Jump to content

Paes critica concessão do aeroporto Santos Dumont e diz que vai à Justiça


Recommended Posts

Paes critica concessão do aeroporto Santos Dumont e diz que vai à Justiça

 

Paes critica concessão do aeroporto Santos Dumont e diz que vai à Justiça

A decisão de concessão do Santos Dumont foi tomada na última quinta-feira (14/04), durante audiência pública da Comissão de Turismo da Câmara

Por
Vanessa Costa
 16 de abril de 2021

IMG_5895-696x420.jpg

Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

 
 

O prefeito do Rio Eduardo Paes (democratas), criticou o modelo de concessão do Aeroporto Santos Dumont. Paes chegou a dizer que não descarta a possibiliade de acionar a justiça para impedir que o procedimento seja concretizado.

A decisão foi tomada na última quinta-feira (14/04) durante uma audiência pública da Comissão de Turismo da Câmara, realizada para discutir o projeto de concessão do aeroporto Santos Dumont. De acordo com a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ), presente na reunião, o projeto deve ser concretizado em 2022.

 

Além de informar que irá discutir a questão da concessão do aeroporto Santos Dumont, Paes disse, por meio de um tweet, na manhã desta quinta-feira, que “o modelo de concessão que fazem para o Santos Dumont é coisa de quem não tem simpatia pelo Rio e /ou busca inviabilizar o Galeão”. Veja o tweet:

Entre as polêmicas envolvendo a concessão do Santos Dumont, está no fato de que o governo quer conceder o aeroporto sem restrições para oferta de voos. No entanto, este procedimento pode acabar afetando demais o outro aeroporto da cidade, o Galeão, que perderia espaço e teria prejuízos.

 

Complemento

No Rio, há resistência ao modelo de privatização do aeroporto Santos Dumont, que prevê alocação de mais voos na unidade, a fim de valorizá-la para o leilão e aumentar o valor da outorga. Empresários e autoridades do Estado, sobretudo aqueles ligados ao turismo, afirmam que o projeto prejudica o fluxo de turistas estrangeiros, uma vez que, para acessar o Rio via Santos Dumont, essas pessoas devem chegar ao Brasil por aeroportos internacionais de outros Estados.

O entendimento é de que o Santos Dumont já recebe voos demais e desidrata o Aeroporto Internacional do Galeão. Para não piorar o cenário, eles defendem o contrário, mais voos no Galeão. O governo federal, entretanto, diz ser a favor de mais concorrência e afirma que o passageiro deve ter o direito de escolher onde quer decolar ou aterrissar.

A divergência é de conhecimento do governo federal. O problema foi discutido na quinta-feira, em audiência da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. Uma das ideias do Ministério da infraestrutura é exigir mais serviços e certificados operacionais que o aeroporto não tem hoje. Assim, o Santos Dumont poderá operar com mais capacidade e até abrir voos internacionais para Uruguai e Paraguai, disputando ainda mais espaço com o Galeão.

O Santos Dumont vai a leilão na próxima rodada de concessões do governo federal para área, prevista para o período entre maio e junho de 2022. A etapa é das mais aguardadas pelo mercado, por envolver aeroportos lucrativos. Integram o bloco do Santos Dumont outros quatro aeroportos: Jacarepaguá (RJ), Uberlândia (MG), Uberaba (MG) e Montes Claros (MG). O governo estima que os investimentos privados nos aeroportos desse bloco cheguem a R$ 2 bilhões nos três anos seguintes à entrega.
Além desses cinco aeroportos, outros nove completam a lista de concessões previstas pelo governo federal para 2022.

 

 

Edited by BLUE - SBKP -
Link to post
Share on other sites

  • Replies 132
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

O Secretário mostra que ele percebe a função do Governo como um carimbador de papel para autorizar o que a companhia aérea quer. Não vê nenhum papel do Governo como organizador da infraestrutura loc

De que adianta desburocratizar apenas, tornar o Brasil o estado mais eficiente do mundo se não há aumento de renda real da população, se em dólares, (os custos do setor são em dolar boa parte) o PIB/c

No caso do Rio a conta não é tão simples assim. Se o governo levar adiante essa proposta de concessão do SDU haverá o risco concreto do GIG ser devolvido e o governo federal não encontrar outro compra

Vi parte da audiência, o governo está certo em deixar o livre mercado agir e se o novo operador quiser habilitar o aeroporto para voos internacionais que o faça mas também reconheço que aí é fechar a tampa do caixão pro Galeão.

Um dia o RJ vai ter espaço pros dois aeroportos mas até chegar lá, a Rio Galeao já faliu ou passou o GIG pra frente a tempos.

Discussão interessante à frente!

Link to post
Share on other sites

Vou lançar a polêmica e sair correndo.

Prefeitura do RJ vence a concessão e restringe as operações lá.

Mas, falando sério, ele não está errado, porém o governo quer vender com maior valor possível. Ou acham que só SDU que vai ter as restrições encerradas, e CGH não?

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Sertanejo said:

Vi parte da audiência, o governo está certo em deixar o livre mercado agir e se o novo operador quiser habilitar o aeroporto para voos internacionais que o faça mas também reconheço que aí é fechar a tampa do caixão pro Galeão.

Um dia o RJ vai ter espaço pros dois aeroportos mas até chegar lá, a Rio Galeao já faliu ou passou o GIG pra frente a tempos.

Discussão interessante à frente!

estive no galeão no último domingo, fiquei com dó do aeroporto

estava completamente as moscas, muitas lojas nem abertas estavam, cheguei umas 2 horas e meia antes do meu vôo, e da hora que cheguei até o final do dia teriam apenas 3 voos nacionais e 1 internacional....

 

nunca vou entender aquela ampliação feita para o terminal internacional, o aeroporto já era ocioso com os 2 terminais que tinham....

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Meus pais fizeram REC-GIG  com a GOL essa semana. Ocupação foi até boa, tava praticamente lotado o voo, mas era o único REC-GIG do dia entre todas as cias aéreas.

A Azul tinha 3 REC-SDU no mesmo dia, todos cheios também.

Link to post
Share on other sites

Como passageiro que moro em Curitiba

escolho voar para SDU com conexão seja via CGH, GRU, BSB e CNF a voar diretamente via GIG independente de preço, se o valor estiver muito mais elevado, eu mudo a data/horário (se for possível) só descer em SDU.

  • Like 1
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites

O governo já vendeu por um preço acima do esperado o GIG, não dá para vender a mesma demanda duas vezes, canibalizando o aeroporto que foi outorgado. Agora, SE existisse transporte eficiente, seguro e confortável...o espaço imobiliário alí vale mais do que a outorga...mais de R$ 50 bi de VGV...

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
20 hours ago, Seahawk said:

O governo já vendeu por um preço acima do esperado o GIG, não dá para vender a mesma demanda duas vezes, canibalizando o aeroporto que foi outorgado. Agora, SE existisse transporte eficiente, seguro e confortável...o espaço imobiliário alí vale mais do que a outorga...mais de R$ 50 bi de VGV...

Voce esta falando em transformar area do SDU em VGV esquece que isso nao vai acontecer.  Pode ate ser melhor explorado  pela futura Concessionaria tipo o Bossa Nova mall...  estacionamento mas a area e cheia de restricoes, o SDU e tombado, fora que fonte de receita vitalicia para Uniao. 

Resta saber se vai haver restricao do atual concessionario do GIG arrematar o SDU e equilibrar o jogo. 

Edited by BLUE - SBKP -
Link to post
Share on other sites

É uma pena, pois a lógica é win-win. Concentra tráfego no GIG, gerar recursos para a solução de transporte, inclusive Rio-Niterói. E gera muito mais recursos para união, estado e município, com tributos gerados na construção e depois na operação, ICMS, IPTU, etc. Quase 1 milhão de m2 naquela localização com acesso direto ao aeroporto? 

 

 

Link to post
Share on other sites
On 16/04/2021 at 19:06, A345_Leadership said:

Vou lançar a polêmica e sair correndo.

Prefeitura do RJ vence a concessão e restringe as operações lá.

Mas, falando sério, ele não está errado, porém o governo quer vender com maior valor possível. Ou acham que só SDU que vai ter as restrições encerradas, e CGH não?

No caso do Rio a conta não é tão simples assim. Se o governo levar adiante essa proposta de concessão do SDU haverá o risco concreto do GIG ser devolvido e o governo federal não encontrar outro comprador para o elefante branco. E neste contexto, todo o dinheiro arrecadado a mais com o SDU seria utilizado para pagar os prejuízos milionários do GIG. O lucro que se quer auferir poderá facilmente se transformar num baita prejuízo para o Estado.

Edited by gigiomg
  • Like 1
  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites
9 hours ago, gigiomg said:

No caso do Rio a conta não é tão simples assim. Se o governo levar adiante essa proposta de concessão do SDU haverá o risco concreto do GIG ser devolvido e o governo federal não encontrar outro comprador para o elefante branco. E neste contexto, todo o dinheiro arrecadado a mais com o SDU seria utilizado para pagar os prejuízos milionários do GIG. O lucro que se quer auferir poderá facilmente se transformar num baita prejuízo para o Estado.

Concordo contigo, mas o governo federal faz a toque de caixa a concessão, sem pensar no longo prazo.

SDU e CGH já são atrativos sem novos voos domésticos e internacionais, além que as concessionárias em geral preferem apostar na parte imobiliária para ter receitas. Porém, o GF tem ânsia de vender o mais caro possível e os futuros prejuízos, deixa para o próximo resolver...

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Penso que o SDU pode crescer mas dentro de um limite, o aeroporto e mais critico, operacionalmente falando, do que CGH, tambem acredito que pode haver concorrencia mas o governo federal tambem e dententor do GIG portanto tem de equilibrar a equacao, pois como mencionado acima pode afetar o equilibrio do outro patrimonio Federal.  

 

Esta aqui uma medida positiva. Isso aumento o atratividade e viabilidade economica para fomento de mais voos onde todo mundo ganha. O estado que passa a ganhar em volume e nao em valor unitario, fora o aumento de negocios/turismo. Isso numa condicao "normal"...

Ate viabilizar voos para no interior do Rio, embora seja um estado pequeno territorialmente falando usando o SDU ou GIG.

Tributacao e muito elevada, compeltamente fora da curva para transporte QAV Diesel.

Projeto que beneficia Galeão avança na Alerj

 

Projeto de lei que reduz ICMS da querosene beneficiará não só o Galeão, que sofre com concorrência do Santos Dumont, mas pequenos aeroportos do interior.

21 de abril de 2021
 

Galeão precisa ser fortalecido para o Rio não se tornar um mercado secundário (foto: Galeão / Divulgação).

 

Representantes do Governo estadual defenderam na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) o projeto de lei que propõe reduzir de 13% para 7% a tributação sobre o querosene de aviação (QAV) para voos no Aeroporto Intenacional do Rio, Galeão, e no interior do Estado. O projeto exclui o aeroporto Santos Dumont, que está para ser privatizado pelo Governo Federal.

O objetivo é fortalecer o Galeão como hub aéreo internacional e para isso é necessário atrair para esse aeroporto a maior parte dos voos que hoje operam no Santos Dumont, que deveria retornar à função de operador dos voos da ponte-aérea, corporativos e regionais. Isso deve fortalecer a economia do Rio e evitar que continue sendo um mercado secundário, alimentador de aeroportos internacionais de outros Estados, principalmente de São Paulo.

Durante audiência das comissões de Tributação e de Constituição e Justiça (CCJ)da Alerj, foi debatido o projeto de lei3941/21, de autoria do Poder Executivo, que institui umregime tributário especial às empresas de transporte aéreo atuantes no Estado quanto a este tipo de combustível.

Menos imposto, quanto mais voos forem para o Galeão

O Governo quer reduzir a alíquota de ICMSde QAV, de acordo com o número de voos disponibilizados pelas empresas. O QAV representa entre 35% e 40% do custo de voo das companhias aéreas. As empresas aéreas pagarão menos imposto, quanto mais usarem o Galeão e os aeroportos do interior do Estado.

Para o secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca, a medida pode aumentar o fluxo aéreo do Galeão e do Estado, equiparando o Rio de Janeiro a outras unidades da Federação, que, por oferecem condições tributárias melhores, acabam atraindo mais voos.

Só com a notícia da deliberação do projeto, muitas empresas se interessaram pelo Aeroporto do Galeão, por exemplo, que precisa retomar os voos internacionais. Vamos estimular a conectividade para voos internacionais do Galeão e dos aeroportos do interior”, disse o secretário.

Presidente da Comissão de Tributação, o deputado Luiz Paulo (Cidadania) comentou sobre a importância dos aeroportos do interior do Estado e da realização da audiência pública. “O Estado do Rio de Janeiro não tem só dois aeroportos, como se imagina. Há muitos no interior”, destacou o parlamentar.

Galeão precisa de ação no Congresso Nacional

Deputado federal pelo Rio e ex-secretário estadual de Turismo, Otavio Leite(PSDB) ressaltou a importância do debate e pregou articulação para o fortalecimento do Galeão. “É um somatório geral, no qual todos devem convergir. Os representantes do Rio no Congresso Nacional devem se unir a atores econômicos e aos aqui presentes. O movimento que a Alerj propõeé muito importante, fortalece laços, traz mais voos. O Rio de Janeiro é a porta de entrada do turismo nacional”, declarou o parlamentar.

Presidente da CCJ e líder do Governo na Alerj, o deputado Márcio Pacheco (PSC) pediu agilidade na votação do projeto.“Nossa preocupação com este projeto é reaquecer a economia do Estado. Na CCJ vamos tratá-lo com toda transparência e lisura. Não podemos deixar de votar esse projeto em tempo, com as devidas emendas e acolhendo críticas.Vamos nos empenhar para que o projeto avance”, frisou o deputado.

 

 

Edited by BLUE - SBKP -
Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Aqui voce tem aeroportos que podem ganhar novo fomento

 

Macae MEA - Ja com voos da AD tem grande potencial,... 

Cabo frio ,... CFB,  JPY GDR...

 

Edited by BLUE - SBKP -
Link to post
Share on other sites
  • 2 months later...

https://oglobo.globo.com/economia/governo-propoe-alivio-financeiro-para-galeao-apos-preocupacao-do-rio-com-concessao-do-santos-dumont-1-25083875      assinantes

Plano do Ministério da Infraestrutura é renegociar o pagamento de outorga do aeroporto internacional, previsto para 2023.

 

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/minfra-alinha-acoes-com-governador-e-prefeito-do-rj-para-retomar-movimento-do-galeao/

Em busca de assegurar a recuperação do setor aéreo e do fluxo de turistas no Rio de Janeiro pós-pandemia, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, recebeu, nesta quarta-feira (30), o governador do estado, Cláudio Castro, e o prefeito da capital, Eduardo Paes. A comitiva demonstrou especial preocupação com o RIOgaleão, que não recuperou o movimento de passageiros do pré-pandemia no mesmo ritmo do Santos Dumont.

“Buscamos uma convergência de esforços dos governos Federal, estadual e municipal, visando à recuperação econômica e, consequentemente, ao aumento do movimento de passageiros no Galeão”, disse o ministro. “A ideia é construir conjuntamente uma solução que dê saúde financeira para o Galeão, de forma que ele tenha poder de investimento e possa negociar mais voos. Há margem para a retomada no crescimento do fluxo de passageiros”.

Para ele, os entes públicos devem investir na melhoria da segurança e infraestrutura do estado. As próximas rodadas de concessões de ativos federais, previstas entre o segundo semestre de 2021 e até o fim de 2022, injetarão investimentos privados no Rio. Na lista, estão o próprio Santos Dumont, a Nova Dutra, a Rio-Teresópolis (BR-116) e trechos ferroviários geridos pela MRS Logística no estado, além de ativos do setor de óleo e gás.

“Preparamos ainda o reequilíbrio de longo prazo no contrato e estudamos a possibilidade de renegociação da outorga do Galeão, que deve ser paga em 2023, o que dará mais condições negociação à concessionária para atrair voos, stopovers e [novos] investimentos”, concluiu o ministro.

 

Ihhh, GRU, BSB e CNF vão querer molezinha também.  Engraçado isso, quem determina se vai ter voo ou não são as aéreas baseadas na procura. A CARJ vai investir em que?   isentar aéreas de tarifas/aluguéis ou bancar os assentos vazios, até parece...

 

 

Link to post
Share on other sites

O operador também cometeu seus enganos ao expandir exageradamente o aeroporto....

Não faço a menor ideia se o novo Píer saiu mais barato do que uma reforma do T1 e do T2, mas ainda assim representou uma agressiva expansão de capacidade e a consequente atual ociosidade, que talvez não ocorresse com a requalificação da infra que já existia.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, F-GSPN said:

O operador também cometeu seus enganos ao expandir exageradamente o aeroporto....

Não faço a menor ideia se o novo Píer saiu mais barato do que uma reforma do T1 e do T2, mas ainda assim representou uma agressiva expansão de capacidade e a consequente atual ociosidade, que talvez não ocorresse com a requalificação da infra que já existia.

Salvo engano, isso estava previsto no edital de concessão. Não é escolha do concessionário, se for o caso.

Link to post
Share on other sites

Bom, primeiro nao podemos esquece que estamos ainda no meio da pandemia, e se GRU nao tem voo porque GIG teria?

Segundo, nao é forçando o elefante pela fechadura que a magica acontece. GIG ja perdeu o encanto nao é de agora, assim como infelizmente o turismo vem abandonando o Brasil e o Rio, o aeroporto nao consegue manter o fluxo competindo com rotas que chegam tambem em GRU com mais conectividade a muito tempo, ainda mais a apenas 40min de voo.

GRU e GIG sao muito proximos para um pais continental como o Brasil ter os 2 principais aeroportos tao perto.

Quem mandou o recado la traz e anunciou o que seria o futuro de GIG foi  a TAM quando fechou suas bases por la e levantou voo para FOR, onde faz mais sentido para focar um segundo Hub com foco no exterior atendendo a porcao norte/nordeste/ centro oeste do pais e as conexoes regionais.

Creio que nao bastará a vontade dos governantes, e sim o quanto a cidade tem de potencial para atrair novamente turistas e voos para GIG novamente, o que em epocas sem pandemia ja nao estava facil…

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Não que eu concorde com isso, mas já vimos esse filme antes com PLU e CNF.

Aqui em BH a Pampulha foi restrita até não poder mais, a ponto de não poder operar para aeroportos que tenham mais de 600k/pax ano. Tudo isso pra favorecer o elefante branco que era CNF. 

Se for pra resolver as coisas do jeito mineiro, chama a Rainha Anastasia que "elu" vai saber resolver direitinho isso. Em breve vocês terão um belo GIG pujante, contra os males de um terminal central. 

 

Link to post
Share on other sites

Mas ao menos o SDU tem um terminal muito maior e com melhor estrutura que PLU.

Não tem nem comparação, né?!

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
18 hours ago, Leandrinho said:

Mas ao menos o SDU tem um terminal muito maior e com melhor estrutura que PLU.

Não tem nem comparação, né?!

Verdade, mas PLU está agora rumo ao caos total, a proposta no edital de privatização é proibir a operação comercial de aeronaves com capacidade superior a 30 assentos (como se tivesse esse tipo de avião em produção).

Link to post
Share on other sites
18 hours ago, jansenwinter said:

Não que eu concorde com isso, mas já vimos esse filme antes com PLU e CNF.

Aqui em BH a Pampulha foi restrita até não poder mais, a ponto de não poder operar para aeroportos que tenham mais de 600k/pax ano. Tudo isso pra favorecer o elefante branco que era CNF. 

Se for pra resolver as coisas do jeito mineiro, chama a Rainha Anastasia que "elu" vai saber resolver direitinho isso. Em breve vocês terão um belo GIG pujante, contra os males de um terminal central. 

 

Confins é para todes!

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade