Jump to content

Aeroporto de Dourados será fechado temporariamente para obras


jambock
 Share

Recommended Posts

Meus prezados

Expansão no interior

Aeroporto de Dourados será fechado temporariamente para obras

Reforma prevê ampliação da pista e construção de um novo terminal de passageiros

spacer.png

Reforma ampliará capacidade operacional do aeroporto | Foto: Prefeitura de Dourados

O aeroporto de Dourados (DOU), no Mato Grosso do Sul, será temporariamente fechado para obras de ampliação da pista e construção do novo terminal de passageiros.

O aeroporto recebeu na manhã desta sexta-feira (30) o seu último voo comercial antes do início do processo de intervenção que começará no dia primeiro de maio. A primeira fase irá durar até outubro deste ano, ampliando a pista para 2.240 metros, ante os 1.950 metros atuais.

A segunda fase, prevista para ocorrer entre março e setembro de 2022, deverá construir um terminal de passageiros com o triplo do tamanho do atual, e uma nova Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (Epta). O investimento para todo o processo será de R$ 15 milhões e será executado pelo Exército Brasileiro.

Inaugurado em 1982 o aeroporto é um dos mais importantes do interior do estado, sendo a primeira vez que receberá uma obra de ampliação e manutenção de seus sistemas “Houve outras reformas pontuais, mas nenhuma do tamanho dessa, teremos um aeroporto novo”, informou Juliano Domingos, diretor do aeroporto.

A Azul Linhas Aéreas, uma das companhias que atendem a cidade, informou que o reembolso e remarcação já estão sendo tratados internamente e que os interessados em se conectar com a cidade terão como opção o aeroporto de Campo Grande (CGR), a cerca de três horas e meia de distância.

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

Fonte:  Marcel Cardoso – Aero Magazine 30 abr 2021  

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

https://www.douradosnews.com.br/dourados/obra-de-expansao-do-aeroporto-devera-ser-entregue-apenas-em-novembro/1165827/

22 setembro 2021

Por Jessica Beatriz e Thalyta Andrade

O Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira de Dourados está com voos suspensos desde o dia 1° de maio de 2021, para obras de expansão na pista de pousos e decolagens realizadas pelo Exército Brasileiro. Entretanto, o prazo para entrega foi alterado de novembro deste ano, quando havia previsão de finalização da primeira etapa, para o mesmo mês de 2022.

O atraso no projeto original ocorre por conta de uma questão técnica envolvendo a pista. À reportagem do Dourados News, os responsáveis pela obra relataram que estudos estão sendo realizados para encontrar uma solução viável para o problema.

De acordo com o responsável pela obra, capitão Fernando Duncan Loureiro Pinheiro, chefe da seção técnica do 9º Batalhão de Engenharia e Construção, foram encontradas algumas patologias na pavimentação, entre elas, fissuras, desplacamentos e desagregação do asfalto anterior. 

Além disso, quando a equipe iniciou o processo de cortar o asfalto para atingir outras camadas do solo, foram encontradas 'mantas geotêxtil’ descoladas. Esse material é feito a partir de fibras, que quando associado com o solo, tem a capacidade de drenar, filtrar, separar, reforçar e proteger.

A questão é que caso seja colocada uma capa de asfalto em cima de uma base que não estará completamente segura, como é neste caso, o resultado pode ser acidentes envolvendo as areonaves. Por este motivo, se faz necessário fazer uma escavação para depois tratar o material e recolocar dentro do grau de compactação exigido tecnicamente considerando a segurança da pista.

Segundo o responsável pela inspeção da obra, coronel Luís Cláudio Brion Cardoso, comandante do 3º grupamento de engenharia, “isso é necessário para que caso a aeronave um dia venha sair da pista, ela tenha o suporte suficiente para não quebrar o trem de pouso por causa do solo mole”.

Atualmente, cerca de 180 homens do Exército trabalham na obra, junto de mais algumas dezenas de profissionais de empresas terceirizadas que dão suporte a execução do projeto.

A estimativa atual é que seja realizada uma reabertura parcial em novembro de 2022 e a reabertura total em 2023 e o investimento que chegaria a R$15.196.212,11 inicialmente poderá ter um acréscimo de mais R$ 2,7 milhões.

 

 

Ou seja, de um simples recapeamento, vão ter que reconstruir (parte ou totalmente) a pista.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

Meus prezados

Engenharia do Exército avança na obra do aeroporto de Dourados (MS)

spacer.png

Entre 31 de dezembro 2021 e 6 de janeiro 2022, o 9º Batalhão de Engenharia de Construção (9º BEC) manteve a impulsão na Operação Dourados, obra de cooperação executada sob coordenação do 3º Grupamento de Engenharia (3º Gpt E) que visa à ampliação e restauração do Aeroporto Regional de Dourados (MS).

Foram realizados, em faixa preparada da pista de pouso e decolagem, serviços de limpeza de camada vegetal; escavação, carga e transporte de material; e hidrossemeadura.

1642422762_81181.jpg

Fonte: Defesanet 17 jan 2022

 

Link to comment
Share on other sites

Está confirmado mesmo que a pista não será mais ampliada como antes, continuando com 1950mx30m após as intervenções?

Edited by Fabrício163
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
On 18/01/2022 at 02:05, Fabrício163 said:

Está confirmado mesmo que a pista não será mais ampliada como antes, continuando com 1950mx30m após as intervenções?

Sim.

Foram feitas adequações ao projeto já prevendo operação de aeronaves maiores no futuro. Um militar que trabalha na obra me disse que a cabeceira 24 será recuada em 200 metros por estar muito próxima da avenida Guaicuurus. Assim a pista ficará com 1.970 m para operação e mais 200 m de faixa de segurança na cabeiceira 24 e 100 m de segurança na cabeceira 06. A faixa de pista com área de operação mais as faixas de segurança fica em 2.270 m. A largura continua com 30 m, mas o Exército deixará  preparada uma faixa lateral de 10 m de cada lado para ampliação para 45 m no futuro. Essa faixa ficará no momento com grama.     

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Bom saber que já vai ficar no jeito para ampliar a largura, mas o comprimento operacional vai continuar sendo esses 1970m mesmo. Talvez na cabeceira 06 tenha como aproveitar esses 100m e fazer uma nova área de escape, que normalmente possuem 60m. Já na cabeceira 24 nao tem como aproveitar nada por causa do recuo de segurança em relação a avenida. Se bem que 100m a mais nao faria diferença alguma nas operações. Com esse comprimento a uma altitude de 458m dá para operar qualquer narrowbody.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

https://www.douradosnews.com.br/dourados/nova-pista-do-aeroporto-deve-ser-entregue-dentro-do-cronograma/1182896/

06 maio 2022

Por Adriano Moretto e Gizele Almeida

Fechado desde maio do ano passado para a construção de uma nova pista de pousos e decolagens, o Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira, em Dourados, pode voltar a operar em novembro, ou seja, dentro do atual cronograma.

A informação foi repassada na manhã desta sexta-feira (6/5) pelo prefeito Alan Guedes (PP) durante agenda no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho. 

Sem receber aeronaves desde o ano passado para as obras de ampliação e melhoria da pista, a previsão inicial era do término da atual fase ocorrer no final do ano passado, porém, problemas técnicos verificados em setembro de 2021 durante as ações do 9º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro, responsável pela obra, acabou fazendo ampliar esse prazo. 

“Tenho acompanhado de perto [as obras]. Essa primeira etapa envolvendo a pista, pátio e taxiway caminha para o período final, dentro do cronograma. Esperamos que seja entregue em novembro, está tudo desenhado dentro disso. Enquanto isso, a prefeitura vem trabalhando para a homologação da pista, algo mais burocrático junto a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e o Cindacta (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo)”, disse ao Dourados News.

O prefeito também comentou sobre as companhias aéreas a operar no local após a liberação do espaço. 

“Tanto a Gol quanto a Azul [já atendiam a cidade] aguardam a conclusão das obras para essa retomada e temos informações de outras empresas interessadas também”, contou, sem citar os nomes. 

Após a etapa de ampliação e melhoria na pista do Francisco de Matos Pereira, existe a previsão da construção de um terminal de passageiros maior, além da nova Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo e uma seção contra incêndio.

Atualmente, usuários do município e de cidades da região tem como opções os aeropostos de Ponta Porã ou Campo Grande, ambos internacionais. 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade