Jump to content

Sindicatos devem aprovar proposta da Varig Log


-GustavoK-

Recommended Posts

Fonte: INVERTIA

 

 

Os sindicatos dos trabalhadores ligados à Varig devem aprovar na assembléia de credores desta segunda-feira o novo plano de recuperação da empresa, que foi ajustado à proposta de compra feita pela Varig Log.

 

As entidades conseguiram na Justiça, neste final de semana, o direito de votar pela aprovação do plano de compra da empresa pela ex-subsidiária Varig Log. Na última assembléia de credores, a empresa Trabalhadores do Grupo Varig (TGV) votou pela categoria por meio de procurações.

 

Com essa decisão, a classe de credores 1 da Varig, composta por seus funcionários, vai aprovar a venda para a Varig Log, informou o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC), Celso Klafke. "Nossa posição, e dos cinco sindicatos que representamos, é de votar à favor da Varig Log. Não estamos satisfeitos, mas é a única que existe", disse Klafke a jornalistas antes do início da assembléia de credores que acontece nesta segunda-feira.

 

"Voltamos a votar hoje, a TGV não representa nada", afirmou a presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários, Selma Balbino. Segundo ela, os sindicatos decidiram pela aprovação do novo plano em reunião realizada no domingo.

 

Além dos trabalhadores, votarão na assembléia, os credores das classes 2 (fundo de pensão Aerus e Banco do Brasil e 3 (empresas de leasing e estatais). Os três grupos estiveram reunidos na semana passada para discutir a novo plano de recuperação adaptado à proposta da Varig Log. No encontro, as empresas públicas já haviam indicado a aprovação do plano.

 

Um dos pontos sensíveis da proposta é a possibilidade da Fundação Ruben Berta continuar no comando da chamada Varig "velha", que herdará as dívidas, 50 trabalhadores, um avião que faz a linha São Paulo-Recife, o centro de treinamento e o fretamento de aeronaves.

 

O juiz responsável pelo caso, Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) descartou a possibilidade na semana passada e os sindicato, segundo Selma, não contam com essa possibilidade. "Quem fica no controle é a administradora judicial. A única possibilidade é que a administradora judicial, Deloitte, permaneça no controle da recuperação", disse Selma nesta segunda-feira.

 

A Varig Log oferece preço mínimo de US$ 24 milhões pela companhia e a criação de uma nova empresa com até 2 mil funcionários e 13 aviões e propõe a emissão de debêntures (títulos da dívida da empresa) para garantir o pagamento de credores.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade