Jump to content

Helicóptero de emissora de TV cai em São Paulo


TMA-SP

Recommended Posts

Se estão fazendo festa, se não estão fazendo festa; se publicaram vídeo, se não publicaram vídeo... Isso não importa. O que realmente interessa é que um helicoptero ultra-popular caiu devido a um problema mecânico, o que - ÓBVIO - coloca em risco toda a frota de equipamentos deste mesmo modelo. O foco deveria ser colocar todos os Esquilo imediatamente no chão até que a causa fosse exaustivamente investigada, e todos os equipamentos rechecados. Ou alguém se responsabiliza se cair mais um Esquilo essa semana?

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 80
  • Created
  • Last Reply
Se estão fazendo festa, se não estão fazendo festa; se publicaram vídeo, se não publicaram vídeo... Isso não importa. O que realmente interessa é que um helicoptero ultra-popular caiu devido a um problema mecânico, o que - ÓBVIO - coloca em risco toda a frota de equipamentos deste mesmo modelo. O foco deveria ser colocar todos os Esquilo imediatamente no chão até que a causa fosse exaustivamente investigada, e todos os equipamentos rechecados. Ou alguém se responsabiliza se cair mais um Esquilo essa semana?

Pararam os A320 depois do crash em Cgh?

Link to comment
Share on other sites

Se estão fazendo festa, se não estão fazendo festa; se publicaram vídeo, se não publicaram vídeo... Isso não importa. O que realmente interessa é que um helicoptero ultra-popular caiu devido a um problema mecânico, o que - ÓBVIO - coloca em risco toda a frota de equipamentos deste mesmo modelo. O foco deveria ser colocar todos os Esquilo imediatamente no chão até que a causa fosse exaustivamente investigada, e todos os equipamentos rechecados. Ou alguém se responsabiliza se cair mais um Esquilo essa semana?

 

 

Isso é um completo exagero. O problema mecânico não necessariamente está ligado a uma falha do projeto da aeronave. Aliás, isso é um caso raríssimo de acontecer.

 

Como o cae falou, pararam todos os A320 do mundo quando o TAM varou a pista em CGH? Pararam todos os 777s quando o da BA pousou em emergência perto de LHR?

Link to comment
Share on other sites

Se estão fazendo festa, se não estão fazendo festa; se publicaram vídeo, se não publicaram vídeo... Isso não importa. O que realmente interessa é que um helicoptero ultra-popular caiu devido a um problema mecânico, o que - ÓBVIO - coloca em risco toda a frota de equipamentos deste mesmo modelo. O foco deveria ser colocar todos os Esquilo imediatamente no chão até que a causa fosse exaustivamente investigada, e todos os equipamentos rechecados. Ou alguém se responsabiliza se cair mais um Esquilo essa semana?

 

Raul , entendo sua preucupação , porém precisamos avaliar o acontecido. Acidentes realmente nos entristecem , independente das proporções em que eles ocorrem. Seja com um Airbus , seja com um esquilo. A estima pela vida humana , a vida de um colega de profissão , muitas vezes pessoas que nem conhecemos pessoalmente , mas que partilham do mesmo trabalho , do mesmo dia a dia que você. Está voando , divide as preucupações do mau tempo , sobre as operações mais cautelosas , sobre dias difíceis , e tudo que envolve uma operação aeronáutica , seja ela de helis ou avião. Voar é muito bonito , as pessoas que não entendem do assunto , sentem orgulho , sentem que você é destemido , você as vezes passa a ser exemplo de conduta e de personalidade. Mas aí , oque poucos sabem , é o conhecimento dos percalços , dos limites em que vivemos muitos dias , colocar nossa confiança na manutênção , acreditar no nosso equipamento , estar treinado para as anomalias do voo , pensar constantemente na vida das pessoas que estão em suas mãos dentro de sua aeronave , e lá fora , sim.....pensar sempre no seu contingente , relacionado com as pessoas no meio externo , são fatores que só nós temos conhecimento. Nunca levei a minha mãe em Marte , apesar de confiar no avião que eu voava , estar em constante contato com os mecânicos (coisas que poucos pilotos faziam por lá...) não levava minha mãe lá , não deixava ela saber a fio o quão era intenso os pensamentos que eu tinha sobre contigêntes em Marte , decolando de uma THR30 , com 30º , 1014hpa's , os 180hp's do Tupi pareciam não fazer diferença ao passar tão baixinho no morro da casa verde , e ainda sim a intensa preucupação com as panes , pois só não pensa nisso quem é muito desligado....voar aeronaves em perfeitas condições é fácil , difícil e se virar nos trinta e colocar algum tipo de aeronave no chão com segurança , na pacata SP , as 16:30 da tarde de uma sexta feira , com apenas 20 anos na época , não queria dar essa preucupação , quem precisa saber disso somos nós pilotos. Me desculpe a extensão do post , talvez eu não tenha respodido diretamente a sua colocação , mas oque posso dizer , é que o AS 355 é um belíssimo helicóptero , não é a toa que os águias da PM utilizam ele , para incessante missão de inúmeros pousos e decolagens e missões diárias , não existe este recall que você citou aos esquilos , "vamos para todos". Oque posso dizer também com pouca ou nenhuma experiência em Heli's , é que o nosso amigo , fez um trabalho "quase" perfeito , pois em uma situação de total descontrole , forçou o pouso em local seguro e livre de terceiros , só poderia ser melhor se o mesmo estivesse aqui , porém dentro de uma situação tão anormal , só posso pensar que ele fez oque pode e com muita prioridade.

 

Eugênio.

Link to comment
Share on other sites

até onde eu sei os 737 só foram parados depois do TERCEIRO acidente envolvendo aquele problema do atuador do leme

 

 

um acidente não justifica parar uma frota inteira, não se sabe se isso foi problema de manutenção ou talvez até mesmo uma falha operacional que tenha estrapolado algum limite do equipamento

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa e fato,a causa do acidente foi uma falha mecanica.!

:secret: Colegas meus que trabalham com essa maquina tem suspeitas que rebites mau instalados em uma das reducoes do rotor de cauda nao aguentaram,e ocasionaram esse acidente.

Voo pairado a baixa altura e muito perigoso,se acontecer uma pane voce tera poucos segundos para agir...uma pena talves se ele estivesse com um pouco mais de altura,estivesse aqui para contar como se safou dessa pane cabeluda.

Link to comment
Share on other sites

O caso do A320/TAM foi muito diferente, pois não ficou evidente, desde o instante inicial, que houve alguma falha de manutenção. É justamente este o problema que estou evidenciando: o filme mostra claramente o helicóptero rodando sobre seu próprio eixo, e uma fumaça branca saindo da cauda - é óbvio que houve algum problema mecânico no rotor de cauda! E, vejam bem, eu nem citei falha de projeto, estou falando em falha de manutenção mesmo.

 

O ponto é o seguinte senhores: se cair mais um Esquilo amanhã, o que vai se falar para a viúva e os órfãos? E se for um de nós? Na minha opinião, o correto seria deixar todos os Esquilo no chão imediatamente até que ficasse provado que não há nenhum problema com o rotor de cauda. Qualquer coisa diferente disso é irresponsabilidade.

Link to comment
Share on other sites

E, vejam bem, eu nem citei falha de projeto, estou falando em falha de manutenção mesmo.

 

Então você se equivocou em seu primeiro post. Oque nos dá a entender , é que você solicita um groundeamento dos esquilos de forma geral , como se este problema exigisse uma D.A , oque não é o caso. Esse episódio , foi algo isolado. Enfim....perfeito seria se tudo sempre funcionasse cinco por cinco , existêm para a nossa infelicidade , as panes mecânicas.

 

Eugênio.

 

Link to comment
Share on other sites

Me desculpe a extensão do post , talvez eu não tenha respodido diretamente a sua colocação , mas oque posso dizer , é que o AS 355 é um belíssimo helicóptero , não é a toa que os águias da PM utilizam ele

 

Eugênio.

Eugênio, concordo contigo quanto a qualidade e confiabilidade dos Esquilos, mundialmente reconhecida. Inclusive são helicópteros utilizados nas mais diversas ações, tanto no uso civil quanto militar.

 

Só uma correção, os 19 "Águias" são do modelo AS/HB350, o único AS355 (Biturbina) é o SAT3, da Polícia Civil. :thumbsup:

Link to comment
Share on other sites

Então você se equivocou em seu primeiro post. Oque nos dá a entender , é que você solicita um groundeamento dos esquilos de forma geral , como se este problema exigisse uma D.A , oque não é o caso. Esse episódio , foi algo isolado. Enfim....perfeito seria se tudo sempre funcionasse cinco por cinco , existêm para a nossa infelicidade , as panes mecânicas.

 

Eugênio.

 

A questão é muito simples, meu caro:

Um helicóptero X caiu por um problema mecânico, ao que tudo indica, por uma falha de manutenção.

Outros tantos helicíopteros X continuam voando, e não há como saber se esses equipamentos estão ou não seguros.

Então, até que se possa atestar que estes equipamentos são seguros, todo mundo no chão. E pronto.

De resto, não solicito "groundeamento" nem "D.A.", só um mínimo de bom senso profissional.

 

Link to comment
Share on other sites

Eugênio, concordo contigo quanto a qualidade e confiabilidade dos Esquilos, mundialmente reconhecida. Inclusive são helicópteros utilizados nas mais diversas ações, tanto no uso civil quanto militar.

 

Só uma correção, os 19 "Águias" são do modelo AS/HB350, o único AS355 (Biturbina) é o SAT3, da Polícia Civil. :thumbsup:

Acho que tem um "Caçador" da PF que também é biturbina não?

 

Abraços!

Link to comment
Share on other sites

A questão é muito simples, meu caro:

Um helicóptero X caiu por um problema mecânico, ao que tudo indica, por uma falha de manutenção.

Outros tantos helicíopteros X continuam voando, e não há como saber se esses equipamentos estão ou não seguros.

Então, até que se possa atestar que estes equipamentos são seguros, todo mundo no chão. E pronto.

De resto, não solicito "groundeamento" nem "D.A.", só um mínimo de bom senso profissional.

Isso não faz sentido!

 

Fulano tem um Esquilo e não faz manutenção, eu tenho outro e faço manutenção. O Esquilo de fulano cai por problema da manutenção dele, por causa disso eu vou ter que groundear o meu e deixar de ganhar dinheiro trabalhando com ele por MESES até que se descubra que o problema foi na manutenção dele e o meu está bom e ficou tanto tempo parado e me dando prejuízo à toa?

 

Você pode ter certeza de uma coisa: a Helibrás/Eurocopter/EADS (sei lá quem faz esse helicóptero!) está doida atrás de saber o que aconteceu, certamente está revendo o projeto ou fazendo algum tipo de inspeção em alguns AS350, e se acharem algum problema crônico, emitirão uma D.A., ou então no mínimo acompanhando as inspeções no que restou do helicóptero acidentado para determinar o que aconteceu e se isso foi um caso isolado ou não.

Link to comment
Share on other sites

A questão é muito simples, meu caro:

Um helicóptero X caiu por um problema mecânico, ao que tudo indica, por uma falha de manutenção.

Outros tantos helicíopteros X continuam voando, e não há como saber se esses equipamentos estão ou não seguros.

Então, até que se possa atestar que estes equipamentos são seguros, todo mundo no chão. E pronto.

De resto, não solicito "groundeamento" nem "D.A.", só um mínimo de bom senso profissional.

Raul voce voa helicoptero? Esquilo?

Link to comment
Share on other sites

Isso não faz sentido!

 

Fulano tem um Esquilo e não faz manutenção, eu tenho outro e faço manutenção. O Esquilo de fulano cai por problema da manutenção dele, por causa disso eu vou ter que groundear o meu e deixar de ganhar dinheiro trabalhando com ele por MESES até que se descubra que o problema foi na manutenção dele e o meu está bom e ficou tanto tempo parado e me dando prejuízo à toa?

 

Você pode ter certeza de uma coisa: a Helibrás/Eurocopter/EADS (sei lá quem faz esse helicóptero!) está doida atrás de saber o que aconteceu, certamente está revendo o projeto ou fazendo algum tipo de inspeção em alguns AS350, e se acharem algum problema crônico, emitirão uma D.A., ou então no mínimo acompanhando as inspeções no que restou do helicóptero acidentado para determinar o que aconteceu e se isso foi um caso isolado ou não.

 

Se for este o caso, ótimo! Prova que a tua manutenção está OK, e volta pro ar. Mas enquanto houver dúvida sobre a segurança do equipamento - que, a propósito, eu via entrar na Helibrás praticamente toda semana -, eu acho que esse equipamento é suspeito. E quanto ao prejuízo... É o risco do negócio, qualquer atividade está sujeita a prejuízos eventuais, especialmente as muito lucrativas.

 

O ponto, meu caro, é que eu não estou confortável justamente com a postura do fabricante. Vc viu uma nota à imprensa deles falando o que estão fazendo? Tem alguma referência no site? É justamente aí que está o problema.

Link to comment
Share on other sites

...

O ponto, meu caro, é que eu não estou confortável justamente com a postura do fabricante. Vc viu uma nota à imprensa deles falando o que estão fazendo? Tem alguma referência no site? É justamente aí que está o problema.

 

Não, mas isso não faz didferença. Falaria a mesma coisa de um carro ou de um elevador.

 

 

A fabricante tem que se explicar para as autoridades que estão investigando o caso e não para a imprensa que quer explorar o fato. Pois isso sim faz diferença!!!

Link to comment
Share on other sites

A fabricante tem que se explicar para as autoridades que estão investigando o caso e não para a imprensa que quer explorar o fato. Pois isso sim faz diferença!!!

 

Discordo. O fabricante tem que dar uma satisfação à sociedade, sim, não só às autoridades. E quando estou falando em "nota à imprensa", não me refiro ao Datena, mas em um comunicado oficial sobre o que eles estão fazendo. O que não pode é deixar a população, que convive com centenas de helicópteros sobre suas cabeças diaraiamente, desinformada.

Link to comment
Share on other sites

Acho que o pessoal fala demais sobre o que não sabe!

 

Muito palpite, muito "achismo", muita opinião baseada em FALTA de conhecimento.

 

Dizem que todo brasileiro é meio metido a ser médico, político e técnico de futebol, deveríamos acrescentar a essa lista: Piloto, Investigador de Acidente Aeronáutico, Engenheiro Aeronáutico, etc...

 

Give me back my 10 minutes, please!

Link to comment
Share on other sites

Discordo. O fabricante tem que dar uma satisfação à sociedade, sim, não só às autoridades. E quando estou falando em "nota à imprensa", não me refiro ao Datena, mas em um comunicado oficial sobre o que eles estão fazendo. O que não pode é deixar a população, que convive com centenas de helicópteros sobre suas cabeças diaraiamente, desinformada.

 

raulmarinho , não consigo entender suas colocações. Mas eu vou falar na real aqui , sem pano preto. Tentei dar uma camuflada no meu post anterior , mas aqui vai caso ainda não estava sabendo. Qualquer pessoa que se sujeito a trabalhar na área de aviação , mas propriamente dita , a área de operações de aeronaves , está sujeito aos imprevistos , que são combatidos excessivamente , através de manutênções routineiras , manutênções preventivas , manutênções corretivas , e programadas através de ciclos e horas de voo. A coisa funciona bem , quando a manutênção é redonda e o piloto em comando também. Porém , EXISTEM as adversidades , que são treinadas exaustivamente por parte de uma tripulação. A queda de um Heli , um esquilo , não necessariamente está ligado com um problema de fábrica , você cita isso veemente , mas isso não é verdade. Cada aeronave têm sua particularidade , mesmo sendo do mesmo modelo , isso só vai conseguir entender quem voa. O nosso colega sofreu uma pane mecânica raulmarinho , oque ele passou , um aluno , um cmte com 7.000hrs , um cara 150 , pode estar sujeito sofrer , a investigação , trará a lucidez as suas perguntas , por isso , sempre aguardamos o RF do CENIPA , antes de ficar solicitando groundeamento , e coisas que inflamam e trazem preucupação as vezes desnecessária aos usuários. Gostaria de saber quantos esquilos sofreram esse tipo de pane , antes de qualquer coisa....são adversidades , e agora não vá me chamar de monstro , mas infelizmente não será a última.

 

Eugênio.

 

sou chato......eu falo a verdade....

 

gg.

Link to comment
Share on other sites

Não, mas isso não faz didferença. Falaria a mesma coisa de um carro ou de um elevador.

 

Sem sentido algum, há quantos anos (ou melhor, décadas) os esquilos voam, se fosse assim os Robinsons estariam groundeados pra sempre, pois esse bichinho cai que é uma beleza

 

Se fosse dessa forma, depois do acidente do C90 PT-PAC em CGH, os King airs seriam groundeados (até hoje por sinal, porque não saiu relatório), o A330 depois do acidente da AirFrance também. você disse que o caso do A320 foi diferente porque inicialmente não se suspeitava de falha mecânica, mas aí você atropela o conceito de que se tem que aguardar a investigação para tomar conclusões. O que é fato é que o esquilo é uma máquina muito segura, e como qualquer máquina, está sujeita a falhas.

Link to comment
Share on other sites

Putz, estava passando de moto pela marginal, a caminho do trabalho, quando o helicóptero caiu. Foi tenso. Ver uma "manobra" suspeita, em seguida ver o Esquilo rodopiar cada vez mais rápido, pensar numa possível queda (e insistir: não, não, não) e assistir a desagradável cena deste caindo, fatidicamente. Horrível.

 

Meus sentimentos à família do piloto.

Link to comment
Share on other sites

Segundo o site da ANAC existem 25 AS355(esquilo Biturnina) registrados no Brasil sendo que alguns ja tiveram suas matriculas canceladas.

 

PPEMV - Matricula Cancelada - Moreto Taxi Aéreo LTDA

 

PPEOH - Ativo - ADMINISTRACAO DIRETA ESTADUAL - POLICIA CIVIL/SP - DEPATRI-SAT

 

PPESS - Ativo - ADMINISTRACAO DIRETA ESTADUAL - EST.DA BAHIA C.MIL.DO GOVERNADOR

 

PPEVA - Ativo - ADMINISTRACAO DIRETA ESTADUAL - GAB.CIVIL DA GOVERNADORIA DO EST.RJ

 

PRADA - Ativo - Tx Aéreo - Banco do Brasil S/A

 

PRHFC - Fora de serviço - ADMINISTRACAO DIRETA FEDERAL(Aeronave avariada por acidente ou indicente) - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL

 

PRHFD - Ativo - ADMINISTRACAO DIRETA FEDERAL - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL

 

PRYCM - Matricula Cancelada - GENERAL ELECTRIC CAPITAL CORPORATION

 

PRYHE - Matricula Cancelada - HELICOPTEROS DO BRASIL S/A

 

PRYTT - Ativo - FLYONE SER.A.ESP.COM.E SERVICOS LTDA

 

PTHNA - Ativo - SUDAMERIS ARREND.MERCANTIL S.A

 

PTHNB - Desativado(C.A cancelado) - QUALICORP CONS.C.S.V.E SAUDE LTDA

 

PTHNH - Desativado(C.A cancelado) - FALCAO SERVICOS DE AGENCIAMENTO LTDA

 

PTHNQ - Ativo - ITAMARACA TRANSPORTES S.A

 

PTHSB - Ativo - Tx Aéreo - BRB BANCO DE BRASILIA S/A

 

PTHSP - Desativado - Tx Aéreo(C.A vencido) - EMAR TAXI AEREO LTDA

 

PTHSQ - Desativado - Tx Aéreo(C.A vencido) - CIA.ITAULEASING DE ARREND.MERCANTIL

 

PTHTD - Desativado - Privado(C.A cancelado) - TULO TRANSP.INTERNACIONAIS LTDA

 

PTHTV - Ativo - Tx Aéreo - SAFRA LEASING S.A ARREND.MERCANTIL

 

PTHTW - Matricula Cancelada - ANTARES TAXI AEREO LTDA

 

PTHXV - Matricula Cancelada - BANCO OURINVEST S.A

 

PTHYA - Ativo - Tx Aéreo - EMAR TAXI AEREO LTDA

 

PTHZD - Desativado - Privado(C.A cancelado) - HELICOP.DO BRASIL S.A-HELIBRAS

 

PTYEN - Matricula Cancelada - HELICOPTEROS DO BRASIL S.A HELIBRAS

 

PTYTS - Desativado - Tx Aéreo(C.A cancelado) - TECTELCOM TECNICA EM TELECOMUNICACOES

 

ABraço.

 

Link to comment
Share on other sites

[...] não há nenhum problema com o rotor de cauda. Qualquer coisa diferente disso é irresponsabilidade.

 

Se fosse assim a própria ICAO já teria determinado que todas as aeronaves S92 do mundo inteiro nao decolassem. Já caíram três fazendo offshore exatamente com o mesmo problema, rachadura da caixa de transmissão de titânio e o consequente vazamento do óleo.

A Sikorsky afirma que é possível voar sem óleo na caixa de transmissão por até 30min, mas parece que as aeronaves nao estao conseguindo voar nem 5min.

 

 

Link to comment
Share on other sites

- Serenada as discussões, encontrei um vídeo que pode resumir muito do que aqui foi dito, mas antes de tudo é uma homenagem ao colega que se foi.

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade