Jump to content

Técnicos da Spanair são acusados por homicídio imprudente em acidente aéreo


lylyanna

Recommended Posts

Técnicos da Spanair são acusados por homicídio imprudente em acidente aéreo

 

 

Três técnicos de manutenção da Spanair foram acusados por um juiz espanhol por homicídio imprudente.

 

A acusação é referente ao acidente ocorrido em 20 de agosto no aeroporto de Barajas, Madri, no qual 154 pessoas morreram, incluindo o brasileiro Ronaldo Gomes Silva.

 

O auto do juiz que investiga o Acidente Aéreo acusa 154 delitos de homicídio imprudente e 18 de lesões imprudentes contra o mecânico da Spanair, o técnico de manutenção de aeronaves e o chefe de manutenção da companhia no aeroporto de Madri.

 

O juiz justifica a acusação com base nos indícios de que poderiam ser responsáveis pela "não reparação satisfatória" dos problemas detectados na aeronave.

 

Segundo a comissão de investigação do acidente, o sistema de segurança não avisou o piloto que não os flaps não estavam prontos, o que provocou o acidente.

 

Além disso, o avião sofreu uma avaria no mesmo dia no sensor de temperatura, em uma primeira tentativa de decolagem.

 

 

JetSite
Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade