Jump to content

Voo internacional da AA tem pouso de emergência negado na Costa Rica


Recommended Posts

 

Meus prezados

Voo internacional tem pouso de emergência negado na Costa Rica

Autoridades investigam a ocorrência de uma situação perigosa envolvendo um voo da American Airlines

spacer.png

Problema de comunicação entre centro de controle e a torre do aeroporto foram responsáveis por negativa de pouso

Mesmo após declarar emergência um voo da American Airlines foi proibido de pousar no principal aeroporto internacional da Costa Rica.

O Boeing 737-800 (N937NN) havia desviado de uma tempestade e realizado uma longa espera aguardando para uma melhora no clima em San Salvador, em El Salvador. Ao perceber a quantidade de combustível ficando crítica, os pilotos solicitaram pousar no aeroporto internacional da Libéria (LIR), na Costa Rica, mas tiveram o pedido negado, mesmo após justificar que estavam com pouco combustível para seguir viagem até o destino.

A porém, o aeroporto negou a autorização para o avião pousar para reabastecer, alegando que estava fechado e que não podia receber voos naquela hora da noite. O problema grave foi ocasionado por um problema de comunicação causado por um “telefone sem fio”.

A aeronave cumpria o voo AA517, quando precisou efetuar desvio, e acabou consumindo mais combustível que o esperado. Porém, toda comunicação não foi feita com o aeroporto da Libéria, mas com o Centro de Controle de Tráfego Aéreo (Cenamer), que cobre o espaço aéreo da América Central acima de 20 mil pés, que não repassou a informação completa a torre de controle do aeroporto.

O processo usual na aviação, onde os aviões em rota se comunicam com centros de controle de área e não com aeroportos segue um protocolo padrão, mas que por uma falha de entendimento levou a uma situação potencialmente perigosa.

A autoridade da aviação civil da Costa Rica disse que o órgão está investigando por que as informações consideradas cruciais foram mal interpretadas pelo Cenamer. Após a negativa, o Boeing efetuou desvio para a Cidade da Guatemala (GUA), que ficava mais distante do local onde a tripulação solicitou um pouso técnico para evitar uma situação de alto risco. Mesmo com combustível em nível critico o Boeing 737 pousou com segurança na madrugada de domingo. Horas depois, a aeronave seguiu para San Salvador.

Apesar de ser mais distante de El Salvador do que a Guatemala, a tripulação optou um primeiro contato com a Costa Rica, porque os aeroportos locais atendidos pela American têm melhor infraestrutura logística para receber a aeronave e os passageiros. Além disso, evitariam voar por mais tempo e colocar o voo em risco real.

Fonte: Marcel Cardoso – Aero Magazine 1 jul 2021

Link to post
Share on other sites

Eu não vi esse caso no AV Herald, mas o FR24 mostra direitinho.

Interessante vai ser o relatório final.

 

Link to post
Share on other sites

achei BEM sensacionalista a chamada da notícia

avião aproximou em el salvador deu meia volta e simplesmente foi pra guatemala que é muito perto

 

Link to post
Share on other sites
8 hours ago, FCRO said:

achei BEM sensacionalista a chamada da notícia

avião aproximou em el salvador deu meia volta e simplesmente foi pra guatemala que é muito perto

 

Certo, mas na boa, negar pouso de emergência (a menos que algo muito sério esteja acontecendo, tipo, impossibilidade do aeródromo, meteorologia, etc) não é coisa que se esperasse de um país minimamente sério.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade