Jump to content

Companhias aéreas dos EUA já recuperaram valor de mercado pré-pandemia, mas brasileiras “patinam”


Recommended Posts

Companhias aéreas dos EUA já recuperaram valor de mercado pré-pandemia, mas brasileiras “patinam”

Comparação mostra que efeitos da Covid-19, questões cambiais e valor do petróleo ainda prejudicam as empresas do setor no Brasil

aeroporto aviões aviação terminal aéreas covid (Getty Images)

SÃO PAULO – As companhias aéreas são provavelmente as empresas mais afetadas pela pandemia de Covid-19. Impossibilitadas de realizar viagens por contra das restrições de mobilidade, essas empresas tiveram que passar boa parte do último ano com uma fração da receita que tinham anteriormente. Hoje, com a disponibilidade de vacinas contra o vírus, o setor vem se recuperando, mas não de maneira uniforme no mundo nem entre todas as empresas.

Um estudo da consultoria Economatica mostra que o valor de mercado das companhias aéreas que atuam na América Latina e dos Estados Unidos desabou de US$ 186,6 bilhões em 20 de janeiro de 2020 para US$ 69,3 bilhões em 15 de maio daquele mesmo ano.

Veja abaixo o gráfico de valor de mercado consolidado do setor na região:

 

 

Valor-de-mercado-setor-aereo.png?resize=

Conforme as restrições foram se flexibilizando, um novo topo foi atingido em 17 de março de 2021, data em que as empresas do setor batem US$ 190 bilhões de valor de mercado e no fechamento de 19 de maio as companhias valiam, juntas US$ 178,4 bilhões.

É interessante perceber a desigualdade nessas recuperações.

Enquanto a mexicana Volaris cresceu 78,7% em valor de mercado de 20 de janeiro de 2020 a 19 de maio de 2021, a taiwanesa China Southern Airlines se expandiu 27% e as americanas Allegiant Travel, Mesa Air e Southwest Airlines avançam respectivamente 25,3%, 24,1% e 23,4% no período, a colombiana Avianca se desvaloriza em 94%, a chilena Latam perde 73,9% de seu valor e as brasileiras Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) caem 49% e 45,7% respectivamente. Cabe destacar que a Latam está em processo de recuperação judicial; já em 2020, a Justiça decretou a falência da Avianca Brasil.

Cabe destacar também a diferença na velocidade da vacinação entre os países, o que também pode ajudar a explicar a recuperação relativamente mais forte dos EUA, que já vacinou cerca de metade da população com pelo menos uma dose, aumentando as perspectivas de reabertura mais rápida. Já no Brasil, cerca de 19% da população foi imunizada.

Além disso, cabe destacar a valorização do dólar em relação ao real no período do estudo, de cerca de 27%, indo da casa dos R$ 4,18 para R$ 5,30: além de impactar os resultados das brasileiras por conta da dívida em dólares, o valor de mercado em dólares é impactado pela desvalorização do real.

Veja a lista completa na tabela abaixo:

Tabela-aereas-Economatica.png?resize=100

Resultados de Azul e Gol

Especificamente sobre as brasileiras, os analistas Victor Mizusaki e Wellington Lourenço do Bradesco BBI, avaliam que a Azul demonstrou no resultado do primeiro trimestre que a recuperação de sua lucratividade ainda está “atrasada” devido à Covid-19.

O Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia foi de R$ 130 milhões, em linha com o estimado pelo banco, porém uma queda de 80% na comparação anual, e a receita líquida totalizou R$ 1,8 bilhão, o que representa uma retração de 35% ante os três primeiros meses do ano passado.

“Capacidade e demanda registraram queda de 23% e 27,4%, na comparação anual no primeiro trimestre de 2021, respectivamente, enquanto a capacidade doméstica ultrapassou o nível de 2019”, destaca a equipe de análise.

Os analistas também comentam que a tarifa aérea média ajustada caiu 17%, o que ajudou a estimular a demanda e as receitas de carga aumentaram 63%.

“Enquanto o preço do combustível da empresa subiu 6,3% na comparação anual no primeiro trimestre de 2021, iniciativas de redução de custos e eficiência compensaram o impacto mencionado”, ressalta a equipe do Bradesco BBI  como ponto positivo, ao passo que sublinha o efeito negativo da queda nos preços do petróleo bruto, que afetou negativamente a posição de hedge de combustível da Azul e os R$ 1,6 bilhão em perdas monetárias relacionadas à desvalorização do real, que expandiram a dívida em moeda estrangeira.

“A Azul reportou uma robusta posição de caixa de R$ 3,3 bilhões, que, combinada com R$ 6,3 bilhões em depósitos, reservas de manutenção e contas a receber, parece suficiente para superar a pandemia de Covid-19. Mesmo assim, a dívida líquida aumentou para R$ 17,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021, a partir de R$ 14,8 bilhões no quarto trimestre de 2020 (com as debêntures conversíveis), refletindo o consumo de caixa operacional e a depreciação do real. O aumento da alavancagem financeira pode continuar a limitar a geração de valor para os acionistas, uma vez que os lucros de curto prazo ainda podem ser prejudicados pela pandemia”, concluem os analistas.

O Bradesco tem recomendação neutra para as ações AZUL4 e reduziu o preço-alvo para os papéis em 5% para R$ 38,00 diante do resultado. Esse valor corresponde a uma queda de 5,5% nos preços das ações em relação ao fechamento desta quinta (20).

Segundo dados da Refinitiv, as ações da Azul acumulam três recomendações de compra, seis neutras e duas de venda, com preço-alvo médio de R$ 37,58, uma queda de 6,54% sobre o patamar atual.

Sobre a Gol, a percepção também é cautelosa, a receita líquida da companhia somou R$ 1,6 bilhão, em queda de 50% na comparação anual e o Ebitda foi de R$ 354 milhões, o que representa uma queda de 75% ante o primeiro trimestre de 2020.

Para os analistas, o resultado foi impactado pela segunda onda do coronavírus no Brasil, que obrigou a empresa a reduzir a capacidade doméstica e total em 35% e 44% na comparação anual, enquanto as passagens aéreas caíram 14% na mesma base.

Na parte positiva, a equipe de análise lembra que, excluindo efeitos cambiais, o CASK (custo operacional assentos-quilômetros oferecidos) ajustado para voos operacionais caiu 13% ante o primeiro trimestre de 2020, refletindo iniciativas de corte de custos implementadas em 2020, já que as despesas com vendas caíram 45% na mesma base de comparação.

“O resultado do trimestre não incorporou os potenciais benefícios da saída da Smiles, visto que a operação foi aprovada pelos acionistas minoritários da Smiles em 24 de março. Na próxima semana expirará o prazo para os acionistas exercerem o direito de recesso, após o qual terão um período de 30 dias para escolha da oferta base ou alternativa. O fechamento do negócio ocorrerá no segundo trimestre de 2021, e a empresa espera capturar R$ 400 milhões em sinergias por ano com uma eficiente gestão da receita e estrutura tributária”, explicam.

O Bradesco manteve recomendação neutra para Gol, com preço-alvo estimado em R$ 20, o que corresponde a uma queda de 22,9% nas ações GOLL4 em comparação com o fechamento de hoje.

Link to post
Share on other sites

China Southern virou taiwanesa :lol:

Mas é interessante. Não é só dólar, petróleo e vacinação, mas também o quanto o apoio governamental influencia em criar um clima de confiança no mercado. 

Os EUA foram cirúrgicos na aplicação do CARES Act e as empresas aéreas estão respondendo bem, impulsionado pela demanda doméstica.

O que houve aqui? Nada... não temos o dinheiro como os americanos, mas poderia oferecer apoio do BNDES desde que fizesse algumas concessões (transferir a sede da LA para cá, p. ex)  e até um pacote de compra de ações como sinal de apoio à elas. Vejamos, se investissem U$$ 300 milhões por 10% da Azul, Gol e LATAM em Maio de 2020, hoje os mesmos 10% estariam valendo U$$ 570 milhões, rentabilidade 90% em um ano. E este valor poderia ser maior se houvesse uma vacinação em massa, que não convém falar no momento. 

Este apoio poderia até reverberar na Delta, visto que seu maior investimento no exterior conta com boa vontade do governo em recuperar a empresa. A DL não atingiu a recuperação por ter três investimentos significativos no Chapter Eleven.

Agora, duas observações: dos USD 150 bilhões de valores de mercado das empresas aéreas das Américas, 2/3 estavam concentradas em 4 empresas (DL, UA, AA E WN). Segunda observação, as ações da Avianca Holdings já estavam baixas e perderam 94% do valor. Junk!

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

As brasileiras, a dependerem da vacinação morticida a conta gotas, Mico e do virtuoso Paulo Guedes... o mesmo que decretou: Não vai ter "molezinha" para Empresa Aérea estarão Ferradas e com pé na cova.

A corda arrebenta ainda mais com a extensão no tempo da pandemia, uma provável Terceira Onda e LNR a vista(não somente na Azul), o trabalhador que se Lasque!

2021: Brasil abaixo de tudo, meu bolso acima de Todos!

Que tragédia.

 

  • Like 9
  • Haha 2
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
4 hours ago, flightFernando said:

As brasileiras, a dependerem da vacinação morticida a conta gotas, Mico e do virtuoso Paulo Guedes... o mesmo que decretou: Não vai ter "molezinha" para Empresa Aérea estarão Ferradas e com pé na cova.

A corda arrebenta ainda mais com a extensão no tempo da pandemia, uma provável Terceira Onda e LNR a vista(não somente na Azul), o trabalhador que se Lasque!

2021: Brasil abaixo de tudo, meu bolso acima de Todos!

Que tragédia.

 

5ahrql.jpg

 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
11 hours ago, flightFernando said:

As brasileiras, a dependerem da vacinação morticida a conta gotas, Mico e do virtuoso Paulo Guedes... o mesmo que decretou: Não vai ter "molezinha" para Empresa Aérea estarão Ferradas e com pé na cova.

A corda arrebenta ainda mais com a extensão no tempo da pandemia, uma provável Terceira Onda e LNR a vista(não somente na Azul), o trabalhador que se Lasque!

2021: Brasil abaixo de tudo, meu bolso acima de Todos!

Que tragédia.

 

Lamentável senário mas realmente foi uma vergonha essa proposta de emprestar e virar sócio com facilidade, as aéreas viram o golpe e preferiram se endividar por custo alto do que se comprometer com o governo 

  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
16 hours ago, flightFernando said:

As brasileiras, a dependerem da vacinação morticida a conta gotas, Mico e do virtuoso Paulo Guedes... o mesmo que decretou: Não vai ter "molezinha" para Empresa Aérea estarão Ferradas e com pé na cova.

A corda arrebenta ainda mais com a extensão no tempo da pandemia, uma provável Terceira Onda e LNR a vista(não somente na Azul), o trabalhador que se Lasque!

2021: Brasil abaixo de tudo, meu bolso acima de Todos!

Que tragédia.

 

Cirúrgico 

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Prévia financeira do 2Q21 AAL

Caros colegas membros da equipe,
 
Hoje, fornecemos à comunidade de investidores uma prévia de nossos resultados financeiros projetados para o segundo trimestre.  Essas informações fornecem aos analistas maior clareza sobre nosso desempenho esperado de receitas e despesas, o que os ajudará a atualizar seus modelos antes que nossos resultados de lucros sejam divulgados na próxima semana.
 Estamos claramente nos movendo na direção certa.  Nosso desempenho de receitas e despesas no trimestre ficou melhor do que as expectativas, e isso foi alcançado ao trazer de volta a capacidade total da operação e transportar com segurança um número recorde de viajantes.  Os destaques incluem: 

Voando com mais clientes.  A American voou mais clientes do que qualquer outra companhia aérea dos EUA no segundo trimestre.  Nossa equipe transportou com segurança mais de 44 milhões de passageiros - mais de cinco vezes o número de passageiros em relação aos mesmos três meses em 2020. Embora ainda abaixo dos números de 2019, é um aumento de 82% em relação ao primeiro trimestre de 2021, que é uma rampa notável  -pra cima.

Retorno de receita.  Com o aumento da demanda dos clientes, as receitas também aumentaram.  Entramos no trimestre com a expectativa de que a receita caísse cerca de 40% em relação ao mesmo período de 2019, e chegamos melhor do que 37,5%.  E estamos impulsionando essa receita enquanto mantemos nossos custos sob controle.

Estreitando nossas perdas.  Esperamos reportar um pequeno lucro líquido no segundo trimestre, incluindo itens especiais.  Excluindo itens especiais, esperamos reportar uma perda de aproximadamente US $ 1,1 bilhão.  Embora essa seja certamente uma grande perda, é a menor perda desde o início da pandemia.  E é muito melhor do que o esperado - nosso prejuízo líquido por ação, excluindo itens especiais líquidos, está previsto entre ($ 1,67) e ($ 1,76) por ação contra as estimativas de consenso atuais dos analistas de aproximadamente ($ 2,45) por ação.  Notavelmente, fomos lucrativos excluindo itens especiais para o mês de junho, o primeiro mês desde dezembro‌ 2019.

Comparando queimar vs. construção.  Pela primeira vez desde o início da pandemia, nossa companhia aérea gerou um aumento de caixa positivo durante o trimestre.  Entregamos um aumento de caixa diário de $ 1 milhão por dia no segundo trimestre, incluindo o pagamento do principal da dívida.  Quando você considera que, no início da pandemia, estávamos queimando aproximadamente US $ 100 milhões por dia, esta é uma reviravolta extraordinária.  Encerramos o segundo trimestre com mais de US $ 21 bilhões de liquidez total disponível, de longe o maior da história da American.

Reconstruindo a operação.  Essa melhoria financeira é particularmente impressionante considerando o esforço necessário para reconstruir a companhia aérea de voos de nível pandêmico.  No segundo trimestre, operamos mais de 2,5 vezes o número de voos em relação aos mesmos três meses de 2020, e o fizemos com um fator de conclusão de 98,6% e um A + 14 (pontualidade) de 82,1%.  Esse é o nosso melhor desempenho em ambas as métricas em um segundo trimestre, apesar de um mês desafiador de junho.

À medida que entramos em julho, começamos bem.  Nosso fator de conclusão combinado excedeu a meta nos últimos 10 dias consecutivos, e D-0 (partidas dentro do horário) e A + 14 têm tendência de aumento em relação a junho.  A demanda por nosso produto continua forte em julho e no restante do verão.  E os clientes empresariais estão cada vez mais voltando aos céus.
 
Graças ao seu trabalho árduo e perseverança, estamos no caminho da recuperação.  Saiba que compreendemos e apreciamos tudo o que você está fazendo - no ar, no solo e nos bastidores - para cuidar de nossos clientes e uns dos outros.  Restaurar o serviço tão rapidamente em resposta ao crescimento da demanda sem precedentes é incrivelmente complexo.  Mas o povo americano está se mostrando à altura da situação, e os resultados provam isso.  É uma honra trabalhar ao seu lado.  Obrigado e continue assim.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
On 5/21/2021 at 1:44 PM, flightFernando said:

As brasileiras, a dependerem da vacinação morticida a conta gotas, Mico e do virtuoso Paulo Guedes... o mesmo que decretou: Não vai ter "molezinha" para Empresa Aérea estarão Ferradas e com pé na cova.

A corda arrebenta ainda mais com a extensão no tempo da pandemia, uma provável Terceira Onda e LNR a vista(não somente na Azul), o trabalhador que se Lasque!

2021: Brasil abaixo de tudo, meu bolso acima de Todos!

Que tragédia.

 

Eu concordo contigo que o governo tem culpa, mas eu diria que só parte da culpa. 

As Brasileiras foram covardes, não tentaram nada diferente. Vemos carregamente após carregamento de itens importantes no combate ao Covid sendo transportados por aeronaves estrangeiras, e um mundo de widebodies simplesmente parados nos aeroportos. 
Bons exemplos de cias que decidiram usar seus wides na Europa, Asia, Austrália, US e Canada em voos domésticos ou intra "bloco"... e o que fizeram as Brasileiras ? Nada 

E tem o próprio efeito extremo da pandemia que alija o Brasil do mundo turístico e criam dificuldades também aos Brasileiros que desejam visitar alguns países. Enquanto o México celebra, a hotelaria Brasileira em geral agoniza.  

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Caras, estão comparando nossa economia que vem em declínio ha vinte anos com a dos módafóka gringos ? 

  • Like 4
  • Confused 2
Link to post
Share on other sites

Pois é. Há vários países com as cias aéreas de joelhos, mas quando interessa, a comparação é com o mercado fora da curva que são os EUA. 

  • Like 5
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade