Jump to content

Turismo internacional aumentou com vôo direto da TAP, diz vice-governador de Brasília


Abel_BSB

Recommended Posts

Turismo internacional aumentou com vôo direto da TAP, diz vice-governador de Brasília

 

Paulo Octávio afirma que governo investe, anualmente, R$ 60 milhões no turismo e que a capital brasileira está preparada para receber “muito bem” turistas estrangeiros.

 

Renata Moura

Divulgação

 

Paulo Octávio afirma que projeto "Brasília, Patrimônio Cultural da Humanidade" é a prioridade do turismo

 

Brasília - Em entrevista exclusiva ao Portugal Digital, o vice-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio, falou da negociação com a empresa de aviação TAP que culminou, em 2007, com o início do vôo Brasília-Lisboa, sem conexões ou escalas.

 

Ele explicou ainda porque escolheu Lisboa para destino do primeiro vôo direto de Brasília ao continente europeu. “Portugal é um belo país e uma excelente porta de entrada para toda a Europa. De Lisboa, por exemplo, pode-se chegar com facilidade a qualquer país do continente”, disse. Segundo Paulo Octávio, o governo local investe R$ 60 milhões para promover o turismo. Durante a entrevista também listou alguns pontos turísticos obrigatórios para quem visita a capital federal e adiantou que, no próximo ano, o Aeroporto Internacional de Brasília vai ganhar um posto de informações ao turista, com profissionais bilíngües.

 

Foi do senhor boa parte do mérito na negociação da linha aérea direta entre Brasília e a Europa, há um ano. Por que foi escolhida a rota para Lisboa?

Portugal é um belo país e uma excelente porta de entrada para toda a Europa. De Lisboa, por exemplo, pode-se chegar com facilidade a qualquer país do continente. Além disso, temos uma relação histórica com os lusitanos. Outro fator decisivo foi o crescente interesse do brasileiro pelo "velho continente". Só em 2007 foram mais de 900 mil passagens vendidas. A TAP transportou mais de 60 mil passageiros entre Brasília-Lisboa. E, ao que tudo indica, o número será maior em 2008. O vôo da TAP intensificou o turismo internacional.

 

Hoje, o vôo direto da TAP na linha Brasília-Lisboa traz milhares de pessoas para o centro-oeste brasileiro. O que o cidadão europeu, mais especificamente o português, pode encontrar na capital do Brasil?

A maior riqueza de Brasília, além de ser a capital do país, está na sua arquitetura. Os traços de Oscar Niemeyer e o plano urbanístico de Lúcio Costa chamam a atenção de qualquer pessoa. Brasília é a maior área urbana considerada patrimônio histórico da humanidade pela Unesco no mundo. O turista nunca verá nada igual aos arcos da Catedral Metropolitana, eleita a primeira maravilha do Distrito Federal. A gastronomia diversificada, com mais de 3 mil restaurantes e 7 mil bares, também é muito procurada. Temos o maior lago artificial do Brasil, onde se encontra lazer e muita beleza. Sem falar no céu de Brasília, que é um espetáculo à parte.

 

Segundo levantamento da própria TAP, 20% dos passageiros que desembarcam na capital federal no vôo Lisboa-Brasília se deslocam imediatamente para outra cidade. A que o senhor atribui isto?

Brasília é uma cidade nova. Ainda não completou 50 anos. Muitos ainda não a conhecem. Tenho certeza que, ao desembarcar em Brasília e permanecer por um ou dois dias inteiros, o turista vai voltar. Pesquisa recente mostrou que 95% dos turistas que visitam Brasília a lazer indicariam a cidade para amigos ou familiares. Existem grandes atrações na capital e o acolhimento caloroso do brasiliense.

 

O que o GDF tem feito para promover o turismo na capital?

Nosso principal projeto é o “Brasília – Patrimônio Cultural da Humanidade”, que prevê cinco frentes de atuação. Na principal, a parte turística arquitetônica, o visitante aprecia as formas de Brasília e aprende um pouco sobre sua concepção. Todos os monumentos de Brasília estão inclusos neste projeto para atender bem o turista. Mais de 200 pessoas – entre servidores dos monumentos, agentes de viagens e guias – foram treinados. Esse projeto visa apresentar a capital do Brasil a todos que a visitam.

 

Qual o investimento anual do GDF no turismo?

O governo investe cerca de 60 milhões por ano em ações voltadas para o turismo em Brasília.

 

Existe no aeroporto de Brasília um local específico para informar turistas de outros países?

Não existe neste momento um centro de atendimento ao turista. A Brasíliatur está licitando esse espaço, que em breve estará ocupado por profissionais capacitados, ainda no primeiro trimestre do próximo ano.

 

Como e onde o turista deve buscar orientações em Brasília?

Todos os hotéis de Brasília oferecem informações importantes sobre a cidade e distribuem mapas turísticos. Os portugueses podem também buscar informações na Brasíliatur, que é a Empresa Brasiliense de Turismo, e funciona no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, às margens do Eixo Monumental.

 

Existe uma época do ano melhor para se conhecer Brasília?

Brasília é bela em todas as épocas do ano. Tem duas estações definidas: de chuvas, de novembro a março; e de seca, de maio a outubro. Cada uma apresenta sua particularidade. Na época de chuva, Brasília está sempre verde, florida e cheia de vida. Na seca, a beleza do cerrado se destaca, com árvores tortuosas e um belo pôr-do-sol. O céu de Brasília, nas duas estações, é uma beleza à parte. Temos belezas naturais nas duas estações e a arquitetura permanece como sempre. Então, toda dia é um bom dia para visitar a capital do brasileiro.

 

Além do turismo cívico, quais os outros lugares recomendados para se visitar? Na sua opinião, qual o local que o turista português não pode deixar de visitar?

Brasília é porta de entrada para regiões belas e histórias de Goiás. Depois de conhecer a cidade por inteiro, o turista pode se aventurar no turismo ecológico. Em Corumbá e Pirenópolis, ambas no Estado de Goiás, pode-se aproveitar as lindas cachoeiras que brotam do cerrado. A Chapada dos Veadeiros é também um ponto turístico forte, com beleza indescritível. Em Brasília, após conhecer a Esplanada dos Ministérios e os palácios do governo, os lusitados não podem deixar de visitar o Memorial Juscelino Kubitschek e conhecer parte da saga da construção de Brasília e a história do grande estadista que foi JK. Se quiser ver Brasília por outro ângulo, podem subir no mirante da Torre de TV e prestigiar as duas asas que formam o Plano Piloto da capital.

 

Fonte: Portugal Digital

Link to comment
Share on other sites

que venham mais empresas inter. pra BSB!

 

nosso JK ja esta merecendo algum tempo,

 

voos diretos pra fora :thumbsup:

 

Neh???

JK está merecendo alguns vôos internacionais...

Espero que BSB-MIA não demore muito...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade