Jump to content

Matlin compra empresa que herdará ativos da VarigLog.


navegador

Recommended Posts

O fundo norte-americano Matlin Patterson anunciou a conclusão da aquisição de uma nova empresa de carga aérea nos Estados Unidos, a Arrow Cargo, que terá reflexo direto nos destinos da VarigLog. O mais grave é que o comunicado sinaliza a transferência de ativos da empresa brasileira, estimados hoje em US$ 90 milhões, para a companhia norte-americana.

 

O anúncio foi realizado pelo próprio empresário Lap Wai Chan, que aparece na nota oficial como managing partner do Matlin Patterson. Nela, Chan informa a aquisição completa da Arrow Cargo e que no processo de renovação das aeronaves serão introduzidos Boeings 757 e, para 2010, os Airbus A330F. Para o leigo, é uma informação trivial. Porém, quando o olho de especialista é colocado sobre o anúncio, descobre-se que serão os seis Airbus A330-F adquiridos pela VarigLog em 5 de abril de 2007 que vão seguir para a frota da concorrente.

 

O contrato entre a Airbus e a VarigLog foi celebrado no ano passado, e foi assinado pelo então presidente da empresa João Luís Bernes de Sousa e rubricado pelos sócios brasileiros, além do próprio Lap Wai Chan. Não se trata de uma compra da Matlin Patterson ou de uma de suas empresas de leasing, mas uma aquisição realizada pela própria VarigLog, que é dona das opções de compra e das posições do fabricante. Como se tratam de aviões novos, só o fato de possuir estas posições representa um ativo patrimonial da ordem de US$ 15 milhões por aeronave, segundo especialistas do setor. Como a compra foi de seis aernonaves, o valor total de receita que a VarigLog teria somaria US$ 90 milhões.

 

Os Boeing 757 que estão sendo anunciados para a frota da Arrow são os mesmos que estão voando com as cores da VarigLog e que serão transferidos para a empresa norte-americana, que opera vôos regulares de carga de Miami ao Brasil entre suas rotas.

 

Conforme o Jornal do Brasil e a Gazeta Mercantil revelaram dia 18 de abril, o fundo Matlin Patterson já estava transferindo as operações internacionais que pertenciam a VarigLog para a sua nova empresa, inclusive colocando na gestão da brasileira executivos oriundos da nova companhia de carga.

 

Medidas jurídicas

 

A oficialização do negócio, realizada apenas nos Estados Unidos, e a sinalização da transferência das opções de compra dos Airbus A330-F para a Arrow, levaram o acionista minoritário da VarigLog, a FRBPar Participações, a preparar ontem medidas jurídicas cabíveis contra a dilapidação de um dos maiores ativos da empresa. Para César Curi, presidente da Fundação Ruben Berta, "não se poderá permitir que ativos da VarigLog continuem sendo transferidos para outras empresas da Matlin Patterson, sem que a empresa brasileira seja remunerada. Tomaremos as medidas judiciais cabíveis".

 

Sobre a acusação de fraude da ata da eleição da nova diretoria da VarigLog, que levou a FRBPar Participações a entrar como parte do processo da 17ª Vara Cível em São Paulo, César Curi revela não entender a morosidade da Justiça paulista. "Parece que o assunto foi colocado de lado pela Justiça, que não deu a atenção devida que esta apuração merece."

 

Na nota oficial distribuída nos Estados Unidos, a Arrow Cargo é apresentada como uma empresa de nove aeronaves, com vôos para o Caribe, América Central e América do Sul e que passou 85% do seu controle para o terceiro fundo da Matlin Patterson. O valor final da transação não foi informado.

 

Fonte: Gazeta Mercantil

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade