Jump to content

Minas Gerais ganha novo pólo aeronáutico brasileiro


Mineirinho

Recommended Posts

O governador Aécio Neves e o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciaram nesta segunda-feira (30), em Itajubá, Sul de Minas, a implantação do Pólo Aeronáutico Brasileiro de Helicópteros de Grande Porte, para produção e desenvolvimento do helicóptero Super Cougar. O anúncio foi feito durante a comemoração dos 30 anos de atividades da Helibras, quando foi assinada declaração de intenção entre os Ministérios da Defesa do Brasil e da França para facilitar aquisições de helicópteros e viabilizar o projeto industrial de produção do novo helicóptero.

 

O novo pólo aeronáutico brasileiro será implantado a partir da fábrica da Helibras, em Itajubá, envolvendo também fornecedores de peças e equipamentos instalados em outros estados brasileiros. A Eurocopter, empresa francesa controladora da Helibras, vai investir cerca de 350 milhões de euros na expansão da fábrica em Itajubá, para a implantação da linha de produção do helicóptero de grande porte.

 

“Mais do que um projeto mineiro, este é um projeto de extraordinária dimensão nacional. Da mesma forma que nos consolidamos através da Embraer como importante pólo de fabricação de aeronaves do mundo, nós estamos iniciando, a partir desses entendimentos, o segundo grande pólo de indústria aeronáutica do Brasil, a partir de Itajubá e com parceiros de outras partes do país”, disse Aécio Neves, em pronunciamento durante a solenidade.

 

Os entendimentos assinados entre Brasil e França incluem a transferência e desenvolvimento de tecnologias no Brasil, a ampliação da autonomia das Forças Armadas e o aumento da capacidade exportadora do país no setor aeronáutico. O governo brasileiro se comprometeu, por meio das Forças Armadas – Aeronáutica, Marinha e Exército – a adquirir os novos helicópteros da Helibras.

 

“O Brasil definitivamente entra na era da produção de helicópteros de grande porte, com esse investimento em Itajubá. E essa parceria com a Eurocopter deixa o Brasil numa situação absolutamente confortável porque não só vamos produzir, como dinamizar as vendas em toda a América latina, que é um mercado extraordinário”, disse o presidente Lula, que foi à Helibras acompanhado dos ministros Hélio Costa (Comunicações), Nelson Jobim (Defesa) e Miguel Jorge (Desenvolvimento, Indústria e Comércio).

 

Inteligência competitiva

 

Durante a solenidade em Itajubá, o governador Aécio Neves e o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Robson Andrade, entregaram ao presidente do Conselho de Administração da Helibras, Jorge Viana, um diagnóstico sobre as possibilidades que o Estado oferece para que novos fornecedores da empresa se instalem na região.

 

“Esse é um projeto extremamente bem feito e elaborado, que chamamos de Núcleo de Inteligência Competitiva, onde Minas se coloca à disposição do grupo para que possamos ter além desse, novos investimentos no nosso Estado. Há uma série de possibilidades para que fornecedores de produtos que serão demandados na nova etapa dessa indústria possam se instalar em Minas, em especial no entorno da fábrica em Itajubá, trazendo mais emprego, mais renda e mais desenvolvimento para toda a região”, declarou Aécio Neves.

 

Durante a solenidade, o governador e o presidente da República visitaram o galpão de montagem de aeronaves da Helibras. Eles também receberam medalha em comemoração aos 30 anos da empresa. Também estiveram presentes o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel e o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Alberto Portugal.

 

Helibras

 

A Helibras é a única fabricante de helicópteros da América Latina, que monta e vende aeronaves da linha francesa Eurocopter no Brasil. O Governo de Minas detém 25% do capital votante da Helibras, por meio da MGI Participações. A Eurocopter tem 45% das ações e 30% são do grupo financeiro Bueninvest. Além da produção mensal de três helicópteros Esquilo, com o projeto da nova fábrica, entra em operação o SuperCougar, de médio porte, com capacidade para 20 pessoas e cerca de 10 toneladas, para atender o mercado interno e exportação.

 

Desde a sua criação, em 1980, a Helibras já produziu e entregou ao mercado cerca de 500 helicópteros, 70% deles do modelo Esquilo, considerado uma opção de transporte versátil para as grandes cidades. O Esquilo é o helicóptero mais vendido no país e um dos mais comercializados no mundo.

 

A Helibras emprega 250 funcionários. As vendas da empresa cresceram 55% em 2007, sobre o ano anterior, alcançando faturamento de US$ 92 milhões, com a entrega de 25 helicópteros. A carteira de encomendas é de 48 unidades, o que preenche toda a produção deste ano. A fila de espera do modelo Esquilo vai até 2010.

 

 

Fonte: Minas Online

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade