Jump to content

AeroBoero cai em Fernandópolis-SP


Michel C. Mata

Recommended Posts

http://noticias.terra.com.br/brasil/intern...-EI8139,00.html

 

Um avião pequeno sofreu um acidente próximo ao Aeroporto Municipal de Fernandópolis, no interior de São Paulo. Houve uma falha no pouso e a aerovane virou de cabeça para baixo.

 

Segundo a Polícia Civil, o acidente ocorreu por volta das 17h. Um aluno e um instrutor de vôo ocupavam o avião. Eles não ficaram feridos.

 

*Alguém sabe de onde é esse Boero? Não dá pra ver o prefixo completo.

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

 

Graças a Deus ninguém se feriu!

 

Pena do Boerinho... mesmo que falem mal dele, tenho muito respeito, afinal, melhor aprender a voar num bichinho difícil. E ele não é tão ruim como falam.

 

Será que dá pra consertar?

 

Valeu!

 

Caravelle

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

 

Graças a Deus ninguém se feriu!

 

Pena do Boerinho... mesmo que falem mal dele, tenho muito respeito, afinal, melhor aprender a voar num bichinho difícil. E ele não é tão ruim como falam.

 

Será que dá pra consertar?

 

Valeu!

 

Caravelle

 

Realmente.

 

O Boero, para mim, não é tão ruim quanto pintam. Eu acho mais fácil o pouso do Boero, que do Paulistinha. Para um iniciante, aquela flutuação típica do P56C atrapalha

Link to comment
Share on other sites

aki em BH tamb....!!!!

o Boeiro GLK do Aeroclube de Minas Gerais bateu com as duas asas no chão no vôo de check de um aluno na seta feira.

Ainda não temos um parecer da manutenção mas as duas asas estão empenadas e ele está parado no Aeroporto da Pampulha...

o pior de tudo...se acidentou na sexta a tarde..eu ía voar nele no sábado!!! :(

Link to comment
Share on other sites

aki em BH tamb....!!!!

o Boeiro GLK do Aeroclube de Minas Gerais bateu com as duas asas no chão no vôo de check de um aluno na seta feira.

Ainda não temos um parecer da manutenção mas as duas asas estão empenadas e ele está parado no Aeroporto da Pampulha...

o pior de tudo...se acidentou na sexta a tarde..eu ía voar nele no sábado!!! :(

 

Eu acho que alguém não passou no check...

Link to comment
Share on other sites

O prefixo é esse PP-GEJ

MATRÍCULA: PP-GEJ

 

Fabricante: AERO BOERO

Modelo: AB-115

Número de Série: 224B

Tipo ICAO : AB11

Tipo de Habilitação para Pilotos: MNTE

Classe da Aeronave: Avião de 1 motor convencional

Peso Máximo de Decolagem: 770 - Kg

Número Máximo de Passageiros: 000

 

 

 

Categoria de Registro: PRIVADA INSTRUCAO

Número dos Certificados (CM - CA): 13461

Situação no RAB: CUMPRIR ITEM 7.1/IAC180-1002A ATE AGO/06

Data da Compra/Transferência: 21/05/92

 

 

 

Data de Validade do CA: 07/12/10

Data de Validade da IAM: 28/02/09

Data de Validade do Seguro: 07/08/08

Situação de Aeronavegabilidade: Normal

Link to comment
Share on other sites

Eu acho que alguém não passou no check...

 

Realmente laranjão, não passou...mas foi mta sacanagem...

o Aeroclube de MG entrou com um pedido, se não me engano, para o Aurélio, superintendente da ANAC no estado de MG para que os vôos de check do aeroclube não sejam mais com militares.

O que ocorreu foi que o checador,militar,pediu ao aluno que fizesse um pouso no aeroporto da Pampulha.

Até onde sei ele fez tudo perfeito apenas chegou um pouco alto preocupado com a barragem.Esse procedimento é normal uma vez que a barragem da lagoa é um fator que dificulta a operação em PLU.

Só que quando passou a barragem ele cortou o motor e desceu mais depressa afim de não perder a marca da pista.

Só que a ANAC obriga que na operação do boeiro, pelo menos aqui no Aeroclube de MG, o pouso seja sempre convencional, jamais de pista justamente para que não corra risco de pilonagem.

Pois bem, com a descida o aluno ganhou velocidade...se aproximou do chão e esperou o avião perer velocidade para poder fazer o tal pouso convencional.O milico, de sacanagem,deu um doque no leme para simular um vento e ver se o aluno conseguia corrigir. Nisso a aeronave perdeu o alinhamento com a pista e quando tocou já fez movimentos bruscos que ocasionaram no toque das duas asas,consecutivamente no chão.Foi a segunda vez no mês que Aerobuero bate asa no chão aki em BH pelo mesmo motivo!!! As sacanagens...

Agora...estamos "fudidos".

O aeroclube de MG tem 5 aeronaves:Três aerobueros, 1 paulistinha e agora o tupi está entrando tamb.

O paulistinha está ainda em fase de manutenção.

Um boeiro está prontinho eperando o check da ANAC (enrolação TOTAL)

o outro tamb está em manutenção.

e esse que bateu a asa no chão está no pátio da pampulha...sem autorização para decolar.Asas empenadas...montantes danificados...agora tem que ver como q vai fazer o "traslado" para o Carlos Prates para a manutenção do Aeroclube.

Ou seja...meu primeiro vôo...está sem previsões!!! :thumbsdown_still:

E o pior....os militares que fazem o cheque têm muitas dificuldades com a operação do aerobuero. Muitas vezes o aluno tem mais "pegada" do que o checador por uma questão ÓBVIA: o aluno voou mtooo no avião!!!

Aí....vira e meche o pessoal toma pau pq o checador acha q o aluno devia ter feito de um jeito que o aeroclube desaprova totalmente por questões de segurança.

Link to comment
Share on other sites

Putz, e o PP-GLK tava novinho..

agora, se tocou as duas asas, e enrugou......

 

sei nao...

 

vai virar spare-part pro outro boero.

 

Um detalhe importante: A ANAC obriga que você tem de fazer o pouso no Boero, com 60mph, flap 45. Obrigatoriamente. Entretanto, isso é uma imbecilidade gigantesca, uma estupidez técnica. Pro aluno que não tá tão safo no avião, e normalmente nunca pegou uma descendente na curtíssima final, vir nessas condições, é pedir pra ele fazer uma correção brusca, além do necessário, a aeronave volta a ganhar altura, fica alto, lento, e flapeado. Conclusão, catrapo a vir. Antes disso, ele enche a mão. Antecipa a situação. Com isso, pensem comigo: pouca eficiência aerodinâmica no leme direcional, pouca eficiência nos ailerons, aeronave prestes a tocar o chão, torque dele se fazendo presente pra esquerda, ....avião murcho aerodinamicamente, e........pronto..

some-se a isso, um checador completamente despreparado pra tirar a aeronave de situações adversas, e tá feita a salada completa pra um acidente.

 

Tem muito instrutor de aeroclube, bom no boero, que tem mais capacidade técnica de ser checador em AB, do que muito militar (alguns deles até reconhecem isso declaradamente....geralmente pilotos militares de bom senso)

 

E quanto ao fato de só pousar 3 pontos, o próprio manual dos AB115-180 (e manual de curso do PP-Avião, com AB sendo aeronave padrão de instrução) recomenda o pouso convencional, sendo que o pouso de pista é APENAS demonstrado ao aluno. Isso ocorre por duas razões: 1- Fragilidade do conjunto cubo/roda do boero e 2- Baixa eficiência do Leme direcional na transição da condição de cauda alta para cauda baixa. Em caso de uma rajada lateral, é extremamente fácil a aeronave perder a reta, e também pela pouca eficiência dos freios, numa situação de utilização dos mesmos.

 

Boerinho, no solo, é tão arisco quanto um Christen Eagle. Se der bobeira, é lenha.

 

A lamentar porque o ACEMG tá em franca reestruturação, depois de sair de um coma profundo, e acontece uma dessas....mas.....com união, se supera fácil.

 

Abraço.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Pessoal , uma dúvida :

Sempre me falaram que atualmente não tem checadores militares em aviões convencionais. Isso só se aplica ao Paulistinha então ? Aqui no Aeroclube de Sorocaba o checador é um INVA civil.

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

 

Quando fiz meu PP, ainda se fazia pouso de pista e saída de parafuso no hermano Aero Boero.

 

Valeu!

 

Caravelle

Link to comment
Share on other sites

Putz, e o PP-GLK tava novinho..

agora, se tocou as duas asas, e enrugou......

 

sei nao...

 

vai virar spare-part pro outro boero.

A lamentar porque o ACEMG tá em franca reestruturação, depois de sair de um coma profundo, e acontece uma dessas....mas.....com união, se supera fácil.

 

Abraço.

 

Fui na PLU ver a situação thiago, e não chegou a tanto não!!!

poiséee...estamos fazendo de TUDO para q o ACEMG saia desse coma...a situação ainda é bastante grave...o Aeroclube ainda corre riscos reais de vida!!!Mas o trabalho está sendo feito com profissionalismo e razoável agilidade. Tudo indica que vamos conseguir...falo nós, pq sou um dos alunos que acreditou no aroclube mesmo sabendo da tamanha falcatrua que existiu ali...

quando rolar meu primeiro vôo..posto aqui! :D

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

 

Quando fiz meu PP, ainda se fazia pouso de pista e saída de parafuso no hermano Aero Boero.

 

Valeu!

 

Caravelle

 

Bons tempos então Caravelle...

 

Hoje não existe nem o treinamento de saída de parafuso com os aviões do aeroclube. Nenhum treina isso (dos que tenho notícia). Pouso de pista treinamos e é pedido no cheque, mas parafuso, necas...

Link to comment
Share on other sites

Fui na PLU ver a situação thiago, e não chegou a tanto não!!!

poiséee...estamos fazendo de TUDO para q o ACEMG saia desse coma...a situação ainda é bastante grave...o Aeroclube ainda corre riscos reais de vida!!!Mas o trabalho está sendo feito com profissionalismo e razoável agilidade. Tudo indica que vamos conseguir...falo nós, pq sou um dos alunos que acreditou no aroclube mesmo sabendo da tamanha falcatrua que existiu ali...

quando rolar meu primeiro vôo..posto aqui!

 

Maravilha cara, tomara realmente que não tenha inutilizado o Boerinho.

Apesar de polêmico, é o primeiro avião de muuuuita gente, e se assim considerado, essa muuuita gente tem um carinho enorme pelo avião.

Quanto mais uns odeiam, mais outros amam.

É um avião mesmo, sem meio-termos...

 

Tamo na torcida, e logo logo veremos o GLK de volta aos ares belorizontinos.

 

Abraço.

 

 

Caravelle, ce fez o PP qdo cara? Comecei em 94 e brevetei em 97, e até onde me disseram, o treinamento de parafuso (ou mesmo só a saída dele) já tinha sido tirado do programa de instrução a muuuuito tempo...mas enfim, talvez tenhas pegado um aeroclube que ainda tinha tal prática (necessária por sinal)....

E ainda assim, somente no Paulistinha....

 

Mas diga aí...

 

Abraço 2

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

 

Thiagão, fiz meu PP em 1994 também, chequei em janeiro de 1995, lá na "gaiola...", ops, Aeroclube do Rio Grande do Sul. Também fiz meu PC, Multi e IFR lá. Me parece que na época a saída de parafuso não estava mais no cronograma, tanto que alguns colegas não fizeram. Pouso de pista a gente fazia direto.

 

Valeu!

 

Caravelle

 

 

Link to comment
Share on other sites

De fato vi o GLK parado ontem de manhã na PLU. Não sabia que não se podia fazer pouso de pista em isntrução com ele. No Paulistinha é um tipo de pouso que assusta um pouco nas primeiras vezes, pois você vem embalado e da impressão que a pista vai te engolir. Mas é só acostumar.

 

Não cheguei a voar Boero. Fiz meu PP todo no Paulistinha, mas o pessoal que já voou os 2 fala que o Boero não aceita algumas manobras mais bruscas (perde de eixo da pista, entrada de roda etc.) como o Paulistinha, muito mais dócil.

 

Abraços!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade