Jump to content

Acionistas demitem presidente da Aerolineas Argentinas


serious flyer

Recommended Posts

http://br.invertia.com/noticias/noticia.as...29624317&idtel=

 

Acionistas demitem presidente da Aerolineas Argentinas

Quarta, 5 de Julho de 2006, 15h01

Fonte: Gazeta Mercantil

 

 

 

 

Os acionistas que controlam a Aerolineas Argentinas demitiram o presidente do conselho da companhia depois que ele disse a um jornal que o governo argentino deveria pagar por uma maior participação na maior empresa aérea do país. O afastamento de Antonio Mata indica uma aparente vitória dos negociadores do governo argentino.

 

Mata quer agora vender a participação de 30% no grupo controlador da Aerolineas Argentinas, disse ontem à Dow Jones um porta-voz de Mata, em Madri. Na semana passada, os acionistas da companhia aérea sediados em Madri redigiram carta de intenções com representantes do governo argentino que estavam em uma visita oficial a Madri com o presidente Néstor Kirchner. O acordo visa a aumentar a participação do Estado na companhia de bandeira, de 1,4% para algo entre 5% a 20%.

 

Os trabalhadores controlam 0,4% e os restantes 98,2% pertencem à Interinvest, uma holding da Air Plus Comet do grupo de viagens Marsans, sediado na Espanha. Mata possui 30% da Interinvest, enquanto os parceiros espanhóis Gerardo Diaz Ferran e Gonzalo Pascual detêm os restantes 70%.

 

"Antonio Mata nunca concordou com este negócio; ele não via a volta do governo na companhia como uma coisa boa", disse o porta-voz de Madri. "Em todos os outros países as companhias aéreas estão sendo privatizadas e neste caso o Estado quer voltar". Mata explicou sua posição contrária ao acordo da semana passada em uma entrevista publicada na segunda-feira no jornal argentino La Nación.

 

A Aerolineas Argentina "vale US$ 900 milhões de pesos (US$ 292 milhões). Portanto, se o governo pretende ficar com 20%, deve pagar 180 milhões de pesos", disse Mata. A entrevista provocou uma resposta imediata do secretário dos Transportes da Argentina, Ricardo Jaime, que disse que o acordo da semana passada não incluiu este pagamento. No final do dia, a Air Plus Comet anunciou que Diaz Ferran havia substituído Mata na presidência do grupo controlador.

 

Em vez de pagar em dinheiro vivo uma participação na companhia aérea, o governo argentino ofereceu um aumento das passagens e dos subsídios para as rotas domésticas não lucrativas. O porta-voz de Mata disse que a oferta não faz sentido para Mata. "Ele não é um político, é um homem de negócios". Ao que tudo indica, as negociações entre o governo Kirchner e a Aerolineas Argentinas foram retomadas depois que a companhia aérea concluiu um acordo trabalhista com os sindicatos dos pilotos e dos mecânicos que estavam em greve, em maio, e concedeu um aumento salarial de 19%.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade