Jump to content

Senador Tião Viana exige que Agência Nacional de Aviação Civil fiscalize empresas aéreas


Recommended Posts

Descaso da Gol com os passageiros

 

Senador Tião Viana exige que Agência Nacional de Aviação Civil fiscalize empresas aéreas

 

O senador Tião Viana usou a tribuna do Senado ontem para chamar a atenção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no sentido de que a agência acompanhe mais de perto a qualidade do atendimento prestado pelas empresas aéreas brasileiras aos passageiros.

 

Para o senador, hoje se vive uma situação delicada com a redução do número de vôos para as mais diversas regiões brasileiras e algumas empresas estão praticando abusos.

 

Tião Viana destacou o comportamento da empresa Gol. Segundo expressou, a empresa “tenta criar um modelo rodoviário na aviação aérea brasileira, como a redução efetiva do espaço de acomodação dos passageiros que pagam muito caro pela passagem aérea. A empresa manipula os preços de passagens e nega-se a fazer o transporte de paciente enfermo, alegando razões de ordem econômica. A Gol tem a obrigação de cumprir o endosso de passagem dos passageiros da Varig, que passa por uma fase que todo o Brasil conhece. A empresa tem-se recusado, em alguns casos - passageiros apontam isso - a assumir o endosso mesmo com lugares disponíveis em suas aeronaves. A empresa, muitas vezes, trata com absoluto descaso a necessidade social dos passageiros em nossos aeroportos”.

 

O senador informa da tribuna que, ante o acúmulo de denúncias e de críticas de usuários brasileiros, enviou, nesta semana, uma carta ao procurador da República do Acre, responsabilizando a Gol e a Infraero pela omissão, negligência e irresponsabilidade na qualidade do atendimento prestado ao passageiro brasileiro.

 

“Não podemos ficar sujeitos a um monopólio, a uma redução de oferta, a um processo de cartelização, a um processo de discriminação com os passageiros da Varig. Não pode haver recusa no transporte de doentes por parte de uma empresa aérea como a Gol. Não é possível que o passageiro tenha um espaço físico tão reduzido. A Agência Nacional de Aviação Civil precisa mostrar ao Brasil a que veio: fiscalizar, acompanhar, assegurar a qualidade e a eficiência no transporte aéreo brasileiro. É um processo de integração regional, de ida e de vinda de passageiros, de otimização do setor.”

 

Tião Viana disse que está cansado de testemunhar nas portas dos aeroportos brasileiros a humilhação por que passam alguns passageiros que têm bilhetes da Varig e que têm proteção contratual legal para terem acesso aos aviões da Gol e de outras empresas mas recebem a recusa como resposta. O senador disse mais: “Estou cansado de ver doentes que querem viajar e não podem porque a Gol diz que a colocação de uma maca para doente grave gerará problema de ordem econômica. Obesos não podem sentar-se no assento da Gol”.

 

Tião Viana recebeu os cumprimentos dos senadores Rodolpho Tourinho (PFL-BA), Ramez Tebet (PMDB-MS), César Borges (PFL-BA), Marcos Guerra (PSDB-ES), Leonel Pavan (PSDB-SC), Paulo Paim (PT-RS) e João Alberto Souza (PMDB-MA), que presidia a sessão. Todos os senadores concordaram em que a Anac tem que tomar providências urgentes em defesa do passageiro das linhas aéreas.

 

Ao concluir seu pronunciamento, Tião Viana disse que aguarda a manifestação do procurador da República e da diretoria da Anac, porque. Se não houver uma manifestação efetiva da Anac, cumprindo suas responsabilidades, vai apresentar na próxima semana de atividade do Congresso, no mês de agosto, um requerimento convocando a diretoria da Anac a ir à Comissão de Fiscalização e Controle para explicar a que veio no que concerne à regulamentação e ao respeito ao usuário brasileiro e às empresas, para que funcionem com a seriedade que o Brasil merece.

 

Fonte: Página 20

Link to comment
Share on other sites

que eu saiba, uma empresa aerea apensa endossa se ha lugar vago na aeronave, sendo o endosso tendo ultima prioridade.

 

e sim, uma empresa pode recusar o transporte de passageiro enfermo que necessite de maca, caso nao haja maca disponivel abordo.

 

na tam eu sei que tem de comprar 3 passagens de adulto + passagem do acompanhante.

e ainda tem de ver o tipo de enfermidade e cuidados ao longo do voo, caso contrario, nao embarca mesmo.

Link to comment
Share on other sites

Ontem de noite eu vi quandu passou na Tv senado o relato de Senador, e ele falou que era uma senhora com deficiencia visual, e quandu ela foi pedir ajuda ao funcionario da gol, ele disse q era pra ela ter embarcado antes e que agora ele naum poderia ajudar-la.

Link to comment
Share on other sites

Isso aí depende da base também né. Tem funcionário que é ignorante mesmo e até isso chegar na chefia muita gente já foi maltratada. Agora, quanto ao espaço não há nada a se investigar visto que ela coloca quantos passageiros quiser dentro do avião já que está homologado pela autoridade aeronáutica.

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Se o Senador Tiao Viana quer aparecer ou não, eh problema dele mas que ele ta cumprindo com a função, nao tenho duvidas.

É um Absurdo passageiro doente com cirurgia de torax cujo destino é GYN ou GRU, ter de viajar sentado, pq a empresa nao transporta maca!

Para mim, desumano e acho que nesse caso, o senador comprou a briga tambem por ser médico.

Infelizmente apenas a GOL esta ligando RBR com as demais capitais do centro sul e a boa notícia agora é a entrada da TAM nos proximos meses.

Outra coisa: depois que a VRG parou de operar Rio Branco, o valor da tarifa subiu sim, ate porque a GOL utiliza um coeficiente de calculo do tkt baseado na concorrente...e como esta sem concorrencia...ela fica livre pra fazer o q quiser pq a unica opcao seria um voo diurno da rico, via manaus.

 

Sem mais..

Link to comment
Share on other sites

e sim, uma empresa pode recusar o transporte de passageiro enfermo que necessite de maca, caso nao haja maca disponivel abordo.

 

na tam eu sei que tem de comprar 3 passagens de adulto + passagem do acompanhante.

e ainda tem de ver o tipo de enfermidade e cuidados ao longo do voo, caso contrario, nao embarca mesmo.

 

 

Se fosse um parente teu, tu não ia achar tão simples assim...

Link to comment
Share on other sites

Se o Senador Tiao Viana quer aparecer ou não, eh problema dele mas que ele ta cumprindo com a função, nao tenho duvidas.

É um Absurdo passageiro doente com cirurgia de torax cujo destino é GYN ou GRU, ter de viajar sentado, pq a empresa nao transporta maca!

Para mim, desumano e acho que nesse caso, o senador comprou a briga tambem por ser médico.

Infelizmente apenas a GOL esta ligando RBR com as demais capitais do centro sul e a boa notícia agora é a entrada da TAM nos proximos meses.

Outra coisa: depois que a VRG parou de operar Rio Branco, o valor da tarifa subiu sim, ate porque a GOL utiliza um coeficiente de calculo do tkt baseado na concorrente...e como esta sem concorrencia...ela fica livre pra fazer o q quiser pq a unica opcao seria um voo diurno da rico, via manaus.

 

Sem mais..

nao eh um absurdo, um absurdo eh obrigar empresas a prestarem um servico que ela nao se disponibiliza a fazer.

a tam tem o metodo dela de levar passageiros de maca que, nao necessitem de oxigenio extra e outros, mas cobra por 3 assentos pela maca + assento do acompanhante.

desumano? desumano eh uma pessoa recem operada insistir em viajar...

 

outra, a empresa pode abrir excecao a regra, mas se ela deseja voar 100% no padrao RBHA, eh problema dela. ela ta dentro das normas que regulamentam uma empresa aerea. Se um passageiro precisa de algo extra, ele que arque com o custo SE a transportadora tiver equipamento e tripulacao treinada para operar o mesmo.

 

Se fosse um parente teu, tu não ia achar tão simples assim...

seria mais simples ainda, nao ia deixar ele viajar durante um pos operatorio.

se fosse necessario, buscaria me informar como proceder para evitar dor de cabeca no check-in

sem contar que existem por ai UTIs moveis... mas eh mais facil achar que vai embarcar com um tanque de 02 num aviao de carreira neh?

Link to comment
Share on other sites

Os casos de maca não são somente de pessoas que "insistem" em viajar. Muitas vezes o passageiro esta em coma e o medico recomenda a remoçao imediata porque lá nao ha mais recursos.

Vc fala de uma realidade que não conhece, rapaz.

A regiao norte é uma area onde as pessoas sao carentes e precisam viajar para buscar atendimento médico em grandes centros pois se ficar esperando, morre.

UTI aerea é pra rico, ou no minimo, quem tem um bom plano de saúde.

Quando eu morei (e trabalhei) lá, há alguns anos atras, vi muita gente embarcar de maca e voltar andando.

As pessoas tem direito a uma chance e eu sou mais obrigar uma empresa a oferecer uma maca, do que banalizar a vida de um ser humano igual a mim, deixando ele morrer sem esperança alguma.

 

 

 

 

 

nao eh um absurdo, um absurdo eh obrigar empresas a prestarem um servico que ela nao se disponibiliza a fazer.

a tam tem o metodo dela de levar passageiros de maca que, nao necessitem de oxigenio extra e outros, mas cobra por 3 assentos pela maca + assento do acompanhante.

desumano? desumano eh uma pessoa recem operada insistir em viajar...

 

outra, a empresa pode abrir excecao a regra, mas se ela deseja voar 100% no padrao RBHA, eh problema dela. ela ta dentro das normas que regulamentam uma empresa aerea. Se um passageiro precisa de algo extra, ele que arque com o custo SE a transportadora tiver equipamento e tripulacao treinada para operar o mesmo.

seria mais simples ainda, nao ia deixar ele viajar durante um pos operatorio.

se fosse necessario, buscaria me informar como proceder para evitar dor de cabeca no check-in

sem contar que existem por ai UTIs moveis... mas eh mais facil achar que vai embarcar com um tanque de 02 num aviao de carreira neh?

Link to comment
Share on other sites

Os casos de maca não são somente de pessoas que "insistem" em viajar. Muitas vezes o passageiro esta em coma e o medico recomenda a remoçao imediata porque lá nao ha mais recursos.

Vc fala de uma realidade que não conhece, rapaz.

A regiao norte é uma area onde as pessoas sao carentes e precisam viajar para buscar atendimento médico em grandes centros pois se ficar esperando, morre.

UTI aerea é pra rico, ou no minimo, quem tem um bom plano de saúde.

Quando eu morei (e trabalhei) lá, há alguns anos atras, vi muita gente embarcar de maca e voltar andando.

As pessoas tem direito a uma chance e eu sou mais obrigar uma empresa a oferecer uma maca, do que banalizar a vida de um ser humano igual a mim, deixando ele morrer sem esperança alguma.

e arriscar a vida de outros 140 - 160 passageiros no processo por uma recomendacao?

nao tou defendendo a empresa, mas vc tb nao conhece a realidade, oh rapaz.

sabe quanto custa o transporte de uma maca? sao 3 assentos + acompanhante.

o passageiro nao pode precisar de O2 durante o transporte, tem de ter aval de uma equipe medica.

nao eh simples um cara que ta morrendo embarcar com maca e tudo pq eh recomendado.

assim como nao ha voos de hora em hora para os grandes centros... assim como tb nao ha garantias de morte do paciente durante o voo.

o problema esta

a o RBHA nao diz que eh mandatorio, e se a empresa (GOL) tem um perfil de NAO transportar passageiros que necessitem de maca, meus pesames, politica da empresa, e duvido muito que um discurso de um deputado vai conseguir dobrar o RBHA para que TODAS as empresas passem a ter tal perfil.

Veja na TAM que transporta passageiros em macas, mas tem os entraves dela.

 

se eh tao importante a remocao do paciente, provavelmente oriundo de um hospital publico, com certeza ele nao vai ter dinheiro para bancar seja UTI movel, seja uma maca (em media 3 assentos full fare) + acompanhante num voo de carreira.

 

entraves por entraves, as proprias empresas criam para terem resguardo de um eventual processo por omissao de seguranca ao transportar tal tipo de passageiro, assim como os problemas com a anvisa em caso de falecimento, ou mesmo com a ANAC por transportar material perigoso, que ja se enquadra fora do RBHA.

eu nao conheco a realidade, mas sei dos entraves. mas eh mais facil defender o transporte de passageiros enfermos de extrema urgencia em empresas que nao o fazem por questao de filosofia de gestao nao? :gria:

 

eu conheco gente que entra andando num hospital e sai de cadeira de rodas, ou que entra de maca e fica num andador o resto da vida...

a questao que vc soh ve o social, nao ve a seguranca dos demais passageiros, e ignora a visao de mercado de uma empresa.

Link to comment
Share on other sites

Arriscar a vida de outros passageiros acho que é precipitado demais, se nao, empresa nenhuma transportaria maca.

Essas questoes burocraticas e lamentáveis defendidas por vc, para mim, tem um fundo meramente capitalista, de mercado e, partindo desse principio, prefiro nao somente o lado social mas a questão humanitária, sim.

 

Deputado, não.

Tiao Viana é senador da republica e vice presidente do senado federal.

 

Sei bem o preço do transporte em maca, inclusive, quero te informar, que quem custeia esse transporte, em tarifa Y, (cheia/integral sem descontos) é o governo do estado do acre, atraves do programa TFD (tratamento fora do domicilio) assim como as demais despesas advindas para internaçao, cirurgias, etc.

Outra: quando eu embarcava maca, na RG, eram 9 (nove) assentos bloqueados para a colocaçao da mesma. Isso na traseira, nas ultimas fileiras do lado ABC, do boeing 737-200.

Fora as outras duas poltronas para o médico e o acompanhante, somando ao total 11 assentos para pax em maca.

Hoje em dia, nao sei como está pq abandonei o trabalho na aviaçao.

Agora não sabia que eram só 3 assentos e mais o acompanhante. E que o médico nao ia..

 

Mais: Ha alguns anos atras, meu primo foi salvo graças a esse tipo de transporte.

Não por necessidade social, financeira, pq ele nunca foi pobre, meu tio na epoca era Juiz, mas nos anos 80 nao conhecia-se as uti´s no ar.

o mesmo sofreu um acidente grave em Rio Branco, com TCE e reanimaçao. Embarcou 3 dias depois em coma profundo, respirando atraves de uma bala de oxigenio, com um medico e os pais, tendo como destino o Rio de Janeiro.

O comandante do voo 485 cancelou o pouso em CGR devido a gravidade do caso, rumando direto de CGB para GRU e depois GIG.

Graças a essa ação, humanitária e solidária, hoje ele vive normalmente e se salvou.

Vc ainda acha q eu posso concordar com a unica empresa que liga meu estado, aos grandes centros, em nao transportar passageiros de maca ?

 

 

 

 

 

e arriscar a vida de outros 140 - 160 passageiros no processo por uma recomendacao?

nao tou defendendo a empresa, mas vc tb nao conhece a realidade, oh rapaz.

sabe quanto custa o transporte de uma maca? sao 3 assentos + acompanhante.

o passageiro nao pode precisar de O2 durante o transporte, tem de ter aval de uma equipe medica.

nao eh simples um cara que ta morrendo embarcar com maca e tudo pq eh recomendado.

assim como nao ha voos de hora em hora para os grandes centros... assim como tb nao ha garantias de morte do paciente durante o voo.

o problema esta

a o RBHA nao diz que eh mandatorio, e se a empresa (GOL) tem um perfil de NAO transportar passageiros que necessitem de maca, meus pesames, politica da empresa, e duvido muito que um discurso de um deputado vai conseguir dobrar o RBHA para que TODAS as empresas passem a ter tal perfil.

Veja na TAM que transporta passageiros em macas, mas tem os entraves dela.

 

se eh tao importante a remocao do paciente, provavelmente oriundo de um hospital publico, com certeza ele nao vai ter dinheiro para bancar seja UTI movel, seja uma maca (em media 3 assentos full fare) + acompanhante num voo de carreira.

 

entraves por entraves, as proprias empresas criam para terem resguardo de um eventual processo por omissao de seguranca ao transportar tal tipo de passageiro, assim como os problemas com a anvisa em caso de falecimento, ou mesmo com a ANAC por transportar material perigoso, que ja se enquadra fora do RBHA.

eu nao conheco a realidade, mas sei dos entraves. mas eh mais facil defender o transporte de passageiros enfermos de extrema urgencia em empresas que nao o fazem por questao de filosofia de gestao nao? :gria:

 

eu conheco gente que entra andando num hospital e sai de cadeira de rodas, ou que entra de maca e fica num andador o resto da vida...

a questao que vc soh ve o social, nao ve a seguranca dos demais passageiros, e ignora a visao de mercado de uma empresa.

Link to comment
Share on other sites

Vendo esta discussão eu vou dizer uma coisa. Como mecânico, já cheguei a acompanhar vôos com maca, justamente para poder montá-la no avião. Desde a época da Rio Sul, montamos macas para trasnportar passageiros enfermos e geralmente essas pessoas foram salvas, graças a rapidez do avião. Só no mês passado montamos aqui em CGH umas três macas em aviões. Muita gente não tem condiçoes de pagar por um jatinho equipado como ambulância e acabam optando pela aviação comercial. Nem a Rio Sul e nem a Varig, que eu me lembre, jamais recusaram transportar passageiros nesta condição, desde que não seja doença infecto-contagiosa. De repente a atitude da Gol poder ser encarada como omissão de socorro dependendo do grau de gravidade do passageiro. Me corrijam se estiver errado, mas transporte é considerado utilidade pública e sendo assim as aéreas também são. Aviação não é somente transportar passageiros e/ou carga para cima e para baixo, mas também pode fazer diferença na hora de salvar uma vida.

Link to comment
Share on other sites

Vendo esta discussão eu vou dizer uma coisa. Como mecânico, já cheguei a acompanhar vôos com maca, justamente para poder montá-la no avião. Desde a época da Rio Sul, montamos macas para trasnportar passageiros enfermos e geralmente essas pessoas foram salvas, graças a rapidez do avião. Só no mês passado montamos aqui em CGH umas três macas em aviões. Muita gente não tem condiçoes de pagar por um jatinho equipado como ambulância e acabam optando pela aviação comercial. Nem a Rio Sul e nem a Varig, que eu me lembre, jamais recusaram transportar passageiros nesta condição, desde que não seja doença infecto-contagiosa. De repente a atitude da Gol poder ser encarada como omissão de socorro dependendo do grau de gravidade do passageiro. Me corrijam se estiver errado, mas transporte é considerado utilidade pública e sendo assim as aéreas também são. Aviação não é somente transportar passageiros e/ou carga para cima e para baixo, mas também pode fazer diferença na hora de salvar uma vida.

Osmair, quantos assentos chegavam a ser ocupados por essas macas?

Para constar, semanalmente o RG2097 realizava o transporte de paxs nessas condições que não sei se tinha como destino final RBR ou PVH.

Link to comment
Share on other sites

Bruno, são ocupados nove assentos, no caso do 737 os encostos das poltronas são rebatidos para frente e a maca montada por cima deles e fixada nos mesmos trilhos em que são fixadas as poltronas. Duas pessoas montam esta maca em quinze minutos. Na época da Rio Sul o mecânico acompanhava o vôo para poder montá-la, atualmente a maca já sai montada e não vai mais ninguém acompanhando. No mês passado montamos umas três macas, todas no RG2636 que fazia CGH/BSB/RBR/PVH/BSB/CGH. A maca da qual eu falo, é específica para o 737 e geralmente dispensa o uso de ferramentas.

Link to comment
Share on other sites

Bruno, são ocupados nove assentos, no caso do 737 os encostos das poltronas são rebatidos para frente e a maca montada por cima deles e fixada nos mesmos trilhos em que são fixadas as poltronas. Duas pessoas montam esta maca em quinze minutos. Na época da Rio Sul o mecânico acompanhava o vôo para poder montá-la, atualmente a maca já sai montada e não vai mais ninguém acompanhando. No mês passado montamos umas três macas, todas no RG2636 que fazia CGH/BSB/RBR/PVH/BSB/CGH. A maca da qual eu falo, é específica para o 737 e geralmente dispensa o uso de ferramentas.

Olá Osmair, grato pela info. :ohyes:

Link to comment
Share on other sites

Nem vou comentar muito pra não levar fama de pipoqueiro, mas acima de tudo EMPRESAS AÉREAS são mais que um negócio e sim detentoras de CONCESSÕES PÚBLICAS, logo... DEVEM transportar enfermos sim... elas utilizam os céus do país para fazer grana, logo tem que servirem de algo para o país...

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Aproveitando o assunto de maca, surgiu tb mais uma queixa da GOL não transportá-la. Veio da Fundação Hospitalar que exigiu na justiça esse tipo de transporte pela empresa devido a alguns pacientes estarem doentes e precisam da maca para viajar. Alias, o T.F.D(Tratamento Fora de Domícilio) é o problema aqui devido a ausência da Varig e a GOL ser a única com vôo no AC.

Link to comment
Share on other sites

Sem dúvida nenhuma a Gol pisa na bola, alega não poder cumprir com as exigências para o transporte de passageiros com FTD porquanto atua no segmento de "low cost/low fare", mas parece esquecer das tarifas salgadas que muias vezes aplica nos passageiros. Não questiono o serviço da GOL, mas a empresa não é low cost a tempos... Que falta faz a concorrência.

 

E.T. : A dignidade humana está acima dos interesses comerciais de qualquer companhia.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

MPF ganha ação contra a Gol para embarque de paciente do TFD

 

Uma liminar concedida pelo juiz federal da 3ª Vara da Seção Judiciária do Acre, Jair Facundes, na última quinta-feira, marcou mais uma etapa no embate travado pelo Ministério Público Federal (MPF) em busca da melhoria no atendimento aos passageiros da Companhia Aérea Gol, principalmente àqueles que são pacientes do programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e que precisam embarcar com o auxílio de algum equipamento especial (maca, balão de oxigênio, etc.).

 

A partir de uma Ação Civil Pública movida, na última quarta, pelo procurador da República Marcos Vinicius Aguiar Macedo, contra a Gol e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o juiz federal autorizou o paciente do TFD Manoel Juvenir Brandão, vítima de um tumor maligno, a viajar pela Gol até o Rio de Janeiro, para dar continuidade ao seu tratamento no Instituto Nacional do Câncer (Inca). De última hora, entretanto, o paciente teve uma piora em seu quadro de saúde e acabou não embarcando, tendo em vista considerações de ordem técnica. Atendendo ao pedido do MPF, Manoel deverá embarcar agora na madrugada do próximo domingo, porém ainda sem o equipamento de oxigênio.

 

Luta por melhorias - Incentivada e reforçada pelo apoio do senador Tião Viana (PT), a luta do MPF por mudanças nas condições de trabalho da Anac e da Gol ganhou novos contornos na semana passada, quando advogados da empresa vieram de São Paulo para tentar entrar em algum acordo sobre as reivindicações de melhorias feitas continuamente pelo MPF e pelo senador. Entretanto, segundo o procurador Marcos Vinicius, as "negociações amigáveis" não chegaram a nenhum efeito prático e, a partir de então, o MPF se viu na obrigação de judicializar algumas questões.

 

"Comecei com o problema de a Gol não querer transportar os pacientes de TFD que necessitam de algum equipamento especial, como aconteceu com o senhor Manoel. Este paciente está internado há dois meses em Rio Branco à espera de um leito no Inca, que foi obtido com muito sacrifício pela Secretaria Estadual de Saúde, e estava sob a pena de perder a reserva no Instituto. Ocorre que, com a crise da Varig e com o monopólio do sistema de transporte aéreo que a Anac permitiu que se estabelecesse no Estado, a Gol passou não só a colocar empecilhos para alocar em sua aeronaves passageiros que tinham passagens compradas pela Varig, devidamente endossadas, mas também a impor condicionantes ao transporte de pessoas doentes que precisam de algum tipo de cuidado especial. Tais fatos de flagrante abuso de poder e desrespeito aos usuários de transporte aéreo são inadmissíveis, muito mais quando sabemos que a Varig realizava este tipo de transporte sem problema algum", ressalta o procurador.

 

Fonte: Jornal A Gazeta

 

 

E mais:

 

Procurador entrará com ação coletiva contra a Companhia Gol

 

Em função das inúmeras reclamações sobre os abusos que vêm sendo praticados pela Gol contra seus usuários, o procurador da República Marcos Vinicius Aguiar Macedo conta que está preparando agora uma Ação Civil Pública Coletiva contra a Gol e a Anac, visando a solucionar essa questão de maneira mais ampla.

 

O procurador sabe que enfrentará algumas dificuldades, tendo em vista que, ao que parece, realmente as aeronaves da Gol não estão preparadas para comportarem algum dispositivo de fixação de uma maca, por exemplo (diferentemente dos aviões da Varig, que estão homologados pela Anac como "aeronaves ambulância"). Entretanto, ressalta que se não houve "pressão", a situação tende a ficar ainda crítica, com prejuízos constantes para todos os usuários de transporte aéreo do Estado.

 

"A Gol justifica que para fixar uma maca dentro do avião necessitaria de uma pequena reforma no interior da aeronave, com posterior homologação da Anac. Outro problema é que a retirada dos assentos para fixar a maca levaria algum tempo no aeroporto de Rio Branco, tempo este do qual a Gol não quer abrir mão, em função de seu sistema 'baixo custo, baixa tarifa'. Por estes e outros motivos, sabemos que não será fácil conseguir as nossas solicitações, mas precisamos continuar trabalhando insistentemente para garantir as melhorias nos procedimentos e, conseqüentemente, um atendimento respeitoso e mais humano aos passageiros", diz o procurador.

 

Fonte: Jornal A Gazeta

Link to comment
Share on other sites

PQ esse Sr que se diz Senador nao procura melhorar os hospitais dessas regioes do que arrumar problemas para as cia aereas ... isso e so pra promoçao politica ..... Que aparecer mande arrumar os hospitais compre aeronaves proprias para cada estado para q possa transportar os doentes etc... a GOL vem sofrendo com a Justiça a Muito tempo .....

Link to comment
Share on other sites

Convenhamos, a GOL é a companhia aérea brasileira que menos oferece conforto e atenção ao passageiro/cliente. Viajar de GOL só traz a vantagem que aviação em si oferece (a velocidade) pq de resto até os ônibus rodoviários saem na frente (ônibus convencional tem maior espaçamento entre os assentos que os 737 da GOL!!!).

 

Varig forever!!

Link to comment
Share on other sites

Guest Tonho

A GOL não engana o cliente. Quem voa de GOL está ciente que a empresa é de BAIXO CUSTO / serviço simplificado.

 

Ninguém é obrigado a voar de GOL, se não quiser voar em uma companhia que opera nesse esquema, procure uma congênere, ams pague o preço devido!

 

:lala:

Link to comment
Share on other sites

A GOL não engana o cliente. Quem voa de GOL está ciente que a empresa é de BAIXO CUSTO / serviço simplificado.

 

Ninguém é obrigado a voar de GOL, se não quiser voar em uma companhia que opera nesse esquema, procure uma congênere, ams pague o preço devido!

 

;)

 

Ah, esse marketing das Linhas Aéreas Superinteligentes não funciona mais...já sabemos que os preços dela não são os mais baratos. Até a VARIG tá vendendo passagens mais baixas!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade