Jump to content

Varig pode anunciar hoje a demissão de dez mil funcionários


serious flyer

Recommended Posts

Valor Econômico

28/07/2006

Varig pode anunciar hoje a demissão de dez mil funcionários

Janaina Vilella

 

A Varig deve anunciar hoje a demissão de cerca de dez mil funcionários, no Brasil e no exterior. Embora a companhia aérea não se pronuncie oficialmente, o Valor apurou que só deverão ser reaproveitados na nova companhia cerca de 1.700 pessoas. Outros 50 empregados devem permanecer na Varig "velha", que vai operar apenas uma rota, e herdará um passivo de cerca de R$ 7 bilhões.

 

Segundo uma fonte envolvida no processo, a expectativa é de que a VarigLog, nova controladora da Varig, recontrate outros cinco mil funcionários até o fim do ano, com o arrendamento de 30 novas aeronaves. Hoje, a companhia opera com nove aviões.

 

Os gastos com rescisões trabalhistas previstas no plano de recuperação judicial da Varig são estimados em US$ 90 milhões.

 

Uma fonte que acompanha o processo ressaltou, no entanto, que dificilmente os trabalhadores receberão algum dinheiro agora, uma vez que até mesmo o montante equivalente aos gastos com demissões foi renegociado no plano de recuperação judicial da empresa, aprovado pelos próprios trabalhadores, em assembléia de credores.

 

De acordo com o sindicalistas ouvidos pelo Valor, o plano de recontratações é visto como conservador pelo novos donos da Varig, uma vez que, se a empresa conseguir mais aviões nas negociações com as empresas de leasing, a frota e o contingente de empregados aumentaria.

 

Funcionários aeroviários da empresa deram um prazo até hoje para que a Varig pague pelo menos parte dos três meses de salários atrasados e divulgue o plano de demissões. Caso contrário, ameaçam parar as atividades em terra, incluindo o atendimento ao público nos balcões dos aeroportos.

 

Na quarta-feira, empregados da empresa em Guarulhos, Porto Alegre e Curitiba paralisaram as atividades por três horas.

 

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, caso a Varig não deposite hoje pelo menos parte do que deve aos funcionários, a paralisação das atividades da companhia deve se espalhar por outros aeroportos do país.

 

"Esperamos uma posição da Varig (em relação às demissões). Pelo plano de recuperação judicial aprovado, precisamos de uma proposta de acordo coletivo para submeter aos trabalhadores. A reunião de segunda-feira com a Varig foi improdutiva. Queremos que a empresa nos pague o que deve, inclusive os salários atrasados", disse Klafke.

 

Embora já tenha assumido o comando da empresa, a diretoria da nova Varig ainda não anunciou quem sai e quem fica e pede que os funcionários continuem trabalhando, mesmo sem garantias de que receberão por isso. Klafke, lembrou, no entanto, que muitos deles não estão trabalhando mais diante da redução no número de vôos da companhia.

 

A dívida da Varig com os trabalhadores no plano de recuperação corresponde a R$ 170 milhões. Já as dívidas adquiridas após a data da entrada em recuperação são estimadas em R$ 103 milhões.

 

Ontem, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou, em nota, que o número de reclamações contra a Varig está diminuindo e que a situação está se normalizando, embora ainda haja passageiros no exterior com dificuldade para voltar ao país.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade