Jump to content

[TOPICOS MESCLADOS] Azul anuncia novas rotas


SOUSA CPV

Recommended Posts

Azul vai anunciar cinco novas rotas amanhã

 

Na home o presidente do Favecc, Francisco Leme, com o presidente do Conselho da Azul, David Neeleman; acima, Paulo Nascimento, Neeleman, Pedro janot e Antônio Américo, todos da Azul, no encontro

 

 

O presidente da Azul, Pedro Janot, e o presidente do Conselho da Azul, David Neeleman, fazem neste momento uma apresentação aos membros do Favecc, que estão reunidos em São Paulo. De acordo com Janot, o encontro é importante para estreitar a relação da companhia com a entidade e que os acordos firmados entre as partes serão baseados no conceito ganha-ganha. “O mercado de viagens corporativas representa 80% do movimento das companhias aéreas no Brasil. Este mercado é de extrema importância para todos nós”, disse. Segundo o presidente da Azul, o momento agora é de garantir a qualidade do produto e a ampliação da malha. Janot também comemorou os últimos índices de pontualidade da empresa, que atingiu mais de 90% nos últimos dias.

 

Sobre novos destinos, Janot garantiu que amanhã será anunciado cinco novas rotas operadas pela Azul e que devem começar até março. Com relação à frota, a empresa tinha plano de chegar a 16 aeronaves até o final do ano, mas, de acordo com o executivo, a crise pode afetar estes planos. “A certeza que temos é que chegaremos a 12 aviões”.

 

A companhia aguarda as decisões sobre a abertura do aeroporto Santos Dumont para poder traçar novos planos. “Se o SDU abrir a intenção é ter dez vôo diários a partir do aeroporto”, disse o executivo, completando que o Santos Dumont é muito importante para a população do Rio de Janeiro. “A conexão Campinas – Santos Dumont será muito relevante”.

 

A operação rodoviária da Azul entre São Paulo e Campinas também foi destacada por Janot. Para ele, o trajeto de ônibus desenhado entre as duas cidades é uma variável controlada, diferente do trajeto de alguns pontos da cidade e os aeroportos de Congonhas e Guarulhos, que varia significativamente de acordo com o trânsito. No último domingo, 300 pessoas utilizaram a linha de ônibus da Azul

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 87
  • Created
  • Last Reply

Vamos fazer as conclusões por eliminação.

O Neelleman já disse que as próximas cidades atendidas pela Azul seriam Recife e Rio de Janeiro (Galeão). Sobram três. Aqui em Belém, desde o ano passado o povo tá dando como garantida a chegada da Azul, em março, já havendo, inclusive, um responsável por comandar as operações, que era ex-vasp na região.

 

Link to comment
Share on other sites

Aqui em Belém, desde o ano passado o povo tá dando como garantida a chegada da Azul, em março, já havendo, inclusive, um responsável por comandar as operações, que era ex-vasp na região.

Rafael, por acaso seria o Rene?

Link to comment
Share on other sites

Vamos fazer as conclusões por eliminação.

O Neelleman já disse que as próximas cidades atendidas pela Azul seriam Recife e Rio de Janeiro (Galeão). Sobram três. Aqui em Belém, desde o ano passado o povo tá dando como garantida a chegada da Azul, em março, já havendo, inclusive, um responsável por comandar as operações, que era ex-vasp na região.

 

BEL, GIG, REC então. Eu acho que GYN vem nessa também, e se outra vinher acho que vem NVT como já foi dado como certo.

Link to comment
Share on other sites

Recife é a próxima cidade da Azul

 

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras vai começar a operar no Recife ainda no mês de fevereiro. Companhia tem seis aeronaves e voos partindo de Campinas para Porto Alegre, Salvador, Vitória e Curitiba. A companhia aguarda apenas autorização da Agência Nacional de Aviação (Anac) para iniciar a frequência diária entre Campinas (SP) e o Recife. O gerente-geral de vendas da empresa, Antonio Américo, informou ainda que a Azul já começou a selecionar pessoas para trabalhar na operação local.

"No início devemos contar com uma equipe de cerca de 10 funcionários", disse Américo, enquanto participava de almoço de lançamento do projeto Vivendo Pernambuco, da Secretaria Estadual de Turismo, que pretende trazer 1,6 mil agentes de viagens para conhecer Pernambuco durante o ano de 2009.

O gerente-geral não adiantou os preços das passagens, mas garante que serão atrativos. "Onde chegamos até agora, tivemos promoções", disse Antonio Américo, ressaltando que a guerra de preços com a concorrência (leia-se TAM e Gol) "faz parte do jogo". O início da operação da Azul movimentou o mercado nacional de aviação, gerando competição inclusive por rotas. A TAM, por exemplo, deve começar em fevereiro a voar entre Porto Alegre, Campinas e Salvador - a primeira frequência feita pela Azul. "Estamos preparados para isso", garante Américo.

A companhia conta com sete aeronaves e voos para Porto Alegre, Salvador, Vitória e Curitiba - tendo como hub (ponto de concentração) o aeroporto de Viracopos, em Campinas. A meta da empresa é encerrar o ano de 2009 com 14 aviões. "Não mudamos a programação por causa da crise", afirma o gerente-geral da Azul

Link to comment
Share on other sites

Aí vai o meu palpite :

 

GIG - já e certo !

REC - já é certo !

BEL - falta um destino na Região Norte.

GYN - falta um destino na Região Centro-Oeste e o David Neeleman já disse que os útimos seriam BSB-GRU-CGH.

NVT ou FLN - Santa Catarina é o Estado da Região Sul que ainda não tem serviços da AZUL.

Link to comment
Share on other sites

Azul vai anunciar cinco novas rotas amanhã

A operação rodoviária da Azul entre São Paulo e Campinas também foi destacada por Janot. Para ele, o trajeto de ônibus desenhado entre as duas cidades é uma variável controlada, diferente do trajeto de alguns pontos da cidade e os aeroportos de Congonhas e Guarulhos, que varia significativamente de acordo com o trânsito. No último domingo, 300 pessoas utilizaram a linha de ônibus da Azul

 

Quando lançaram o ônibus o pessoal reclamou que o local de saída era ruim e eu cantei a bola. Eles queriam um lugar previsível, para poder sair com o ônibus em um horário seguro para ninguém perder o vôo mas sem ser 30 horas antes com medo do trânsito.

 

http://forum.contatoradar.com.br/index.php...mp;#entry372961

Link to comment
Share on other sites

Quando lançaram o ônibus o pessoal reclamou que o local de saída era ruim e eu cantei a bola. Eles queriam um lugar previsível, para poder sair com o ônibus em um horário seguro para ninguém perder o vôo mas sem ser 30 horas antes com medo do trânsito.

 

http://forum.contatoradar.com.br/index.php...mp;#entry372961

Correto!

Do lugar aonde ele ta saindo ele tem 4 caminhos para chegar ate VCP.

1) pegando a ponte do jaguare, av.jaguare, politecnica pra sair ate a Rod.Raposo Tavares + rodoanel e Anhanguera

2) indo dentro de osasco um pouco da Rod.Castelo Branco, rodoanel, anhanguera

3) marginal pinheiros pra pegar Anhanguera ou a Rod.Bandeirantes

4) por dentro da Vila Leopoldina/Lapa pra pegar a Rod.Anhanguera e Bandeirantes.

 

e todas essas rotas são rapidas para ingressar na rodovia.

Link to comment
Share on other sites

Eu não vejo muita utilidade nesse vôo pra VCP, pelo menos pra mim. Mas a partir do momento que a Azul tiver vôos para GRU e GIG saindo de REC, ai sim eu vou achar melhor.

 

A Azul chegou dizendo que ia ser uma cia diferente, fazendo ligações que as outras empresas nao fazem. A equipe de Neeleman não é tao burra, se eles estao abrindo essas rotas, é porque pesquisaram e acreditam no LoadFactor x Produto. Se a Azul mantiver como base CGH, GRU, GIG e BSB principalmente, fugirá da "Diferença". Eu acredito, afinal, todos da empresa estão satisfeitos sim com a companhia. Porque nao tentar?

Link to comment
Share on other sites

Eu não vejo muita utilidade nesse vôo pra VCP, pelo menos pra mim. Mas a partir do momento que a Azul tiver vôos para GRU e GIG saindo de REC, ai sim eu vou achar melhor.

 

 

Aí que está o ponto.

Fazer isso é o que todo mundo faz.

Como já foi bastante debatido aqui, Campinas é uma excelente alternativa pra quem é do interior de SP.

Se realmente tiver essa rota e eu precisar ir pra REC vou considerar seriamente a Azul, pois assim evito o caos da marginal em SP, mato pelo menos 1 hora de viagem e ainda economizo uma graninha dependendo da antecedência.

 

A Azul vai crescer agora basicamente com esse tipo de público que é o pessoal do interior que não quer perder tempo no trânsito pra chegar a CGH ou GRU. O load factor até agora prova isso.

Link to comment
Share on other sites

AZUL pede mais 7 rotas

29/01/2009 16:02

Fonte: Brasilturis Jornal

 

Além do Rio e Recife, outros cinco voos para a malha

 

A Azul quer voar mais rápido e mais longe o quanto antes. Desta vez, mais sete otrans foram solicitados para a Agência Nacional de Aviação Civil, dentro do planejamento operacional que conta com 7 aeronaves Embraer neste momento. Em janeiro, a companhia já quintuplicou o número de passageiros transportados.

 

“A Azul é a empresa mais fácil de se negociar. Acreditamos no modelo do mercado brasileiro e queremos fazer desta parceria com o mercado, um canal habilitado para o melhor relacionamento”. O diretor comercial e de TI da companhia, Paulo Nascimento, foi taxativo ao afirmar que o setor de distribuição especializado está na prioridade da ação de sua equipe, onde dos 1,7 mil agentes de viagem cadastrados, 50% já estão vendendo os voos da Azul com bom aproveitamento.

 

O alto comando da mais nova companhia aérea brasileira esteve presente na reunião do Favecc, e destacou como fundamental o relacionamento com o mercado dos agentes. O presidente do Conselho de Administração, David Neeleman, o presidente Pedro Janot e o gerente comercial Antonio Américo, juntamente com Nascimento, mostraram desde o retrospecto, as novidades e propostas da companhia.

 

Hoje, a Azul está entrando com 7 pedidos de rotas junto à Anac. Dois deles já conhecidos, Recife e Rio de Janeiro (Galeão) faltando apenas a liberação dos Hotrans para o início dos novos voos diários. Entre os novos voos a serem solicitados, segundo Pedro Janot, o Nordeste tem maior participação.

 

O executivo tem voado bastante nas quatro rotas que a empresa opera e manifesta-se entusiasmado com o que vem observado no que define como “a experiência Azul”. Janot mostra-se como um pesquisador, constantado que é considerável o número de pessoas que estão viajando pela primeira vez e outros que, em cinco vezes, constatam o padrão constante, a pontualidade e atenção da equipe como fatores expressivos. “Estamos encontrando uma base de expontaneidade e atenção que se unem à surpresa pelo que estamos oferecendo”.

 

“Os passageiros estão felizes”, emenda David Neeleman, em seu habitual tom sorridente. completando que “nos também”, referindo-se aos números que apresentou para os associados do Favecc e que revelou, com exclusividade para o Brasilturis Jornal. “Foram 11 mil passageiros em dezembro, e já chegaremos a 50 mil em janeiro. Dos quase mil voos operados, somente um foi cancelado, nossa pontualidade está acima dos 90%. O load-factor que começou em 45% vai alcançar 60% neste mês”.

 

A resposta positiva, obviamente, também tem a ver com a novidade. Credenciado também ao produto que está sendo colocado e ao compromisso participativo que a Azul mostra em todas as ações junto ao cliente e aos parceiros. Hoje, enquanto havia a participação na reunião do Favecc, em São Paulo, no Recife – um dos próximos destinos da companhia – o diretor de relações institucionais, Adalberto Febiliano, está presente junto ao trade local e agentes, para uma primeira amostra daquilo que a Azul vai levar ao mercado pernambucano.

 

Antonio Euryco

 

Link to comment
Share on other sites

O CR sempre teve informantes dentro da ANAC pra antecipar os pedidos de hotran das cias.

 

Dessa vez ninguem consegue antecipar o que está por vir ???

 

O que está acontecendo ?

 

Abs

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade