Jump to content

Infraero decidirá na sexta-feira se cobra dívidas da Varig


-GustavoK-

Recommended Posts

Fonte: Agência Brasil

 

A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária(Infraero) vai esperar até sexta-feira para decidir se começará a cobrar à vista as tarifas de embarque da Varig, nos aeroportos que administra em todo o país. A informação foi dada nesta quarta-feira pela assessoria de imprensa da Infraero.

 

Na sexta-feira expira o prazo dado pela Justiça fluminense para que a empresa NV Participações, vencedora do leilão judicial da Varig, efetue o depósito inicial de US$ 75 milhões, previsto no edital do leilão.

 

O prazo de 72 horas após a homologação, ocorrida no último dia 19, terminaria amanhã (22) mas, por causa do jogo do Brasil com o Japão, o expediente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro será encerrado mais cedo, o que determinou a prorrogação automática do depósito para o dia seguinte.

 

Caso a NV, que representa os Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), não faça o depósito, a Infraero poderá determinar a cobrança à vista das tarifas imediatamente ou somente a partir de 1º de julho, informou a assessoria da Infraero. Ainda não há definição a esse respeito, pois a estatal vai aguardar o final do prazo fixado para o depósito pelo juiz Luiz Roberto Ayoub, que preside o processo de recuperação judicial da Varig.

 

Segundo a Infraero, somente hoje, até o meio-dia, foram cancelados 126 vôos da Varig - 110 domésticos e 16 internacionais.

 

A dívida total da Varig junto à Infraero é de R$ 590 milhões. Desse total, R$ 387,1 milhões se referem a dívidas contraídas antes da entrada da companhia no processo de recuperação judicial, conhecidas como créditos concursais. Em créditos extraconcursais, ou seja, relativos a dívidas após a recuperação, o valor atinge R$ 202,9 milhões, incluindo tarifas de embarque devidas pela Varig desde o último mês de abril, cuja soma é de R$ 32 milhões.

 

Questionado sobre o atual quadro da Varig, o presidente do Conselho de Curadores da Fundação Ruben Berta (FRB), ex-controladora do grupo Varig, César Cúri, disse que vai aguardar os acontecimentos para se pronunciar.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade