Jump to content

Parlamentares dos EUA se opõem a compra de aviões da Embraer


Tabbex

Recommended Posts

Parlamentares dos EUA se opõem a compra de aviões da Embraer

 

11/11/2009 | 11:33 | Reuters

 

 

Dois parlamentares dos Estados Unidos disseram na terça-feira ter escrito para o secretário de Defesa Robert Gates pedindo que ele se oponha a qualquer negociação para que os EUA adquiram aviões de ataque leve fabricados pela Embraer.

 

O senador Sam Brownback e o deputado Todd Tiahrt, ambos do Kansas, pediram, em carta datada de 9 de novembro, que Gates confirme se o governo norte-americano manteve ou planeja manter qualquer discussão sobre a compra ou arrendamento de pelo menos 100 aviões Super Tucanos.

 

"Escrevemos para expressar nossa enfática e inequívoca objeção a qualquer acordo desse tipo", disseram os parlamentares na carta, divulgada em comunicado.

 

Eles disseram que um acordo do tipo prejulgaria uma análise em andamento pela Força Aérea para plataformas alternativas que possam realizar missões de ataque leve e reconhecimento armado, que pode abrir caminho para um financiamento para um programa desse tipo a partir de 2011.

 

Eles acrescentaram que os militares norte-americanos já investiram pesadamente no desenvolvimento do Hawker-Beechcraft AT-6B, fabricado pela empresa privada Hawker-Beechcraft, no Kansas.

 

Segundo os parlamentares, não permitir que a empresa dispute a concorrência provocará "objeções enfáticas do Congresso".

 

O Senado e a câmara dos deputados aprovaram, cada uma, projetos que pedem uma "competição total e aberta para o arrendamento ou compra de aviões de ataque leve".

 

"Na crise atual da aviação, seria irresponsável para o departamento tomar quaisquer medidas na direção de comprar ou arrendar um avião estrangeiro quando uma opção fabricada nos Estados Unidos está disponível para qualquer competição que possa resultar (da análise de alternativas)", disseram.

 

fonte: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/econ...phtml?id=943097

Link to comment
Share on other sites

Parlamentares dos EUA se opõem a compra de aviões da Embraer

 

11/11/2009 | 11:33 | Reuters

 

 

Dois parlamentares dos Estados Unidos disseram na terça-feira ter escrito para o secretário de Defesa Robert Gates pedindo que ele se oponha a qualquer negociação para que os EUA adquiram aviões de ataque leve fabricados pela Embraer.

 

O senador Sam Brownback e o deputado Todd Tiahrt, ambos do Kansas, pediram, em carta datada de 9 de novembro, que Gates confirme se o governo norte-americano manteve ou planeja manter qualquer discussão sobre a compra ou arrendamento de pelo menos 100 aviões Super Tucanos.

 

"Escrevemos para expressar nossa enfática e inequívoca objeção a qualquer acordo desse tipo", disseram os parlamentares na carta, divulgada em comunicado.

 

Eles disseram que um acordo do tipo prejulgaria uma análise em andamento pela Força Aérea para plataformas alternativas que possam realizar missões de ataque leve e reconhecimento armado, que pode abrir caminho para um financiamento para um programa desse tipo a partir de 2011.

 

Eles acrescentaram que os militares norte-americanos já investiram pesadamente no desenvolvimento do Hawker-Beechcraft AT-6B, fabricado pela empresa privada Hawker-Beechcraft, no Kansas.

 

Segundo os parlamentares, não permitir que a empresa dispute a concorrência provocará "objeções enfáticas do Congresso".

 

O Senado e a câmara dos deputados aprovaram, cada uma, projetos que pedem uma "competição total e aberta para o arrendamento ou compra de aviões de ataque leve".

 

"Na crise atual da aviação, seria irresponsável para o departamento tomar quaisquer medidas na direção de comprar ou arrendar um avião estrangeiro quando uma opção fabricada nos Estados Unidos está disponível para qualquer competição que possa resultar (da análise de alternativas)", disseram.

 

fonte: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/econ...phtml?id=943097

O que os nobres senadores parecem se esquecer e o fato de o Brasil poder optar pelo "Caça norte-americano" F18 na megacompra planejada pelo governo brasileiro (ProjetoFX).

 

Os americanos que se preparem, pois daqui pra frente, sem contra-partidas, não venderão mais pra ninguém, exceto aos países que vivem dos favores de Washington.

Link to comment
Share on other sites

Gente, estamos falando do país mais capitalista do mundo. Se for economicamente mais viavel o Super Tucano, eles o escolheram. E é claro, tem tbm o fato de o nosso governos poder comprar aviões dos EUA, compra aviões brasileiros seria um ótimo jogo politico.

Link to comment
Share on other sites

Gente, estamos falando do país mais capitalista do mundo. Se for economicamente mais viavel o Super Tucano, eles o escolherão. E é claro, tem tbm o fato de o nosso governos poder comprar aviões dos EUA, compra aviões brasileiros seria um ótimo jogo politico.
Prezado Pablo A. de Freitas: assim como a Pilatus teve que licenciar seu projeto para a Beechcraft para poder ganhar algum com os Hawker-Beechcraft AT-6, a EMBRAER teria que se associar a alguma empresa americana, ou montar uma fábrica nos States para vender o EMB-314. Não podemos esquecer a sociedade que teve de fazer com a Lockheed Martin para concorrer no programa Aerial Common Sensor da Força Aérea do Exército Americano.

Por tradição, os americanos compram só armamento americano, com raríssimas e pequenas exceções. O loby das fabricantes americanas é fortíssimo e elas jogam extremamente pesado. Haja vista o que está ocorrendo no FX-2.

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade