Jump to content

Era o vôo do adeus, mas foi alarme falso


LipeGIG

Recommended Posts

O ESTADO DE S.PAULO - 01.07.2006

Era o vôo do adeus, mas foi alarme falso

Comandante e tripulação saíram da Alemanha para o Brasil achando que fariam o último vôo da Varig

Naiana Oscar

 

"Hoje, a Varig pára de voar." As palavras da gerente da empresa no Aeroporto de Munique pegaram de surpresa a tripulação do vôo que sairia naquela noite da Alemanha para o Brasil. As comissárias choraram. O piloto engasgou. Telefonaram para o diretor de operações, em São Paulo, e tiveram a confirmação. Todos deveriam voltar ao País porque a Varig acabou - tanto a tripulação que havia chegado no sábado e retornaria naquela segunda-feira, quanto a que chegou em Munique na segunda e regressaria apenas na quarta.

 

O comandante César Sfoggia, 26 anos de Varig, chegou à Alemanha no sábado. Um dia antes de receber a notícia sobre a falência da companhia, assistiu a Brasil e Austrália no Olimpia Park. Sem salário há dois meses, não quis pagar uma fortuna para ir ao estádio. O primeiro vôo internacional de Sfoggia como comandante foi em 1992, para Los Angeles. O último, pela Varig, seria aquele de Munique. Por isso, ele e outros pilotos aproveitaram para tirar fotos ao lado do avião.

 

O Boeing 777 , com o nome do fundador da Varig, Otto Ernst Meir, gravado no nariz, saiu da Alemanha às 20h de 19 de junho. Voou com 292 passageiros e 16 tripulantes. Na cabine, quem conseguiu controlar o choro fez planos sobre o futuro emprego, imaginou como seria a vida em terra, depois da última viagem. O comandante Sfoggia, aliás, já está com tudo encaminhado para mudar de país. Os passageiros chegaram em São Paulo sem saber de nada.

 

Depois de 4 horas de vôo, um telefonema ao Brasil fez a história mudar. A rota para Munique havia sido suspensa, mas, ao contrário do que informou a gerente, a Varig continua.

Link to comment
Share on other sites

No meio de tanta boataria, o pessoal da Alemanha talvez por conta da história de o PP-VRA parar de voar acreditou que a empresa toda fosse parar no dia.

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

No meio de tanta boataria, o pessoal da Alemanha talvez por conta da história de o PP-VRA parar de voar acreditou que a empresa toda fosse parar no dia.

 

Felipe

 

Negativo Felipe, houve um dia (agora não me lembro qual), snme o dia em que a ILFC pediu a prisão dos dirigentes da VRG caso ela não paresse as acfts, foi redigido e enviado a todo o pessoal da chefia da VARIG que a empresa pararia as operações a partir de Zero hora do dia posterior. Só destacando, que o motivo não foi só o pedido da ILFC, que como todos vêem, a empresa resistiu à parada das acfts dela, tinham vários outros problemas ocorrendo simultaneamente, como a BR afirmando que a partir de 0 hora ela não poria mais combustível, o acordo só foi feito horas antes, o que motivou a escrita de tal comunicado.

Link to comment
Share on other sites

Nossa, imagino como esse pessoal da RG está trabalhando, um amigo meu comentou que apesar de tudo os vôs tem sido bons e a turma se desdobra para atender bem os PAX, que barra estão levando, faço votos que tudo volte à normalidade o mais rápido. E pensar que vai haver um faconaço na redução do quadro funcional.

Link to comment
Share on other sites

Negativo Felipe, houve um dia (agora não me lembro qual), snme o dia em que a ILFC pediu a prisão dos dirigentes da VRG caso ela não paresse as acfts, foi redigido e enviado a todo o pessoal da chefia da VARIG que a empresa pararia as operações a partir de Zero hora do dia posterior. Só destacando, que o motivo não foi só o pedido da ILFC, que como todos vêem, a empresa resistiu à parada das acfts dela, tinham vários outros problemas ocorrendo simultaneamente, como a BR afirmando que a partir de 0 hora ela não poria mais combustível, o acordo só foi feito horas antes, o que motivou a escrita de tal comunicado

 

Obrigado Luiz, não sabia de tal comunicado.

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

O que eu posso dizer sobre todos os tripulantes e funcionários de terra da VRG é que eles são guerreiros literalmente.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade