Jump to content

GOL compra MAP Linhas Aereas


B737-8EH
 Share

Recommended Posts

2 hours ago, Crewmember said:

GOL reinando em CGH

Depois da pandemia passar quem sabe, por enquanto (4M21) a JJ tem 42,7% dos pagos embarcados, G3 37,5%  e AD  19,1%.

                                                                                         2018          tinha 44,4% último ano que a O6 operou nos 12 meses.

Link to comment
Share on other sites

Me parece que você descambou a torcer contra a G3 ou negar que a mesma possui uma gestão muito superior a concorrente cujas cores parecem até desbotadas, com um produto inconsistente e um processo de concordata.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

On 09/06/2021 at 19:59, Antonio (CENI) said:

Posso dizer que a notícia foi recebida... Nem todos digeriram....

As pessoas são incoerentes por vezes, *** opinião pessoal *** duvido que essa compra não tenha ocorrido de fato antes do covid!

A compra será parcelada (a um valor mensal que corresponde a 1/3 do que ela queimou por dia durante o auge do problema viral), expande a atuação em um aeroporto chave, o que permitirá. Diferentemente da apreciada competidora, não maltratou seu time, manteve todos empregados. 

Link to comment
Share on other sites

16 hours ago, PT-KTR said:

As pessoas são incoerentes por vezes, *** opinião pessoal *** duvido que essa compra não tenha ocorrido de fato antes do covid!

A compra será parcelada (a um valor mensal que corresponde a 1/3 do que ela queimou por dia durante o auge do problema viral), expande a atuação em um aeroporto chave, o que permitirá. Diferentemente da apreciada competidora, não maltratou seu time, manteve todos empregados. 

Eu como funcionário prefiro acreditar que vai ser bom pra cia, o povo gosta de torcer contra, pra ter salário no dia 5 eu preciso que tenha empresa, pq até esse medo de não ter mais empresa todo mundo ficou em março de 2020! Sucesso pra todas! 

  • Like 3
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Crewmember said:

Eu como funcionário prefiro acreditar que vai ser bom pra cia, o povo gosta de torcer contra, pra ter salário no dia 5 eu preciso que tenha empresa, pq até esse medo de não ter mais empresa todo mundo ficou em março de 2020! Sucesso pra todas! 

Exatamente o que eu penso como funcionário de linha aerea.

Nunca podemos esquecer que estamos em um dos mercados mais voláteis, principalmente aqui no Brasill com questões tributárias e cambiais.

Sempre temos que torcer para o melhor, e realmente não acredito que os gestores façam alguma coisa para prejudicar os funcionarios.

No caso da GOL a compra desses slots em CGH mostra que já estão trabalhando com o planejamento para a retomada.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 6 months later...

Em outro texto fala em 12 slot da MAP + 14 da VoePass em CGH para a GOL? Tá “certo” isso?

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, thor.rao said:

Em outro texto fala em 12 slot da MAP + 14 da VoePass em CGH para a GOL? Tá “certo” isso?

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/gol-aquisicao-da-map-tem-aprovacao-do-cade/

Com a aquisição, a gigante da aviação brasileira passará a controlar não só as operações da companhia regional, mas também os seus 22 slots (horários de pouso e decolagem) no Aeroporto de Congonhas. Com o negócio confirmado, a Gol chega a 256 slots e lidera em número de horários em Congonhas. Com isso a Gol poderá poderá utilizar todos os horários para a suas operações regulares e retirar as da MAP de Congonhas.

Um detalhe do negócio é que a Gol levou não só os slots pertencentes a MAP, mas todos os slots da VoePass, detentora da companhia. Na divisão dos slots deixados pelo fim das operações da Avianca Brasil, em julho de 2019, a Anac definiu que a MAP ficaria com 12 e a VoePass (então Passaredo) ficaria com 14. No mesmo ano, porém, a Passaredo anunciou a aquisição da MAP, ficando com todos os 26 slots.

 

22 ou 26?   a G3 não está usando o que já tinha, vai fazer o que com +22-6, tirar voos de GRU...

  • Confused 1
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, TheJoker said:

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/gol-aquisicao-da-map-tem-aprovacao-do-cade/

Com a aquisição, a gigante da aviação brasileira passará a controlar não só as operações da companhia regional, mas também os seus 22 slots (horários de pouso e decolagem) no Aeroporto de Congonhas. Com o negócio confirmado, a Gol chega a 256 slots e lidera em número de horários em Congonhas. Com isso a Gol poderá poderá utilizar todos os horários para a suas operações regulares e retirar as da MAP de Congonhas.

Um detalhe do negócio é que a Gol levou não só os slots pertencentes a MAP, mas todos os slots da VoePass, detentora da companhia. Na divisão dos slots deixados pelo fim das operações da Avianca Brasil, em julho de 2019, a Anac definiu que a MAP ficaria com 12 e a VoePass (então Passaredo) ficaria com 14. No mesmo ano, porém, a Passaredo anunciou a aquisição da MAP, ficando com todos os 26 slots.

 

22 ou 26?   a G3 não está usando o que já tinha, vai fazer o que com +22-6, tirar voos de GRU...

Creio que seja mais pensando num futuro com a retomada dos voos, aí sim fará sentido esses 22-26 slots a mais 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

8 hours ago, TheJoker said:

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/gol-aquisicao-da-map-tem-aprovacao-do-cade/

Com a aquisição, a gigante da aviação brasileira passará a controlar não só as operações da companhia regional, mas também os seus 22 slots (horários de pouso e decolagem) no Aeroporto de Congonhas. Com o negócio confirmado, a Gol chega a 256 slots e lidera em número de horários em Congonhas. Com isso a Gol poderá poderá utilizar todos os horários para a suas operações regulares e retirar as da MAP de Congonhas.

Um detalhe do negócio é que a Gol levou não só os slots pertencentes a MAP, mas todos os slots da VoePass, detentora da companhia. Na divisão dos slots deixados pelo fim das operações da Avianca Brasil, em julho de 2019, a Anac definiu que a MAP ficaria com 12 e a VoePass (então Passaredo) ficaria com 14. No mesmo ano, porém, a Passaredo anunciou a aquisição da MAP, ficando com todos os 26 slots.

 

22 ou 26?   a G3 não está usando o que já tinha, vai fazer o que com +22-6, tirar voos de GRU...

A partir da malha da S22 a Latam e GOL voltam a utilizar 100% dos slots em CGH: 118 e 117 decolagens diárias em dia útil, respectivamente.

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

A Gol está vendendo 5 CGH-CGR-CGH em Maio e apenas 1 GRU-CGR-GRU. Acho que ela nunca operou tantos voos entre CGH e CGR. Deve ter a ver com o aumento dos slots.

Edited by Fabrício163
Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, Fabrício163 said:

A Gol está vendendo 5 CGH-CGR-CGH em Maio e apenas 1 GRU-CGR-GRU. Acho que ela nunca operou tantos voos entre CGH e CGR. Deve ter a ver com o aumento dos slots.

Não é aumento dos slots, ela está voando o portfólio que tinha antes da pandemia. Pelo jeito muitos mercados que operavam historicamente em CGH estão somente em GRU (MGF, LDB, UDI, NAT, IGU) abrindo espaço para mais frequências às capitais do S/SE/CO + REC/FOR/SSA.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

29 minutes ago, A340-600 said:

Não é aumento dos slots, ela está voando o portfólio que tinha antes da pandemia. Pelo jeito muitos mercados que operavam historicamente em CGH estão somente em GRU (MGF, LDB, UDI, NAT, IGU) abrindo espaço para mais frequências às capitais do S/SE/CO + REC/FOR/SSA.

Outro mercado que historicamente sempre foi de CGH era Caxias do Sul (CXJ). Sempre foram 2 bate-volta CGH-CXJ-CGH diários, um as 10h e outro as 19h (em CXJ), um tempo depois colocaram um GRU no início da tarde, mantendo 3 operações diárias, mas com a pandemia mudou tudo e desde então só tem 1 diário pra GRU. 

Link to comment
Share on other sites

21 minutes ago, Victor Alexander 12 said:

Gol em Congonhas, deveria aumentar CGH-MCZ/ MCZ-CGH, e lançar o regional dentro de SP (Presidente Prudente, Araçatuba e Bauru)

SJP também, aqui só Latam faz trechos de e para CGH e GRU.

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa me chamou atenção no pronunciamento da Gol...

"Os ATRs serão substituídos por aeronaves maiores e mais eficientes, dando continuidade à estratégia regional da GOL, que opera com jatos Boeing 737-700 – um modelo que pode ser substituído por outro tipo de aeronave ainda mais eficiente no futuro".

Será que teremos novidade em relação a outro tipo de aeronave na frota?

Ou tudo isso não passa de um pronunciamento padrão?

Eis a questão!

Link to comment
Share on other sites

49 minutes ago, Leandrinho said:

Uma coisa me chamou atenção no pronunciamento da Gol...

"Os ATRs serão substituídos por aeronaves maiores e mais eficientes, dando continuidade à estratégia regional da GOL, que opera com jatos Boeing 737-700 – um modelo que pode ser substituído por outro tipo de aeronave ainda mais eficiente no futuro".

Será que teremos novidade em relação a outro tipo de aeronave na frota?

Ou tudo isso não passa de um pronunciamento padrão?

Eis a questão!

pode ser é uma frase vaga... "Será que vem um A320 Sharp hoje?" "Pode ser!" e aí aparece um A318 com motores PW.

  • Confused 3
Link to comment
Share on other sites

59 minutes ago, Leandrinho said:

Uma coisa me chamou atenção no pronunciamento da Gol...

"Os ATRs serão substituídos por aeronaves maiores e mais eficientes, dando continuidade à estratégia regional da GOL, que opera com jatos Boeing 737-700 – um modelo que pode ser substituído por outro tipo de aeronave ainda mais eficiente no futuro".

Será que teremos novidade em relação a outro tipo de aeronave na frota?

Ou tudo isso não passa de um pronunciamento padrão?

Eis a questão!

Há algum MAX com a configuração semelhante ao 73G? Talvez seja este o ganho de eficiência prometido.

Link to comment
Share on other sites

22 minutes ago, Vinícius Bartholdi said:

Há algum MAX com a configuração semelhante ao 73G? Talvez seja este o ganho de eficiência prometido.

o "700 MAX" é a opção, o 737 MAX 7

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

9 hours ago, PT-KTR said:

o "700 MAX" é a opção, o 737 MAX 7

Pois é, mas aí vem aquela história do "longo hiato" de capacidade entre os 70 assentos de um ATR e os 150 de um 73G/MAX7, intervalo esse onde atualmente, em termos de eficiência operacional, só se encaixam o E195-E2 e o A220-100 ou o 300... 

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Ceccatto said:

Pois é, mas aí vem aquela história do "longo hiato" de capacidade entre os 70 assentos de um ATR e os 150 de um 73G/MAX7, intervalo esse onde atualmente, em termos de eficiência operacional, só se encaixam o E195-E2 e o A220-100 ou o 300... 

Ai eu acho que entra o 737-700 na Passaconta

Link to comment
Share on other sites

50 minutes ago, PT-KTR said:

Ai eu acho que entra o 737-700 na Passaconta

Ou o E190, sai mais barato para a G3 ser fiadora deles na Passaredo do que montar uma estrutura própria para estes aviões.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade