Jump to content

Decolagem apertada da Gol em Congonhas.


Recommended Posts

Vídeo circulando no Twitter da decolagem de um 737 da  Gol em Congonhas. A meu ponto de ver nada demais. Até porque deve acontecer mais decolagens desse tipo durante o dia porém apenas esta foi gravada o que pode causar espanto.

Link to post
Share on other sites

  • Replies 55
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Não é normal, turma. Nos meus (já) muitos anos de operação nesse aeroporto e em aeronaves semelhantes (incluindo o B737-800 com motores 24K), jamais vivi ou presenciei algo como o visto nesse vídeo. M

Só oferecendo uma pífia contribuição ao que o HX já escreveu: 35ft é pra ser atingido mono. Se passou abaixo de 35ft bimotor, imagina perdendo um motor na V1+X. Olhando para a história, os m

vc já tem um pré-conceito sobre ele my friend, logo na primeira frase. Da mesma forma que vc diz que não interessa se o cara era um ex-comissário, não interessa se o William Wack é um arrogante.

"Quase não decolou" -> girou antes do fim da pista e decolou

Mas sensacionalismo dá mais cliques

 

 

Mas dito isso, que foi em cima da linha foi

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Não sei como é no 37, mas já vi um play decolar de Quito, de E145, em ALT/TO ao invés de TO-1... Na proa do morro...

Link to post
Share on other sites

Que preguiça dessas notícias. Pra mim tudo normal, decolagem normal, segue o baile...

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Antonio (CENI) said:

Aerosucre foi normal? Levou uma grade e caiu. 

Que comparação sem sentido !
A Aerosucre sempre foi uma empresa que levava tudo sem segurança nenhuma, peso ? colocamos até o teto e decola aê comando, os pilotos faziam questão de filmar as presepadas.
Comparar com a Gol ?

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Jamais querer comparar à Aerosucre. Agora, nenhuma empresa está livre de M acontecer.

 

Se esse avião avançasse um pouco mais, ele comia um pouco da Resa. No mínimo, sairia com o trem de pouso avariado. Pesquisem um pouco sobre as obras que foram feitas em Congonhas.

  • Haha 4
Link to post
Share on other sites
Just now, Antonio (CENI) said:

Jamais querer comparar à Aerosucre. Agora, nenhuma empresa está livre de M acontecer.

 

Se esse avião avançasse um pouco mais, ele comia um pouco da Resa. No mínimo, sairia com o trem de pouso avariado. Pesquisem um pouco sobre as obras que foram feitas em Congonhas.

Acho que você está confundindo RESA, EMAS e cabeceira deslocada.

Congonhas ainda não tem EMAS, está em obras.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Tem mais cara de rotate preguiçoso do que algum problema sério de p/b, mas enfim. Se saiu do chão tá no envelope :rolleyes:

  • Like 3
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
43 minutes ago, A350XWB said:

Tem mais cara de rotate preguiçoso do que algum problema sério de p/b, mas enfim. Se saiu do chão tá no envelope :rolleyes:

Ou seleção de flap errada...

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Ja teve caso lá em CGH da decolagem ser flap 15 e por uma infelicidade decolaram com flap 5. Mas saiu.

Link to post
Share on other sites

Duas perguntas:

Foi uma decolagem bem incomum ou apenas teve o azar de ser gravada?

Se foi incomum, ainda que sem perigo, não deveria ser motivo para "preocupar"? Digo mais pela visão de leigo mesmo, porque querendo ou não tudo que envolve CGH assusta muito as pessoas. 

Link to post
Share on other sites

Fosse em outro aeroporto talvez não chamasse tanto a atenção, mas com o entorno e o histórico de CGH, é normal que as pessoas se impressionem…

Link to post
Share on other sites

Sensacionalismo à parte, eu mesmo fiquei um pouco impressionado com o vídeo. Claro que foi longe de ser uma "quase tragédia" e outros tantos adjetivos absurdos conferidos a essa decolagem, mas eu ainda tenho a impressao de que nao foi uma decolagem 100% normal - mesmo que nao existam motivos pra tanto alvoroço - mas ao mesmo tempo fiquei pensando coisas como "às vezes o avião estava um pouco mais pesado" "devia ser um voo mais longo do que a maioria dos que usam congonhas" etc.

Queria muito escutar a opiniao de algum piloto, DOV, ou mesmo alguem que conhece melhor o dia a dia de operações em CGH.

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
42 minutes ago, Nicholas773 said:

Sensacionalismo à parte, eu mesmo fiquei um pouco impressionado com o vídeo. Claro que foi longe de ser uma "quase tragédia" e outros tantos adjetivos absurdos conferidos a essa decolagem, mas eu ainda tenho a impressao de que nao foi uma decolagem 100% normal - mesmo que nao existam motivos pra tanto alvoroço - mas ao mesmo tempo fiquei pensando coisas como "às vezes o avião estava um pouco mais pesado" "devia ser um voo mais longo do que a maioria dos que usam congonhas" etc.

Queria muito escutar a opiniao de algum piloto, DOV, ou mesmo alguem que conhece melhor o dia a dia de operações em CGH.

 

@B737-8EH e @B737-8HX ajuda nois 

Link to post
Share on other sites

Não é normal, turma. Nos meus (já) muitos anos de operação nesse aeroporto e em aeronaves semelhantes (incluindo o B737-800 com motores 24K), jamais vivi ou presenciei algo como o visto nesse vídeo. Mas apenas analisando o vídeo fica muito difícil traçar algo como certo, especialmente considerando eventuais distorções de imagem, distância de filmagem, etc. 

É fato que, mesmo em voos mais longos saindo de Congonhas com o 737SFP ou com o 737 MAX, tendo a aeronave mais pesada, não passamos aperto em nenhum momento. 

Entendo, dessa forma, que eventualmente algo errado possa ter ocorrido. Desde uma configuração de decolagem divergente daquela prevista inicialmente até mesmo cálculos de performance feitos para outro modelo de aeronave (700/800 SFP) que não aquele que aparece no vídeo (737 MAX). 

No entanto, como bem pontuou o colega acima, é necessário cruzar a cabeceira oposta àquela de decolagem "at or above" 35ft AGL, o que aparentemente não ocorreu. 

Não me arrisco a citar nada como certo, ou até mesmo palpitar sobre o ocorrido. Mas devo confessar que, se eu estivesse lá na frente nessa operação, eu teria sentido um enorme desconforto (a ponto de não passar nem sinal de wi-fi) após ultrapassar a V1 e ver a pista chegando ao fim sem ter sequer atingido a VR...

Edited by B737-8HX
  • Like 26
  • Thanks 6
Link to post
Share on other sites

Eu não sou tripulante, mas entre 2019 e 2020 voava semanalmente em CGH, sendo que 99% das vezes foi de GOL.

Geralmente, a VR acontece no máximo na marca de 1000, essa decolagem especifica passou e muito do ponto "normal".

Mas como diversos amigos comentaram, não consigo deduzir o que possa ter acontecido.... rolagem bem lenta e pouco ganho de vertical speed.... que foi estranho foi...

Link to post
Share on other sites

Nota da GOL

“Referente ao voo G3 1260 (Congonhas - Florianópolis) no dia 24/7, a Gol Linhas Aéreas informa que tomou conhecimento do vídeo e iniciou um processo de apuração de acordo com as normas internacionais, respeitando rigorosos padrões de segurança, nosso valor número um. A companhia também confirma que o voo prosseguiu sem qualquer anormalidade até o destino."

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Só oferecendo uma pífia contribuição ao que o HX já escreveu:

35ft é pra ser atingido mono. Se passou abaixo de 35ft bimotor, imagina perdendo um motor na V1+X.

Olhando para a história, os mais inquietos vão descobrir que casos semelhantes estão relacionados:

- Caligrafia ruim (Era 8, virou 3. Era 7 virou 1.)
- Confusão na inserção de dados (323 virou 232).
- Decolagem planejada com flap X (atípico) foi realizada com flap Y (típico).
- CG inserido incorretamente, e portanto Stab Trim inútil para o balanceamento do avião.
- Stab Trim selecionado incorretamente.
- Carregamento feito diferente da loadsheet fornecida. (Por falha de comunicação e/ou a simples atualização de uma load que nunca chegou).
- Thrust rating incorreto por:
>> Falha em sensores de temperatura;
>> Temperatura do momento da decolagem diferente da temperatura utilizada para a análise de performance.
>> Utilização incorreta de um rating específico para aquela condição específica.

Muitas variáveis possíveis. Mas não tem nada sensacionalista mesmo não, esse tipo de coisa acontece mas não deve. Que bom que não aconteceu nada pior mesmo!


 

  • Like 14
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Stelios4K said:

café com rosquinha na chefia então?

Não nescesariamente, depende de quem foi o erro, ou se foi um erro ou uma violação, se foi um erro, como foi induzido, ou se foi negligência, provavelmente os pilotos fizeram um relatório do ocorrido logo após o pouso, muita coisa a ser analisada. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Stelios4K said:

café com rosquinha na chefia então?


Essa idéia que o café com rosquinha na chefia é garantido em casos assim, é - também - imprecisa.

Para se garantir um café com rosquinha, há que se mostrar intenção de realizar o incorreto ou, ainda, uma razão completamente fora dos padrões que motivou o erro.

Se o erro (supondo que foi) partiu de uma falha latente no sistema, o certo é corrigir o sistema.


Deixando claro que não sei como funciona na empresa em específico, estou comentando no modo "mundo de Alice", onde se respeitam todas as regras e leis, supondo que não há absolutamente nada de errado no que constituiu a possibilidade do vôo acontecer.

 

  • Like 6
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade