Jump to content

Anac diminui número de pousos e decolagens em Congonhas


Doug

Recommended Posts

09/07/2007 - 21h03

Anac diminui número de pousos e decolagens em Congonhas

 

da Folha Online

 

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) anunciou nesta segunda-feira a redução do número de movimento (pousos e decolagens) no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Em nota, a agência disse que o objetivo é "assegurar mais comodidade aos usuários do transporte aéreo".

 

Antes da reforma na pista principal --que durou 45 dias, entre maio e junho-- o terminal realizava 48 pousos e decolagens por hora. Durante a reforma, 33 movimentos aconteciam no aeroporto. O número deveria voltar ao patamar anterior, mas deve ficar em 38, de acordo com a nova proposta da Anac.

 

Devido à medida, 134 vôos sofrerão alteração (34 da TAM, 31 da GOL, 20 da BRA, 14 da Oceanair, 28 da VRG e 28 e 7 da Pantanal).

 

A agência também promete o aumento do número de aparelhos de raio-X, redistribuição de balcões de check-in, aumento no número de funcionários de apoio e maior quantidade de ônibus para acesso à pista auxiliar do aeroporto.

 

A medida é uma resposta á crise que atinge os aeroportos desde a queda do vôo 1907, da Gol, em setembro do ano passado. Desde o início dos atrasos, o aeroporto de Congonhas é um dos mais afetados, com atrasos, filas e vôos cancelados.

 

Paralisação suspensa

 

O sindicato que representa os aeroportuários decidiu suspender o movimento de greve e a paralisação programada para a próxima quarta-feira (11). 'Decidimos aceitar a proposta da Infraero e isso suspenderá o movimento de greve. Vai acontecer uma assembléia na sexta-feira para votar a proposta', afirmou o secretário-geral do Sina (Sindicato Nacional dos Aeroportuários), Samuel José dos Santos.

 

O movimento não envolve os aeronautas (comandantes e comissários de vôo) e os aeroviários (funcionários e prestadores de serviços das empresas aéreas).

 

A proposta da Infraero contempla principalmente quatro pontos: reajuste de 6% retroativo a maio, dois padrões de promoção para a categoria, e a decisão de não retirar os benefícios dos trabalhadores. Está prevista ainda a contratação de 1.800 trabalhadores para a substituição de terceirizados.

 

A reivindicação inicial dos trabalhadores era de 33% de recomposição de perdas e a elevação do vale-refeição. A Infraero acenava com um reajuste de 4%.

 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidia...95u310607.shtml

Link to comment
Share on other sites

Engraçado, os cara so F*d*m a TAM, tira metade dos que vão ser tranferidos / cancelados deixa, a outra metade transfere pra CPQ ou GRU.

Link to comment
Share on other sites

Engraçado, os cara so F*d*m a TAM, tira metade dos que vão ser tranferidos / cancelados deixa, a outra metade transfere pra CPQ ou GRU.

 

Devido à medida, 134 vôos sofrerão alteração (34 da TAM, 31 da GOL, 20 da BRA, 14 da Oceanair, 28 da VRG e 28 e 7 da Pantanal).

 

Não entendi. #### só a TAM porque? Foram 34 da TAM, 31 da Gol, 20 da BRA, 28 da Varig ...

 

:uhm:

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

A TAM sendo a maior ali é proporcional, correto? GRU não tem como receber nem vôo de urubu com asa machucada, ainda mais com as obras numa das pistas...

 

 

Abraços

Link to comment
Share on other sites

A agência também promete o aumento do número de aparelhos de raio-X, redistribuição de balcões de check-in, aumento no número de funcionários de apoio e maior quantidade de ônibus para acesso à pista auxiliar do aeroporto.

isso não é responsabilidade da infraero, e que deveria ser paga com as taxas de embarque?

Link to comment
Share on other sites

Acho que quem se FU aqui foi a VARIG /GOL. essa ANAC é de cravar, primeiro autoriza o aumento dos vôs ano passado e agora passa a navalha. Piada!

Link to comment
Share on other sites

huahauhau

pra TAM tirar esse 34 vôos....num vai fazer nem cosquinha!!!

Agora pra GOL e pra Varig...óh, se vai! hauhau

Link to comment
Share on other sites

Bom dia amigos do Fórum.

 

Calma, companheiros os vôos que serão reduzidos são os chamados de aviação geral, os vôos regulares somente terão remanejamento de horários. As freqüências permanecerão inalteradas. 38 operações/hora.

 

Abraços

 

PP-CJC

Link to comment
Share on other sites

Boa dia amigos do Fórum.

 

São Paulo 10 de julho de 2007.

 

ANAC > redistribui vôos em Congonhas (CGH).

 

A Agência Nacional e Aviação Civil (Anac) em conjunto com o DECEA/CGNA e Infraero, redistribuiu os movimento de pousos e decolagens nos horários de picos no aeroporto de Congonhas, São Paulo. Foram reduzidos os movimentos da aviação geral para permitir os 38 pousos e decolagens/hora para aviação regular ao longo das 17 horas de funcionamento do aeroporto.

Segundo a agência reguladora. Congonhas deveria a operar 48 movimento/hora, mas “ para proporcionar melhor aproveitamento nos horários de pico” , ficou definido que o aeroporto vai operar 38 movimentos na aviação regular e a aviação geral será reduzida.

Como resultado, 134 vôos sofreram alterações de horários sem a necessidade de se modificar a estrutura da malha aérea. A TAM teve 34 vôos com horário modificado; a GOL, 31, a BRA, 20, a Oceanair 14, a Varig, 28 e a Pantanal 07.

De acordo com o órgão, essa medida, aliada a outras em andamento, permitira que os usuários embarquem e desembarquem mesmo nos horários de maior demanda dentro do previsto.

==============================================================

Muito estranho é a BRA, com alteração em 20 (vinte) vôos? Esta operando somente 03, BR 1050/51, 1100/01 e 1122/23, aos domingos 1102/03, sábados tem um vôo GIG/CGH > BR 1127 e aos domingos BR 1130 para o GIG, será que teremos mais alguns vôos da BRA, em CGH?. Outro detalhe que tenho observado, é que nos finais das noites em CGH, quando ocorrem o corre-corre e todos querem decolar antes das 23h00 (local), em varias vezes os chamados vôos da aviação geral e muitas vezes com apenas 02 ocupantes, decolam e deixam para traz os aviões maiores, que devido ao horário limite (23h00) não podem decolar. Na ultima 5ª-feira decolaram 03 papa-tango e ficaram no solo 04 vôos de empresas regular prejudicando +/- 400 passageiros que tiveram que desembarcar e seguir via terrestre até GRU para embarcar em outros vôos que partiram daquele aeroporto.

 

Fonte:

Jornal O Estado de São Paulo 10 de julho de 2007.

 

http://img165.imageshack.us/my.php?image=img226eh4.jpg

 

Abraços

 

PP-CJC

Link to comment
Share on other sites

Na ultima 5ª-feira decolaram 03 papa-tango e ficaram no solo 04 vôos de empresas regular prejudicando +/- 400 passageiros que tiveram que desembarcar e seguir via terrestre até GRU para embarcar em outros vôos que partiram daquele aeroporto.

Pois é, e na sexta (Véspera de feriado em SP), pelo que contei, 07 vôos ficaram e foram orientados a retornar para os box.

 

Antes frequentemente ultrapassavam o horário mas com a nova determinação da justiça, a festa acabou e a tia de Moema agora consegue dormir tranquila.

Link to comment
Share on other sites

Guest JAMPA

Não precisa desse "fuzuê" tudo,é simples:

 

-Tirar conexões para ponte aérea.(exemplo: POA-CGH(cnx)-SDU)

-Estimular cias aéreas oferecerem vôos diretos,evitando escala e conexão em CGH.

 

Coisa prática desse tipo, ANAC não faz!

 

JAMPA

Link to comment
Share on other sites

Guest SkyMember

Anac e Infraero tentam “desafogar” Congonhas

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Infraero estudam implementar novas medidas para, a partir de Congonhas (SP), otimizar o fluxo de vôos nos aeroportos brasileiros, evitando atrasos na malha aérea.

 

Como parte do plano, na noite de ontem já foi anunciada a redistribuição dos movimentos de pousos e decolagens nos horários de pico no aeroporto de São Paulo. Entre outras medidas que deverão ser implantadas em Congonhas estão: o aumento do número de aparelhos de Raio X nos aeroportos; redistribuição de balcões de check-in; aumento no número de funcionários de apoio (principalmente os que operam ônibus e fingers) e maior quantidade de ônibus para que a pista auxiliar do Aeroporto de Congonhas possa ser melhor acessada.

 

Segundo a agência reguladora, com a implementação dessas medidas a Anac “terá condições de colocar em prática, ações que possam evitar atrasos na malha aérea”. A agência tem como foco das ações a redução do tempo de permanência das aeronaves em solo. “Isso irá requerer um esforço adicional das companhias aéreas para higienização e abastecimento dos aviões, bem como maior eficiência no embarque dos passageiros e das bagagens”, diz a Anac.

 

Anac redistribui vôos em Congonhas (SP)

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em conjunto com o DECEA/CGNA e Infraero, redistribuiu os movimentos de pousos e decolagens nos horários de pico no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Foram reduzidos os movimentos da aviação geral para garantir 38 pousos e decolagens/hora para a aviação comercial ao longo das 17 horas de funcionamento do aeroporto.

 

Segundo a agência reguladora Congonhas deveria operar a 48 movimentos/hora, mas “para proporcionar melhor aproveitamento nos horários de pico”, ficou definido que o aeroporto vai operar com 38 movimentos na aviação regular e a aviação geral será reduzida.

 

Como resultado, 134 vôos sofreram alterações de horário sem a necessidade de se modificar a estrutura da malha aérea. A Tam teve 34 vôos com horário modificado; a Gol, 31; a BRA, 20; a Oceanair, 14; a Varig, 28 e a Pantanal, 7.

 

De acordo com o órgão “essa medida, aliada a outras em andamento, permitirá que os usuários embarquem e desembarquem mesmo nos horários de maior demanda dentro do previsto”.

 

Fonte: PANROTAS

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade