Jump to content

Lufthansa reembolsa ajuda bilionária do governo alemão na pandemia


jambock
 Share

Recommended Posts

Meus prezados

Zero dívidas

Lufthansa reembolsa ajuda bilionária do governo alemão na pandemia

Pagamento foi feito antes do prazo previsto

spacer.png

Governo alemão deverá vender sua participação adquirida com o empréstimo - Foto: Divulgação.

O Lufthansa Group anunciou que terminou de desembolsar o aporte de € 3,8 bilhões (R$ 23,5 bilhões) feito pelo governo da Alemanha, como forma de manter sua operacionalidade durante a pandemia de covid-19. 

Os denominados ‘fundos de estabilização’ foram devolvidos muito antes do prazo planejado originalmente. Segundo a empresa, isso foi possível principalmente pela crescente demanda por viagens aéreas, pela rápida reestruturação e transformação do grupo e pela confiança do mercado de capitais. 

Com a ajuda financeira, o governo alemão havia adquirido uma porcentagem na participação na Lufthansa, que deverá agora ser vendida até o último trimestre de 2023. 

Gostaria de agradecer ao governo alemão e seus contribuintes. Na mais grave crise financeira da história da nossa empresa, eles nos deram uma perspectiva para o futuro. Isso nos permitiu salvar mais de 100 mil empregos. (...) Nossa ambição é fortalecer nossa posição entre os principais grupos aéreos do mundo. Para isso, continuaremos consistentemente a reestruturação e transformação da empresa”, disse o CEO, Carsten Spohr.

Além da companhia que leva o nome do grupo, a Lufthansa controla a Swiss International Air Lines, a Austrian Airlines e as low-costs Germanwings e Eurowings, além de ter participações na Brussels Airlines e na SunExpress.

Fonte: Marcel Cardoso – Aero Magazine 12 nov 2021 

Link to comment
Share on other sites

Muito bom. As empresas queriam apenas o suporte dos governos até conseguirem outras fontes de financiamento. 

Lembra quando teve o 11 de Setembro de diversos países foram avaliadores das apólices de seguro, dando calma às empresas e ao mercado.

Enquanto aqui as empresas tiveram que sambar muito... Antes de mais nada a ajuda do governo alemão foi pragmática. PG poderia aprender com eles.

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, A345_Leadership said:

Muito bom. As empresas queriam apenas o suporte dos governos até conseguirem outras fontes de financiamento. 

Lembra quando teve o 11 de Setembro de diversos países foram avaliadores das apólices de seguro, dando calma às empresas e ao mercado.

Enquanto aqui as empresas tiveram que sambar muito... Antes de mais nada a ajuda do governo alemão foi pragmática. PG poderia aprender com eles.

Lamentavelmente aqui , quando finalmente ofereceram, foi a um custo maior que as cias conseguiram no mercado de capitais 

Link to comment
Share on other sites

5 hours ago, Luckert said:

Lamentavelmente aqui , quando finalmente ofereceram, foi a um custo maior que as cias conseguiram no mercado de capitais 

O Brasil não sabe se é capitalista ou socialista. 

Ele pode ajudar o cidadão com ajudas que duram décadas, mas jamais conseguiu enxergar sua posição quanto ao suporte a industria nacional ou ao setor de serviços.  

A razão pela qual o governo Alemão ajudou a Lufthansa é bem simples: manter nas mãos da Alemanha um importante negócio que sempre se mostrou rentável e independente do governo. Mas o fez por saber da importância de se ter uma empresa aérea nacional, focada no país.  

 

 

 

  • Like 6
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

19 hours ago, LipeGIG said:

O Brasil não sabe se é capitalista ou socialista. 

Ele pode ajudar o cidadão com ajudas que duram décadas, mas jamais conseguiu enxergar sua posição quanto ao suporte a industria nacional ou ao setor de serviços.  

A razão pela qual o governo Alemão ajudou a Lufthansa é bem simples: manter nas mãos da Alemanha um importante negócio que sempre se mostrou rentável e independente do governo. Mas o fez por saber da importância de se ter uma empresa aérea nacional, focada no país. 

Nem um, nem outro, somos protocapitalista e pseudosocialista.

Enquanto isso Alemanha consegue mostrar que é possível ter um Estado de bem-estar social e ao mesmo tempo com pensamento de mercado.

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

On 11/13/2021 at 5:33 PM, A345_Leadership said:

Nem um, nem outro, somos protocapitalista e pseudosocialista.

Enquanto isso Alemanha consegue mostrar que é possível ter um Estado de bem-estar social e ao mesmo tempo com pensamento de mercado.

Esquecemos de comentar... depende também de quem está no poder! 

No Brasil de hoje, quem está no poder hoje não quer solução governamental mas quando está na oposição clama pelo governo para oferecer uma solução. 

 

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

On 12/11/2021 at 16:38, jambock said:

Meus prezados

Zero dívidas

Lufthansa reembolsa ajuda bilionária do governo alemão na pandemia

Pagamento foi feito antes do prazo previsto

spacer.png

Governo alemão deverá vender sua participação adquirida com o empréstimo - Foto: Divulgação.

O Lufthansa Group anunciou que terminou de desembolsar o aporte de € 3,8 bilhões (R$ 23,5 bilhões) feito pelo governo da Alemanha, como forma de manter sua operacionalidade durante a pandemia de covid-19. 

Os denominados ‘fundos de estabilização’ foram devolvidos muito antes do prazo planejado originalmente. Segundo a empresa, isso foi possível principalmente pela crescente demanda por viagens aéreas, pela rápida reestruturação e transformação do grupo e pela confiança do mercado de capitais. 

Com a ajuda financeira, o governo alemão havia adquirido uma porcentagem na participação na Lufthansa, que deverá agora ser vendida até o último trimestre de 2023. 

Gostaria de agradecer ao governo alemão e seus contribuintes. Na mais grave crise financeira da história da nossa empresa, eles nos deram uma perspectiva para o futuro. Isso nos permitiu salvar mais de 100 mil empregos. (...) Nossa ambição é fortalecer nossa posição entre os principais grupos aéreos do mundo. Para isso, continuaremos consistentemente a reestruturação e transformação da empresa”, disse o CEO, Carsten Spohr.

Além da companhia que leva o nome do grupo, a Lufthansa controla a Swiss International Air Lines, a Austrian Airlines e as low-costs Germanwings e Eurowings, além de ter participações na Brussels Airlines e na SunExpress.

Fonte: Marcel Cardoso – Aero Magazine 12 nov 2021 

Outro nível e respeito com o país que continua abraçando a empresa.

Nessas horas não existe as mesquinharias de bandeiras partidária CDU,SPD, SPU...sabem o valor da Lufthansa e o quanto é importante como braço de suporte da economia e imagem da Alemãnha no exterior.

Ponto para Angela Merkel!

 

Bem; nem vou relembrar-los como abaixo da linha do Equador  se esculacha as empresas dos trópicos da maior economia do Hemisfério Sul bem como os trabalhadores do setor, vai ficar para a Retrospectiva do fim de Ano de 2022.

Edited by flightFernando
_
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade