Jump to content

GOL: que não se vacinar, demissão por justa causa


Recommended Posts

Meus prezados

No Brasil, em uma transmissão ao vivo realizada na terça-feira (28), o Presidente da Gol Linhas Aéreas, Paulo Kakinoff, afirmou que a companhia exigirá que os funcionários sejam vacinados contra a covid-19, salvo por razões médicas, e quem se recusar, será demitido por justa causa.

Fonte: Marcel Cardoso – Aero Magazine 29 set 2021

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Do ponto de vista humanitário, a vacina é não só uma proteção à pessoa, mas também ao próximo.

Não tenho opinião formada sobre se isto é certo ou errado, afinal em tese, lida se com o livre árbitro de cada indivíduo. Vai da consciência de cada um entender a importância (ou não) da vacina.

O que pode gerar uma batalha judicial, me parece que está se formando uma jurisprudência, pois recentemente li sobre o caso de uma enfermeira que foi demitida por justa causa por se recusar a tomar vacina. Ela recorreu na justiça do trabalho, mas perdeu em duas instâncias. O caso ainda vai à terceira instância, e se ela perder, têm  se a jurisprudência completa. Aí quem não quiser tomar sua agulhada, se prepare pois creio que essa ideia não ficará restrita à GOL. 

  • Like 2
  • Thanks 2
  • Haha 2
Link to post
Share on other sites

O ser humano já sabe como fabricar vacinas a mais de 120 anos, e um bando de ignorantes fica procurando pelo em ovo pra não tomar. A ignorância desconhece limites. 

  • Like 13
  • Thanks 15
Link to post
Share on other sites

Justo. Principalmente tripulação de cabine.

Sou contra uma obrigação 100% mas se for ver as excessões reais, são a minoria da minoria. O resto é gente que quer fazer birra mesmo.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
15 hours ago, Bruno Holtz said:

Do ponto de vista humanitário, a vacina é não só uma proteção à pessoa, mas também ao próximo.

Não tenho opinião formada sobre se isto é certo ou errado, afinal em tese, lida se com o livre árbitro de cada indivíduo. Vai da consciência de cada um entender a importância (ou não) da vacina.

O que pode gerar uma batalha judicial, me parece que está se formando uma jurisprudência, pois recentemente li sobre o caso de uma enfermeira que foi demitida por justa causa por se recusar a tomar vacina. Ela recorreu na justiça do trabalho, mas perdeu em duas instâncias. O caso ainda vai à terceira instância, e se ela perder, têm  se a jurisprudência completa. Aí quem não quiser tomar sua agulhada, se prepare pois creio que essa ideia não ficará restrita à GOL. 

Se é livre arbítrio a escolha de não se vacinar, então que o indivíduo arque com as consequências de seus atos (responsabilidade) e uma delas é ser demitido porque esta postura não compactua com as políticas da empresa. Outra questão é a imagem da empresa, nenhuma delas vai querer estar associada a um ambiente não seguro contra a covid-19, muito menos uma companhia aérea.

É uma decisão justa e necessária. Quem não quer se vacinar terá sérias dificuldades para conseguir emprego nas grandes empresas e até no serviço público, vão ser raras exceções as que não vão exigir a vacina, e certamente elas não estarão no transporte aéreo.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
23 hours ago, rofigu said:

Outra questão é a imagem da empresa, nenhuma delas vai querer estar associada a um ambiente não seguro contra a covid-19, muito menos uma companhia aérea.

 

Pois então deveriam levar somente passageiros vacinados também...

  • Like 6
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

E como existe toda competência do ESTADO Brasileiro, eu por exemplo, não tive segunda dose nas 3 datas que o posto de saúde marcou, tive que ir em outro canto bem longe de casa. Mas vai dar pano pra manga. Como falaram aí, o livre arbitrio envolve o arcar de consequencias.

Link to post
Share on other sites
58 minutes ago, PT-KTR said:

E como existe toda competência do ESTADO Brasileiro, eu por exemplo, não tive segunda dose nas 3 datas que o posto de saúde marcou, tive que ir em outro canto bem longe de casa. Mas vai dar pano pra manga. Como falaram aí, o livre arbitrio envolve o arcar de consequencias.

E falando em Estado Brasileiro, quem tomou a primeira dose AstraZeneca e a segunda Pfizer, o comprovante de vacinação não está sendo emitido

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2021/10/04/saude-nega-certificado-de-vacinacao-para-quem-tomou-2-dose-diferente-da-1.htm

Link to post
Share on other sites
5 hours ago, CACTUS 25 said:

 

Pois então deveriam levar somente passageiros vacinados também...

Ai não é uma decisão da empresa e sim do Estado, através de sua competência normativa, de proibir, ou não, as pessoas não vacinadas de viajar. Por Lei as empresas não podem se negar a transportar passageiros pagantes adotando criterios próprios que não existem na própria legislação, salvo risco concreto a sua segurança ou dos demias passageiros e tripulação.

Ja com relação aos seus colaboradores a empresa possui poder diretivo e pode considerar falta grave o "livre arbitrio" de não se vacinar, seja porque o direito da coletividade a um abiente de trabalho saudável e livre de virus, prevalece sobre o individual ou por não querer em seus quadros um funcionário exposto ao vírus e que vai poder onerar a empresa (o STF ja considerou que anfecção por COVID pode se caracterizar como acidente de trabalho).

Abraços

  • Like 7
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
10 hours ago, MRN said:

E falando em Estado Brasileiro, quem tomou a primeira dose AstraZeneca e a segunda Pfizer, o comprovante de vacinação não está sendo emitido

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2021/10/04/saude-nega-certificado-de-vacinacao-para-quem-tomou-2-dose-diferente-da-1.htm

Existiu isso? Que caos.

Link to post
Share on other sites

Funcionou bem com a United nos Estados Unidos, mais de 99% dos funcionários vacinados. Acho acertadíssimo. Justa causa me parece um certo exagero, bastava a demissão simples. Enfim, espero que as demais sigam o exemplo.

Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
On 05/10/2021 at 08:05, rabb said:

Funcionou bem com a United nos Estados Unidos, mais de 99% dos funcionários vacinados. Acho acertadíssimo. Justa causa me parece um certo exagero, bastava a demissão simples. Enfim, espero que as demais sigam o exemplo.

É que a demissão por justa causa livra o empregador de certas obrigações trabalhistas ( aviso prévio, FGTS, etc)

Edited by jambock
  • Like 2
Link to post
Share on other sites

É justo, é um risco pra se dividir. Apesar de que qualquer custo de internação já vai estar incluso no plano de saúde do funcionário.  E não, a vacina não impede a 100% a infecção e nem bloqueia a transmissão, mas ok. E se nos raros casos de complicação da vacina(derrame, endocardite etc), vai ter apoio imediato da empresa ou vai ser briga na justiça com justa causa e hospício?

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
12 hours ago, Darui said:

É justo, é um risco pra se dividir. Apesar de que qualquer custo de internação já vai estar incluso no plano de saúde do funcionário.  E não, a vacina não impede a 100% a infecção e nem bloqueia a transmissão, mas ok. E se nos raros casos de complicação da vacina(derrame, endocardite etc), vai ter apoio imediato da empresa ou vai ser briga na justiça com justa causa e hospício?

Qual risco maior? Complicações por Covid ou complicações por ter tomado vacina? Acho que os números disponíveis são bem claros…

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
14 hours ago, Darui said:

É justo, é um risco pra se dividir. Apesar de que qualquer custo de internação já vai estar incluso no plano de saúde do funcionário.  E não, a vacina não impede a 100% a infecção e nem bloqueia a transmissão, mas ok. E se nos raros casos de complicação da vacina(derrame, endocardite etc), vai ter apoio imediato da empresa ou vai ser briga na justiça com justa causa e hospício?

Pelo que li as complicações da vacina são números inexpressivos perto dos números da Covid 19.
100% ninguém está a salvo.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
14 minutes ago, Bonotto said:

Pelo que li as complicações da vacina são números inexpressivos perto dos números da Covid 19.
100% ninguém está a salvo.

Além disso as próprias complicações das vacinas (endocardite, trombose e derrame) são várias vezes mais comuns no pós covid do que na vacina.

  • Like 6
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade