Jump to content

Congonhas vai ampliar pista do Aerolula


Regis

Recommended Posts

Congonhas vai ampliar pista do Aerolula

 

Projeto orçado em R$ 4 milhões é a primeira medida de segurança no aeroporto após acidente com aeronave da TAM

 

Governo avalia que a área de pousos e decolagens do avião presidencial e de demais autoridades está muito próxima à de outros aviões

 

ANDREZA MATAIS

FERNANDA ODILLA

DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

 

O Ministério da Defesa pediu à Infraero que amplie a pista do aeroporto de Congonhas (zona sul da capital paulista) para garantir a segurança dos vôos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de outras autoridades, inclusive militares.

Uma das propostas, orçada em R$ 4 milhões, é construir uma laje similar à de viadutos que teria capacidade para receber o Aerolula e aeronaves de outras autoridades.

A idéia é aumentar o espaço destinado a pousos e decolagens das aeronaves VIPs.

A medida é a primeira na área de segurança definida após o acidente com o avião da TAM no ano passado. Desde o acidente, em 17 de julho de 2007, em Congonhas, o governo não tomou novas medidas de segurança no terminal.

A pista principal teve a dimensão reduzida e foi feito "grooving" (ranhuras), mas são medidas que já estavam previstas antes do desastre.

A avaliação no governo é que a área reservada a pousos e decolagens do avião presidencial está próxima à destinada para as demais aeronaves, havendo risco de as asas se chocarem.

"Vamos alocar o avião presidencial e os que demandam aquele terminal num pátio específico. Queremos aumentar o nível de segurança", disse o ministro Nelson Jobim (Defesa).

A medida é necessária, segundo Jobim, porque haverá maior circulação de aeronaves em Congonhas com a decisão do governo de reduzir o tempo de pouso e decolagem no local.

O presidente da Infraero, Sérgio Gaudenzi, disse que o projeto está orçado em R$ 4 milhões. A Folha apurou que a laje seria construída sobre uma área de estacionamento de carros utilizada hoje pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) entre o terminal de passageiros e a ala de desembarque de autoridades.

Outra alternativa seria o recorte num canteiro e a ampliação de uma área em cima de um aterro onde o avião ficaria estacionado. Esse projeto está orçado em R$ 2 milhões e exigiria deslocamento das aeronaves VIPs para embarque e desembarque.

"Vai caber à Presidência examinar as opções e escolher", disse Gaudenzi. Segundo ele, não há intenção de fazer mudanças no saguão de autoridades de Congonhas, considerado um dos melhores do país.

O presidente da Infraero disse que, apesar de previstas para aumentar a segurança do aeroporto, não há previsão para iniciar a construção da área de escape e das mudanças na torre do terminal.

 

Fonte: Folha de S. Paulo- 11/07/08

Link to comment
Share on other sites

vai neh! eles estao de sacanagem?

 

ampliar a pista ou outra medida nem se comenta,mas para ampliar o patio aonde o Aepinga vai ficar estacionado ja tem projeto?

 

ahhhhhh

Link to comment
Share on other sites

Meu que matéria escrota... só pode ser de proposito. No começo a matéria fala em expandir a pista (impossível só com 4 milhões), no final da a entender que na verdade é a expansão do terminal de autoridades, com construção de uma laje aonde hoje é o estacionamento da ANAC (factível ).

 

 

Oooo imprensa boa essa...

 

[]´s

Link to comment
Share on other sites

Só por curiosidade, toda vez que vou a CGH tem um Super Puma lá no Pátio VIP, ele tem ficado em SP direto disponivel pra Presidência ou foi coincidência?

Link to comment
Share on other sites

É Chico. E com essa atitude que demostraram e o que da para entender :thumbsdown_still:

 

Pérai, alguém pode desenhar para eu entender? Ok, estamos de manhã e tal, mas, não misturaram laranja com batatas aí não?! :uhm:

 

Eu tinha entendido que iriam ampliar a pista e lendo, na verdade, vão ampliar o pátio VIP, é isto? Se for a pista, creio que R$4mi é muito pouco, dado que vão fazer uma baita lage concretada nas cabeceiras. Se for um pátio, ainda mais o das otoridades, pelo amor de minhas bolas. :th_banghead:

 

Então, será que os mesmos indignados com o parquinho da TAM no Shopping não vão ficar indignados com isto não?

 

 

Link to comment
Share on other sites

Precisa de uma idéia de calango? Chame o Jobim!

 

"O Ministério da Defesa pediu à Infraero que amplie a pista do aeroporto de Congonhas (zona sul da capital paulista) para garantir a segurança dos vôos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de outras autoridades, inclusive militares."

 

:unsure:

 

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Sem desmerecer..... mas o Jobim parece aquele advogado de meia idade que não conseguiu nenhuma conquista grande na carreira, no máximo tem um escritório mediano na periferia e ACHA que entende algo de aviação..

 

Pelo amor de Deus.... o cara que escreveu a matéria consegue ser mais tosco do que essa ideia de que apenas as "otoridades" precisam de segurança....

 

Era em cima de uma decisão dessa que as familias das vitimas do 3054 tinham que se revoltar e meter o pau...... isso sim faz parecer que a morte dos 199 foi em vão....

 

Fui..

Link to comment
Share on other sites

Vishhhh

Quem foi que escreveu essa salada???

Fala de ampliar pista de aeroporto, depois fala que vai ampliar o pátio, e no meio dessa salada toda ainda dizem que a ampliação da pista é para o avião presidencial.

 

Jornalista não entender de aviação e falar bobagem é normal, mas escrever mal e dar tripla interpretação pro texto precisa ser gênio hein...:6:

Link to comment
Share on other sites

Gente,

 

fiquei feliz em saber que eu não sou tão idiota quanto pensava e não fui o único a entender que era a pista que eles iriam aumentar. Afinal, até onde entendo um pouquinho de aviação, "área de pouso e decolagem = pista"! Ou não é??? Nossa imprensa está ficando pior do que as nossas autoridades aeronáuticas!

 

Vamos ver então se dá pra desenhar: eles querem fazer uma "laje" (adorei essa, quem sabe dê pra instalar uma churrasqueira de espetinhos de gato e um palquinho pro grupo de pagode do Planalto pro tio molusco beber a sua pinguinha sossegado nos finais de semana, hehehe! Enfim...) só pra guardar o AeroMolusco alguns metros mais longe da pista???

 

Eles acreditam que se um avião chegar a se desviar o suficiente da pista principal em um pouso mal-sucedido, como aconteceu com o MBK eles vão conseguir reduzir o estrago "empurrando" o ACJ um pouquinho pro lado?

 

Entendo que aquele acéfalo a sua curriola tenham que ser "protegidos" por se tratarem das autoridades máximas do país, mas nesse caso o aeroporto não fica fechado de qualquer maneira quando o nosso Animal Presidencial está embarcando?

 

:uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm: :uhm:

 

Já pedi isso aqui uma vez e vou repetir: alguém com mais acesso se incomodaria de me fazer a gentileza de arrancar os corações desta corja pela garganta?

Agradecido...

Link to comment
Share on other sites

Voltei!

 

Acabei de acessar o site da Folha de São Paulo, porque eu fiz questão de mostrar a minha indignação com o texto tosco que eles publicaram e me deparei com a seguinte página:

 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/erramos/

 

PQP, haja besteira pra escrever em um jornal só, hein? Tem dia com mais de 7 erratas! Será que em um jornal desse tamanho e de tamanha importância não tem ninguém se prestando a ler as matérias antes de publicar? Já perguntei isso aqui uma vez: custa se informar um pouquinho mais antes de escrever?

 

Custa!

Link to comment
Share on other sites

Cade aqueles aproveitadores que estavam tentando ganhar viagens de graça as custas TAM por causa de um parquinho em forma de A320? Será que eles vão ficar calados agora e assistir essa palhaçada sem soltar um grito de assassino em direçao ao governo?

Link to comment
Share on other sites

Voltei!

 

Acabei de acessar o site da Folha de São Paulo, porque eu fiz questão de mostrar a minha indignação com o texto tosco que eles publicaram e me deparei com a seguinte página:

 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/erramos/

 

PQP, haja besteira pra escrever em um jornal só, hein? Tem dia com mais de 7 erratas! Será que em um jornal desse tamanho e de tamanha importância não tem ninguém se prestando a ler as matérias antes de publicar? Já perguntei isso aqui uma vez: custa se informar um pouquinho mais antes de escrever?

 

Custa!

 

Essa da laje com a churrasqueira foi ótima... só faltou a piscina de prástico de 1000 litro e a antela de TV do lado para servir de varal das camisetas do pessoal.

 

Então, acho que tive a resposta para sua perguta estes dias.

 

Dêem uma olhada aqui:

 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u421093.shtml

 

Mas este trecho é o que em partes sintetiza as trapalhadas que a imprensa anda fazendo, como divulgar o incêndio na loja de colchões como sendo a queda de um ATR da Pantanal.

 

"4) O repórter Cesar Tralli, um dos mais respeitados do jornalismo brasileiro, dispensa defesas; os furos que dá, ambição de todo jornalista, são fruto de seu talento, de sua credibilidade e de trabalho árduo; "

 

Na ânsia de darem o furo, acaba mesmo é saindo outra coisa que sai, depois de uma ânsia: :puke: Em partes a velocidade da internet anda mesmo é provocando tropeços. Aquela de sair a edição só no dia seguinte, abre margens para uma correção ou melhor apuração dos fatos.

 

Eu não sei se esta frase é realmente do Cmte Rolim Amaro, mas tem uma frase que acho vamos dizer, pertinente: "O Jornal de hoje embrulha a banana amanhã". E hoje, acho que mais do que nunca.

 

Porém, que não deixa de ser uma palha-assada essa tal laje, não há dúvidas.

Link to comment
Share on other sites

Só por curiosidade, toda vez que vou a CGH tem um Super Puma lá no Pátio VIP, ele tem ficado em SP direto disponivel pra Presidência ou foi coincidência?

Ele fica quando o molusco está em SP, o presidente desembarca em CGH, pega o Super Puma e vai para SBC, onde reside. Ou, como já presenciei, vai de helicóptero até o Ipiranga, desce no Pq. da Independência, fecha a av. Nazaré e segue de carro até a esquina de cima, onde fica seu cabeleireiro. Isso mesmo, cheguei a ver os dos Super Pumas descendo alí pra levar o cara pra cortar o cabelo, é o #####mulo do absurdo.

 

Aliás, semana passada ele foi no lançamento do novo Gol, na VW, em SBC, e, na fonia, ouvi os dois Super Pumas brancos chamando, o 8735 e o 8740, transporte VIP dos petralhas, que não perdem uma festinha regada a Wisky e Champanhe. :suicide_anim:

 

Link to comment
Share on other sites

Problema maior quem mora perto.

O molusco mora na rua atras de casa

E quando ele chega, sai da rollys royce em comitiva pro predio dela.

Ai interditam a rua aqui atras.

Um dia pra atravessar tive que esperar 30 minutos e ainda vi ele passar.

Ahh se eu tivesse um ovo

Link to comment
Share on other sites

Problema maior quem mora perto.

O molusco mora na rua atras de casa

E quando ele chega, sai da rollys royce em comitiva pro predio dela.

Ai interditam a rua aqui atras.

Um dia pra atravessar tive que esperar 30 minutos e ainda vi ele passar.

Ahh se eu tivesse um ovo

 

Eu tenho dois..... :macumba: :macumba:

Link to comment
Share on other sites

11/07 - Nota à Imprensa - INFRAERO

 

A respeito de reportagens com informações erradas sobre obras no Aeroporto de Congonhas, publicadas hoje (11/7), a Infraero esclarece que:

 

- Não se trata de ampliação de pista, mas apenas de deslocamento do estacionamento onde páram aeronaves de autoridades ou de transferência do mesmo para outro setor do Aeroporto de Congonhas. A medida visa agilizar o tráfego na pista de táxi que passa ao lado do estacionamento, já que a velocidade do taxiamento de outras aeronaves diminui quando aviões de grande porte estão ali parados.

 

- A medida não é a primeira na área de segurança após o acidente com o avião da TAM, conforme obras e ações implementadas relacionadas abaixo. Também não é verdade que não existe previsão para construção de área de escape e torre de controle:

 

 Reforma da Pista Auxiliar: tratamento de juntas, fresagem, recapeamento, grooving e sinalização horizontal.

Data de início da obra : 27/02/2007

Data do término da obra: 08/05/2007 terminou recapeamento e o grooving finalizou em 21/07/2007.

Valor: R$ 13 milhões

 

 Reforma da Pista Principal: Recuperação, correção das declividades, novo balizamento (sinalização luminosa das pistas para auxílio do pouso das aeronaves) e a renovação de toda a sinalização horizontal (pintura das faixas na pista).

Data de início: 14/05/2007

Data do término: 29/06/2007 termina o recapeamento

Valor: R$ 19,9 milhões

 

 Grooving Pista Principal: Iniciou em 25/07/2007 e finalizou em 15/09/2007, conforme determinação do Ministério da Defesa.

 

 Criação de Taxiway: 27/09//2007 é entregue a complementação dos trechos das pistas de táxi nas alças de interligação das duas pistas (principal e auxiliar)

Valor: está contemplada no valor da obra da pista principal

 

 Túnel: Em 25 de janeiro de 2008 a Infraero inaugurou uma passagem subterrânea que liga a Avenida Washington Luís ao acesso viário do terminal de passageiros e do estacionamento

Início da Obra: dez/06

Fim da Obra: jan/08

Valor: R$ 23 milhões

 

MEDIDAS PÓS-CRISE

 

 Criação de área de escape: 27 de setembro/2007 - A Anac cria a portaria que determina a adoção de medidas para aumento da proteção das pistas do Aeroporto de Congonhas, em caso da ocorrência de saída de pistas. Essa medida determina a criação de resa (área de escape) para as duas pistas. Dessa forma a pista principal fica com 1.640m (com mais 150 m de resa em cada cabeceira) e a auxiliar fica com 1.195 (com mais 120 m de resa em cada cabeceira). De acordo com a Anac, as áreas de escape já existem e continuam ativas em Congonhas, e não necessitam de obras para funcionar.

 

 Nova malha aérea - 1º de outubro/2007 – Entra em vigor a nova malha aérea que regulamenta 33 slots (movimentos de pousos ou decolagens) por hora. Também ficou definido que partidas ou chegadas em Congonhas deveriam ser planejadas observando-se um raio de mil quilômetros. Continuam proibidos em Congonhas: escalas, conexões, fretamentos, charter.

 

 Malha alta temporada - 21 de dezembro/2007 – Passa a vigorar a malha para a alta temporada que iria até o dia 15 de março. A capacidade de operação de Congonhas passou a ser de 32 movimentos/hora. Sendo 30 na aviação regular e 4 na aviação geral. Os vôos deverão ser programados até 22h30 e o raio de cobertura passou a ser de 1.500 quilômetros. As empresas aéreas também terão de se programar para operar em Congonhas com as características do pouso e decolagem em pista molhada, independente das condições climáticas. Com isso, terão de voar com os aparelhos mais leves do que estariam no caso de pista seca.

 

 Retorno escalas - 16 de março/2008 - foi autorizado pela ANAC o retorno das operações de escalas, conexões, fretamentos e charter (este apenas autorizados nos finais de semana, quando há ociosidade - entre 14 horas de sábado e 14 horas de domingo, com intervalo entre 22h45 e 6 horas).

 

 Atualmente, o número de slots para a aviação comercial permanece em 30, a programação para pista molhada também e o raio de cobertura de operações de pousos e decolagens, em Congonhas é de 1.500 km.

 

 Movimento: Redução de 17,97% nos pousos e decolagens no comparativo de janeiro a maio de 2007 (91.553) para janeiro a maio de 2008 (75.102). Redução de 27,48% na movimentação de passageiros no comparativo de janeiro a maio de 2007 (7.662.698) para janeiro a maio de 2008 (5.556.786).

 

 Torre de controle: Está em operação um conjunto de equipamentos novos alocados pelo Comando da Aeronáutica/Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DCEA). E há duas licitações em processo para a construção de uma nova torre. Uma licitação para a obra civil da torre e a outra para instalação de mais equipamentos e sistemas especiais.

 

Outras informações sobre o assunto estão respondidas no site do Ministério da Defesa em nota oficial publicada.

 

 

Assessoria de Imprensa Infraero

imprensa@infraero.gov.br

 

 

 

Abraço

 

Link to comment
Share on other sites

 Criação de área de escape: 27 de setembro/2007 - A Anac cria a portaria que determina a adoção de medidas para aumento da proteção das pistas do Aeroporto de Congonhas, em caso da ocorrência de saída de pistas. Essa medida determina a criação de resa (área de escape) para as duas pistas. Dessa forma a pista principal fica com 1.640m (com mais 150 m de resa em cada cabeceira) e a auxiliar fica com 1.195 (com mais 120 m de resa em cada cabeceira). De acordo com a Anac, as áreas de escape já existem e continuam ativas em Congonhas, e não necessitam de obras para funcionar.

 

Muito bom! Criaram uma área de escape virtual...

Se ao menos colocassem aquele piso que segura as aeronaves em caso de overrun...

 

Viva o Brasil, poxa! Somos muito competentes! Nós "agarantimos" que Congonhas é um aeroporto seguro, mas só até a próxima carnificina.;..

 

Rafael

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade