Jump to content

Bloqueio do assento do meio reduz exposição ao coronavírus em até 57%


Recommended Posts

Meus prezados

Bloqueio do assento do meio reduz exposição ao coronavírus em até 57%

Estudo conduzido pela Universidade do Kansas explica como prevenir contágio a bordo

            O bloqueio de assentos intermediários (do meio) pode reduzir a exposição ao coronavírus de 23% a 57%, de acordo com um estudo sobre distanciamento social publicado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em parceria com a Universidade do Kansas.

Os pesquisadores basearam suas descobertas na modelagem laboratorial da exposição ao Sars-Cov-2, o vírus causador da covid-19, em aeronaves de corredores duplo e único. A simulação ocorreu em novembro do ano passado, com os resultados sendo divulgados agora, após quase seis meses de estudos.

A pesquisa foi apoiada uma análise separada sobre a transmissão do coronavírus em um voo internacional de dez horas, onde dezesseis pessoas foram contaminadas. Concluiu-se então, que 75% dos passageiros infectados estavam sentados a duas fileiras de um passageiro contaminado.

Nos Estados Unidos as principais companhias aéreas bloquearam os assentos intermediários depois do início da pandemia, mas agora estão retomando gradativamente. O argumento é que outro estudo mostra que caso todos os passageiros estejam utilizando máscaras existe um risco muito baixo de contaminação, mesmo sentando lado a lado. A Delta Air Lines será a última a implementar o desbloqueio, a partir de 1.º de maio, enquanto as demais já estão vendendo todos os lugares do avião.

Fonte:  Marcel Cardoso – Aero Magazine 19 abr 2021

Link to post
Share on other sites

4 hours ago, jambock said:

Meus prezados

Bloqueio do assento do meio reduz exposição ao coronavírus em até 57%

Estudo conduzido pela Universidade do Kansas explica como prevenir contágio a bordo

            O bloqueio de assentos intermediários (do meio) pode reduzir a exposição ao coronavírus de 23% a 57%, de acordo com um estudo sobre distanciamento social publicado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em parceria com a Universidade do Kansas.

Os pesquisadores basearam suas descobertas na modelagem laboratorial da exposição ao Sars-Cov-2, o vírus causador da covid-19, em aeronaves de corredores duplo e único. A simulação ocorreu em novembro do ano passado, com os resultados sendo divulgados agora, após quase seis meses de estudos.

A pesquisa foi apoiada uma análise separada sobre a transmissão do coronavírus em um voo internacional de dez horas, onde dezesseis pessoas foram contaminadas. Concluiu-se então, que 75% dos passageiros infectados estavam sentados a duas fileiras de um passageiro contaminado.

Nos Estados Unidos as principais companhias aéreas bloquearam os assentos intermediários depois do início da pandemia, mas agora estão retomando gradativamente. O argumento é que outro estudo mostra que caso todos os passageiros estejam utilizando máscaras existe um risco muito baixo de contaminação, mesmo sentando lado a lado. A Delta Air Lines será a última a implementar o desbloqueio, a partir de 1.º de maio, enquanto as demais já estão vendendo todos os lugares do avião.

Fonte:  Marcel Cardoso – Aero Magazine 19 abr 2021

O que fazer com os Embraer e Atrs da vida, que possuem configuração 2+2?

 

Não vejo eficiência em bloqueios de assento. Quem não quiser se infectar, fique em casa. Vai se infectar com pessoas na poltrona do meio ou não.

  • Like 2
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
6 hours ago, Mister.Eslátes said:

O que fazer com os Embraer e Atrs da vida, que possuem configuração 2+2?

 

 

1 + poltronas do meio vazias e + 1 no outro corredor.

Link to post
Share on other sites
55 minutes ago, Bonotto said:

1 + poltronas do meio vazias e + 1 no outro corredor.

Tudo muito bonito, mas ninguém quer e vai pagar. Not going to happen.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
8 hours ago, Uptrim said:

Tudo muito bonito, mas ninguém quer e vai pagar. Not going to happen.

Com certeza ! só exemplifiquei como pode ser.  ;)

Link to post
Share on other sites
On 20/04/2021 at 19:28, Mister.Eslátes said:

O que fazer com os Embraer e Atrs da vida, que possuem configuração 2+2?

 

Não vejo eficiência em bloqueios de assento. Quem não quiser se infectar, fique em casa. Vai se infectar com pessoas na poltrona do meio ou não.

Devia ter sido feito isso com tudo, e não detonar a economia, as empresas, as vidas de milhões de pessoas...

E outra, como já foi dito, quem vai pagar por isso? Dinheiro já não se tem mais. Vai dar uma de "coroné", e mandar imprimir?

Link to post
Share on other sites

Eh cada uma..... O filtro HEPA eh comprovadamente eficaz. Se não posse em 14 ano de pandemia, não era para ter mais tripulantes no mercado.

Link to post
Share on other sites

O filtro é eficaz, mas existem inúmeros pontos a serem melhorados, convenhamos. Muitos tripulantes foram infectados, alguns entubados, e já existem falecimentos.

 

Quem precisa estar 100 por cento seguro, tem de se manter bem longe de aeroportos e aeronaves, como qqr outro tipo de transporte colectivo.

Edited by Mister.Eslátes
Link to post
Share on other sites
46 minutes ago, Mister.Eslátes said:

O filtro é eficaz, mas existem inúmeros pontos a serem melhorados, convenhamos. Muitos tripulantes foram infectados, alguns entubados, e já existem falecimentos.

 

Quem precisa estar 100 por cento seguro, tem de se manter bem longe de aeroportos e aeronaves, como qqr outro tipo de transporte colectivo.

Quem quer estar 100% seguro tem de morrer (rsrs), pq até dentro de casa vc pode ser infecctado. Vide o caso de NYC, aonde 65% das pessoas que pegaram covid o fizeram em casa!

Não existe isso, o mundo sempre teve doenças terríveis, fora mortes por outros motivos. Não existe e nunca existirá 100% de segurança em nada, pra nada

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Gostaria muito de ver opinião de epidemiologistas, infectologistas ou virologistas. Tudo bem que aqui é um fórum e todos devem opinar, mas vejo muito achismos ou para defender sua opinião pegam um trecho de uma pesquisa ou parte de um fato.

  • Thanks 4
Link to post
Share on other sites
17 minutes ago, PB26 said:

Gostaria muito de ver opinião de epidemiologistas, infectologistas ou virologistas. Tudo bem que aqui é um fórum e todos devem opinar, mas vejo muito achismos ou para defender sua opinião pegam um trecho de uma pesquisa ou parte de um fato.

 

Não tem achismo nenhum da minha parte. Procure no Youtube entrevistas do Dr. Zeballos ou Dr. Paulo Porto de Mello que são aonde me informo, entre outros. Veja que não são só "um trecho de uma pesquisa ou parte de um fato", mas sim CIENCIA de verdade e não politicalha e pânico implantado com interesses escusos...

Como exemplo, já que citei o caso dos infectados em casa em NYC, segue uma das muitas matérias a respeito:

https://www.istoedinheiro.com.br/mais-de-66-dos-novos-infectados-em-nova-york-estavam-isolados-em-casa/

Edited by Beto Holder
  • Like 1
  • Haha 1
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites

Coitado de quem questionar o que dizem os cientistas da agência Lupa do grupo Folha... Não tem ninguém mais renomado que eles para dizer que um médico está mentindo por ter dito que "94% das mortes foram com covid enquanto 6% foram de covid" ao invés de dizer que "94% das mortes foram de covid mas com outras causas enquanto 6% foram de covid mas sem outras causas".

Pra mim o grupo Folha é o mais claro exemplo de "a ciência só é ciência quando diz o que eu quero que ela diga". Mas como dá pra ver eles são a referência nacional de isenção e profissionalismo para a grande maioria, então vida que segue.
 

Sobre a polêmica do assento do meio, eu não duvido que seja mais seguro o avião ter assentos bloqueados para nao haver pessoas viajando lado a lado, só acho interessante e fico curioso para ver qual a fórmula matemática que traduz um número casual de passageiros infectados de um único voo de 10 horas de duração, em uma probabilidade de especificamente 23 à 57% relacionada à distancia que estes passageiros estavam uns dos outros. Não estou afirmando que a equação esteja errada, só duvido muito que eles consideraram nos fatores situações como, por exemplo, quantas vezes cada um destes infectados foi ao banheiro do avião e cutucou o nariz logo após pegar na maçaneta.

É a mesma coisa que tentar calcular a probabilidade de eu ser atropelado amanhã na rua da minha casa, baseado em um único acidente de trânsito que ocorreu em algum canto aleatório do planeta, e chegar à um resultado de 23 à 57%. São tantos fatores envolvidos que o resultado está mais para ser de 0 à 100%, o famoso "tudo pode acontecer, inclusive nada".

  • Like 1
  • Haha 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, bellinihugo said:

Sem surpresas

https://www.instagram.com/p/CG0-Znrn1cm/

ps. olha, acreditar nessas agencias de "factchecking", que se acham as donas da verdade absoluta, é uma temeridade. Principalmente uma que é notoriamente de esquerda e faz parte de um grupo "jornalistico" que faz oposição a todo custo ao PR. Eu fico com um médico renomado, neurocirurgião, do que com um estagiário esquerdista metido a sabichão

ps2. Tem várias entrevistas dele na net. Só achou essa ele que ele "mente" ou tem mais alguma? E do Dr. Zeballos, tem alguma? Vc chegou a ver as entrevistas ou apenas foi na net buscar erros contra eles?

  • Thanks 1
  • Haha 3
Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade