Jump to content

Gol irá desaparecer com a marca Varig no doméstico


Tremedera

Recommended Posts

Recebi o newsletter do valor hoje com a noticia

 

 

Gol fará eliminação gradual de Varig em vôos domésticos

Roberta Campassi, de São Paulo

10/10/2008

 

Depois de um ano e meio cheio de dificuldades para reerguer a Varig, a Gol voltou atrás em seu plano inicial e desistiu de ter duas marcas com características e públicos diferentes para disputar o mercado aéreo brasileiro. A companhia vai adaptar todos seus vôos domésticos a um mesmo padrão que, embora vá incluir mais serviço de bordo e programa de milhagem, permanecerá bem mais próximo do modelo da Gol. Aos poucos, o nome Varig desaparecerá nos vôos nacionais e será mantido apenas em certas rotas na América do Sul. Davilym Dourado/valor

 

Oliveira Júnior: a partir do dia 19, nova malha acabará com vôos sobrepostos

 

 

Quando adquiriu a Varig, em abril de 2007, a Gol pretendia fazer da empresa o seu braço para fidelizar o público de negócios, com mais vôos diretos entre cidades e aviões com mais espaço entre as poltronas. Não mais. Os aviões antigos da Varig (Boeings 737-300) estão sendo substituídos por aeronaves novas que têm o mesmo número de poltronas e espaço entre elas que os da Gol: modelos 737-700, com 144 assentos, e 737-800, com 184 lugares. A malha de vôos, que foi combinada com a da Gol, prevê apenas alguns vôos diretos adicionais e não há foco primordial num público. À medida que os aviões entrarem em manutenção, o logotipo da Varig será substituído pelas cores e marca da Gol.

 

 

Nos vôos domésticos, a Gol fará mudanças pontuais na tentativa de atrair os passageiros eventualmente descontentes com o modelo de serviços minguados da empresa. Nas rotas com mais de duas horas de duração, seja em aviões da Gol ou da Varig, a empresa trocará a barrinha de cereais oferecida aos clientes por sanduíches e a compra de bilhetes dará milhas aos participantes do programa Smiles, que foi adquirido com a Varig. "É uma evolução natural para uma empresa que tem quase 40% do mercado nacional", diz Constantino de Oliveira Júnior, presidente da Gol. "São itens que permitem ampliar o leque de público e gerar demanda", diz.

 

 

A diferença entre as marcas Gol e Varig poderá ser vista nos vôos internacionais. Aqueles com quatro ou mais horas de duração - a partir de São Paulo, Caracas, Santiago e Bogotá - serão feitos pela Varig, em aeronaves com duas classes: a econômica comum e a econômica mais confortável, que ocupará as primeiras quatro fileiras dos aviões e terá mais espaço entre as poltronas e entretenimento a bordo com aparelhos individuais portáteis. Nesses vôos de duração "média", a empresa vai oferecer refeições quentes. Já o modelo dos vôos domésticos vai imperar em outros oito destinos da América do Sul.

 

 

A partir de 19 de outubro, segundo o presidente da companhia, a nova malha entra em vigor "com mais coordenação, sem vôos sobrepostos". "Antes, havia vôos da Varig e da Gol nas mesmas rotas e nos mesmos horários e uma empresa era um peso para a outra", diz Oliveira Jr. A união das malhas foi autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em setembro. A nova malha terá cerca de 794 vôos por dia, acima da média de 740 dos últimos meses, quando a empresa cortou parte da capacidade.

 

 

A eliminação das sobreposições devem, segundo ele, permitir uma melhora das taxas de ocupação da Gol. A companhia também absorveu toda a estrutura administrativa da Varig. "Teremos ganhos de sinergia e escala que compensam qualquer eventual aumento de custo com serviço de bordo", diz.

 

 

O executivo disse que haverá demissões no processo de fusão, mas não revelou o número exato. Também disse que a Gol está contratando em algumas áreas.

 

http://www.valoronline.com.br/ValorImpress...mp;tp=931539242

 

Abraço.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Gol e Varig terão serviço igual a partir deste mês

 

Programa de milhagem valerá em ambas as marcas

 

JANAINA LAGE

EM SÃO PAULO

 

A partir do dia 19 deste mês, Varig e Gol passam a operar como uma única empresa, com novo conjunto de rotas e serviços iguais. A Varig se tornará marca de baixo custo e baixa tarifa no mercado doméstico.

Segundo o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, o serviço de bordo será reformulado e as barrinhas de cereais serão cortadas do cardápio, que passa a ter biscoitos e pães. As aeronaves serão reconfiguradas com a mesma distância entre as poltronas, e o sistema de reservas de passagens será unificado. Na prática, para o consumidor não haverá mais diferença entre as marcas.

O programa de milhagem Smiles poderá ser usado em vôos de ambas as marcas. Segundo Oliveira Júnior, ele passa por mudanças para gerar receita e sustentar a emissão de volume maior de passagens.

O programa tem 5,9 milhões de clientes e 115 empresas parceiras. "Não tem Gol/Varig. Vai ser tudo Gol. Vai ter avião da Varig e da Gol, o serviço dentro é o mesmo, e você não necessariamente vai saber de antemão qual será a pintura do avião em que você vai voar", disse.

 

Marca

 

Pesquisa realizada pela empresa detectou que a marca Varig já não tem o mesmo valor para pessoas com menos de 30 anos. Oliveira Júnior nega a extinção da marca e diz que ela ainda é percebida como valiosa em vôos para o exterior, mas especialistas afirmam que a tendência é que o laranja da Gol passe a predominar e que a marca Varig seja abandonada.

O tradicional diferencial de serviços da Varig só será usado em vôos para a América do Sul. Nesse caso, os vôos terão uma classe com espaçamento maior, acesso à sala VIP, e a poltrona do meio será usada como porta-copos e descanso para laptop. O passageiro poderá acumular 25% a mais em milhas.

Um dos principais ganhos para a empresa foi a reformulação da malha aérea. A partir deste mês, a companhia terá vôos na ponte aérea Rio-São Paulo com intervalo de 30 minutos e aviões das duas marcas.

Antes, a empresa precisava trabalhar com "slots" (autorizações de pouso e decolagem) da Varig e da Gol de forma independente. Em alguns destinos havia concorrência entre os vôos. "Tínhamos três vôos para Florianópolis no meio do dia, o que não fazia sentido. Agora poderemos ter vôos mais espaçados", afirmou. Além disso, a empresa pretende fazer mais vôos diretos, como de São Paulo para Maringá e Caxias do Sul.

Oliveira Júnior confirmou que a mudança implicará demissões, mas declarou que os números são bem inferiores aos que têm sido divulgados, da ordem de 2.000. Somente depois do "reposicionamento mercadológico" será divulgado o total de cortes.

Sobre a crise nos mercados, Oliveira Júnior afirmou que o dólar representa cerca de 60% dos custos da companhia e que a perspectiva é de crescimento menor da indústria em 2009.

"Existe possibilidade de crescimento do mercado, mas a crise econômica pode afetar esses planos", afirmou.

Além do aumento de custos em geral, a crise pode encarecer a reposição de peças.

 

 

Fonte: Folha de S. Paulo- 10/10/08.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pessoal,

 

acabar com a marca VARIG será apenas um atestado de que a GOL nunca deveria ter comprado a empresa. Acho que se arrependimento matasse teria muita gente debaixo da terra na GOL. A impressão que fica é que hoje o ativo VARIG vale muito menos que na época da compra.

 

Abraço,

Edsmorais

Link to comment
Share on other sites

Manter a marca VARIG em algumas rotas na America do Sul, quer dizer que a marca GOL deixa de fazer voos internacionais? Ou será apenas uma questão de tempo até a marca VARIG desaparecer totalmente?

 

Abraços

Link to comment
Share on other sites

Pelo que entendi a Varig vai ficar operando vôos internacionais acima de 4 horas de duração (Caracas, Bogotá, Santiago do Chile). Os demais operados pela Gol. :thumbsup:

 

Felipe - SBEG

Abs!

Link to comment
Share on other sites

Manter a marca VARIG em algumas rotas na America do Sul, quer dizer que a marca GOL deixa de fazer voos internacionais? Ou será apenas uma questão de tempo até a marca VARIG desaparecer totalmente?

 

Abraços

Eu escrevi exatamente isso no dia seguinte a compra da Varig pela Gol. Pena que eu não tenho a mesma convicção com os números da mega-sena.

Link to comment
Share on other sites

Cancelar algumas rotas domésticas não quer dizer que a marca será extinta. A Varig de fato irá cancelar/transferir rotas para a GOL mas outras foram criadas. Não vou me ater a fazer mais comentários aqui porque não há necessidade, pois há vários tópicos que tratam do mesmo.

E outra o Valor Econômico é imprensa não especializada e em momento algum foi falado em reconfigurar aeronaves de modo que as acfts GOL e VARIG passem a ter a mesma configuração, portanto a matéria carece de créditos.

Link to comment
Share on other sites

Olá caros colegas!!!

 

Bem, venho me policiando para não postar nada no CR, devido, não sei qual motivo, a censura que começou a imperar aqui nesse fórum tão consagrado e admirados por todos nós.

 

Mais bem, não poderia de deixar de espor aqui minha opinião, quer ela seja aceita ou não.

 

Essas noticias acima postadas serve nada mais nada menos para CALAR a boca de alguns "IDIOTAS" que se julgam experts em aviação que no decorrem dessa semana só conseguiram baixar o nível do tão respeitado fórum perante a todos nós do meio aeronáutico.

 

Mensagens infundadas, tipo torcida uniformizada varreram o CR essa semana referente a esse assunto de VARIG/GOL, porém qualquer um, digo, qualquer um que não fosse tão IMBECIL ao ponto de perceber que uma empresa que acaba de investir mais de 1 milhão de reais em MARKETING sobre sua marca nos mais conceitudados veiculos de MÍDIA desse País, iria manter sua marca.

 

É elementar meu caro Watson, qualquer um que deixasse o rancor, ou a paixão de lado, saberia discernir que a GLAI irá manter o nome Gol, nada mais óbvio e sensato, haja visto a quantidade de dinheiro que foi investida nesse último mês em markenting em cima dessa marca e não na marca VARIG.

 

Porém a paixão de alguns e a babaquisse de outros que se auto-denominam SÁBIOS DA AVIAÇÃO, conturbaram alguns tópicos que acabaram perdendo seu atual objetivo.

 

Porém, o STAFF sábio como sempre, fez uma limpa em alguns tópicos para tentar sanar esse CANCER que ronda pelo CR a algum tempo já, é só alguem por curiosidade perder tempo e ver a quantidade de tópicos onde, acredito eu, o já CANSADO STAFF do CR tem intervido com censura, fechamento de tópico, punições, etc.

 

Agora eu peço do fundo do coração, meus NOBRES COLEGAS, aviadores ou não, entusiastas ou não, vamos torcer para uma AVIAÇÃO brasileira forte, sustentável, vamos torcer para a TAM bombar por esse mundo a fora, vamos torcer para a GLAI, indiferente se o avião for AZUL, LARANJA, COR-DE-ROSA, arrebentar por esse céu nacional, vamos torcer para o brasileiro com sotaque Inglês ter o maior sucesso do mundo nessa sua empreitada de frente a AZUL, vamos torcer para uma aviação EXECUTIVA TOP MUNDIAL, enfim, vamos torcer para nossa aviação ficar cada vez mais forte.

 

Não importa sua torcida, lá no fundo todos temos uma empresa que gostamos, principalmente quem é entusiasta, porém vamos torcer, lutar, brigar e nos unir para o fortalecimento de nossa aviação.

 

Quantos pais de familia dependem do sucesso da TAM, da Gol, da Varig, enfim de todas as empresas comerciais nacionais e da aviação em si.

 

Espero que possamos sempre estar postando tópicos como, Tam inaugura seu vôo para Sidney, Glai começa a voar para a America do Norte, aviação executiva do Brasil é uma das mais fortes do mundo, enfim, vamos torcer para o futuro aeronautico nacional.

 

Nós reclamamos que nosso grupo não é unido e uma das únicas fontes hoje que temos para trocar experienciais, noticias, ajudar nossos colegas é o CR, porém isso aqui tá virando RINHA DE GALO..

 

Torço do fundo do coração o sucesso de todos na aviação brasileira, torço que para quem ainda buscar o tal do lugar na sombra consiga e quem conseguiu que o mantenha.

 

Um grande abraço a todos e fiquem com Deus!!!

Link to comment
Share on other sites

reconfigurar as aeronaves significa aumentar o espaço na Gol ou diminuir na varig ???

Karina, a princípio não existirá reconfiguração de aeronaves, o Valor Econômico que inventou isso. A única alteração é a classe comfort da Varig.

Link to comment
Share on other sites

Já está no site da empresa, A VARIG só vai voar para BOGOTA, CARACAS e SANTIAGO, e a Sala VIP, deixa de se chamar sala VIP VARIG e passa a se chamar SALAVIP SMILLES, podendo ser utilizadas para passageiros da Gol com cartão Smilles Ouro e Diamante.

Link to comment
Share on other sites

Guest SkyMember
(...) A VARIG só vai voar para BOGOTA, CARACAS e SANTIAGO (...)

 

E Buenos Aires. Foi o que sobrou. Me pergunto se não seria a hora de reabrir VVI/LPB e LIM.

Link to comment
Share on other sites

Olá caros colegas!!!

 

Bem, venho me policiando para não postar nada no CR, devido, não sei qual motivo, a censura que começou a imperar aqui nesse fórum tão consagrado e admirados por todos nós.

 

Mais bem, não poderia de deixar de espor aqui minha opinião, quer ela seja aceita ou não.

 

Essas noticias acima postadas serve nada mais nada menos para CALAR a boca de alguns "IDIOTAS" que se julgam experts em aviação que no decorrem dessa semana só conseguiram baixar o nível do tão respeitado fórum perante a todos nós do meio aeronáutico.

 

Mensagens infundadas, tipo torcida uniformizada varreram o CR essa semana referente a esse assunto de VARIG/GOL, porém qualquer um, digo, qualquer um que não fosse tão IMBECIL ao ponto de perceber que uma empresa que acaba de investir mais de 1 milhão de reais em MARKETING sobre sua marca nos mais conceitudados veiculos de MÍDIA desse País, iria manter sua marca.

 

É elementar meu caro Watson, qualquer um que deixasse o rancor, ou a paixão de lado, saberia discernir que a GLAI irá manter o nome Gol, nada mais óbvio e sensato, haja visto a quantidade de dinheiro que foi investida nesse último mês em markenting em cima dessa marca e não na marca VARIG.

 

Porém a paixão de alguns e a babaquisse de outros que se auto-denominam SÁBIOS DA AVIAÇÃO, conturbaram alguns tópicos que acabaram perdendo seu atual objetivo.

 

Porém, o STAFF sábio como sempre, fez uma limpa em alguns tópicos para tentar sanar esse CANCER que ronda pelo CR a algum tempo já, é só alguem por curiosidade perder tempo e ver a quantidade de tópicos onde, acredito eu, o já CANSADO STAFF do CR tem intervido com censura, fechamento de tópico, punições, etc.

 

Agora eu peço do fundo do coração, meus NOBRES COLEGAS, aviadores ou não, entusiastas ou não, vamos torcer para uma AVIAÇÃO brasileira forte, sustentável, vamos torcer para a TAM bombar por esse mundo a fora, vamos torcer para a GLAI, indiferente se o avião for AZUL, LARANJA, COR-DE-ROSA, arrebentar por esse céu nacional, vamos torcer para o brasileiro com sotaque Inglês ter o maior sucesso do mundo nessa sua empreitada de frente a AZUL, vamos torcer para uma aviação EXECUTIVA TOP MUNDIAL, enfim, vamos torcer para nossa aviação ficar cada vez mais forte.

 

Não importa sua torcida, lá no fundo todos temos uma empresa que gostamos, principalmente quem é entusiasta, porém vamos torcer, lutar, brigar e nos unir para o fortalecimento de nossa aviação.

 

Quantos pais de familia dependem do sucesso da TAM, da Gol, da Varig, enfim de todas as empresas comerciais nacionais e da aviação em si.

 

Espero que possamos sempre estar postando tópicos como, Tam inaugura seu vôo para Sidney, Glai começa a voar para a America do Norte, aviação executiva do Brasil é uma das mais fortes do mundo, enfim, vamos torcer para o futuro aeronautico nacional.

 

Nós reclamamos que nosso grupo não é unido e uma das únicas fontes hoje que temos para trocar experienciais, noticias, ajudar nossos colegas é o CR, porém isso aqui tá virando RINHA DE GALO..

 

Torço do fundo do coração o sucesso de todos na aviação brasileira, torço que para quem ainda buscar o tal do lugar na sombra consiga e quem conseguiu que o mantenha.

 

Um grande abraço a todos e fiquem com Deus!!!

 

Grande, grande mesmo essa sua análize meu caro!

mas como vc disse falar no fim da VARIG nesse forum é pedir pra levar pancada, os Variguianos de plantão vem como abelhas africanas em cima de quem fala algo que não lhes agrada sobre a Varig, e falar sobre o fim da marca então é suicídio mesmo, mas agora vemos que é uma questão de tempo para o fim do nome Varig, muito embora, a Varig que conhecíamos já acabou faz tempo, o que sobra de bom, pelo menos pra mim que sou fabricante de lenços, é que vou ganhar um bom dinheiro.

Link to comment
Share on other sites

Olá caros colegas!!!

 

Bem, venho me policiando para não postar nada no CR, devido, não sei qual motivo, a censura que começou a imperar aqui nesse fórum tão consagrado e admirados por todos nós.

 

Mais bem, não poderia de deixar de espor aqui minha opinião, quer ela seja aceita ou não.

 

Essas noticias acima postadas serve nada mais nada menos para CALAR a boca de alguns "IDIOTAS" que se julgam experts em aviação que no decorrem dessa semana só conseguiram baixar o nível do tão respeitado fórum perante a todos nós do meio aeronáutico.

 

Mensagens infundadas, tipo torcida uniformizada varreram o CR essa semana referente a esse assunto de VARIG/GOL, porém qualquer um, digo, qualquer um que não fosse tão IMBECIL ao ponto de perceber que uma empresa que acaba de investir mais de 1 milhão de reais em MARKETING sobre sua marca nos mais conceitudados veiculos de MÍDIA desse País, iria manter sua marca.

 

É elementar meu caro Watson, qualquer um que deixasse o rancor, ou a paixão de lado, saberia discernir que a GLAI irá manter o nome Gol, nada mais óbvio e sensato, haja visto a quantidade de dinheiro que foi investida nesse último mês em markenting em cima dessa marca e não na marca VARIG.

 

Porém a paixão de alguns e a babaquisse de outros que se auto-denominam SÁBIOS DA AVIAÇÃO, conturbaram alguns tópicos que acabaram perdendo seu atual objetivo.

 

Porém, o STAFF sábio como sempre, fez uma limpa em alguns tópicos para tentar sanar esse CANCER que ronda pelo CR a algum tempo já, é só alguem por curiosidade perder tempo e ver a quantidade de tópicos onde, acredito eu, o já CANSADO STAFF do CR tem intervido com censura, fechamento de tópico, punições, etc.

 

Agora eu peço do fundo do coração, meus NOBRES COLEGAS, aviadores ou não, entusiastas ou não, vamos torcer para uma AVIAÇÃO brasileira forte, sustentável, vamos torcer para a TAM bombar por esse mundo a fora, vamos torcer para a GLAI, indiferente se o avião for AZUL, LARANJA, COR-DE-ROSA, arrebentar por esse céu nacional, vamos torcer para o brasileiro com sotaque Inglês ter o maior sucesso do mundo nessa sua empreitada de frente a AZUL, vamos torcer para uma aviação EXECUTIVA TOP MUNDIAL, enfim, vamos torcer para nossa aviação ficar cada vez mais forte.

 

Não importa sua torcida, lá no fundo todos temos uma empresa que gostamos, principalmente quem é entusiasta, porém vamos torcer, lutar, brigar e nos unir para o fortalecimento de nossa aviação.

 

Quantos pais de familia dependem do sucesso da TAM, da Gol, da Varig, enfim de todas as empresas comerciais nacionais e da aviação em si.

 

Espero que possamos sempre estar postando tópicos como, Tam inaugura seu vôo para Sidney, Glai começa a voar para a America do Norte, aviação executiva do Brasil é uma das mais fortes do mundo, enfim, vamos torcer para o futuro aeronautico nacional.

 

Nós reclamamos que nosso grupo não é unido e uma das únicas fontes hoje que temos para trocar experienciais, noticias, ajudar nossos colegas é o CR, porém isso aqui tá virando RINHA DE GALO..

 

Torço do fundo do coração o sucesso de todos na aviação brasileira, torço que para quem ainda buscar o tal do lugar na sombra consiga e quem conseguiu que o mantenha.

 

Um grande abraço a todos e fiquem com Deus!!!

 

 

Olá amigo, sou solidário a você e à sua opinião. Sua atitude é muito corajosa, pois falar algo sobre o fim da Varig neste fórum é o mesmo que mexer em vespeiro dos bravos. Na minha humilde opinião a Varig vai tarde, pois se estivéssemos num país sério ela teria acabado há muito tempo. Acho que "esquecer" a Varig é o primeiro passo para a Gol sair do momento difícil em que se encontra, pois está mais que provado que tudo o que foi feito após a compra da Varig deu errado.

 

Abraço,

Edsmorais.

Link to comment
Share on other sites

E o pessoal sempre falava a Gol vai virar Varig, e o Felipe sempre vinha e falava que não, ai veio o negócio do CNPJ ser o da Varig, e os Variguianos fanáticos já acharam que tudo iria virar Varig, ai novamente o felipe falou que era só mudança de CNPJ, mais que a Gol continuava e que era mais fácil acabar com o nome Varig, e muitos foram contra, ai veio o lance do nome Gol não poder ser usado e novamente ele postou que a Gol iria continuar, fora os Variguianos tentar colocar a todo custo o Fernando Pinto na Varig, e sempre ele disse que não existia, por isso nunca acreditei de que o nome Gol iria desaparecer, o que importa e a Gol crescer oferecer mais empregos para todos, mesmo que tenha q acabar com o nome da Varig.

 

Ouvir falar que Buenos Aires fica com Aeronaves VARIG e GOL, mais trip toda com uniformes da GOL.

 

Só BOGOTA, CARACAS E SANTIAGO, terá uniformes e aeronaves da VARIG.

Link to comment
Share on other sites

É, o assunto Varig sempre foi polêmico mas acho que devemos compreender o que se passa na cabeça de alguns. A companhia foi por muitos anos considerada intocável, infalível, figurava em diversos rankings mundiais e de repente (ou nem tão de repente assim) foi ao pó. Eu continuo sentindo que a marca Varig não é prioridade na GLAI e que poderá desaparecer em alguns anos. Falaram muito de sinergia mas certos pontos da nova malha demonstram o contrário. Existem alguns trechos que a Varig só oferece vôo em um sentido, ficando o passageiro obrigado a voar com as duas marcas. Elimina sobreposição mas retira também a opção do passageiro. A não ser que seja um problema logístico que possa ser resolvido com o tempo, à medida que a frota se adeque e tudo mais. A idéia que se tem é que passaram pra Varig um certo número de frequências somente para manter a marca no ar, sem um objetivo maior e bem definido.

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

É, o assunto Varig sempre foi polêmico mas acho que devemos compreender o que se passa na cabeça de alguns. A companhia foi por muitos anos considerada intocável, infalível, figurava em diversos rankings mundiais e de repente (ou nem tão de repente assim) foi ao pó. Eu continuo sentindo que a marca Varig não é prioridade na GLAI e que poderá desaparecer em alguns anos. Falaram muito de sinergia mas certos pontos da nova malha demonstram o contrário. Existem alguns trechos que a Varig só oferece vôo em um sentido, ficando o passageiro obrigado a voar com as duas marcas. Elimina sobreposição mas retira também a opção do passageiro. A não ser que seja um problema logístico que possa ser resolvido com o tempo, à medida que a frota se adeque e tudo mais. A idéia que se tem é que passaram pra Varig um certo número de frequências somente para manter a marca no ar, sem um objetivo maior e bem definido.

 

Abraço

 

Diego o felipe já falou que a Varig so fica nas rotas internacionais e em alguns vôos em CGH, por ter ainda aeronaves com a marca Varig, mais na verdade agora e tudo GOL, só vão aproveitar a numeração nem o codigo RG vai existir, tudo passa a ser G3, então se você ver uma numeração em um sentido e não ver no outro não tem impotância, pois será tudo igual.

Link to comment
Share on other sites

Diego o felipe já falou que a Varig so fica nas rotas internacionais e em alguns vôos em CGH, por ter ainda aeronaves com a marca Varig, mais na verdade agora e tudo GOL, só vão aproveitar a numeração nem o codigo RG vai existir, tudo passa a ser G3, então se você ver uma numeração em um sentido e não ver no outro não tem impotância, pois será tudo igual.

 

Então Vicente, a Varig foi reduzida a uma bandeira (apesar de juridicamente Gol e VRN serem VRG S/A). Com poucas bases e essa idéia de que Gol e Varig "dão na mesma" fica menor ainda a importância dessa segunda no processo.

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Com a Varig operando somente esses vôos a partir de GRU e somente um no Galeão, eu acho que é hora da Gol passar todas as suas linhas internacionais para Varig e aproveitar que a frota da mesma via continuar a aumentar e abrir novos vôos diretos do nordeste, norte, centro oeste para Argentina. MAO-EZE, NAT-SSA-EZE, FOR-REC-SSA.

Poderiam também ligar o Rio de Janeiro e Belo Horizonte para Santiago, Lima, La Paz e Caracas.

 

Afinal serão pelo menos 20 737-700/800 na frota da Varig até o final do ano.

Link to comment
Share on other sites

Grande, grande mesmo essa sua análize meu caro!

mas como vc disse falar no fim da VARIG nesse forum é pedir pra levar pancada, os Variguianos de plantão vem como abelhas africanas em cima de quem fala algo que não lhes agrada sobre a Varig, e falar sobre o fim da marca então é suicídio mesmo, mas agora vemos que é uma questão de tempo para o fim do nome Varig, muito embora, a Varig que conhecíamos já acabou faz tempo, o que sobra de bom, pelo menos pra mim que sou fabricante de lenços, é que vou ganhar um bom dinheiro.

 

 

Com certeza meu caro amigo, você tem razão!

É incoerente verificar o grande o investimento na marca Gol, e achar que a Varig irá se sustentar por muito tempo.

Apenas que não tem o mínimo de conhecimento administrativo ou se leva por forte emoções, para achar que uma empresa, em ramo como o da aviação no mercado brasileiro, poderá sustentar duas marcas diametralmente oposta, é gasto demais para um mercado que vive em um momento turbulento desde 2001, crise mundial e gastos excessivamente voláteis (combustíveis).

Depois de um ótimo trabalho feito continuamente à seis anos,que é a marca Gol, jogá-la fora seria tentativa de suícidio, e, sustentar uma marca por puro saudosismo, é estar distante da realidade da economia mundial e obviamente uma das duas marcas será negligenciada no processo.

 

Link to comment
Share on other sites

Com a Varig operando somente esses vôos a partir de GRU e somente um no Galeão, eu acho que é hora da Gol passar todas as suas linhas internacionais para Varig e aproveitar que a frota da mesma via continuar a aumentar e abrir novos vôos diretos do nordeste, norte, centro oeste para Argentina. MAO-EZE, NAT-SSA-EZE, FOR-REC-SSA.

Poderiam também ligar o Rio de Janeiro e Belo Horizonte para Santiago, Lima, La Paz e Caracas.

 

Afinal serão pelo menos 20 737-700/800 na frota da Varig até o final do ano.

 

Não me atrai a idéia de ver a VRN operando apenas algumas rotas internacionais, mas se é para ser assim, seria mesmo uma boa opção investir em uma malha sul-americana forte.

 

Ainda mais visando a SkyTeam, que não tem uma cobertura lá muito decente desta parte do mundo. A CM pode até quebrar um galho para algumas companhias, mas não seria nada como uma participação completamente integrada na aliança.

 

Mas o fato é que não dá para manter uma malha tão reduzida como a proposta atualmente para operar com 2 dezenas de 737. Ou aumentam a malha VARIG, incorporando algumas rotas internacionais, ou reduzem a frota para uns 2 ou 3 737 e pronto.

 

Eu gostaria muito de ver a primeira opção, a VARIG operando vôos internacionais a partir de pelo menos umas 5 ou 6 cidades (público e avião tem, para LIM, EZE, MVD, SCL, VVI, BOG e CCS), mas as decisões mais recentes da Gol me fazem esperar mais por um encolhimento total da frota da VRN e ficar atendendo só nesses mercados mesmo.

 

 

Mudando de assunto, será que a Gol não poderia preparar um livery novo para consagrar essa nova fase?

Link to comment
Share on other sites

mas as decisões mais recentes da Gol me fazem esperar mais por um encolhimento total da frota da VRN e ficar atendendo só nesses mercados mesmo.

 

Segundo entrevista postada na folha de São Paulo pelo Constantino Jr é muito cedo em dizer ainda que a marca VARIG irá sumir, porém ele entrega o ouro que não ira pintar todas as aeronaves ainda de Gol porque isso acarretá dinheiro em parar as aeronaves.

 

Acredito eu que no decorrer dos meses os aviões com pintura VARIG irao aos poucos sendo pintados como Gol

 

um abraço

Link to comment
Share on other sites

Li alguns posts de gente criticando os "variguianos", pois é, se eu posto um negócio desse sobre a TAM aqui no Fórum a reação seria igual.

 

Só digo uma coisa, a marca vai sumir. Comemorem e deixe quem a defenda em paz.

Link to comment
Share on other sites

Li alguns posts de gente criticando os "variguianos", pois é, se eu posto um negócio desse sobre a TAM aqui no Fórum a reação seria igual.

 

Só digo uma coisa, a marca vai sumir. Comemorem e deixe quem a defenda em paz.

 

 

Acho que ninguém quer comemorar o fim da VARIG, muito pelo contrário!!

 

Se algo tem a ser comemorado, é o fato de a adm da Gol estar querendo reforçar os pilares.....e isso deve ser comemorado, pois afinal, como comentou o amigo num dos tópicos acima, dependemos de empresas fortes para garantir não só o sustento, mas tbm o hobby, o entusiamos e a admiração de tds nós ligados a aviação.

 

Viva a aviação forte, não só no Brasil, mas em todo o Mundo!!!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade