Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

C010T3

Gianfranco Beting: “Nos orgulhamos de transportar operários e domésticas”

Recommended Posts

“Nos orgulhamos de transportar operários e domésticas”

 

Publicada em 11/8/2009 15:23

Felipe Niemeyer

 

O diretor de Marketing da Azul, Gianfranco Beting, esteve hoje no Rio de Janeiro, para a apresentação do novo voo entre o Aeroporto Santos Dumont e o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre com seis frequências diárias e diretas. O executivo ressaltou o alto nível de ocupação nos voos da companhia (com média de 84,9% em julho, devendo se repetir em agosto) e dos excelentes resultados operacionais em apenas sete meses de operações. A empresa atinge no dia 12 a marca de um milhão de passageiros transportados.

 

Beting disse que a Azul está se consolidando cada vez mais como alternativa para a população – em referencia a Gol e Tam – oferecendo um produto de qualidade a preços competitivos. “O passageiro não se defende do duopólio, mas pode se vingar de maneira mais eloquente buscando empresas que ofereçam diferenciais em termos de serviços e preços”, disse. “Estamos orgulhosos de estar transportando também uma camada de pessoas, como operários e domésticas, que nunca antes tinham viajado” , acrescentou. Ainda de acordo com ele, com a retomada da atividade econômica do País, a demanda de passageiros “deverá explodir”.

 

Na apresentação de hoje, que contou com a presença de agentes de viagens e imprensa de Porto Alegre, o diretor da Azul, acompanhado do diretor comercial e de TI, Paulo Nascimento, agradeceram o apoio dos agentes de viagens no processo de crescimento da empresa e destacaram a iniciativa histórica com o início da nova rota Rio - Porto Alegre. “É a primeira vez que as duas cidades serão ligadas sem escalas por jatos. A última operação sem escalas entre os dois terminais foi em princípios dos anos 70, com a Varig”, finalizou.

 

Panrotas

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo...0%9D_49984.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na apresentação de hoje, que contou com a presença de agentes de viagens e imprensa de Porto Alegre, o diretor da Azul, acompanhado do diretor comercial e de TI, Paulo Nascimento, agradeceram o apoio dos agentes de viagens no processo de crescimento da empresa e destacaram a iniciativa histórica com o início da nova rota Rio - Porto Alegre. “É a primeira vez que as duas cidades serão ligadas sem escalas por jatos.

 

Faltou honestidade do GB em dizer que sempre houve a ligação Rio-Porto Alegre, desde os anos 50. Seria mais correto se falasse se fosse entre SDU e POA, ai sim.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faltou honestidade do GB em dizer que sempre houve a ligação Rio-Porto Alegre, desde os anos 50. Seria mais correto se falasse se fosse entre SDU e POA, ai sim.

Menos Crazy Spotter, todo mundo entendeu que ele se referia ao SDU. Quanto aos passageiros de baixa renda,realmente com os preços praticados, a AZUL avança nas classes C e D .

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faltou honestidade do GB em dizer que sempre houve a ligação Rio-Porto Alegre, desde os anos 50. Seria mais correto se falasse se fosse entre SDU e POA, ai sim.

 

Pode ter sido também um vacilo do repórter, porque nas vezes que ouvi ele falar ficou bem claro que era novidade na rota, no SDU-POA.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faltou honestidade do GB em dizer que sempre houve a ligação Rio-Porto Alegre, desde os anos 50. Seria mais correto se falasse se fosse entre SDU e POA, ai sim.

 

Acho que foi o jornalista que se confundiu na hora de escrever. O Gianfranco já falou sobre isso antes, explicando corretamente. No máximo, foi um ato falho.

Agora, o título... esse aí é uma grande piada. Que demagogia!!! Isso revela como ele trata as pessoas. Operários e domésticas... eu mereço...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, o título... esse aí é uma grande piada. Que demagogia!!! Isso revela como ele trata as pessoas. Operários e domésticas... eu mereço...

 

Não ví nada de mais no título. Qual o público/alvo da Azul mesmo? Classes A e B? :toco:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acho que foi o jornalista que se confundiu na hora de escrever. O Gianfranco já falou sobre isso antes, explicando corretamente. No máximo, foi um ato falho.

Agora, o título... esse aí é uma grande piada. Que demagogia!!! Isso revela como ele trata as pessoas. Operários e domésticas... eu mereço...

 

 

Caro ilustre colega online, o executivo da azul utilizou vamos dizer uma metáfora ao mencionar "empregadas e operários" os quais representam a classe C e D do nosso País, isso não quer dizer que ele esteja substimando essa classe de trabalhadores apenas usando uma figura de linguagem para representar o público alvo deles. Abss

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom,

 

Também vejo isso como um comentário infeliz. Poderia ter exposto bem a abrangência da Azul sem utilizar os termos mencionados.

 

Porém, entendo claramente a o uso dos termos. Além do mais, é uma forma de estreitar as comunicações com essas classes.

 

Seria como se ele dissesse "o Seu Zé e a Dona Maria".

 

O importante é que a empresa veio para popularizar os preços.

 

Abraços,

Share this post


Link to post
Share on other sites

me espanta as pessoas não conseguirem entender nada que não seja no sentido 100% literal

Share this post


Link to post
Share on other sites
me espanta as pessoas não conseguirem entender nada que não seja no sentido 100% literal

 

(2)

 

O problema aí é com a Azul, não importando o que eles digam ou façam.

 

Se ele falasse "gregos e troianos" ou "patrões e empregados" alguém ia reclamar tb. Mas é a opinião de cada um e que deve ser respeitada.

 

Rafael

Share this post


Link to post
Share on other sites

E por acaso "operário" e "doméstica" é ofensa agora?

 

Além do que, lendo a reportagem, vê-se facilmente que o título não representa o que o GB disse com precisão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cada dia mais fico impressionado com este fórum! O conteúdo da reportagem é uma coisa, mas acabam discutindo outra totalmente diferente... discurssão sobre sexo dos anjos!! É cansativo! :suicide_anim:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não ví nada de mais no título. Qual o público/alvo da Azul mesmo? Classes A e B? (2)

 

O problema aí é com a Azul, não importando o que eles digam ou façam. (2)

 

me espanta as pessoas não conseguirem entender nada que não seja no sentido 100% literal ( é melhor desenhar :huh: )

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu me pergunto que empresa não se orgulha de transportar operários, domésticas, professoras, marceneiros, e por aí vai?

Com os preços da Azul, ja quase no mesmo patamar das grandes, já não poderá se gabar disso...

 

É o peso Brasil??? Vai saber.... No final todas acabam virando iguais..

Share this post


Link to post
Share on other sites
É o peso Brasil??? Vai saber.... No final todas acabam virando iguais..

Não, acredito que o aumento dos preços seja por causa dos quase 85% de ocupação. :thumbsup:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente, não acho os preços da Azul tão mais baratos assim não, e em todas as empresas viajam "operários e domésticas", na Gol, na Tam, na Web, na Azul...

 

Esse orgulho pode ser sentido pelo Constantino, pelo Barioni, pelo Paulus, pelo German...

 

Até agora não vi as rotas inovadoras da Azul, até agora tudo é mais do mesmo. não estou menosprezando nem subestimando a empresa, mas o discurso pré-estréia prometia algo bem diferente do que está sendo apresentado... boa empresa? sim, mas igual as outras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Engraçado é que o título diz que ele sente orgulho e todo mundo entende que ele tá falando mal, meu deus do céu, isso irrita.

 

 

Alguém sentir orgulho de alguma coisa torna essa coisa pejorativa? Alguém sente orgulho de algo que não seja bom? Onde está o problema no que ele disse?

 

Tá começando a irritar esse preconcentio RIDÍCULO existente contra a Azul aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também não vi nada muito popular nos preços da Azul. Uma passagem barata não tem sido muito diferente de uma passagem barata de Gol ou TAM. Talvez em trechos mais curtos, como VCP-CWB.

Share this post


Link to post
Share on other sites
“Nos orgulhamos de transportar operários e domésticas”

 

 

Pode ser que um dia eu escute o Gianfranco Beting dizendo: Nos orgulhamos de transportar portugueses e outros povos que não tenham CPF :cutuca:.

 

Me perdoem o desabafo, mas ainda estou com a história da compra do bilhete na azul "atravessada na garganta" :ranting_1:

 

Por acaso gostaria de voltar a encontrar esse Sr. na minha frente para dizer o que penso da Azul no que toca ao funcionamento do seu site.

 

Um abraço,

 

Jopeg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alguém sentir orgulho de alguma coisa torna essa coisa pejorativa?

 

No momento em que ele coloca isso como algo fora do comum, isso se torna condenável, pois quer usar essa imagem comercialmente. O sonho de todas as companhias aéreas é ser como a Gol, a companhia que todos pensam ser LCC, porém não é. No Gol, pelo menos, ninguém é diferenciado. Os eufemismos de Beting são uma ofensa, pois, em forma nua e crua, ele disse: Nossos preços possibilitam que até serviçais comprem nossas passagens.

Alguém tem de informar para ele que todos são passageiros. Ele não tem de se orgulhar de nada além do serviço bem-prestado a todos os passageiros que fazem uso dos serviços da companhia diariamente.

 

Tá começando a irritar esse preconcentio RIDÍCULO existente contra a Azul aqui.

 

Minha crítica se dirige a Gianfranco Beting. Se a atuação dele como representante da Azul gera episódios desconfortáveis como esses, eu só lamento...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então porque todo esse loby para voar na pampulha???

O operário e a doméstica não se importa de ir p/ confins ...

Quero vê entrar lá ... Duvido a Solange se indispor com o Aécio ...

Share this post


Link to post
Share on other sites
No Gol, pelo menos, ninguém é diferenciado. Os eufemismos de Beting são uma ofensa, pois, em forma nua e crua, ele disse: Nossos preços possibilitam que até serviçais comprem nossas passagens.

Alguém tem de informar para ele que todos são passageiros. Ele não tem de se orgulhar de nada além do serviço bem-prestado a todos os passageiros que fazem uso dos serviços da companhia diariamente.

Quando a empresa se gaba de ser a melhor companhia para o "público corporativo" é motivo de orgulho, agora quando se refere às pessoas mais humildes é preconceito. Me perdoe, mas esse preconceito é seu.

Se a atuação dele como representante da Azul gera episódios desconfortáveis como esses, eu só lamento...

Aham. Como sempre, na sua visão, é claro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coiote, apenas para entender seus muxoxos, o que seria este fora do comum?

No momento em que ele coloca isso como algo fora do comum, isso se torna condenável, pois quer usar essa imagem comercialmente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quando a empresa se gaba de ser a melhor companhia para o "público corporativo" é motivo de orgulho,

 

Apesar de você ter sido meio incoerente, eu entendi a mensagem. Voltemos a discutir a questão no dia em que um diretor de marketing de alguma companhia aérea disser que tem orgulho de transportar executivos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que o GB está planejando uma carreira política depois da Azul?

Onde já se viu cia aérea gostar de pobre? As que estão voltadas para as classes mais baixas são tudo casca grossa, a começar de seus representantes, como um O`Leary da Ryanair.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade