Jump to content

Vídeo mostra passageiro quebrando guichês de companhia aérea em aeroporto de SP


Recommended Posts

Do G1.com:

Vídeo mostra passageiro quebrando guichês de companhia aérea em aeroporto de SP.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram homem atirando pedestal contra placa de proteção do atendimento. Segundo a Gol, aeronave precisou retornar ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, após decolagem por conta do tempo adverso.

 

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/11/02/video-mostra-passageiro-quebrando-guiche-de-companhia-aerea-em-aeroporto-de-sp.ghtml

 

Quem já não passou por isso, em um momento de stress, ficar irritado com indiferença, descaso, por parte de um funcionário, de um servidor e querer quebrar tudo? 

Mas não pode! Não é assim que se resolvem as coisas. Violência não! O negócio é sentar, contar até 10, esfriar a cabeça e tentar conversar com um superior, pedir a intervenção de alguém ou depois, se for o caso, procurar uma assistência jurídica. 

Imagina: pelo que parece, o cidadão não entendeu que o retorno se deu por questões de segurança, de preservação de vida. Triste isso.

 

Link to post
Share on other sites

23 minutes ago, alferreira said:

Imagina: pelo que parece, o cidadão não entendeu que o retorno se deu por questões de segurança, de preservação de vida. Triste isso.

Se for este caso, mostra (mais uma vez) que a segurança na aviação está abaixo dos interesses pessoais, importante é eu chegar.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, A345_Leadership said:

Se for este caso, mostra (mais uma vez) que a segurança na aviação está abaixo dos interesses pessoais, importante é eu chegar.

Sem querer dar razão ao casal, mas aparentemente eles estavam reclamando do fato de a empresa não ter providenciado as acomodações. Seria interessante saber quanto tempo os passageiros ficaram esperando por uma solução.

 

Novamente, não estou dando razão para eles, nada justifica esse papelão.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

essa sábado tive um problema com a azul, atraso de vôo que resultou em perda de conexão, feriado, vôos cheios, malhar curta, resultado, cheguei no meu destino quase 24 hrs depois do previsto

escrevi um email de quase 9 paginas para a azul relatando em detalhes a situação e como a empresa manejou, a questão primordial que trouxe no texto é o despreparo e a indiferença dos funcionários numa situação dessa. Inclusive funcioários agindo de forma debochada com os passageiros

a visão que eu tenho que as próprias empresas "cagam" pra situação e como ela é tratada ali no calor do momento e preferem depois resolver judicialmente (até porque passando o stress muitos passageiros nem correm atrás dos direitos)

nada justifica a violência, já passei por atrasos/cancelamentos anteriores mas a situação que passei esse final de semana foi inacreditavel , pessoas chorando na fila, idosos e casais com crianças pequenas sendo tratadas sem um mínimo de empatia

obviamente amanhã já vou acionar minha advogada para processar a empresa

  • Like 12
Link to post
Share on other sites

Eu não consigo nem achar empatia com o casal, só pelo menino que vai ser criado por eles. 

Aeroporto fechado, aguardando acomodação e a pessoa jura que quebrar o aeroporto e quase matar um funcionário vai resolver? Ela fala como se o filho estivesse em risco iminente sendo que estavam dentro de um aeroporto aguardando uma contingência normal (que aliás só existe aqui, mundo afora nem hotel teriam).

Se o filho dela custou tão caro (acho podre associar a importância de um filho ao custo de tê-lo, mas cada um com seus valores) ela que não expusesse ele a uma viagem de avião. Aviação é o melhor meio de transporte pra quem não tem pressa, imprevistos acontecem e não dá pra cometer tentativa de homicídio toda vez que um acontece. 

Sempre odiei essa frase mas: Que falta faz uma blacklist. 

  • Like 7
  • Thanks 4
Link to post
Share on other sites
18 hours ago, Tintin said:

Sem querer dar razão ao casal, mas aparentemente eles estavam reclamando do fato de a empresa não ter providenciado as acomodações. Seria interessante saber quanto tempo os passageiros ficaram esperando por uma solução.

Novamente, não estou dando razão para eles, nada justifica esse papelão.

Seria bom saber o lado da Gol. Mas partiram para a violência, perderam a (possível) razão.

Link to post
Share on other sites

https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2021/11/03/interna_nacional,1319505/passageiros-querem-entrar-na-justica-apos-confusao-em-voo-de-guarulhos.shtml

Um grupo de passageiros que estava no voo G3-1324 da Gol, de Guarulhos (SP) para Confins, pretendem entrar na Justiça contra a companhia aérea por problemas no atendimento após a aeronave ter que voltar a São Paulo por causa da  chuva na Grande BH nessa segunda-feira (1º/11). Eles relatam que ficaram seis horas dentro do avião sem assistência. Ontem, o  vídeo de um casal de passageiros quebrando o guichê da companhia viralizou nas redes sociais. Nesta quarta-feira (3/11), o Estado de Minas ouviu os relatos de outras pessoas que estavam na aeronave.

De Belo Horizonte, o agente de investimentos André Lage viajava com a esposa. Ele conta que o embarque foi às 17h45. No entanto, não havia teto para aterrissar em Confins. A aeronave sobrevoou o terminal por meia hora, mas não foi possível realizar o pouso. Assim, o piloto optou por voltar a Guarulhos. “Até aí tudo bem, porque é em prol da segurança dos passageiros, tem todo um procedimento a ser seguido. Isso a gente não questiona”, comenta. 

Segundo ele, entretanto, os problemas começaram no retorno a São Paulo, por volta das 20h30. “Ao chegar em Guarulhos, em vez de a tripulação da Gol liberar que os passageiros descessem para a sala de embarque novamente, eles nos seguraram dentro do avião até a meia-noite. Nós entramos no avião às 17h45 e ficamos dentro do avião até a meia-noite”, conta. 

Após horas no avião, os passageiros já estavam indignados com a situação e começaram a questionar os funcionários.

 

“Quando eram 23h, alguns passageiros, inclusive eu, falaram que iam descer de qualquer maneira porque havia pessoas com bebês de colo e não havia mais fraldas, não tinha alimentação nenhuma. Teve um senhor que passou mal durante o voo, ficou hipoglicêmico, precisava de alimentação e a Gol não tinha nem um alimento para nos dar. Esse voo foi dividido. As pessoas queriam descer e o comandante falava a todo momento que quem descesse do avião não retornaria e que ele levaria aquele voo para Belo Horizonte. Ele frisou isso várias vezes. Eu tenho isso gravado em um dos vídeos. Eu gostaria de ter descido, mas a minha esposa disse ‘vamos ficar porque eu não aguento mais’”, detalhou. 

 

Em um dos vídeos, é possível ouvir a voz do piloto fazendo um comunicado aos passageiros em Guarulhos. “Será providenciada toda a estrutura para os senhores aqui (...). Com toda a sinceridade pessoal, eu não sou São Pedro para garantir que o campo vai estar aberto ou fechado”, disse, sob aplausos de alguns passageiros.

“Se por acaso tivermos que retornar para Guarulhos, a minha obrigação é trazer os senhores de volta com toda a segurança. Os passageiros que quiserem desembarcar, serão desembarcados, podem ficar tranquilos”, disse o comandante. 
 
Segundo Lage, o casal que depredou o guichê estava no primeiro grupo que desembarcou do avião naquele horário. Eles aparecem em um dos vídeos registrados por ele no avião. Com o bebê no colo, eles conversam com tripulantes e outra passageira, que também estava com uma criança, perto da cabine. Eles pedem informações e a mãe diz que precisava trocar a fralda da criança. 
 
“Quando deu meia-noite, que nós tínhamos seis horas dentro desse avião, eles nos fizeram descer da aeronave, direcionaram todo mundo para a sala de embarque novamente. Falaram que iam pagar um lanche, formou-se mais uma fila de mais de 100 pessoas para lanchar. Eu fiquei para trás nessa fila e no meu momento de lanchar não tinha mais nada para comer”, conta o agente.

“A Gol não me deu alimentação. Na hora de voltar para Belo Horizonte eles não me arrumaram um hotel para ficar em São Paulo. O hotel onde estavam recolocando as pessoas era a 50 minutos de Guarulhos e já tinha uma fila gigantesca. Já eram mais de 4h quando eles estavam tentando arrumar um hotel para as pessoas. E eu desisti do voo da Gol. Tive que comprar uma passagem de outra companhia que saía às 6h para conseguir chegar em Belo Horizonte. 
 
André Lage diz que os passageiros se organizaram em um grupo para tomar providências em relação ao ocorrido. Há mais de 50 membros, segundo ele. “A intenção de todos nesse grupo é entrar na Justiça contra a Gol porque o desrespeito que eles fizeram conosco nesse voo foi uma coisa absurda, foi inexplicável. Eu embarquei nesse avião às 17h45 e fui sair de Guarulhos às 6h em uma outra companhia. Eu pernoitei dentro do aeroporto sem nenhuma assistência da Gol”, enfatiza. 
 
Ainda sobre a ação do casal registrada em vídeo, Lage atribui a situação aos ânimos exaltados e diz que todos os passageiros estavam nervosos. “Eu não tiro a razão daquele casal. É claro que a gente quebrar as coisas não leva a lugar nenhum, mas a gente chamou a polícia, liguei para o 190, pedi que a Polícia Federal comparecesse. Nem a polícia do 190 e nem a Federal compareceram. A gente vê que na hora que aquele casal quebra o check-in da Gol eles queriam a polícia ali. Ele falou ‘Agora a polícia vai vir’. Eu cheguei a chamar um segurança do aeroporto e falei ‘Olha, você não vai chamar a polícia, eu vou começar quebrar tudo aqui, porque aí a polícia vai  aparecer’. Só que a gente procura não fazer isso. A gente perde a razão quando tem esse tipo de atitude”, ponderou. 
 
Link to post
Share on other sites

Até quando as empresas serão penalizadas por razões fora do controle delas? Uma empresa que alterna ou atrasa ou cancela por incompetência interna (panes, atrasos, regulamentação de tripulante, etc), FERRO NELA... agora de quem é a culpa por CHUVA? Baseado nisso, se estou preso em um engarrafamento por alagamento, a Prefeitura então me deve acomodação em hotel e alimentação, haja vista que as vias para chegar até meu destino estão fechadas?

  • Like 6
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, A345_Leadership said:

Seria bom saber o lado da Gol. Mas partiram para a violência, perderam a (possível) razão.

posso até adivinhar o lado da gol (já tive um gru-sdu cancelado por eles uma vez, apesar de todas as empresas agir igual): falta total de informação, ao tentar ser remanejado p/ outra empresa dizem que não consegue, não fornecem alimentação/água, hotel, entre outros conforme a portaria da anac p/ voos atrasados, nos deixam mofando em algum canto do aeroporto enquanto colocam poucos funcionario p/ tratar com todos os quase 200 passageiros do voo

Link to post
Share on other sites

Quando as coisas saem do comum fica fácil perceber a total falta de preparo das companhias para lidar com situações adversas. O que é do interesse delas, as companhias resolvem com muita agilidade, o que não é elas mandam formar fila no aeroporto, e colocam uma ou duas pessoas para resolver a situação de um avião lotado.

Os vouchers de hotel e taxi podiam ser enviado direto para o email dos clientes. No fim, a bomba explode na mão dos agentes de aeroporto.

Quanto ao casal do vídeo, era caso de terem resolvido o problema deles e depois ganhavam a causa na justiça, inclusive uma indenização por danos morais.

Eles próprios enfatizam que tem muito dinheiro, não faria diferença ir para um hotel e/ou comprar outra passagem e depois serem ressarcidos.  

  • Like 3
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

My nickelback:

Nesta história, esta todo mundo errado e ninguém esta certo, mas o uso da violência acaba colocando as pessoas na condição de "mais errado".

2 hours ago, PT-KTR said:

Até quando as empresas serão penalizadas por razões fora do controle delas? Uma empresa que alterna ou atrasa ou cancela por incompetência interna (panes, atrasos, regulamentação de tripulante, etc), FERRO NELA... agora de quem é a culpa por CHUVA? Baseado nisso, se estou preso em um engarrafamento por alagamento, a Prefeitura então me deve acomodação em hotel e alimentação, haja vista que as vias para chegar até meu destino estão fechadas?

Isso se chama risco do negócio, todas as empresas sujeitas a relação de consumo são "penalizadas" por razões fora do controle delas, se não entregam o o serviço ou bem contratado, ainda que não tenham culpa, não existe nenhuma razão para empresas aéreas terem um tratamento diferente. Por exemplo, se você comprar um carro e a montadora não entregar porque a chuva inundou o pátio ela deve arcar com as consequências do atraso na entrega ou se você contratou uma empresa para consertar sua geladeira e ela não chegar na sua casa em razão da neve, deve arcar com a perda dos seus produtos (claro que neste caso voce poderia manter os produtos gelados na neve, menos a cerveja...kkk).

Aliais o próprio passageiro é constantemente "penalizado" por razões fora do controle deles, afinal a empresa não quer saber se o caminho estava alagado, se ele foi roubado, se uma carreta tombou na estrada, etc. Ela simplesmente aplica a multa e disposições contratuais.

Com relação ao seu exemplo você não poderia cobrar a Prefeitura porquê não tem um contrato de transporte com ela, não é uma relação de direito privado e sim de direito público, mas, por exemplo, se o alagamento ocorreu por falta de limpeza de bueiro ou de córregos, você pode acionar a prefeitura, mesmo a culpa sendo de quem joga lixo na rua, pois ela tem responsabilidade objetiva sobre estes fatos, como nas relações de consumo.

 A não penalização de empresas aéreas por fatores climáticos é tradição de países que via de regra tem condições de clima bem mais severas que o Brasil e legislação de consumo ultrapassadas em relação a nossa, e que, portanto, não servem de exemplo.

 Sei que é relativamente difícil de entender mas é a Lei, a regra do jogo, todas em empresas aéreas existentes já sabiam disso quando foram fundadas, não são vitimas, quando interessa, usam a legislação nacional para se proteger, quando não interessa, clamam pela legislação mais benéficas de outros países, com outra cultura, e condições diversas.

Abraços!

 

 

  • Like 7
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites

WRT,

Meu exemplo foi exagerado. Mas só aqui no BR empresa aérea é penalizada por questões de chuva, lá fora não tem isso, alias David foi expulso da JetBlue justamente por uma questão dessa. Quanto ao seu exemplo do passageiro, de fato, certa vez a LATAM queria me ferrar, sendo que havia um acidente feio no acesso ao aeroporto, mesmo eu e mais 6 passageiros distintos (7 bilhetes) falando sobre isso... só foram maleaveis quando um dos supervisores chegou atrasado, advinha porque? Preso no mesmo trafego do acidente.

Link to post
Share on other sites

Gozado, a reportagem fala de teto para a aproximação, mas no Brasil não houve a mudança para que somente a visibilidade fosse a limitante para iniciar a aproximação? Olhando no FR24, a aeronave sequer tentou o pouso.

Link to post
Share on other sites

Por isso que sou a favor de aplicar aqui o mesmo princípio norte-americano de lidar com problemas meteorológicos.

Choveu e o aeroporto fechou? Nevou e o aeroporto fechou? Teve um problema meteorológico?

Você que se f*** pra resolver, se tiver que pagar um lanche você quem paga, se você pagar seu hotel você dorme, senão o chão do aeroporto tá aí, você que se vire.

Aí eu quero ver passageiro quebrando check-in, sendo acoitado por G1 e Folha. A Gol tá muito errada, mas diferente desse casal eu tive educação em casa e aprendi que bateu, perdeu a razão.

A Gol errou e muito, mas na minha visão, esse casal perdeu totalmente o direito ao fazer aquilo. Mesmo que estivessem certos. Esse agente de investimentos da reportagem fez melhor: viu que não ia dar nada, comprou outro voo, com certeza juntou tudo, vai entrar na justiça e vai ganhar fácil. Não precisou gritar, não precisou espernear, não precisou quebrar nada.

  • Like 2
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, PT-WRT said:

...não existe nenhuma razão para empresas aéreas terem um tratamento diferente....

 

 

Acho que existe, na aviação nada menos que o 100% seguro é aceitável. Uma saída destas normas não causa somente transtornos mas sim pode causar a morte de muitas pessoas. Este é um fator diferente dos citados no seu post onde basicamente são observados somente prejuízos materiais.

Link to post
Share on other sites

certíssimo, 3hs dentro de um avião é difícil? deve ser! ficar sem atenção deve dar nos nervos? claro! mas espernear, fazer baderna, partir pra agressão é perder a razão imediatamente, basta ir comprar uma outra passagem - ok, a tarifa last minute às vezes é salgada mas tudo na vida tem seu preço. depois é só ir ao judiciário, meter um processo e rapidinho vai ter ganho de causa e ainda receber uns 500k, indústria de indenizações mas enfim... 

 

ps.: recentemente estive em França e apanhei um TGV que atrasou 40min; não foram nem dez minutos após a viagem até eu receber um email da SNCF informando que eu teria direito a um reembolso, bastava preencher um micro formulário e em poucas horas já constava o crédito na minha conta, isso em pleno sábado à noite. Não entendo como as empresas de fora não aproveitam que o brazil tá barato e compram tudo aqui. me perdoe o Kakinoff que é um gênio, mas já pensou a Gol na mão da SNCF? não teria barraco.

  • Like 2
  • Haha 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, bellinihugo said:

depois é só ir ao judiciário, meter um processo e rapidinho vai ter ganho de causa e ainda receber uns 500k, indústria de indenizações mas enfim... 

Judiciário demora uma eternidade e a indenização não chega nem perto dos 500k, se chegar a 10k já é muito.

Meus 2 cents: a regra do jogo é clara e a Gol não a cumpriu, e nada justifica a atitude do casal. Que ambas as partes sejam penalizadas conforme legislação em vigor.

Salvo engano, existe uma regra (não sei se norma da ANAC ou lei) que impede uma companhia aérea de manter os passageiros a bordo por atraso após x horas, e com certeza há uma regra com relação ao reembolso/acomodação/alimentação em caso de atraso/cancelamento, acredito que seja a resolução 400 da ANAC. Nestas mesmas "legislações" deve haver uma previsão de multa pro caso de descumprimento.

Com relação ao casal, com toda a certeza existe previsão no código penal e de processo civil para penalizar a depredação e o prejuízo causado no balcão da Gol.

São dois processos (talvez 3, se considerar uma possível causa no âmbito penal) completamente distintos onde o resultado da soma dos três muito provavelmente deve dar prejuízo ao casal. É a vida, que sirva de aprendizado.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, ricardomilhomem said:

Judiciário demora uma eternidade e a indenização não chega nem perto dos 500k, se chegar a 10k já é muito.

Meus 2 cents: a regra do jogo é clara e a Gol não a cumpriu, e nada justifica a atitude do casal. Que ambas as partes sejam penalizadas conforme legislação em vigor.

Salvo engano, existe uma regra (não sei se norma da ANAC ou lei) que impede uma companhia aérea de manter os passageiros a bordo por atraso após x horas, e com certeza há uma regra com relação ao reembolso/acomodação/alimentação em caso de atraso/cancelamento, acredito que seja a resolução 400 da ANAC. Nestas mesmas "legislações" deve haver uma previsão de multa pro caso de descumprimento.

Com relação ao casal, com toda a certeza existe previsão no código penal e de processo civil para penalizar a depredação e o prejuízo causado no balcão da Gol.

São dois processos (talvez 3, se considerar uma possível causa no âmbito penal) completamente distintos onde o resultado da soma dos três muito provavelmente deve dar prejuízo ao casal. É a vida, que sirva de aprendizado.

não acho que vai dar prejuízo ao casal, 

se não ganahrem uma indenização, vão ficar no zero x zero

 vão alegar que estavam em um ambiente estressante, sob forte emoção, sem o amparo da empresa que foi em última instancia a causadora da confusão

Link to post
Share on other sites
On 11/3/2021 at 8:06 PM, Eric Breno said:

Por isso que sou a favor de aplicar aqui o mesmo princípio norte-americano de lidar com problemas meteorológicos.

Choveu e o aeroporto fechou? Nevou e o aeroporto fechou? Teve um problema meteorológico?

Você que se f*** pra resolver, se tiver que pagar um lanche você quem paga, se você pagar seu hotel você dorme, senão o chão do aeroporto tá aí, você que se vire.

Aí eu quero ver passageiro quebrando check-in, sendo acoitado por G1 e Folha. A Gol tá muito errada, mas diferente desse casal eu tive educação em casa e aprendi que bateu, perdeu a razão.

A Gol errou e muito, mas na minha visão, esse casal perdeu totalmente o direito ao fazer aquilo. Mesmo que estivessem certos. Esse agente de investimentos da reportagem fez melhor: viu que não ia dar nada, comprou outro voo, com certeza juntou tudo, vai entrar na justiça e vai ganhar fácil. Não precisou gritar, não precisou espernear, não precisou quebrar nada.

Perfeito. 

Nessas horas vale mais fazer uma coisa somente:   VOO CANCELADO POR MOTIVOS METEOROLOGICOS 
Provavelmente:


50% vai optar por voltar pra casa. Paga-se taxi de ida e de volta pra esses. Muitos nem vão querer esperar e vão se virar sozinhos. 
25% vão ficar esperando o próximo voo ou uma conexão pra viajar logo. Legal, resolve a situação e emite um TKT de R$ 40 pra eles comerem algo no aeroporto automaticamente. 
10% vão pedir hotel pra pernoitar por falta de opção, legal , emite o hotel pra eles e reacomoda no dia seguinte 
10% vão provavelmente cancelar a viagem e pedir reembolso
  5% vão ficar felizes de poder remarcar pra outro dia 

 

E ninguém fica triste. 

Nunca tive um voo cancelado que me gerou stress pesado por aqui - geralmente me remarcam antes de eu pensar o que faria , mas me passam o direito de mudar mais uma vez sem custos! 

 

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
15 hours ago, A350XWB said:

Li que já pagaram pelos danos do aeroporto e uma impressora, Gol fez B.O e negou o embarque do casal no dia seguinte. Foram de Latam. 

O casal que gastou 150 mil pra ter um filho e não carrega fraldas extras e leite, já move ação contra Azul, datado de 23/01/20…..

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade