Jump to content

Promotor não descarta pedir prisão de pilotos do Legacy


Felipe Weber

Recommended Posts

Promotor não descarta pedir prisão de pilotos do Legacy

 

O promotor da comarca de Peixoto de Azevedo, no norte de Mato Grosso, Adriano Roberto Alves, admitiu na tarde desta terça-feira que poderá requerer a prisão dos pilotos americanos Jean Paul Palladino e Joseph Lepore, do jato Legacy, que teria colidido com o boeing da Gol causando sua queda e a morte de 155 pessoas, na última sexta-feira à tarde. O promotor disse que, primeiro, vai esperar o resultado da perícia que está sendo pela Embraer, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Polícia Civil de Mato Grosso.

 

"O pedido de prisão é uma possibilidade que não está descartada. Espero receber, o quanto antes o resultado da perícia para tomar outras providências", acrescentou o promotor, autor do pedido, atendido pela Justiça, para aprendeender os passaportes dos dois pilotos que estão impedidos de deixar o Brasil.

 

Adriano Alves disse ao repórter Marcos Azevedo, do site Só Notícias, ainda que, de acordo com o andamento das investigações, o caso poderá ficar sob a alçada do Ministério Público Federal e da Justiça Federal, acrescentando que há suspeitas de falha humana no acidente que é o maior da aviação civil brasileira.

 

 

Fonte: Redação Terra

Link to comment
Share on other sites

fonte: Terra Notícias

 

 

O promotor da comarca de Peixoto de Azevedo, no norte de Mato Grosso, Adriano Roberto Alves, admitiu na tarde desta terça-feira que poderá requerer a prisão dos pilotos americanos Jean Paul Palladino e Joseph Lepore, do jato Legacy, que teria colidido com o boeing da Gol causando sua queda e a morte de 155 pessoas, na última sexta-feira à tarde. O promotor disse que, primeiro, vai esperar o resultado da perícia que está sendo pela Embraer, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Polícia Civil de Mato Grosso.

 

"O pedido de prisão é uma possibilidade que não está descartada. Espero receber, o quanto antes o resultado da perícia para tomar outras providências", acrescentou o promotor, autor do pedido, atendido pela Justiça, para aprendeender os passaportes dos dois pilotos que estão impedidos de deixar o Brasil.

 

Adriano Alves disse ao repórter Marcos Azevedo, do site Só Notícias, ainda que, de acordo com o andamento das investigações, o caso poderá ficar sob a alçada do Ministério Público Federal e da Justiça Federal, acrescentando que há suspeitas de falha humana no acidente que é o maior da aviação civil brasileira.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade