 43,6% do total investido no biênio.

“Além dos investimentos feitos que permitiram mais conforto e segurança aos usuários nos últimos dois anos, também vamos investir outros R$ 365,1 milhões, entre 2021 e 2022, para melhoria operacional dos nossos aeroportos de capitais, como Congonhas, Santos Dumont, Belém, Manaus e outros. Soma-se a isso, o trabalho que a Infraero tem desenvolvido junto com os governos estaduais e prefeituras para desenvolvimento da aviação regional”, afirma o presidente da Infraero, brigadeiro Hélio Paes de Barros.

Em 2021, a estatal vai destinar mais R$ 174,5 milhões para a conclusão de obras de reforma e ampliação dos terminais de passageiros de Navegantes (SC), Uberlândia (MG) e Montes Claros (MG); ampliação do pátio e da pista de pousos e decolagens de Foz do Iguaçu (PR), além de investimentos em Joinville (SC) e Petrolina (PE).

CONCESSÕES
Aos investimentos feitos pelo governo federal, vão se somar recursos privados, a partir das concessões de aeroportos. Durante a quinta rodada, em 2019, foram leiloados 12 aeroportos, sendo sete localizados no interior de Mato Grosso, do Ceará, da Paraíba e do Rio de Janeiro. Os investimentos nos três blocos regionais são de R$ 3,5 bilhões.

Estão previstos R$ 6,1 bilhões em melhorias para o conjunto dos 22 aeroportos que vão a leilão pela sexta rodada, marcada para 7 de abril próximo. Além de algumas capitais, serão contemplados 13 aeroportos do interior do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, do Acre, do Amazonas, do Maranhão e de Pernambuco.

Já na sétima rodada, com leilão no final do ano que vem, serão R$ 5,3 bilhões para 16 aeroportos, sendo nove regionais localizados em Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais e no Pará.

Fonte: Agencia Brasil via portal PANROTAS 23 mar 2021

Link to post
Share on other sites

Uma nova TRIP (cia semelhante), com uma frota mista de EMB-190, ATR-72 e ATR-42 (no mínimo 20 de cada), também ajudaria bastante. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Ou uma ampliação massiva da Azul Conecta com aeronaves de até 45 pax

Link to post
Share on other sites

O governo precisa incentivar a criação de novas cias regionais, nas diversas regiões do país.

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Todo governo tem intenção de incentivar a aviação regional. O fato é que, sem algum tipo de subvenção, muitas destas localidades não são financeiramente viáveis para uma linha aérea.

Deveria ter algo como o EAS. 

  • Like 4
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Legal fazer aeroporto, anunciar tudo isso, mas não altera o básico... a sustentabilidade da demanda por serviço aéreo!  Cobrar R$ 600 por um voo que pode ser substituido por uma viagem de 6h por R$ 60 nunca vai conseguir se estabelecer em cidades menores. 

Abaixo de 6h então, vai ser uma epopéia convencer 20, 30, 40 pessoas a aceitarem um horário único. 

Não vejo isso como rentável e sustentável no longo prazo.

  • Like 5
Link to post
Share on other sites

O retorno financeiro e a rentabilidade é muita complicada no atual momento. E será assim nos próximos anos. Concordo inteiramente com que colegas disseram, desde da opção de ATR 42, aos empecilhos. Apesar da existência deles, acredito que algumas cidades poderiam sustentar voos. Meus palpites: Bagé. Rio Grande (afetaria muito Pelotas?); Umuarama, Paranaguá. São Carlos/Araraquara p/ CGH seria ideal. Franca. Barretos. Santos. Poços de Caldas p/SP.  (Pouso Alegre apenas 200 km de SP complica). Ituiutaba p/ VCP. Volta de Araxá, Patos de Minas e Varginha (demanda maior p/ SP - 300km). Todas últimas 3 eram servidas pela Azul p/ CNF. Talvez Passos. Teófilo Otoni. Cachoeiro do Itapemirim. Guanambi. Serra Talhada. Patos. 

Acredito serem alguns exemplos que podem ser sustentáveis com destino e aeronave correta. Agora, 200 destinos me parece muito otimista para 2025.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade