Jump to content

Cindacta-2 sofre pane por 27 minutos e gera atrasos


Kleber

Recommended Posts

Cindacta-2 sofre pane por 27 minutos e gera atrasos

 

 

 

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou uma nota na noite deste domingo informando que o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo sediado em Curitiba, o Cindacta-2, apresentou uma pequena pane elétrica que impediu, por 27 minutos, a visualização das consoles de monitoramento e o processamento automático de planos de vôo.

 

O defeito foi detectado às 15h20 e, segundo a Aeronáutica, não provocou problemas graves para o pouso e a decolagem de aeronaves na Região Sul do país porque as freqüências e o sistema de telefonia permaneceram funcionando normalmente. Ou seja, os controladores de vôo puderam realizar seu trabalho, mesmo com deficiências.

 

A pane foi rapidamente controlada e a situação, normalizada, segundo a nota da FAB. O Cindacta-2 já passou por pelo menos uma grave pane desde o início da crise do setor aéreo, marcada pelo trágico acidente com um avião da Gol em 29 de setembro do ano passado.

 

Os reflexos da pane elétrica, porém, estão registrados na página da Infraero. O último boletim da estatal, com o balanço do tráfego aéreo até às 21h deste domingo, aponta para índice de atraso de 14% em Curitiba (8 dos 57 vôos programados) e 10,5% de cancelamentos. Em Porto Alegre, 12 das 59 decolagens previstas atrasaram mais de uma hora (20,3% de índice). Houve apenas um cancelamento. Em Florianópolis, 7,1% dos 28 vôos saíram pelo menos 60 minutos depois da hora marcada e o mesmo percentual foi cancelado.

 

No geral, a Infraero aponta que, dos 1.440 vôos programados para ocorrerem no Brasil este domingo, 172 sofreram atraso superior a uma hora (11,9%) e 129 foram cancelados (8,9%). Às 21h, no entanto, apenas 1,6% das decolagens estava atrasado.

 

Abaixo, a íntegra da nota da FAB:

 

"A respeito da situação do controle de tráfego aéreo no país, o Comando da Aeronáutica informa o seguinte:

 

1) De acordo com o último relatório do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), o sistema de controle do espaço aéreo funciona normalmente.

 

2) Por volta das 15h20, um problema elétrico provocou reflexos parciais no Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), em Curitiba (PR). As freqüências e o sistema de telefonia permaneceram funcionando normalmente em todo o período. A equipe técnica restabeleceu a visualização dos consoles e o processamento dos planos de vôo após 27 minutos, o que evitou maiores conseqüências no fluxo de tráfego aéreo. O balanço da INFRAERO, divulgado às 17h15, registrava, apenas, 1,8% de atrasos na totalidade dos vôos no país.

 

3) Para acompanhar as alterações meteorológicas mais significativas nos aeroportos brasileiros, leia o boletim referente ao assunto."

 

 

Fonte: Portal RPC

Link to comment
Share on other sites

LaQuePariu! Mas, tinha que ser aqui! Mas, se as outras frequencias continuaram funcionando normalmente depois da pane, como descrito na reportage, então tá tudo certo.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade