Jump to content

Singapore Airlines passa a cobrar taxa nos lugares de emergência


*Fênix*

Recommended Posts

Singapore Airlines passa a cobrar taxa nos lugares de emergência

 

Qua, 05 de Novembro de 2008

 

A companhia aérea de Singapura está introduzindo uma nova taxa. Desta vez o suplemento destina-se a cobrar por certos lugares na classe econômica.

Assim, os passageiros que quiserem garantir o seu lugar nas filas de emergência - tendo por isso assentos mais espaçosos - terão de pagar US$ 50 por trajeto.

 

Até então, estes lugares estavam disponíveis mediante pedido antecipado e sujeitos à disponibilidade. Entretanto, a Singapore Airlines já anunciou que está considerando a hipótese de aplicar taxas a outros lugares que tenham mais espaço para as pernas.

 

Fonte: Jornal de Turismo

 

:o

 

Se a moda pega ...

Link to comment
Share on other sites

Para quem coloca um A380 com ducha e cama de casal... é ser muito mão de vaca, hein?

 

 

 

[2] Foi o que pensei... :thumbsdown_still:

 

Ainda se fosse uma empresa pequena e na "pior", mas vindo da Singapore...

 

Que vergonha, seu :thumbsdown_still:

Link to comment
Share on other sites

Mas isso é feito há um bom tempo por outras empresas, e não é, portanto, novidade. Na KLM, se alguém quiser o privilégio de sentar-se na parte da "primeira classe da econômica" – perto da porta e em fila com dois assentos, por exemplo – ela está cobrando, caso o passageiro não tenha um cartão de fidelidade com mais de 10 bilhões de milhas, 100 Euros por trecho por pessoa, na rota SIN – AMS –GRU. A Lufthansa também utiliza procedimento semelhante.

 

Classe Y sempre será classe Y, mesmo com o bom serviço de bordo e de entretenimento da SIA, mas esse adicional de conforto já melhora muito, e é claro que é muito disputado, ainda mais pagando a mesma coisa de quem escolhe um assento no meio. A gritaria a respeito dessa jogada da empresa de Cingapura não está se resumindo ao CR, e nos jornais locais a seção de cartas anda bem recheada, apesar de algumas pérolas, como um que escreveu que uma companhia que preza pela segurança de vôo deveria saber de antemão se um passageiro teria condições de abrir uma porta que pesa mais de 20kg (vale dizer que na configuração da SIA, em todas as portas dos B777, A345, B747 e A380 têm pelo menos um comissário tomando conta) e que seria um grande risco vender um lugar desses para um terrorista sem ela saber. Pelo que entendi, então, seria necessário, de agora em diante, exame médico e psiquiátrico e de avaliação de bons antecedentes antes da formalização da compra do bilhete.

 

Para quem coloca um A380 com ducha e cama de casal... é ser muito mão de vaca, hein?

Para uma pessoa que se propõe a pagar US$ 13.600 para uma passagem de ida e volta entre SIN e LHR numa das suites do A380, o que você acha que ele/a deveria receber de mordomia?

 

Nós, os pobres mortais, temos que disputar a tapa um lugar na Y, e olhe lá.

Link to comment
Share on other sites

Não sei porque tanta revolta, se não quiser pagar, não paga e senta na sua poltrona que você pagou.

Eu acho uma boa idéia, pois se alguém deseja sentar nesses lugares, ele pode garantir o assento com mais comodidade.

 

Abraços

 

Matheus

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade