Jump to content

PT adia votação de relatório da CPI do Apagão


Rafael Santos

Recommended Posts

Agencia Estado

Assustado com o poder de fogo do relatório final da CPI do Apagão Aéreo, que pede o indiciamento de 23 pessoas, entre eles a ex-diretora da Anac Denise Abreu e aponta o ex-presidente da Empresa Brasileira de infra-estrutura Aeroportuária (Infraero) Carlos Wilson como ?o chefe da quadrilha? em um escândalo de desvio de recursos de, no mínimo, R$ 500 milhões, o PT entrou ontem com pedido de vistas para atrasar, pelo menos até terça-feira, a votação do relatório. O pedido foi feito por João Pedro (AM), único petista presente na reunião para leitura do texto.

 

O adiamento foi a solução encontrada pelo Planalto para negociar a exclusão de pelo menos cinco nomes da lista dos possíveis indiciados. O governo trabalha para retirar da lista o deputado Carlos Wilson (PT-PE), Eurico Loyo, José Wellington Moura, Marco Antônio Marques de Oliveira e Airton Esteves Soares.

 

Braço direito de Wilson, Loyo aparece no relatório como um dos principais personagens do escândalo. O ex-assessor de Wilson fez pelo menos 325 ligações para construtoras (o equivalente a 556 minutos de conversa), segundo relatório final da CPI. Nem todas as ligações, segundo a comissão, revelam conversas irregulares. Mas o volume elevado de troca de telefonemas levou a CPI a estudar detalhadamente a forma de atuação do braço direito de Wilson.

 

Em 1.107 páginas, Demóstenes também solicita à Polícia Federal e ao Ministério Público que investiguem as contas de 18 empreiteiras e consórcios, devido a irregularidades em seis obras de aeroportos que movimentaram de R$ 973 milhões. ?A quadrilha era liderada por Carlos Wilson e tinha como lugar-tenente Aristeu Chavez Filho que embora fosse empresário do ramo de fruticultura exercia grande influência sobre Fernando Brendaglia e Eurico Loyo, este homem de confiança de Carlos Wilson e seu assessor direto?, disse Demóstenes.

 

Em nota, o deputado Carlos Wilson afirmou que recebeu ?com surpresa e indignação? o relatório ?irresponsável? produzido por Demóstenes. ?Não tenho nenhuma dúvida de que o tempo e as provas irão revelar quem é o verdadeiro chefe de quadrilha e o que está por trás da CPI do Apagão Aéreo comandada por Demóstenes Torres, um velho conhecido pela prática do espalhafato?, disse Wilson. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

 

Fonte: http://www.atarde.com.br/brasil/noticia.jsf?id=800499

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade