Jump to content

Vôo 3879, da TAM: atraso, sono e muita carapanã


Natan - RBR/SBRB

Recommended Posts

Vôo 3879, da TAM: atraso, sono e muita carapanã

 

Rio Branco - AC - Para dezenas de pessoas foi uma madrugada às claras no saguão do aeroporto de Rio Branco. As carapanãs, ou pernilongos, fizeram a festa .

 

O vôo 3879, da empresa aérea TAM, com previsão de partida à 1h15min de sábado, com destino a Brasília e conexões para as outras regiões do país simplesmente não conseguiu chegar à capital.

 

Primeiro foi informado que o atraso havia acontecido devido à chuva que durou a noite e grande parte da madrugada. Depois, já em direção ao Acre, a aeronave não foi autorizada a descer porque as condições do tempo em Rio Branco não permitiam. O avião teve que retornar a Manaus.

 

Até às 7 horas, ou seja, seis longas horas após o horário marcado para o vôo 3879, os passageiros ainda se encontravam no aeroporto. Uns deitados sobre as bagagens, outros tentando tirar um cochilo nas desconfortáveis cadeiras e outros ainda papeando para tentar passar o tempo.

 

A última informação da TAM é que o avião que deveria chegar a Rio Branco ainda se encontra em Manaus à espera de autorização e\ou passageiros para completar o vôo para Rio Branco e daqui, sabe Deus quando, seguir para Brasília.

 

Em Rio Branco só há dois vôos por dia. Um da Gol, durante o dia, e o outro da empresa TAM, que é à noite.

 

É no Acre também onde se vendem os bilhetes mais caros do Brasil. Uma viagem ida e volta de Rio Branco a Brasília, nesta época do ano, não sai por menos de R$ 1,4 mil, ou seja, mas caro que muitos trechos de vôos internacionais saindo do Brasil para os países do próprio Continente.

 

Fonte: oestadoacre.com

Link to comment
Share on other sites

Carapanãs fazem a festa no aeroporto da capital durante a madrugada

 

Rio Branco - AC - Não bastasse o calor devido não ter ar-condicionado central, o aeroporto de Rio Branco parece está precisando urgentemente da visita da vigilância sanitária. A quantidade de insetos, especialmente pernilongos e carapanãs que habitam a principal porta de entrada do Acre, é incrivelmente grande.

 

Quem ousa sentar e usar o computador terá dois trabalhos: o de manusear a máquina e o de açoitar os insetos que não deixam o passageiro sossegado. O aeroporto de Rio Branco, segundo as informações da época, custou pelo menos R$ 50 milhões, mas os responsáveis pela obra não primaram pela qualidade.

 

Se virasse filme, a história da pouca estrutura e dos bichinhos que perturbam a vida dos viandantes do aeroporto de Rio Branco poderia muito bem ser chamado de ‘nos embalos das ferruadas dos carapanãs na madrugada'.

 

E com direito a trilha sonora dos Bee Gees e tudo mais.

 

Fonte: oestadoacre.com

Link to comment
Share on other sites

Se o tal ILS já estivesse sido instalado por lá será que o aeroporto teria fechado neste dia? Faço esta pergunta por que até quando a InfraZero vai atrasar os investimentos naquilo que é prioridade?

Link to comment
Share on other sites

Vocês só podem estar de brincadeira: a Infrazero gastou 50 milhões de reais num novo terminal em 1999 que sequer tem ar-condicionado central?

 

E em um lugar que quase não faz calor.

Não sei porque, isso não me surpreende.

 

Abraços

 

Matheus

Link to comment
Share on other sites

Um forte temporal com raios caiu sobre Rio Branco durante a noite, obrigando o JJ 3878 a alternar Manaus, onde depois de muita espera, seguiu novamente para RBR mas foi obrigado a retornar pq o aeroporto acreano estava abaixo dos mínimos para pouso por instrumento.

Atualmente, o A320 cumprindo o vôo 3879 já decolou para BSB (13h30 local) depois de mais de 12h atrasado.

O Pouso em Brasília está confirmado para às 17:30

 

Rodney

 

 

Link to comment
Share on other sites

Vocês só podem estar de brincadeira: a Infrazero gastou 50 milhões de reais num novo terminal em 1999 que sequer tem ar-condicionado central?

 

 

Não, não é brincadeira, não há ar condicionado nos saguões, apenas no terraço e muitas vezes não funciona. Não lembro o valor da obra. Esse aeroporto, que pode ser considerado ainda novo, completa dez anos agora em 2009, parece ter sido feito sob sob a coordenação de algum estagiário da INFRAERO, acho que reflexo do caos que era o Acre nessa época. É bem distante do centro, ao contrário do antigo que era praticamente no centro da cidade e que foi alvo de um longo processo judicial, onde antigos proprietários alegavam não terem sido indenizados na época na construção do então Aeroporto Presidente Médice. Lembro que na época da inauguração do atual aeroporto, foi noticiado que era o único caso, naquele período, de construção de um novo complexo aeroportuário em uma área nova totalmente distante do antigo. Se fala que o terminal é pequeno, acho que não, para o movimento de só 300.000 passageiros/ano... mas não é funcional. Agora, precisa sim de ampliação de alguns setores, como balcões de checkin, desembarque etc. A pista, como já foi noticiado está ou estava com muitos buracos, falaram em comodação do solo e tal, causando afundamento da pista.... Como está em área rural, há mata próxima, se forma nevoeiros nas épocas chuvosas.... Já li que a direção da pista, complica alguns pousos quando há fortes ventos.... Não há aquela pista secundária que alguns aeroportos tem e que as vezes é usada quando há interdição da principal. Nos primeiros anos era abastecido diariamento com carros pipas, pois na região não havia outra forma de abastecimento de água. Como é longe do centro, sua área comercial (lojas, restaurantes...) não é atrativa para clientela que não viaja, como em outros aeroportos. Realmente só vai lá quem viaja. Há espaços vazios para lojas; algumas fecharam devido a pouca presença de clientes. Já tivemos quatro empresas tuando com vôos regulares (Varig, Vasp, Rico e Tavaj), hoje só há duas (Gol e TAM). A Gol concentrou seus três vôos à tarde, menos mal. A TAM, a campeã na preferência aqui, tá com seu vôo sempre lotado, nessa época então. Pesquisando hoje ninguem sai do Acre pela TAM dias 29 e 30/12, 02, 04, 05, 06, 07, 08.../01/2009. Nos dias que há vaga no 3879, RBR-BSB pode sair "só" por R$1.800,00! O vôo é de madrugada, horário "sensível" às chuvas, nevoeiros, se é cancelado, é o caos, pois não há outro vôo para acomodar os passageiros. Uma corrida de táxi do aeroporto para ao centro custa na faixa de R$80,00, o preço de uma passagem aérea para PVH. Essa foi a grande obra da INFAERO no Acre no final dos anos noventa!

Link to comment
Share on other sites

Onde fica esse tal de acre? no Brasil? :uhm:

 

 

 

 

 

 

A TAM, a campeã na preferência aqui, tá com seu vôo sempre lotado, nessa época então. Pesquisando hoje ninguem sai do Acre pela TAM dias 29 e 30/12, 02, 04, 05, 06, 07, 08.../01/2009. Nos dias que há vaga no 3879, RBR-BSB pode sair "só" por R$1.800,00!

Ah, mas é que consultar em cima da hora em época como dezembro não dá né, hehe.

Claro que essas passagens estão beeeeem caras. Tanto da Gol como TAM.

Mas se você consultar por exemplo pra daqui 1 quinzena, ida e volta pra brasilia sai por menos da metade desse preço que você colocou aí. Mesmo assim tá caro.

 

 

Utilizando uma metodologia BEM TOSCA, eu montei um esqueminha básico da relação preço/distância na TAM.

 

Foi escolhido o dia 15/01/09 como dia de partida (dia aleatório durante alta/média temporada porém não muito perto de hoje) com volta após 14 dias (dia 29/01/09) pela cia TAM, sempre utilizando tarifa light como base (é a segunda mais barata logo após a promo).

As rotas escolhidas levaram em conta a distância parecida com o trecho RBR-BSB e rotas nacionais sem escalas. Sempre contabilizando ida-e-volta e sem taxa de embarque.

 

Dados do vôo RBR-BSB-RBR

distância voada: 2603km*2 = 5206km

preço: 1139,00

 

Dados das rotas escolhidas;

1)CWB-SSA-CWB.

dist: 2073km*2 = 4146km

preço: 558,00

 

2)REC-GIG-REC

dist: 2139km*2 = 4278km

preço: 919,00

 

3)GIG-FOR-GIG

dist: 2502km*2 = 5004km

preço: 699,00

 

4)GRU-SLZ-GRU

dist: 2679km*2 = 5358km

preço: 699,00

 

5)NAT-GRU-NAT

dist: 2631km*2 = 5262km

preço: 729,00

 

6)BEL-GIG-BEL

dist: 2814km*2 = 5628km

preço: 909,00

 

Resultado nas 6 rotas escolhidas:

29676kms voados

pagou-se ao todo R$4513

ou seja, R$0,16 por km/voado.

 

Já na rota RBR-BSB-RBR

5206kms voados

pagou-se R$1139

ou seja, R$0,22 por km/voado.

Total de R$0,06 a mais por km/voado.

Link to comment
Share on other sites

complementando... se a gente for considerar a tarifa da gol pro trecho RBR-BSB-RBR para a mesma data, temos:

(mantendo mesmas condições)

 

preço: R$738,00

 

assim, fica um total de

R$0,15 por km/voado.

Link to comment
Share on other sites

A Infraero já gosta de colocar os aeroportos no quinto dos Infernos, vide GRU, CNF, GIG, SSA, etc etc etc , vai ver que é por que o terreno custa mais barato nos lugares longe do centro, assim sobra mais dinheiro para o bolso da empresa que ta fazendo as obras....

Link to comment
Share on other sites

Acabou de passar no Jornal do Acre sobre o caso JJ 3879 de hj: a empresa não pagou hotel nem alimentação aos paxs, o avião chegou no fim da manhã. A revolta era grande devido ao atraso excessivo do vôo.

 

Uma dúvida: Num grande atraso como este, que não é decorrente de problema na empresa e sim de questões de mal tempo, é obrigação da cia. fornecer alimentação e hotel aos passageiros?

Link to comment
Share on other sites

A Infraero já gosta de colocar os aeroportos no quinto dos Infernos, vide GRU, CNF, GIG, SSA, etc etc etc , vai ver que é por que o terreno custa mais barato nos lugares longe do centro, assim sobra mais dinheiro para o bolso da empresa que ta fazendo as obras....

 

Epa, vamos com calma ai porque cada aeroporto que citastes tem uma história diferente, nenhuma delas ligada a infraero, que é BEM mais novinha do que os aeroportos de SSA, GIG, GRU (CNF não me arrisco a dizer mas tb acho que é mais velho do que a Infraero). Estou com preguiça de pesquisar aqui mas dando uma olhada no Google, verás que cada um destes aeroportos tem a sua história ligada a bases aéreas, governos militares e etc e não as escolhas da Infraero. Talvez RBR sim, por ser mais novo.

 

Rafael

 

Link to comment
Share on other sites

Uma dúvida: Num grande atraso como este, que não é decorrente de problema na empresa e sim de questões de mal tempo, é obrigação da cia. fornecer alimentação e hotel aos passageiros?

 

Negativo!

Link to comment
Share on other sites

Onde fica esse tal de acre? no Brasil? :uhm:

 

O Acre eu não sei, dizem que ele nao existe! :macumba:

Agora o aeroporto de Rio Branco e outros 66 aeroportos administrados por uma "empresinha" ai, certamente ficam em outra dimensão onde aeroporto nao fecha, nao faz calor, nao tem trafego intenso, nao tem passagueiro, nao tem avião!

 

Link to comment
Share on other sites

Se o tal ILS já estivesse sido instalado por lá será que o aeroporto teria fechado neste dia? Faço esta pergunta por que até quando a InfraZero vai atrasar os investimentos naquilo que é prioridade?

 

Não é de competência da Infraero a instalação de ILS.

Link to comment
Share on other sites

Vôo da TAM atrasa de novo neste domingo

 

Rio Branco - AC - O vôo da TAM de Rio Branco a Brasília, nesta madrugada de domingo voltou a atrasar. Marcado para sair do aeroporto Plácido de Castro 1h15min, a aeronave só pousou na capital quando já passava da hora de partir rumo à capital federal.

 

Ontem, sábado, 27, devido ao mau tempo, o vôo 3879 atrasou 12 horas. Os passageiros, a maioria - dormiu no chão e nas duras cadeiras existentes no saguão do aeroporto de Rio Branco.

 

Mas nesta madrugada de domingo não chove nas áreas próximas ao aeroporto, conforme a Infraero.

 

Fonte: oestadoacre.com

 

----X----

 

Em tempo: o avião passou baixinho aqui em casa por volta das 2:00h da manhã.

Link to comment
Share on other sites

A Infraero já gosta de colocar os aeroportos no quinto dos Infernos, vide GRU, CNF, GIG, SSA, etc etc etc , vai ver que é por que o terreno custa mais barato nos lugares longe do centro, assim sobra mais dinheiro para o bolso da empresa que ta fazendo as obras....

Você queria o que? Que jogassem uma bomba no centro das maiores cidades do país pra fazerem aeroporto lá?

:suicide_anim:

Link to comment
Share on other sites

Não é de competência da Infraero a instalação de ILS.

 

Que eu saiba esse ILS já foi instalado em RBR há tempos. Agora se está funcionando...

Link to comment
Share on other sites

A Infraero já gosta de colocar os aeroportos no quinto dos Infernos, vide GRU, CNF, GIG, SSA, etc etc etc , vai ver que é por que o terreno custa mais barato nos lugares longe do centro, assim sobra mais dinheiro para o bolso da empresa que ta fazendo as obras....

 

O certo seria o que? Fazer mais aeroportos "porta-aviões", cercados por um mar de casas comércios, etc?

É cada uma que a gente tem que ler.... :suicide_anim:

Link to comment
Share on other sites

'' certo seria o que? Fazer mais aeroportos "porta-aviões", cercados por um mar de casas comércios, etc?

É cada uma que a gente tem que ler.... ''

 

''Você queria o que? Que jogassem uma bomba no centro das maiores cidades do país pra fazerem aeroporto lá?''

 

Nem um nem outro, REC e POA por exemplo são próximos a cidade e nem por isso são aeroportos porta - aviões cercado de casas e sem área de escape, CBG tb é um bom exemplo fica a menos de 5 Km do centro de Várzea Grande, e a no max 10 Km do centro de Cuiabá, tem pista boa, área de escape....

 

Aqui mesmo em JPA tem sim lugares bem mais acessíveis e próximos onde se poderiam colocar um aeroporto de bom porte, do que o atual que fica no municipio vizinho a cerca de 30 Km da orla de João Pessoa, polo turístico e hoteleiro onde se hospeda a maior parte dos turistas e onde mora boa parte dos pax que utilizam o Castro Pinto...

 

Só que como o sítio aeroportuário é grande comprar terrenos em lugares não tão isolados é caro, é melhor colocar distante mesmo.... sai mais em conta...

Tb não sei como uma cidade pequena ( se comparada a cidades como CWB, REC, SSA, etc....) como Rio Branco justifica que seu aeroporto se situe a 22 Km do centro, é como o de Maceió, que apesar de ter o terminal mais sofisticado e funcional que conheço (na minha opinião), fica a 25 Km do centro, n entendo com cidades com pouco mais de 500 mil habitantes precisam ter aeroportos tão isolados...

 

Sobre o comentario que fizeram como um terminal custa 50 milhões de R$ e não tem ar condicionado central, é pior uma reforma num aeroporto de 800 mil pax aqui de JPA, onde gastaram 52 milhões de reais e não colocaram nenhum finger...

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Não é de competência da Infraero a instalação de ILS.

O que é competência da InfraZero então é não investir em infra-estrutura e atrasar vários vôos por falta dela!! :macumba: :hypocrite:

Link to comment
Share on other sites

A Infraero já gosta de colocar os aeroportos no quinto dos Infernos, vide GRU, CNF, GIG, SSA, etc etc etc , vai ver que é por que o terreno custa mais barato nos lugares longe do centro, assim sobra mais dinheiro para o bolso da empresa que ta fazendo as obras....

 

Nem um nem outro, REC e POA por exemplo são próximos a cidade e nem por isso são aeroportos porta - aviões cercado de casas e sem área de escape, CBG tb é um bom exemplo fica a menos de 5 Km do centro de Várzea Grande, e a no max 10 Km do centro de Cuiabá, tem pista boa, área de escape....

 

Aqui mesmo em JPA tem sim lugares bem mais acessíveis e próximos onde se poderiam colocar um aeroporto de bom porte, do que o atual que fica no municipio vizinho a cerca de 30 Km da orla de João Pessoa, polo turístico e hoteleiro onde se hospeda a maior parte dos turistas e onde mora boa parte dos pax que utilizam o Castro Pinto...

 

Só que como o sítio aeroportuário é grande comprar terrenos em lugares não tão isolados é caro, é melhor colocar distante mesmo.... sai mais em conta...

Tb não sei como uma cidade pequena ( se comparada a cidades como CWB, REC, SSA, etc....) como Rio Branco justifica que seu aeroporto se situe a 22 Km do centro, é como o de Maceió, que apesar de ter o terminal mais sofisticado e funcional que conheço (na minha opinião), fica a 25 Km do centro, n entendo com cidades com pouco mais de 500 mil habitantes precisam ter aeroportos tão isolados...

 

Ache então algum lugar em Belo Horizonte ou região mais próximo do centro que CNF com terreno suficiente, plano e sem obstáculos nas áreas de aproximação para a instalação de um aeroporto.

 

Ache então algum lugar no Rio de Janeiro ou região mais próximo do centro que GIG com terreno suficiente, plano e sem obstáculos nas áreas de aproximação para a instalação de um aeroporto.

 

Ache então algum lugar em São Paulo ou região mais próximo do centro que GRU com terreno suficiente, plano e sem obstáculos nas áreas de aproximação para a instalação de um aeroporto.

 

P.S.: Não conheço a topografia de SSA e região para saber sa situação por lá.

 

P.S. 2: Cidades crescem, principalmente para os lados dos aeroportos. Ou você queria que todos os aeroportos do Brasil se transformassem em vários Congonhas?

Link to comment
Share on other sites

Um detalhe: quem bateu o pe pra colocar o aeroporto de Rio Branco onde ele esta foi o governo estadual, a Infraero queria o aeroporto mais perto.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade