Jump to content

Mais voos entre Lisboa e Luanda


MarioVieira

Recommended Posts

Fonte : Presstur

Data : 12-03-2009 (00h40)

 

A TAP vai reforçar as ligações entre Lisboa e Luanda para dez voos por semana — noticiou ontem a Rádio Renascença, referindo que o reforço de ligações entre os dois países deverá ser anunciado nos próximos dias por TAP e TAAG.

A perspectiva do reforço a curto prazo das ligações aéreas entre Portugal e Angola foi corroborada pelo ministro das Obras Públicas e Transportes, Mário Lino, que em declarações divulgadas pela Renascença diz que nas reuniões que a TAP teve recentemente em Luanda “acordou-se em desenvolver mais linhas”.

A TAP tem actualmente voo diário para Luanda, mas os seus principais responsáveis têm afirmado o interesse em reforçar a oferta de ligações.

A estação de rádio diz que as dificuldades que a TAP encontrava para atingir esse objectivo parecem estar ultrapassadas na sequência da visita a Luanda de uma delegação da companhia portuguesa, liderada pelo CEO, Fernando Pinto, da visita de Estado do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, a Portugal.

A estação diz que a TAP vai desenvolver não só cooperação técnica com a companhia angolana TAAG, que se encontra na “lista negra” da União Europeia desde 2007, como apoiar a criação em Angola de um centro de formação aeronáutica, um centro de carga e um centro de manutenção “tudo em parceria”.

O ministro Mário Lino, nas declarações divulgadas pela Renascença, confirma que na sequência da visita da delegação da TAP a Luanda foram perspectivadas “novas oportunidades”.

“Nós temos toda a disponibilidade de cooperar com Angola, quer através da TAP quer do nosso INAC [autoridade aeronáutica portuguesa]”, disse Mário Lino.

E a notícia da Renascença acrescenta que “não é descartada a hipótese de troca de interesses accionistas” entre TAP e TAAG.

Um comunicado divulgado pela TAAG no final da visita de Fernando Pinto a Luanda anunciava que “todos os participantes” envolvidos nas conversações “foram unânimes em reconhecer o diálogo franco, augurando um futuro promissor para as relações entre as duas companhias, unidas por profundos laços históricos”.

O comunicado especificava ainda que a delegação da TAP permitiu uma “identificação extensiva dos possíveis campos de cooperação” e já especificava as áreas de formação, “bem como eventuais parcerias nos projectos de criação do Centro de Manutenção Aeronáutica de Angola, Centro de Formação Aeronáutica e Central de Carga Aérea e outros projectos de serviços auxiliares aeronáuticos” (clique para ler: TAAG e TAP falam em “futuro promissor para as relações entre as duas companhias”).

A agência de notícias Reuters informava na passada quinta-feira que a União Europeia irá fazer uma nova inspecção à TAAG em Maio e que o porta-voz da comissão de gestão da companhia angolana disse à Rádio de Angola que é seu objectivo que transportadora possa voltar a sobrevoar os céus europeus a partir de Junho (clique para ler: TAAG quer voltar a voar para a Europa em Junho).

 

Resta acrescentar que a TP usa nesta rota um dos seus A340-300, sempre com lotação completa, sendo necessário reservar os lugares em executiva, por exemplo, com semanas de antecedência. Com o lançamento deste segundo voo, que prevvisívelmente utilizará o mesmo tipo de aeronave, teem-se assim uma melhor oferta numa das rotas intercontinentais com melhor load factor da companhia portuguesa. Recorde-se que, antes da descolonização, a TAP efectuava 2 voos diários ente LIS e LAd com B747-200, sempre com ocupações muito altas.

Mais uma aposta da TAP (e Star Alliance) num mercado com excelentes perspectivas

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade