Jump to content

Região centro-oeste de MG vai contar com aeroporto 24 horas


*Fênix*

Recommended Posts

Região centro-oeste de MG vai contar com aeroporto 24 horas

 

Seg, 17 de Novembro de 2008

 

Dentro dos próximos 80 dias, o aeroporto de Oliveira, no centro-oeste de Minas Gerais, será liberado para balizamento noturno, portanto, em condições de operar as 24 horas do dia. As obras estão sendo feitas com recursos do Proaero (Programa Aeroportuário de Minas Gerais) e os investimentos para reforma e melhorias na pista, balizamento noturno e a construção do terminal de passageiros chegam a R$ 2,2 milhões.

 

O secretário-adjunto de Transportes e Obras Públicas do Estado, João Fleury, afirmou que, com a conclusão das obras, haverá repercussão positiva na economia da região, possibilitando o desenvolvimento do comércio e das indústrias. “A melhoria dos aeroportos regionais reflete na área econômica e no transporte de passageiros. Além disso, o aeroporto em operação 24 horas facilita o contato com os grandes centros urbanos e escoamento da produção”, comentou.

 

Localizado na microrregião do Alto do Rio Grande, o aeroporto Engenheiro Pinheiro Campos foi o primeiro aeroporto do Centro-Oeste a receber obras de melhorias. Ele deverá atender à população de 22 municípios da região. A pista tem 1.180 metros de extensão e 20 metros de largura e com as obras será possível a operação, por instrumentos, de aeronaves de pequeno e médio porte da aviação comercial em geral. A administração e a operação do aeroporto de Oliveira será feita pela prefeitura municipal, através de um convênio a ser firmado com o Governo de Minas e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

 

Também estão previstas obras em outros terminais aeroportuários da região. Segundo o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Fuad Noman, estão sendo feitos projeto de engenharia para obras nos aeroportos de Nova Serrana, Campo Belo, Bambuí, Formiga, Lagoa da Prata e Martinho Campos. Estão abertas licitações para obras de reforma e melhoramento dos aeroportos de Piumhi e Divinópolis e a construção do aeroporto no município de Cláudio.

 

Proaero

 

O Proaero visa construir no Estado uma rede de aeroportos de pequeno e médio porte, com o objetivo de impulsionar a aviação regional e sub-regional, melhorando as condições de transporte de carga e passageiros. Atualmente, Minas Gerais possui uma rede de 151 aeroportos públicos, classificados pelo tipo de pista, sendo 45 pavimentadas e com operação visual diurna, 25 pavimentadas e com operação visual noturna e 81 não pavimentadas.

 

Além disso, outro objetivo é a redução da distância média da sede de um município, por meio de rodovia pavimentada, a um aeroporto. A meta do Proaero, até 2011, com a conclusão das obras previstas no programa, será de ter 92% dos municípios mineiros localizados a uma distância média de 80 quilômetros de um aeroporto público com funcionamento diurno e noturno. Em 2006, havia 151 aeroportos públicos mineiros e, em 2011, serão 163 aeroportos públicos em operação.

 

Segundo o gerente executivo do Proaero, Júlio César Diniz, Minas passa por um processo de crescimento e os aeroportos facilitam e ampliam o acesso ao turismo, educação, saúde, agronegócio. “Com os investimentos, melhoramos os aspectos econômicos do Estado aproximando as regiões, além de acompanhar o crescimento da aviação regional, interligando tanto o Estado quanto seu entorno”, finalizou.

 

Fonte : Jornal de Turismo

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade