Jump to content

Governo do PI estuda comprar aviões para voos de curta distância


mapjunior

Recommended Posts

Autor/Fonte: Aline Rodrigues/ Jornal O DIA as 27 de Outubro de 2009 18:29

 

O secretário de Turismo do Piauí e presidente da Comissão de Aviação Regional do Fonatur, Sílvio Leite, afirmou, durante solenidade de lançamento da IV edição da festa do Caranguejo, que o governo estuda a compra de aviões de pequeno porte para fazer ligações entre o Piauí e estados vizinhos. “Se for preciso adquirir aeronaves, há disponibilidade de recursos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social”, afirmou Sílvio Leite.

 

Segundo o secretário de Turismo, duas empresas irão apresentar propostas de voos no estado. As empresas, de acordo com Silvio Leite, são a Trip e Passaredo, que hoje trabalho com aviões de pequeno porte e que são considerados ideais para explorar linhas de curta e média distância. “Desistimos da Gol e TAM para essas viagens. As empreses Trip e Passaredo vão apresentar suas propostas. No dia 25 de novembro, teremos uma reunião, onde escutaremos as necessidades dessas empresas”, disse o secretário.

 

Atualmente Teresina não possui voos diretos para cidades como Recife (PE), São Luís (MA) e Salvador (BA). Se a proposta apresentada por Silvio Leite sobre a malha aérea para o nordeste for aceita, o Aeroporto Petrônio Portela ganhará mais sete novos voos. Essas novas linhas ligarão não apenas a capital piauiense a outras cidades metropolitanas, mas também a outros municípios do estado, como Parnaíba, São Raimundo Nonato e Picos.

 

Os aviões de pequeno porte, de acordo com Silvio Leite, além de serem mais viáveis economicamente, podem pousar em aeroportos de pequeno e médio porte, como os localizados no interior do Piauí. “Esses aviões atendem as nossas necessidade”, finalizou o secretário de Turismo, afirmando que a aviação a curta e média distância é um problema da aviação nacional.

 

Link to comment
Share on other sites

Quantas reuniões vão fazer? Todo mês vai ter "reunião" e sempre a TRIP e a Passaredo vão começar voos na cidade.

 

 

Para essas rotas, eu acredito mais na TRIP !

Link to comment
Share on other sites

Autor/Fonte: Aline Rodrigues/ Jornal O DIA as 27 de Outubro de 2009 18:29

 

O secretário de Turismo do Piauí e presidente da Comissão de Aviação Regional do Fonatur, Sílvio Leite, afirmou, durante solenidade de lançamento da IV edição da festa do Caranguejo, que o governo estuda a compra de aviões de pequeno porte para fazer ligações entre o Piauí e estados vizinhos. “Se for preciso adquirir aeronaves, há disponibilidade de recursos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social”, afirmou Sílvio Leite.

 

Segundo o secretário de Turismo, duas empresas irão apresentar propostas de voos no estado. As empresas, de acordo com Silvio Leite, são a Trip e Passaredo, que hoje trabalho com aviões de pequeno porte e que são considerados ideais para explorar linhas de curta e média distância. “Desistimos da Gol e TAM para essas viagens. As empreses Trip e Passaredo vão apresentar suas propostas. No dia 25 de novembro, teremos uma reunião, onde escutaremos as necessidades dessas empresas”, disse o secretário.

 

Atualmente Teresina não possui voos diretos para cidades como Recife (PE), São Luís (MA) e Salvador (BA). Se a proposta apresentada por Silvio Leite sobre a malha aérea para o nordeste for aceita, o Aeroporto Petrônio Portela ganhará mais sete novos voos. Essas novas linhas ligarão não apenas a capital piauiense a outras cidades metropolitanas, mas também a outros municípios do estado, como Parnaíba, São Raimundo Nonato e Picos.

 

Os aviões de pequeno porte, de acordo com Silvio Leite, além de serem mais viáveis economicamente, podem pousar em aeroportos de pequeno e médio porte, como os localizados no interior do Piauí. “Esses aviões atendem as nossas necessidade”, finalizou o secretário de Turismo, afirmando que a aviação a curta e média distância é um problema da aviação nacional.

Eh, pra quem nao sabe, o Silvio Leite é Grande ENTUSIASTA da Aviaçao!, tendo dirigido a Antiga ESQUADRILHA ÔNIX(jeans) Atual ESQUADRILHA OI, e tem ligacoes com a aviaçao, inclusive Familiares. Se fosse pra apostar entre a TRIP, Passaredo ou o Governo do Estado fazer uma Cia., a Ultima Opçao é bem mais viavel, quando se fala em operar entre Picos/Parnaiba etc... Duvido MUITO TRIP ou Passaredo em Picos, Agora para o Governo do Estado, tendo boa vontade, as coisas acontecem FACIL!

Trabalhou tb no Grupo que era dono da antiga "IMEDIATA" Distribuidora de Medicamentos, que tinha Islanders, Bandeirantes e Brasilia(O que caiu em SBFZ era deles).

Abs...

Rogeriouzz

 

Link to comment
Share on other sites

O governo comprando até um BANDECO para operar PICOS, PARNAÍBA, SÃO RAIMUNDO NONATO (cujo aeroporto está em construção) e criar uma LAPISA da vida (Linhas Aéreas PIauienses S.A) talvez fosse uma. Para TRIP um NAT-MVF-FOR-PHB-THE-SLZ ida e volta com AT42 ou AT72 seria fantástico do ponto de vista de integração regional. Aliás não é de hoje que o Piauí chama por vôos ou cogita criar uma linha aérea, o governador de lá cogitou inclusive uma multiestatal envolvendo vários estados para se juntar a iniciativa privada e conectar a região e pensar que existem duas empresas regionais, nordestinas com avião sobrando: TAF e ABAETÉ.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho que a matéria ficou com um sentido diferente do que ele quis dizer. Pra mim a idéia é sentar com TRIP e Passaredo para que elas façam os voos, e caso seja necessário aumentar a frota, que estas poderiam recorrer ao BNDES. Não ficou claro essa intenção do governo comprar avião.

Link to comment
Share on other sites

Realmente, com essa paupérrima malha em THE não é espantoso o governo cogitar a criação de uma nova empresa. Desde a saída da Vasp do mercado a capital piauiense só se conecta a FOR e BSB pelas grandes empresas. Já passou da hora de termos um BEL-THE-REC. Na empresa em que trabalho já ouvi mtas reclamações de funcionários que tiveram que ir a FOR ou BSB para chegar em THE. Demanda eu penso que há sim.

Link to comment
Share on other sites

Realmente, com essa paupérrima malha em THE não é espantoso o governo cogitar a criação de uma nova empresa. Desde a saída da Vasp do mercado a capital piauiense só se conecta a FOR e BSB pelas grandes empresas. Já passou da hora de termos um BEL-THE-REC. Na empresa em que trabalho já ouvi mtas reclamações de funcionários que tiveram que ir a FOR ou BSB para chegar em THE. Demanda eu penso que há sim.

 

Sem mencionar que as opções de conexão em REC são mto maiores: JPA, MCZ, AJU, CPV e PNZ além de NAT e SSA que podem ser feitas via FOR tb. Em BEL teríamos MAO, STM, MCP e MAB.

Link to comment
Share on other sites

Autor/Fonte: Aline Rodrigues/ Jornal O DIA as 27 de Outubro de 2009 18:29

 

O secretário de Turismo do Piauí e presidente da Comissão de Aviação Regional do Fonatur, Sílvio Leite, afirmou, durante solenidade de lançamento da IV edição da festa do Caranguejo, que o governo estuda a compra de aviões de pequeno porte para fazer ligações entre o Piauí e estados vizinhos. “Se for preciso adquirir aeronaves, há disponibilidade de recursos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social”, afirmou Sílvio Leite.

 

Segundo o secretário de Turismo, duas empresas irão apresentar propostas de voos no estado. As empresas, de acordo com Silvio Leite, são a Trip e Passaredo, que hoje trabalho com aviões de pequeno porte e que são considerados ideais para explorar linhas de curta e média distância. “Desistimos da Gol e TAM para essas viagens. As empreses Trip e Passaredo vão apresentar suas propostas. No dia 25 de novembro, teremos uma reunião, onde escutaremos as necessidades dessas empresas”, disse o secretário.

 

Atualmente Teresina não possui voos diretos para cidades como Recife (PE), São Luís (MA) e Salvador (BA). Se a proposta apresentada por Silvio Leite sobre a malha aérea para o nordeste for aceita, o Aeroporto Petrônio Portela ganhará mais sete novos voos. Essas novas linhas ligarão não apenas a capital piauiense a outras cidades metropolitanas, mas também a outros municípios do estado, como Parnaíba, São Raimundo Nonato e Picos.

 

Os aviões de pequeno porte, de acordo com Silvio Leite, além de serem mais viáveis economicamente, podem pousar em aeroportos de pequeno e médio porte, como os localizados no interior do Piauí. “Esses aviões atendem as nossas necessidade”, finalizou o secretário de Turismo, afirmando que a aviação a curta e média distância é um problema da aviação nacional.

 

 

Na minha opinião, com apenas um E-175, já seria capaz de fazer diariamente:

"SLZ/THE/SSA" - "SSA/THE/SLZ" - "SLZ/THE/PHB/FOR" - "FOR/PHB/THE/SLZ" - "SLZ/THE/REC" - "REC/THE/SLZ".

 

A TRIP poderia ainda oferecer com outra aeronave, um "GRU/THE/GRU".

Link to comment
Share on other sites

Realmente, com essa paupérrima malha em THE não é espantoso o governo cogitar a criação de uma nova empresa. Desde a saída da Vasp do mercado a capital piauiense só se conecta a FOR e BSB pelas grandes empresas. Já passou da hora de termos um BEL-THE-REC. Na empresa em que trabalho já ouvi mtas reclamações de funcionários que tiveram que ir a FOR ou BSB para chegar em THE. Demanda eu penso que há sim.

 

Agora a Gol vai ter o inédito GIG-THE direto :ohyes:

Acho q um ATR da Trip voando BEL-SLZ-THE(-REC) é uma boa pedida, e Parnaiba podia ganhar um THE-PHB-FOR como a Oceanair ja operou com os Fokker 50. Ou tb junta os dois e faz um BEL-SLZ-THE-PHB-FOR começando com um ATR42 me parece razoável.

Link to comment
Share on other sites

Bem... Pra operar em PICOS, primeiro tem que fazer um aeroporto que comporte uma aviação regular.

 

A pista é totalmente desnivelada, estreita e não possui balizamento noturno homologado. Sem falar na quantidade de urubus nas cercanias do aeródromo (são muitos MESMO).

 

São Raimundo Nonato eu tive a felicidade de não conhecer, no entanto, se não me engano, já ouvi falar que era um bom local.

Link to comment
Share on other sites

Os governos do PI / federal têm que criar vergonha na cara e fornecer estrutura (infra e econômica) para que empresas privadas possam fornecer os serviços. Se há demanda nos trechos, há lucro a ser explorado. O que falta é condições e incentivos para se operar, o que pelo comentário dos colegas percebe-se que não há nem o mais fundamental.

 

Cadê o PAC para a infra aeroportuaria do PI?

Link to comment
Share on other sites

Não existe finança para segurar uma linha para Picos diariamente. O que poderia acontecer era PCS receber vôos 2, 3 vezes na semana. Um LET410 da EPA (Estatal Piauiense de Aviação ahahah) ou PIA (Piauiense de Aviação, no melhor estilo Evo Morales) faria um belo papel dentro do estado, agora linha troncal tem que ser privada mesmo um BEL-SLZ-THE-PHB-FOR operado por E120, E145...

Link to comment
Share on other sites

Os governos do PI / federal têm que criar vergonha na cara e fornecer estrutura (infra e econômica) para que empresas privadas possam fornecer os serviços. Se há demanda nos trechos, há lucro a ser explorado. O que falta é condições e incentivos para se operar, o que pelo comentário dos colegas percebe-se que não há nem o mais fundamental.

 

Cadê o PAC para a infra aeroportuaria do PI?

O maior incentivo que move o setor privado não é o lucro? Se, portanto, o lucro é certo, qual incentivo falta? Incentivos se dão onde não há lucratividade. Afinal, essa operação citada seria lucrativa ou não? Se for, por que mais incentivos? Ou será que o problema está no setor privado? Rotas como THE-SLZ, RBR-MAO, JPA-FOR, GYN-PMW sempre foram lucrativas (se não com um B733, com um ATR; se não com esse, com um EMB-120) e ninguém opera (acho que a Trip resolveu operar a penúltima).

 

Acho que o problema não está, portanto, apenas do lado do setor público. A verdade é que o nosso setor privado de aviação regional sempre foi capenga em sua gestão financeira e operacional (apenas agora vemos lentas mudanças com a boa gestão da Trip). Nesse cenário, não me surpreende que se faça necessária a intervenção de um pequeno estado na execução de algumas linhas.

 

O setor privado é bom e melhor? Sim. Mas também não podemos endeusá-lo como você sempre faz.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade