Jump to content

Jobim: incentivo a aviação regional prevê redução tributária


Fãdaembraer

Recommended Posts

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, detalhou nesta sexta-feira medidas para incentivar a aviação regional e favorecer compras de aviões da Embraer, que passa por dificuldades financeiras por causa da crise econômica mundial. Uma das medidas será a redução de tributos para combustíveis e aviões da empresa. O pedido de um plano para o setor foi feito na quinta-feira, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Jobim disse que foram definidos três instrumentos para favorecer a aviação regional, que utiliza aviões de até 90 lugares, ligando cidades no interior ou capitais próximas. Segundo o ministro, deverá ser instituída uma regra de entrada, para apoiar as empresas que desenvolverem mercados e que impeça novas empresas de explorarem as rotas já desenvolvidas.

 

"Como tem liberdade de rotas no Brasil, uma outra empresa pede a mesma linha e a Anac não pode deixar de negar. Se o aeroporto de saída e o de chegada tem capacidade, concede. Aí mata aquela empresa que criou o mercado", disse.

 

Também será necessário haver uma redução tributária sobre combustíveis e para aviões vendidos pela Embraer, que atualmente perdem competitividade de preço por causa da carga tributária nacional. Além disso, Jobim acenou com a possibilidade do retorno de uma medida chamada de suplementação tarifária, cobrada das outras companhias para apoiar linhas sem retorno econômico, mas necessárias para o País.

 

Jobim citou o caso da rota ligando as cidades amazonenses de Tabatinga e Manaus, que tem a passagem mais cara do que uma viagem entre Manaus e Londres, na Inglaterra.

 

O ministro da Defesa falou ainda sobre o desenvolvimento de um avião de carga pela Embraer, para ser usado principalmente pelas Forças Armadas. O projeto já recebeu R$ 53 milhões do governo e poderá contar com apoio de mais países da América do Sul, como a Colômbia, que já demonstrou interesse.

 

Segundo Jobim, o avião C-390 terá capacidade para levar 19 toneladas e deverá ser capaz de pousar em trechos curtos de pista, competindo com o modelo americano Hércules C-130 usado atualmente pela FAB.

 

Jobim falou com a imprensa após participar de palestra na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, na Praia Vermelha, na zona sul do Rio de Janeiro.

 

Fonte: Agência Brasil

Link to comment
Share on other sites

Primoroso!

Seria ótimo ver Passaredo, Trip e outras crescendo com aviões da Embraer.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade