Jump to content

Aeroporto de Belém ganha projeto para área da aviação geral


Recommended Posts

 

Meus prezados

Sai o aeroporto e entra um parque

Aeroporto de Belém ganha projeto para área da aviação geral

Espaço deverá atender a demanda da aviação leve após o fechamento do aeroporto Brigadeiro Protásio

spacer.png

Operação da aviação geral em Belém ficará concentrada no aeroporto internacional

A Infraero apresentou o projeto da nova área de aviação geral do aeroporto internacional de Belém (BEL). O espaço terá 43 mil m² de área com capacidade para receber até 50 aviões, além de um terminal de passageiros com 340 m² e três novas pistas para taxiamento. 

A mudança somente irá ocorrer quando as obras receberem homologação final pela Anac. A iniciativa faz parte dos planos para Belém receber as operações do aeroporto Brigadeiro Protásio (SBJC), que será desativado e convertido em um parque público.

O próximo passo será a abertura de licitação para que uma empresa seja contratada para a execução das obras, o que será feito até o fim de julho. A previsão é de que os trabalhos comecem ainda neste semestre.

A nova proposta de uso do espaço urbano da cidade de Belém prevê o fim dos voos no aeroporto Brigadeiro Protásio onde operam apenas aeronaves da aviação geral. A mudança foi justificada pela possibilidade de usar o espaço do aeroporto internacional, que possui baixa demanda, especialmente na fase atual da crise sanitária.

Link to post
Share on other sites

On 18/07/2021 at 20:46, jambock said:

 

Meus prezados

Sai o aeroporto e entra um parque

Aeroporto de Belém ganha projeto para área da aviação geral

Espaço deverá atender a demanda da aviação leve após o fechamento do aeroporto Brigadeiro Protásio

spacer.png

Operação da aviação geral em Belém ficará concentrada no aeroporto internacional

A Infraero apresentou o projeto da nova área de aviação geral do aeroporto internacional de Belém (BEL). O espaço terá 43 mil m² de área com capacidade para receber até 50 aviões, além de um terminal de passageiros com 340 m² e três novas pistas para taxiamento. 

A mudança somente irá ocorrer quando as obras receberem homologação final pela Anac. A iniciativa faz parte dos planos para Belém receber as operações do aeroporto Brigadeiro Protásio (SBJC), que será desativado e convertido em um parque público.

O próximo passo será a abertura de licitação para que uma empresa seja contratada para a execução das obras, o que será feito até o fim de julho. A previsão é de que os trabalhos comecem ainda neste semestre.

A nova proposta de uso do espaço urbano da cidade de Belém prevê o fim dos voos no aeroporto Brigadeiro Protásio onde operam apenas aeronaves da aviação geral. A mudança foi justificada pela possibilidade de usar o espaço do aeroporto internacional, que possui baixa demanda, especialmente na fase atual da crise sanitária.

SBJC antigamente Julio Cezar e hoje brigadeiro Protazio é provavelmente um dos aeroportos mais antigos do Brasil ainda em operação. Era em "campo de pouso "com pista de grama onde aventureiros como Pinto Martins apareciam de vez em quando nos primórdios da aviação. Teve hangar de manutenção da FAB(E110) e taba(e110 e FH).Foi também endereço do extinto aeroclube do Pará também uma das escolas de aviação mais antiga do Brasil. Jamais operou IFR e é distante 1 NM de SBBE esse construído pelos americanos na metade para o final da segunda guerra mundial.hoje, os táxi aéreos de SBJC vivem de transporte de numerário, cargas e pacientes enfermos de e para as cidades de difícil acesso principalmente ilha do marajó.

  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
41 minutes ago, A345_Leadership said:

Penso que vale a pena concentrar em um só aeroporto, desde que não haja interferência de uma operação com a outra.

A questão é o que eles farão com os aeroportos desativados.

Controle Belém vai suar a camisa. Se com dois aeroportos eles já se enrolam por bobagem, bora ver agora.

A área do SBJC será repassada ao Governo do Pará para a criação de um parque pra cidade, algo nos moldes do Ibirapuera em SP (Guardadas as devidas proporções).

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
5 hours ago, leobradias said:

É o que vão fazer com o Carlos Prates em BH. Será que vai sair um projeto semelhante na Pampulha? 

Como ficam as empresas de manutenção, as escolas de aviação,etc?

Link to post
Share on other sites

Eu não vejo o fim deses aeroportos menores e em regiões centrais com saudosismo mas como.uma adequação a uma nova realidade. SBJC será um parque público e não um shopping ou empreendimento imobiliário. Tem uma escola de aviação privada que tem um C172 que faz voo de instrução. O APP belem vai ter que se reorganizar para uma nova realidade de separação e coordenação entre jatos comerciais e aviação geral a pistão. Mas tudo se dá um jeito. Obviamente que o governo do estado vai indenizar a Infraero que fará as adaptações em SBBE com a estrutura adequada para receber essa aviação geral de SBJC 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade