Jump to content

Engenheiro que ajudou criar o sistema Fly By Wire morre aos 88 anos


Recommended Posts

Meus prezados

Legado para toda aviação

Engenheiro que ajudou criar o sistema Fly By Wire morre aos 88 anos

Bernard Ziegler foi piloto de testes e um dos engenheiros que ajudou a consolidar a Airbus

 spacer.png

Bernard Ziegler na cabine do Airbus A320

Um dos responsáveis pela implementação do sistema de voo Fly-By-Wire (FBW) na Airbus, o engenheiro Bernard Ziegler, faleceu aos 88 anos.

Além de ser ex-piloto de testes e ex-vice-presidente sênior do fabricante europeu, Ziegler foi também responsável pela estruturação da unidade de ensaios em voo da Airbus. No início dos anos 1970 quando o A300, o primeiro avião do consórcio europeu ainda tomava forma, o engenheiro coordenou o time que iria realizar a complexa e delicada etapa de ensaios em voo com o modelo.

Uma década depois Ziegler foi fundamental para a introdução do sistema FBW no A320, que entrou em serviço em 1988. O uso de controle por comandos elétricos revolucionou a indústria e ampliou a proteção do envelope de voo de toda a família de aviões da Airbus. Além disso, permitiu a padronização dos conceitos de layout e filosofia de voo de todos os modelos lançados pelo consórcio europeu desde então.

Com uma notória carreira de quatro décadas, Ziegler percebeu todo o potencial que a tecnologia FBW poderia trazer, incluindo a proteção de envelopes de voo incorporada ao software de controle, se tornando fundamental para a adoção padrão em todas as aeronaves de geração atual da Airbus e em aeronaves modernas de passageiros.

Nascido em 1933, em Boulogne sur Seine, na França, Ziegler formou-se em 1954 na prestigiada Escola Politécnica Francesa, e, mais tarde se tornou piloto de caça da força aérea francesa por dez anos.

No início da década de 1960, concluiu a graduação de engenharia aeronáutica na renomada ENSA (l'Ecole Nationale Supérieure de l'Aéronautique), em Toulouse, onde estava sendo estruturada a criação de um novo conglomerado aeroespacial liderado pela França e Alemanha. Enquanto Ziegler participava da formação de pilotos de teste de voo, antes de assumir uma carreira como piloto de teste militar, a Airbus tomava forma.

Com o ingresso na Airbus em 1972, como piloto de testes, Ziegler recebeu a tarefa de criar e estrutura a divisão de ensaios de voo. Um dos maiores desafios era unificar em uma mesma equipe líderes e membros dos quatro países parceiros da Airbus, alinhando culturas e escolas de aviação distintas.

Atuando como piloto de teste, Bernard Ziegler pilotou o primeiro voo do A300, em 1972, e antecipado o programa de desenvolvimento da tecnologia FBW para a aviação civil. Na ocasião poucos modelos militares utilizavam a tecnologia, que dependia dos ainda arcaicos computadores de voo existentes nos primeiros anos da década de 1970.

Dez anos depois, com a evolução da computação, o Fly-By-Wire revolucionou a indústria da aviação ao ampliar a segurança de voo, reduzir a carga de trabalho dos pilotos, oferecer menos componentes mecânicos e monitorar em tempo real todos os sistemas de aeronaves.

Até a sua aposentadoria em dezembro de 1997, Ziegler foi vice-presidente sênior de engenharia da Airbus.

·        Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

Fonte:  Gabriel Benevides – Aero Magazine 6 mai 2021

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade