Jump to content

Queremos comprar a Latam. O que eu diria aos deputados é: "olhem como a Azul mudou o país”


Recommended Posts

22 minutes ago, RCWSKY said:

Pensando dessa forma, realmente abreria um espaço importante para GOL, ITA ou uma terceira concorrente.

Eu acho que é só questão de tempo para a Jetsmart ou Sky criar uma filial brasileira, acredito mais nisso do que no projeto Nella. :lol:

  • Like 6
Link to post
Share on other sites

  • Replies 88
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Em resumo: pro mercado: péssimo passageiros: péssimo tripulantes: péssimo  campineiros/viracopers: péssimo  Só é bom pra acionista graúdo, executivo da empresa e torcida organizada de

O jogo da Azul é desonesto. E passou a ser mais podre ainda quando, de fato, colocaram com mais afinco e de maneira mais escancarada do que nunca as garrinhas de fora na tentativa de manipular o merca

Muito boa a entrevista do Gerônimo, argumentou com dados. Gostei deste trecho: Pouco tempo atrás, quando houve a tentativa de aquisição da Avianca [que teve falência decretada em junho de 2020],

6 hours ago, Cassio.Fernandes said:

Eu acho que é só questão de tempo para a Jetsmart ou Sky criar uma filial brasileira, acredito mais nisso do que no projeto Nella. :lol:

Numa eventual fusão da Latam com a Azul, eu não pensaria duas vezes.

Nesse cenário, todo mundo ia comer pelas beiradas. A empresa com maior share (60%?) ia ta ocupada demais eliminando ineficiências e estudando modelos de Hubs enquanto as outras podiam focar em se ater a própria estratégia, tendo com isso mais eficácia e eficiência.

Não vejo essa fusão como vantajosa para ninguém, nem mesmo para a própria azul. Talvez seja uma manobra para aumentar o preço das ações ou conseguir liberação de algo.

A única semelhança entre Azul e Latam hoje são o país em que elas operam e parte da frota, fora isso... empresas completamente diferentes: serviço, estratégia de precificação, posicionamento de mercado, hubs, malha...

Edited by ricardomilhomem
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
7 minutes ago, ricardomilhomem said:

A única semelhança entre Azul e Latam hoje são o país em que elas operam e parte da frota, fora isso... empresas completamente diferentes: serviço, estratégia de precificação, posicionamento de mercado, hubs, malha...

Por mim só o país mesmo. Nem a frota de A320neo da Latam "conversa" com a de A320neo da Azul em praticamente nada, só no pacote SHARP. Os A320ceo então e todo o resto, piorou...

A Avianca era anos luz mais compatível.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
On 8/18/2021 at 3:23 PM, Delmo said:

Falo do ponto de vista de passageiro da categoria mais alta do programa.

Te digo: é um desprazer imenso ser cliente de categoria alta na Latam.

 

 

Digo a mesma coisa. Era Black na Latam e desisti dela. Alias ela tbm desistiu de mim (largou SJP). Mesmo na pandemia e tudo migrei tudo para a Azul. Se entrar na Star Alliance ai eu vou pro abraco.

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

Muito boa a entrevista do Gerônimo, argumentou com dados. Gostei deste trecho:

Pouco tempo atrás, quando houve a tentativa de aquisição da Avianca [que teve falência decretada em junho de 2020], a própria Azul foi absolutamente contra a consolidação no mercado brasileiro. Dizia que era um absurdo a Avianca ser comprada pela Gol ou pela Latam. A própria Azul entrou no mercado brasileiro em 2008 sustentando o argumento de que era preciso mais concorrência.

Um dos argumentos recentes que eu ouvi, a favor da venda da Latam, foi hilário: "A Azul vai trazer benefícios para o mercado brasileiro". Não tenho dúvidas que a Azul trouxe benefícios para o Brasil. Mas a que preço? A média de preço da Azul é de R$ 434, segundo a Anac. O preço médio da Latam e da Gol, que competem muito entre si, é de R$ 346 e R$ 341, respectivamente. Ou seja, a Azul cobra 25% a mais. O que poderia acontecer se houvesse uma fusão: o preço da Azul vai baixar para o da Latam? Ou o da Latam vai subir para o da Azul?

  • Like 13
  • Thanks 5
Link to post
Share on other sites

 

27 minutes ago, PB26 said:

A média de preço da Azul é de R$ 434, segundo a Anac. O preço médio da Latam e da Gol, que competem muito entre si, é de R$ 346 e R$ 341, respectivamente. Ou seja, a Azul cobra 25% a mais. O que poderia acontecer se houvesse uma fusão: o preço da Azul vai baixar para o da Latam? Ou o da Latam vai subir para o da Azul?

 

 

Derrubou todo o discurso barato da Azul. kkkkk

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Outro ponto interessante é quando ele fala das parceiras, dando a entender que irão substituir a IAG, por outra empresa. Será que veremos uma aproximação com a Air France-KLM?

Ainda não substituímos o potencial parceiro europeu no lugar da IAG. Mas, assim que a pandemia estiver sob controle, em um futuro próximo, eu espero voltar a negociar com um parceiro europeu. Aí teremos América Latina, América do Norte e Europa integradas em um grande conjunto de companhias aéreas.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
6 minutes ago, Mayday said:

Outro ponto interessante é quando ele fala das parceiras, dando a entender que irão substituir a IAG, por outra empresa. Será que veremos uma aproximação com a Air France-KLM?

Ainda não substituímos o potencial parceiro europeu no lugar da IAG. Mas, assim que a pandemia estiver sob controle, em um futuro próximo, eu espero voltar a negociar com um parceiro europeu. Aí teremos América Latina, América do Norte e Europa integradas em um grande conjunto de companhias aéreas.

Isso vai ocorrer mais cedo ou mais tarde, porque tem a Delta (dona de uns ~10% da Air France e 49% da Virgin Atlantic).

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Quanto a preço, parece que todas tiveram que subir no 3º trim. pra fazer frente a alta do QAV/inflação/custos.

Nessa apresentação, G3 diz que a tarifa média de ago21 foi R$500.

https://ri.voegol.com.br/download_arquivos.asp?id_arquivo=27871930-0EA6-4ACA-BEED-0BC791E0D772

 

 

 

spacer.png

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2021/08/latam-airlines-comemora-mais-competicao-na-aviacao-brasileira_183927.html

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, A345_Leadership said:

Isso vai ocorrer mais cedo ou mais tarde, porque tem a Delta (dona de uns ~10% da Air France e 49% da Virgin Atlantic).

Então, aí que eu fico com um pé atrás, já que a Qatar tem 25% da IAG. Deve ser uma briga boa para ver quem tem mais peso nas decisões da LATAM.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
7 hours ago, Mayday said:

Então, aí que eu fico com um pé atrás, já que a Qatar tem 25% da IAG. Deve ser uma briga boa para ver quem tem mais peso nas decisões da LATAM.

Esse desenrolar vai ser bem interessante , visto que agora a QR e AA são best Friends e o Al Baker se tornou Chairman da OneWorld ... 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Para Latam, interesse da Azul é para subir tarifa e atrasar sua recuperação

01/09/2021 16:20:00  | Beatrice Teizen

 
Em uma entrevista para O Globo, o CEO da Latam Brasil, Jerome Cadier, afirmou que os rumores de uma eventual proposta da Azul para adquirir a operação brasileira do grupo chileno tem como único objetivo atrasar e encarecer o processo de saída da companhia do Chapter 11. 
 
Divulgação
Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil, fala sobre proposta da Azul
Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil, fala sobre proposta da Azul
De acordo com Cadier, uma eventual aprovação de uma proposta da companhia aérea de Campinas poderia deixar a empresa em um limbo por um ano, prazo com que as autoridades de defesa da concorrência do Brasil podem levar para avaliar o caso.

“Eles estão minimizando as dificuldades e o tempo de aprovação. Mas esse é o jogo da Azul. Dificultar e encarecer a saída da Latam do Capítulo 11. Comprar mesmo, acho que eles sabem que é inviável do ponto de vista de prazo”, disse o CEO à coluna.

Ainda segundo a entrevista a O Globo, a Latam vai apresentar na semana que vem o seu plano de negócios para a retomada das operações e também as ofertas não vinculantes que vem recebendo para financiar a sua saída do Capítulo 11, a recuperação judicial nos Estados Unidos. A apresentação do plano de reestruturação das dívidas está previsto para o dia 15.

“A Azul fala em sinergias. Mas os analistas não conseguem articular o valor dessa sinergia. A fusão não beneficia credores nem acionistas. O único ganho que existe é em tarifa. Vai subir o preço. A companhia que já tem mais monopólio de rotas vai ter ainda mais monopólio e vai cobrar mais caro ainda. Porque isso ia ser bom para o Brasil eu não sei”, continuou Cadier para O Globo.
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade