Jump to content

Voo da Flybe retorna ao ponto de origem devido 'a nevoeiro em Paris


lylyanna

Recommended Posts

tomcat.jpg florence-airports-1.jpg airport-1.jpg

Aviation News Release

 

Voo da Flybe retorna ao ponto de origem devido 'a nevoeiro em Paris

 

Fernando Moreira - 17/12/2008

 

102_1730-flybe.jpg

 

Um piloto que conduzia um Bombardier Q400, da companhia Flybe, de Cardiff, no País de Gales, a Paris, voltou ao ponto de origem ao se aproximar do aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, que estava mergulhada em forte nevoeiro. O motivo: ele admitiu não ter preparo para pousar a aeronave.

 

"Infelizmente não sou qualificado para aterrissar o avião em Paris", disse aos passageiros o piloto, que levou o Bombardier de volta a Cardiff.

 

O piloto, cujo nome não foi divulgado, tem 30 anos de experiência, mas não havia completado o treinamento para pouso de um Bombardier Q400 em situação de baixa visibilidade.

 

A Flybe apoiou totalmente a decisão do seu funcionário, que espera terminar em breve o curso para pousos em meio a nevoeiro.

 

 

O Globo
Link to comment
Share on other sites

sensacionalismo barato!

ele não deve ter "feito" ou autorização em pousar cat II ou III pelo jeito!

 

ai a imprensa aumeeeeeeeeenta!

 

Não, Stelios, a imprensa só noticia. Aliás, eu prefiro uma imprensa livre e cheia de defeitos à uma imprensa perfeita, "oficial" ou censurada. Acredite, eu vivi parte dos anos de chumbo e sei o quanto isso é difícil.

 

Abraço

 

JC. Biason

 

Link to comment
Share on other sites

discordo, pq é uma "reportagem" que se baseia em dados que não foram apurados, sendo divulgados com sensacionalismo!

 

é raro achar uma noticia da imprensa que não tenha sensacionalismo a la Datena!

 

pra que essa noticia? o q ajuda o passageiro? ajuda o passageiro em não voar com a fluBe mais, considerando que ela é uma cia q não treina seus pilotos adequadamente, conclusão uma cia aérea q não presta, na cabeça de qualquer leigo!

 

mas é essa a realidade?

 

se eu fosse da flybe ou de qualquer cia aérea, mandava processo neles.

Link to comment
Share on other sites

Ué mas se o cara falou nesses termos, "não sou qualificado", é danado mesmo. O passageiro leigo presume que o piloto está preparado pra qualquer situação né. Fica parecendo que o cara aprendeu a pilotar mais ou menos.

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Ué mas se o cara falou nesses termos, "não sou qualificado", é danado mesmo. O passageiro leigo presume que o piloto está preparado pra qualquer situação né. Fica parecendo que o cara aprendeu a pilotar mais ou menos.

 

Abraço

 

Nessa situação, o piloto em treinamento não deveria estar acompanhado de um instrutor?

Link to comment
Share on other sites

Meus caros podemos ver esta noticia em duas vertentes.....primeiro toda esta manobra foi um fracasso da acessória de imprensa da Flybe. Acontece-se o que acontece-se o piloto nunca poderia vir a publico dizer que não executou uma aproximação por falta de treinamento. E se ao regressar também tivesse encontrado nevoeiro, o que faria ele?

 

Segundo, realmente a Flybe pode agora tentar mostrar que os seus pilotos tem consciência dos limites operacionais contudo devemos perguntar como é que um piloto a voar na Europa nesta altura do ano não tem qualificações para voar com estes mínimos.

 

Gostaria de ver o que o manual de operações deles diz a este respeito.

Link to comment
Share on other sites

tomcat.jpg florence-airports-1.jpg airport-1.jpg

Aviation News Release

 

Voo da Flybe retorna ao ponto de origem devido 'a nevoeiro em Paris

 

Fernando Moreira - 17/12/2008

 

102_1730-flybe.jpg

 

Um piloto que conduzia um Bombardier Q400, da companhia Flybe, de Cardiff, no País de Gales, a Paris, voltou ao ponto de origem ao se aproximar do aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, que estava mergulhada em forte nevoeiro. O motivo: ele admitiu não ter preparo para pousar a aeronave.

 

"Infelizmente não sou qualificado para aterrissar o avião em Paris", disse aos passageiros o piloto, que levou o Bombardier de volta a Cardiff.

 

O piloto, cujo nome não foi divulgado, tem 30 anos de experiência, mas não havia completado o treinamento para pouso de um Bombardier Q400 em situação de baixa visibilidade.

 

A Flybe apoiou totalmente a decisão do seu funcionário, que espera terminar em breve o curso para pousos em meio a nevoeiro.

 

 

O Globo

 

Me desculpe , não sou de comentar sobre imprensa quando se relata de aviação pois é sempre recheada de bobeiras , mas essa ai se superou....provávelmente não foi isso que o piloto deve ter dito , não com essas palavras. A tripulação não devia estar habilitada a executar a aproximação em CAT II ou CAT III , na qual o aeródromo Charles de Gaulle estava operando devido as condições marginais de visibilidade e teto. Sendo essa a operação em vigor e tripulação consciente e não habilitada retornaram. Tudo muito normal....Sabemos que na europa é inverno agora , as condições de tempo por lá se alteram rapidamente e é muito simples nessa época ver operações CAT III. Só um adendo , acredito que a tripulação seja habilitada CAT II , dificilmente eles tem somente CAT I , oque leva a entender que o aeroporto operava CAT III.

 

Até

Eugênio

Link to comment
Share on other sites

O piloto disse sim que nao estava preparado em pousar o aviao por nao ter o treinamento completo em tais condicoes tecnicas.

E natural do povo ingles se desculpar e ate esclacer por um erro, mesmo que isto implique encarar problemas. Por um lado voce se sente respeitado. quantas vezes voce tem que esperar para um aviao decolar e ninguem te da uma satisfacao e por ai a fora. Bom mas voltando ao assunto e claro que muitas pessoas ficaram irritadas, pois estes voos de Cardiff e Paris sao voos de negocios e muitos tinham reunioes marcadas. Mas no fim a propria empresa achou que no fianl o procedimento foi correto.

 

ate mais

Kothe

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade