Jump to content

Funcionários da Varig param em POA


Guest Herson

Recommended Posts

Guest Herson

Funcionários da Varig param em POA

 

Hoje foi o primeiro dia após a comunicação da Varig à Agência Nacional de Aviação Civil sobre sua malha aérea. O balanço do dia apontou que a empresa executou os últimos ajustes para o cumprimento dos trechos informados à agência. Os inspetores da Anac, em conjunto com os fiscais de plantão nas Seções de Aviação Civil (Sacs) dos aeroportos, continuam a orientar e prestar apoio aos passageiros afetados pelos cancelamentos temporários de vôos da companhia.

 

Nos principais aeroportos do Brasil, foram registradas apenas três reclamações formais contra a Varig. Nos aeroportos de Guarulhos (SP), Congonhas (SP), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS) os funcionários da empresa fizeram uma paralisação de atividades, retomando seus postos às 18h. Eles informaram que vão continuar a trabalhar por mais 48 horas como um "voto de confiança na empresa". A paralisação por problemas salariais não chegou a prejudicar o atendimento aos usuários.

 

No aeroporto de Guarulhos (SP), três passageiros com destino a Lima, no Peru, foram alojados em hotel e serão relocados em vôo de empresa congênere, no menor prazo possível. Seguiram, ainda hoje, também de Guarulhos, um passageiro para Porto Velho, três para Frankfurt, dois para Assunção do Paraguai e um para Salvador, todos em vôos de outras empresas.

 

No âmbito internacional, os 40 passageiros com vôos cancelados em Paris estão, gradativamente, sendo relocados em vôo da Tam conforme disponibilidade de assento e os demais serão relocados na Varig. Tendo em vista direcionamento de uma aeronave para vôo de reforço em Lima, no Peru, um dos três vôos executados desde Buenos Aires foi cancelado hoje. Os outros dois que saem de Buenos Aires em direção ao Brasil foram realizados ao longo do dia. Amanhã, os vôos da capital argentina estarão normalizados. Ainda no Exterior, a Varig coloca, amanhã, aeronave extra para vôo de reforço no Chile.

 

Fonte: PANROTAS

Link to comment
Share on other sites

Complicada a situação deles e eu me solidarizo pois não deve ser nada fácil trabalhar com um número imenso de dúvidas quanto a seu futuro profissional e se for demitido quem vai e quando vai ser paga a indenização.

 

Felipe

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade