Jump to content

Sem aviões, Varig corta linha Rio-Frankfurt


dudutbrito

Recommended Posts

Sem aviões, Varig corta linha Rio-Frankfurt

 

AE - Agencia Estado

 

Tamanho do texto? A A A A

RIO - A Gol enfrenta outro obstáculo para fazer decolar a operação internacional da Varig, depois de descobrir e pagar velhas dívidas, de US$ 17,5 milhões, nos aeroportos internacionais. A nova dona da Varig está com dificuldades em conseguir aviões. Por isso, a Varig já suspendeu uma linha para Frankfurt, saindo do Rio, e ainda não retomou a rota para Buenos Aires, inoperante há dois meses.

 

A falta de aviões tem duas explicações. A primeira delas é que o mercado está aquecido e existem poucos aviões para serem vendidos ou arrendados no mercado internacional. A outra razão é que as empresas de arrendamento de aviões estão cobrando parte das velhas dívidas de leasing da Varig, que chegam a R$ 2 bilhões, para poder liberar aviões de grande porte em seu poder. A Gol não quer pagar para não abrir um precedente de sucessão de dívidas.

 

A nova Varig suspendeu, então, a rota para Frankfurt desde 20 de setembro, quando remanejou o avião que voava para a Alemanha para poder reinaugurar a linha São Paulo-Paris-Roma. A Gol, que comprou a Varig em março por US$ 320 milhões, substituiu a linha direta do Rio pela rota Rio-São Paulo-Frankfurt. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a VRG pode suspender seus vôos no exterior, mas tem seis meses para retomar a rota, sob pena de perdê-la. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Link to comment
Share on other sites

Quando não sabem das coisas, falam besteira... O engraçado é que demoraram para perceber... Precisaram ler uma notinha do Ancelmo Gois, para transformar em notícia...

Link to comment
Share on other sites

Varig retoma Rio-Frankfurt direto em dezembro

 

 

Desde setembro a Varig suspendeu temporariamente as operações da rota para Frankfurt com saídas diretas do Rio, substituiu a linha pela rota Rio-São Paulo-Frankfurt. De acordo com a assessoria de imprensa o motivo da interrupção foi a baixa temporada, mas, em dezembro, a rota será retomada. No dia três de dezembro o vôo direto Rio-Frankfurt terá saídas do Galeão às 2h20, chegando ao destino final às 17h20 no horário local. Mais informações pelo site www.varig.com.br.

 

PANROTAS

Link to comment
Share on other sites

Deu a entender maliciosamente que os vôos pra Buenos Aires foram suspensos por falta de avião - o que não é verdade. Mas a matéria precisava de dados, mesmo que sejam inverídicos.

Link to comment
Share on other sites

Baixa temporada ? Só se for de aviões disponíveis !!!!

 

Lipe,

 

Acredito que o que a VRN quis dizer por "baixa temporada" foi que esta rota operava com pouquissimos passageiros: tive alguns conhecidos que pegaram este vôo com milhagem em Julho e Agosto e todos me disseram que os pax conseguiam dormir estendidos nos assentos do meio (eles adoraram...hehe). Se a VRN quer competir com a TAM, AF, IB, UX e TP na rota Rio-Europa, tem que entrar com horarios decentes e avioes menos judiados.

Nem falo do marketing porque este ja foi agressivo no momento de lançamento da rota com grandes anuncios nas principais revistas e jornais de grande circulação nacional.

 

Para a alta temporada, qdo a procura pelo Rio aumenta, certamente mesmo com horarios ruins e aeronaves naquele estado, este vôo deve encher mais. E para 2008, ela deve colocar 2 avioes (melhores) na rota e com vôos noturnos, aí sim, dará para brigar com os peso-pesados Europeus e a TAM.

Link to comment
Share on other sites

Boulos,

 

Todos nós sabemos que a rota foi interrompida por causa da falta de aviões para executar as frequências para Paris e Roma e não perdê-las.

 

O Vôo é novo, e mesmo lançado poucas semanas antes ainda conseguiu ter dezenas de clientes, e obviamente para os horários oferecidos, o que já discutimos anteriormente, eram péssimos !

 

O meu comentário foi para dizer " Falem a verdade, estamos precisando do avião para executar as outras rotas que seriam perdidas e como teremos 180 dias para retornar, sem problemas ! "

 

Dizer que é baixa temporada com a AF cravando 95% de ocupação em um jumbo com mais de 2 vezes o número de assentos do GIG-FRA, com a TAAG em 3 vôos colocando mais gente que a RG em 7.... só mostra que baixa temporada só se for por falta de avião.

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

Boulos,

 

Todos nós sabemos que a rota foi interrompida por causa da falta de aviões para executar as frequências para Paris e Roma e não perdê-las.

 

O Vôo é novo, e mesmo lançado poucas semanas antes ainda conseguiu ter dezenas de clientes, e obviamente para os horários oferecidos, o que já discutimos anteriormente, eram péssimos !

 

O meu comentário foi para dizer " Falem a verdade, estamos precisando do avião para executar as outras rotas que seriam perdidas e como teremos 180 dias para retornar, sem problemas ! "

 

Dizer que é baixa temporada com a AF cravando 95% de ocupação em um jumbo com mais de 2 vezes o número de assentos do GIG-FRA, com a TAAG em 3 vôos colocando mais gente que a RG em 7.... só mostra que baixa temporada só se for por falta de avião.

 

Felipe

 

Entendi o seu ponto.

 

Mas nao vamos comparar a AF e seus 21 voos sempre lotados ao Brasil e com um super hub em CDG de distribuicao para o mundo todo, alem da base forte no Brasil e no Rio especificamente e muito menos a TAAG, a unica ligacao direta do Brasil a Angola, o país que mais cresce no mundo, lacos cada vez mais fortes com o Brasil e um numero crescente de empresas Brasileiras investindo por la, alem dos Angolanos que adoram v ir ao Rio (e a SP em menor escala) fazer compras para vender.

Alias, li dia destes que a Business School Sao Paulo está lancando o primeiro MBA em Angola de toda historia daquele país...sinal de que a demanda é crescente por mao-de-obra mais qualificada local e nao só Estrangeira.

Link to comment
Share on other sites

Não comparei a toa Boulos, foi para mostrar que existe mercado, desde que você ofereça as conexões adequadas de um dos lados.

 

Eu imaginei que fosse responder isso, o que só completa a idéia de que a rota pagou o preço do despreparo administrativo da Varig.

 

E eu imagino que a Varig vai arrumar um motivo para cancelar a rota em meados de 2008, de forma a permitir que seu único vôo ... Rio-SP-Frankfurt, decole bem mais cheio.

Boa estratégia, vende Rio-FRA e SP-FRA e depois junta todos os caboclos e faz parecer que opera um vôo lotado!!!!!

 

Quem quiser apostar, vale até 30/06/2008, US$ 10.00

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

Não comparei a toa Boulos, foi para mostrar que existe mercado, desde que você ofereça as conexões adequadas de um dos lados.

 

Eu imaginei que fosse responder isso, o que só completa a idéia de que a rota pagou o preço do despreparo administrativo da Varig.

 

E eu imagino que a Varig vai arrumar um motivo para cancelar a rota em meados de 2008, de forma a permitir que seu único vôo ... Rio-SP-Frankfurt, decole bem mais cheio.

Boa estratégia, vende Rio-FRA e SP-FRA e depois junta todos os caboclos e faz parecer que opera um vôo lotado!!!!!

 

Quem quiser apostar, vale até 30/06/2008, US$ 10.00

 

Felipe

 

Lipe,

 

Se voce tivesse tanta certeza, apostaria mais...hehehe....

Pois eu aposto que nao pois ela sabe que a rota GIG-FRA será cada vez mais demandada pelos invtos Alemaes no Rio e por ter sido por um tempo uma das melhores da velha Varig. Calma! Voce mesmo disse: a coitada está sem aviao e precisa retomar os slots para Europa....dê tempo ao tempo....

Link to comment
Share on other sites

Apostei pouco pois não quero que ninguém fique pensando que eu sou metido. A aposta tem mais finalidade "moral"

do que financeira. Aposta alta é para ser feita em casino.

Link to comment
Share on other sites

Apostei pouco pois não quero que ninguém fique pensando que eu sou metido. A aposta tem mais finalidade "moral"

do que financeira. Aposta alta é para ser feita em casino.

las-vegas.jpg

Link to comment
Share on other sites

Lipe,

 

Se voce tivesse tanta certeza, apostaria mais...hehehe....

Pois eu aposto que nao pois ela sabe que a rota GIG-FRA será cada vez mais demandada pelos invtos Alemaes no Rio e por ter sido por um tempo uma das melhores da velha Varig. Calma! Voce mesmo disse: a coitada está sem aviao e precisa retomar os slots para Europa....dê tempo ao tempo....

 

O voo FRA-GIG da Varig sempre teve problemas de desempenho, por isso nao estou surpreso. Isso mostra que a a politica da LH estava sempre correta, pois conseguiu manter sua clientela corportativa no Brasil ao segurar sua posicao em GRU.

 

Abs,

Link to comment
Share on other sites

O voo FRA-GIG da Varig sempre teve problemas de desempenho, por isso nao estou surpreso. Isso mostra que a a politica da LH estava sempre correta, pois conseguiu manter sua clientela corportativa no Brasil ao segurar sua posicao em GRU.

 

Lembro-me muito bem que o vôo GIG-FRA-GIG, aquele que a VARIG colocava sua dupla de melhores 777 (VRA e VRB) sempre foi um grande sucesso e um dos vôos mais lucrativos da empresa. Acredito que você tenha se referido ao vôo mas se esqueceu, por exemplo, de mostrar que a Lufthansa tem três coisas que a Varig não tem: a) Aviões modernos, entretenimento e tudo o mais; b) Horários bons; c) Conexões. Acredito que tenha sido apenas um erro de expressão, mas você sabe como uma deixa assim consegue estragar um tópico. O que a Lufthansa concluiu é que simplesmente não há mercado no Rio para Frankfurt, o que eu, você, André Boulos, Felipe, Omykron, Brasuca, BIG GIG, Coiote, etc e espero que a Varig saibamos que não passa de uma inverdade. E ao falar "segurar a clientela corporativa em GRU"; não quero parecer chato ou nada, mas novamente, aquela velha coisa que só GRU tem mercado executivo e que só lá é que se enchem os 747s e A340s da DLH fica meio subentendida.

 

O vôo FRA-GIG da Nova Varig certamente não foi nada bem-sucedido, mas listei três fatores acima que certamente contribuíram. Se a política da Lufthansa estivesse 100% certa, não veríamos a AF aumentando feliz da vida. Mas usar esse vôo como indicação de que o Rio não tem mercado... chega a ser algo injusto.

 

Obrigado.

Link to comment
Share on other sites

Lembro-me muito bem que o vôo GIG-FRA-GIG, aquele que a VARIG colocava sua dupla de melhores 777 (VRA e VRB) sempre foi um grande sucesso e um dos vôos mais lucrativos da empresa. Acredito que você tenha se referido ao vôo mas se esqueceu, por exemplo, de mostrar que a Lufthansa tem três coisas que a Varig não tem: a) Aviões modernos, entretenimento e tudo o mais; b) Horários bons; c) Conexões. Acredito que tenha sido apenas um erro de expressão, mas você sabe como uma deixa assim consegue estragar um tópico. O que a Lufthansa concluiu é que simplesmente não há mercado no Rio para Frankfurt, o que eu, você, André Boulos, Felipe, Omykron, Brasuca, BIG GIG, Coiote, etc e espero que a Varig saibamos que não passa de uma inverdade. E ao falar "segurar a clientela corporativa em GRU"; não quero parecer chato ou nada, mas novamente, aquela velha coisa que só GRU tem mercado executivo e que só lá é que se enchem os 747s e A340s da DLH fica meio subentendida.

 

O vôo FRA-GIG da Nova Varig certamente não foi nada bem-sucedido, mas listei três fatores acima que certamente contribuíram. Se a política da Lufthansa estivesse 100% certa, não veríamos a AF aumentando feliz da vida. Mas usar esse vôo como indicação de que o Rio não tem mercado... chega a ser algo injusto.

 

Obrigado.

 

Iluv. Concordo 10000% contigo. Pra mim o que estragou o vôo foi o horário. Mas ele vai voltar com horário justo em Dezembro.

 

Chega a ser cômico ler algumas coisas por aqui em que percebe-se nitidamente que é para criar polêmicas e vindo sempre da mesma pessoa!

 

Lamentável mesmo! :thumbsdown_still:

 

Tb "fui desse tópico" a quase chegando a conclusão que é melhor dizer "fui" a tudo!!

Link to comment
Share on other sites

Se a política da Lufthansa estivesse 100% certa, não veríamos a AF aumentando feliz da vida. Mas usar esse vôo como indicação de que o Rio não tem mercado... chega a ser algo injusto.

 

Obrigado.

 

Alias, a LH esta, sim, feliz da vida com o mercado brasileiro. Pode ter certeza disso e por isso que aumentou a capacidade em GRU ainda mais. A LH esta tao feliz quanto a AF.

 

Eu nunca falei que o Rio nao tem mercado...e nao vou responder a provocacoes. Somente mencionei que a LH estava correta ao manter seu bastiao no mercado de GRU. Foi a aposta correta.

 

Abs,

Link to comment
Share on other sites

Acho que devemos levar em consideração que o O&D de FRA é muuuuuuuito menor do que o de CDG, LHR e afins....

 

FRA atrai muitos clientes corporativos e é uma máquina de fazer dinheiro nas cabines C e F. Ao contrário de outros países europeus, a Alemanha tem diversas centros corporativos: FRA, MUC, HAM, TXL.... o que acaba facilitando a vida da LH frente às outras Cias Aéreas.

 

Nota-se, também, que a LH tem a mais completa rede de conexões da Europa e, talvez, a mais completa do mundo. Partindo de GRU, por exemplo, você chega a qualquer cidade média da Europa com uma única conexão - o que as vezes não é possível nem na BA e AF.

 

Além disso, a LH tem um sistema de HUB perfeito, oferecendo conexões imediatas para qualquer lugar da Europa.

 

MUC, por exemplo, é um aeroporto excepcional e foi considerado o melhor da Europa em 2006. Já fiz conexões de 30 minutos lá sem nenhum problema.

 

Dito isso, eu acho que a empresa sofre para servir mercados intercontinentais secundários devido à configuração de seus aviões. O 747, por exemplo, tem o upper deck inteiro de F (16 assentos) e 80C.

 

A título de comparação: O 747 da AF opera com 0F e 39C e o avião MAIS premium da AF (77W) tem 8F e 67C. O avião mais premium da BA opera com 70C.

 

Ou seja, se a LH não consegue vender pelo menos 60% de suas cabines premium ela sai no prejuízo em seus vôos.......

Link to comment
Share on other sites

Eu nunca falei que o Rio nao tem mercado...e nao vou responder a provocacoes.

 

Concordo contigo, afinal eu por acaso disse que você falou que o Rio não tem mercado? Eu usei o termo "consultoria da Lufthansa" e não "Hardi", e não estou provocando ninguém. Pelo contrário, acreditei que na verdade tenha sido um erro de expressão e que o que eu pretendia era justamente evitar provocações posteriores, e nós sabemos o que acontece. Pode ficar tranqüilo, Hardi. Tentei reler o meu post, e não achei uma provocação, muito menos a você.

Link to comment
Share on other sites

O voo FRA-GIG da Varig sempre teve problemas de desempenho, por isso nao estou surpreso. Isso mostra que a a politica da LH estava sempre correta, pois conseguiu manter sua clientela corportativa no Brasil ao segurar sua posicao em GRU.

 

Abs,

 

O RG8744/8745 depois substituido pelos RG8778/8779 gozava de tanto prestigio dentro da Varig que em 2004 foi iniciado 4 vezes por semana com 767-300ER, foi promovido a diario, recebeu upgrade em 2005 para o MD-11 diario e em 2006 quando assumiu a lideranca de rentabilidade na rede Varig por deter nao so a melhor relacao de carga x passageiros, passou a ser operado pelas duas (!) melhores aeronaves da VARIG, suas FLAGSHIPs PP-VRA e PP-VRB.

 

Em toda empresa, a rota FLAGSHIP opera a aeronave mais importante, e conforme diversas vezes confirmado pela VARIG, a Rio-Frankfurt, era a rota mais rentavel.

 

Tinha algumas conexoes notadamente de Vitoria e Belo Horizonte, mas era fortemente focado no mercado do Rio de Janeiro para Asia e Europa em geral e por isso era um grande vendedor.

 

Apenas para lembrar, PP-VRA e PP-VRB eram as unicas aeronaves widebodie da Varig " feitas sob encomenda " com AVOD e os mais confortaveis assentos da empresa.

 

Agora se o atual GIG-FRA nao deu certo ainda, a maior parte do problema explica-se com HORARIO TENEBROSO e SUSPENSAO CONSTANTE DA ROTA

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

Sem querer tirar o merito da rota GIG-FRA, ela foi a mais rentavel por algum tempo, mas muitas vezes alternando com a GRU-FRA. Eu voei em Nov 05 e depois em Fev 06 na rota GRU-FRA-GRU e me lembro que em 3 trechos foi o VRA e em um o VRB e sempre com o aviao lotado. Lembrando tb que com excecao do voo semanal GIG-LIS, este era o unico voo nonstop do GIG da RG, o que contribuia para o seu sucesso, alem de muiot bem lembrado era a cnx mais usada do GIG para Asia. De SP o pax tinha 6, 7 opcoes nonstop pela RG mas mesmo assim a rota para FRA era a mais rentaval. Tenho certeza que a TAM tera muito sucesso desta vez nos seus voos para FRA e eh uma pena mesmo que nao tenha primeira classe pois o publico corporativo para Alemanha é o maior da Europa na minha opiniao.

Link to comment
Share on other sites

Vale lembrar aos digníssimos senhores sempre que a velha Varig era parceira STAR ALLIANCE, então tinha as facilidades de conexões em FRA. Agora a 'nova nova' Varig é uma 'stand alone carrier', tem que se virar sozinha. O Rio é lindo (vou pra lá amanhã :D ), mas sem conexões decentes em FRA ou no GIG, nenhuma empresa aguenta. Na atual situação, eu apostaria num GIG-qualquer lugar da europa, MENOS Frankfurt. MUC talvez....

Link to comment
Share on other sites

Sem querer tirar o merito da rota GIG-FRA, ela foi a mais rentavel por algum tempo, mas muitas vezes alternando com a GRU-FRA.

 

Primeira ou segunda colocada, concordemos: o fato é que há tráfego, certo? Nenhuma rota seria a primeira, segunda ou vigésima rota mais rentável de uma empresa se simplesmente não houvesse tráfego suficiente para mantê-la. Não quero insinuar nada, mas disputar quem era ou não era a rota mais rentável é apenas uma disputa de egos, e certamente o nível deste fórum vai além disso.

 

De SP o pax tinha 6, 7 opcoes nonstop pela RG

 

O fato de ser uma das únicas rotas non-stop a partir do GIG (após o descontinuamento de GIG-LIS e GIG-MXP, lembro-me da Varig as fazendo) certamente contribui, mas mesmo assim, para a Ásia e maior parte da Europa, sem sair da Star Alliance, FRA com certeza era o hub mais utilizado de GRU também (aliás, o único hub da Star disponível se a gente pensar; LHR e BMI e MAD e Spanair não contam). Com certeza, cidades como MXP, MAD, LHR e CDG eram acessadas facilmente pela Varig, e o pax podia fazer GRU-LHR-NRT de RG/NH por exemplo, mas eu apostaria alguns sacos de jujubas que fora o público OD dessas cidades (e AMS também), a maioria esmagadora ia via FRA.

 

Arranjar um horário decente é essencial para o sucesso do GIG-FRA (caso um dia a Varig se incomode em retornar); ambas as cidades tem um tráfego corporativo muito grande, investimentos alemães aqui são evidentes. Tem um bilhão de dólares alemães sendo colocados pra trabalhar a 40 km da minha casa, por exemplo. Feiras, indústrias... Se a Varig também elaborasse um interline com comapnhias como Singapore, Air China, Air India, Jet, ANA, Etihad a partir de FRA, e conseguisse um acordo esperto com a Deutsche Bahn, conseguiria potencializar muito mais os lucros.

 

Até lá, é o que eu digo: Air France agradece a colaboração.

Link to comment
Share on other sites

Em toda empresa, a rota FLAGSHIP opera a aeronave mais importante, e conforme diversas vezes confirmado pela VARIG, a Rio-Frankfurt, era a rota mais rentavel.

 

Não necessariamente....

 

Ou você consideraria GRU-DXB a rota FLAGSHIP da EK???

Link to comment
Share on other sites

Primeira ou segunda colocada, concordemos: o fato é que há tráfego, certo? Nenhuma rota seria a primeira, segunda ou vigésima rota mais rentável de uma empresa se simplesmente não houvesse tráfego suficiente para mantê-la. Não quero insinuar nada, mas disputar quem era ou não era a rota mais rentável é apenas uma disputa de egos, e certamente o nível deste fórum vai além disso.

Não vim acrescentar nada à discussão (resolvi me abster), mas parabenizá-lo pela postura mostrada acima.

Rentabilidade, pódium pra rotas e cidades têm ultimamente virado uma discussão bizantina sem nexo e com dados "trabalhados" à revelia de quem os passa, sendo que muitas vezes os dados não passam de suposições. Uns cutucam, outros retrucam e a disputa tá armada.

 

Diante disso é bom ver uma postura como a sua. Não sugiro deixarmos de falar em GIG x GRU, mas tentar ao máximo nos focarmos em Brasil nessas horas. Abraço! :joinha:

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade