Jump to content
Sign in to follow this  
jambock

EC 725: notícias...

Recommended Posts

Meus prezados
Foram entregues outros dois H-225M para as Forças Armadas do Brasil
A Helibras entregou mais dois helicópteros H225M nas últimas semanas. Foi uma unidade para a FAB, a primeira desse modelo destinada ao 3º/8º GAv (usuário habitual de H-34 Super Puma) sediado na Base Aérea dos Afonsos, no Rio de Janeiro, que será utilizada em missões de busca e resgate, transporte aéreo logístico e evacuação aero médica, tarefas operacionais de sustentação ao combate e outras operações especiais.
A outra unidade foi entregue para a Marinha do Brasil. Este é o sexto H225M da Força, e a aeronave foi recebida pelos pilotos do Esquadrão HU-2 da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, também no Estado do Rio de Janeiro, que já possui algum outro exemplar deste modelo, sendo também operador do Super Cougar. Com os dois novos helicópteros, a Helibras soma três unidades entregues às Forças Armadas neste ano, e 18 no total, desde que o contrato inicial, por 50 unidades foi assinado.

Esta entrega é particularmente importante no contexto do delicado momento econômico que vive o Brasil atualmente.
Fonte: Javier Bonilla para Defensa.com via CECOMSAER 17 SET 2015

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Os desafios políticos e econômicos enfrentados pelo Brasil em 2015 não abalaram a confiança da indústria aeroespacial e de defesa francesa no potencial do mercado brasileiro. Embora em ritmo mais lento, as atividades relacionadas aos três principais projetos desenvolvidos atualmente em parceria entre os dois países - satélite geoestacionário de defesa e comunicações estratégicas, submarinos e helicópteros - continuam avançando.

A França, segundo o diretor do Departamento de Produtos de Defesa (Deprod), do Ministério da Defesa (MD), brigadeiro José Augusto Crepaldi Affonso, sempre foi um parceiro histórico do Brasil na área de defesa, não só por sua proximidade cultural mas também por ser uma nação com tradição e independência tecnológica, garantindo transferência de tecnologia sem restrições.

"Esta fase ruim da economia logicamente afeta os contratos públicos, que sofrem os efeitos da redução de investimentos. Todos os projetos estão adequando seus cronogramas contratuais à realidade orçamentária atual", explicou. Os atrasos na execução dos contratos, segundo o brigadeiro, é uma realidade, mas o MD e as Forças Armadas têm procurado manter as atividades, para não perder o time responsável pela absorção tecnológica dos programas.

Os desafios do orçamento, na visão do presidente da Helibras, empresa controlada pelo grupo Airbus Helicopters, Eduardo Marson, têm impactado bastante a carga de trabalho da empresa, mas a busca por novos mercados tem sido a estratégia para manter a capacitação e os investimentos que foram realizados nos últimos seis anos.

Para se adaptar ao novo cenário, a Helibras precisou fazer ajustes e reduzir seu plano de ter mil funcionários este ano para 700. A empresa investiu R$ 430 milhões na construção da linha de produção dos helicópteros H225M para as Forças Armadas brasileiras. Outros R$ 80 milhões foram investidos este ano nas instalações do centro de treinamento e simuladores da empresa no Rio de Janeiro.

"Esse novo investimento marca mais uma etapa do contrato H-XBR de fornecimento de 50 helicópteros, transferência de tecnologia e produção de diversos itens pela indústria nacional", ressaltou.

Apesar das dificuldades, o acionista controlador da Helibras tem mantido seus planos de investimento de longo prazo no Brasil, o que permitiu que a empresa brasileira fosse reconhecida como referência número um em capacidade de engenharia entre todas as 30 filiais do grupo no mundo. "Estamos capacitados a desenvolver projetos de alta complexidade como o do helicóptero 100% nacional, embora este projeto tenha sido adiado em alguns anos devido a conjuntura atual", afirmou.

A Helibras, afirma, está no Brasil há 38 anos, onde produziu mais de 800 aeronaves e cumpriu a missão designada pelo governo brasileiro de construir no país a única indústria de aeronaves rotativas da América Latina.

Fonte: Virginia Silveira para Valor Econômico via CECOMSAER 24 OUT 2015

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Coluna do Camazano na revista ASAS informa:

EC725 provavelmente ficarão em 38 unidades.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Helibras concludes first Exocet missile integration tests for Brazilian AH-15B

Brazilian helicopter specialist Helibras, a local operation of Airbus Helicopters, has concluded a three-week testing phase for integration of MBDA s Exocet AM 39 Block 2 Mod 2 anti-ship missile and tactical data management system that is to equip the reconnaissance and anti-surface warfare variant of Airbus Helicopters H225Ms (locally designated AH-15B) for the Brazilian Navy.
The activity included simulated missile launches meant to validate the connection between launcher and mission system. This first step will be followed by additional testing work that is scheduled to start in early 2016, before the missile is tested in flight on the AH-15B helicopter in Brazil.
Fonte: Victor Barreira, Porto, Portugal para IHS Jane’s via CECOMSAER 6 DEZ 2015

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
FAB receberá versão operacional do H-36 Caracal ainda em 2015
Novo helicóptero terá sistema de autodefesa e poderá ser reabastecido no ar
28863_resize_620_380_true_false_null.jpg
Foto: Agência Força Aérea
A Força Aérea Brasileira (FAB) irá receber seu primeiro helicóptero H-36 Caracal da versão operacional ainda em 2015. A entrega foi garantida na quinta-feira (03/12) com a assinatura de um termo aditivo ao contrato de aquisição de helicópteros de médio porte com o consórcio Airbus Helicopters/Helibras. Ao todo, o contrato prevê a entrega de 50 unidades para as três Forças Armadas.
O H-36 da versão operacional será o primeiro helicóptero da América Latina com sonda para ser reabastecido em pleno ar. A capacidade, hoje disponível no Brasil apenas para aviões de caça, possibilitará ampliar o raio de ação para missões, como o resgate de pessoas no mar.
De acordo com o gerente do projeto na Comissão Coordenadora do Programa Aeronaves de Combate (COPAC), Coronel Valter Borges Malta, as unidades da versão básica, já utilizadas pela Forças Armadas, têm tido uma operação avaliada de forma positiva. "Atende aos pré-requisitos elaborados pelos Estados-Maiores das três Forças", explicou.
Já o presidente da Helibras, Eduardo Marson, ressaltou a importância para o País. “A assinatura desse termo é uma vitória tanto para nós, que temos como objetivo maior o desenvolvimento das nossas capacidades, da cadeia de fornecedores no país e da indústria aeronáutica, como também para as Forças Armadas”, afirmou. Os helicópteros são montados na sede da empresa, em Itajubá (MG).
Hoje, já há 19 unidades em serviço no Brasil: 7 na Marinha, 5 no Exército, 5 na FAB e 2 para a Presidência da República. Os 31 helicópteros restantes serão entregues até 2022. Ainda em 2015, além da unidade operacional para a FAB, outras duas serão entregues para o Exército.
Além da sonda para reabastecimento em voo, a versão operacional da FAB conta com sensores, como o Radar Warning Receiver (RWR), Laser Warning System (LWS) e Missile Approach Warning System (MAWS), capazes de detectar a presença de radares e de mísseis inimigos. Também fazem parte do pacote sistemas de contramedidas eletrônicas, comunicação criptografada, câmera infravermelha, entre outros equipamentos.
Fonte: Agência Força Aérea via CECOMSAER 8 DEZ 2015

Edited by jambock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lindo nas cores da Marinha. maquinhao!

:secret: ...AFA de que a Base Naval de Belem tera o seu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

H225M.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Helibras avança na certificação do H225M antinavio
Helicóptero mais avançado desenvolvido no Brasil será entregue à Marinha em 2018

A Helibras realizou neste mês em suas instalações em Itajubá (MG) o segundo voo da campanha de certificação do H225M na versão “Operacional Naval”, modelo equipado com sistemas e armamentos para combater navios. O evento contou com a presença da autoridade certificadora, o Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), além de profissionais da fabricante brasileira de helicópteros do grupo Airbus.

O IFI avaliou a integração do sistema de mísseis AM-39 Exocet, programado pela Helibras, a qualidade do voo e o desempenho da aeronave com o armamento instalado. Segundo a fabricante, outros aspectos do Sistema Naval (NTDMS) serão avaliado em breve para a continuidade da certificação completa do helicóptero militar.

Durante o evento, foram realizadas simulações de disparos do míssil Exocet utilizando o Sistema Tático de Missão Naval. “Concluímos mais uma etapa importante no processo de certificação desta versão”, explica o presidente da Helibras, Richard Marelli.

A aeronave BRA-005 será o primeiro H225M em versão operacional a ser entregue para a Marinha do Brasil em 2018. O helicóptero faz parte do contrato de aquisição de 50 aeronaves H225M do programa H-XBR, adquiridas pelo Ministério da Defesa para uso das forças armadas brasileiras, que estão sendo produzidas pela Helibras no Brasil, a partir da transferência de tecnologia e de conhecimento que vem ocorrendo desde 2010.

Alta tecnologia
Grande, rápido e com sistemas de alta tecnologia, o H225M é o helicóptero mais avançado já construído pela indústria nacional. O projeto da célula (o “corpo” do helicóptero) é europeu, mas a integração dos equipamentos de busca e armamentos foi desenvolvido por empresas brasileiras, como a Avibras e Mectron, que participam do programa H-XBR.

O projeto prevê a produção do helicóptero em diferentes versões para Marinha, Exército e a Força Aérea Brasileira, além de variantes de transporte de autoridades. O H225 é baseado no “Super Puma”, como é chamado o mesmo aparelho fabricado na Europa, pela Airbus Helicopters. No Brasil, ele é o “Caracal”.

Fonte: Thiago Vinholes para PORTAL AIRWAY via CECOMSAER 10 AGO 2017

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Comenta-se...
Que o EC 725 ainda está com inspeção da transmissão a cada 10 horas, para checar se existem limalhas no óleo lubrificante da transmissão ou no filtro...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Software desenvolvido pela FAB é integrado aos sistemas do helicóptero H-36 Caracal
O software Sistema de Planejamento de Missões Aéreas (PMAII), desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAV), da FAB, foi integrado aos sistemas da aeronave H-36 Caracal, operada pela Marinha, pelo Exército e pela Força Aérea Brasileira (FAB).
h-36.jpg
Em março, representantes da Airbus Helicopters, da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e do IEAV, bem como dos operadores da aeronave, se reuniram, em Taubaté (SP), a fim de realizar os testes de pré-qualificação dos sistemas do helicóptero.
“Ter um produto desenvolvido pelo Instituto sendo integrado às mais importantes plataformas aéreas das Forças Armadas é não só um reconhecimento da importância do IEAV, mas da assimetria de poder gerada como fruto do conhecimento daqueles pesquisadores que fazem parte de nosso efetivo”, ressaltou o Diretor do IEAV, Coronel Aviador Lester de Abreu Faria.
A primeira versão do software foi criada em 2009 para planejar atividades de voo em missões conjuntas, manobras ou ações rotineiras. Também serve para realizar debriefings após o voo, como, por exemplo, validar o resultado de um combate.
Desde então, o programa já passou por mais de dez atualizações, sempre a partir de uma interação entre os desenvolvedores, as unidades áreas da FAB e o Comando de Preparo (COMPREP), para que fosse facilitada a utilização do software, o recebimento de sugestões dos usuários e a inserção de novas funcionalidades.
Fonte: AEROFLAP via CECOMSAER 10 ABR 2018

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Helibras entrega 10° helicóptero H225M ao Exército Brasileiro
A Helibras anunciou nesta sexta-feira (21) a entrega de mais um helicóptero H225M para as forças armadas brasileiras. O modelo da vez é a 10° aeronave recebida pelo Exército Brasileiro (EB) e ficará baseada no 1° Batalhão de Aviação (BavEx), em Taubaté (SP). Esse foi o 32° aparelho do programa H-XBR entregue pela fabricante de Itajubá (MG).
O H225 em versão “Operacional” do EB é equipado com o sistema de autodefesa IDAS-3 desenvolvido pela SAAB. Esse equipamento é capaz de detectar e identificar diversos tipos de ameaças por meio de sensores laser, como a aproximação de mísseis e sinais de radares inimigos, permitindo também o disparo de dispositivos de contramedida de forma automática ou manual.
Segundo a Helibras, a última entrega do cronograma ocorreu no início deste mês para a Força Aérea Brasileira. A fabricante ainda complementou que há previsão de mais uma entrega ao EB ainda neste ano. O programa H-XBR contempla um total de 50 helicópteros.
Maior helicóptero do Brasil
Grande, rápido e com sistemas de alta tecnologia, o H225M é o helicóptero mais avançado já construído pela indústria brasileiro. O projeto da célula (o “corpo” do helicóptero) é europeu, mas a integração dos equipamentos de busca e armamentos foi desenvolvido por empresas brasileiras, como a Avibras, Mectron, além da própria Helibras, que participam do programa H-XBR.
O projeto prevê a produção do helicóptero em diferentes versões para Marinha, Exército e a Força Aérea Brasileira, além de variantes de transporte de autoridades. O H225 é baseado no “Super Puma”, como é chamado o mesmo aparelho fabricado na Europa pela Airbus Helicopters. No Brasil, ele é o “Caracal”.
Fonte: Thiago Vinholes para site Airway via CECOMSAER 22 set 2018

No exército este helicóptero é denominado "Jaguar"

Edited by jambock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Helibras entrega o 33º H225M do Programa H-XBR ao Exército Brasileiro
h2253.jpg

A Helibras acaba de entregar o terceiro helicóptero militar modelo H225M previsto para 2018, a segunda aeronave prevista para o Exército Brasileiro este ano.
A aeronave ficará baseada no 1º Batalhão de Aviação (BAvEx), em Taubaté, se juntando a outras 10 dez aeronaves H225M já entregue ao Exército Brasileiro.
A aeronave faz parte do Programa H-XBR, firmado em 2008 com o Ministério da Defesa, para aquisição de 50 aeronaves do modelo, para as Forças Armadas do Brasil.
“O programa H-XBR representa um salto qualitativo ao Brasil, pois traz desenvolvimento para a cadeia de fornecedores, transferência de tecnologia e mão de obra especializada ao país”, afirma Richard Marelli, presidente da Helibras e Head of Country da Airbus no Brasil.
Fonte: portal AEROFLAP via CECOMSAER 10 out 2018

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Força Aérea Brasileira dá inicio a certificação de REVO entre as aeronaves: H-36 Caracal e KC-130 Hércules
kc.JPG

Esta semana, a Força Aérea Brasileira, deu início a um primeiro estágio da guerra entre as aeronaves: H-36 Caracal e KC-130 Hércules, para a transferência de combustível no ar (REVO). Até o próximo dia 21, como as operações em execução realizam ensaios em solo e voo, a fim de garantir a segurança e o sucesso da missão. O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) gerencia uma operação que acontece na Ala 11, antiga Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro.
Fonte: Anderson Gabino para DEFESA.TV via CECOMSAER 14 dez 2018

A notícia tem suas imperfeições, mas o importante é que foram iniciados os testes de REVO entre estas duas aeronaves.

Edited by jambock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Comenta-se...

A FAB e a Aviação Naval  estudam a possibilidade de não receber os quatro últimos helicópteros H-225M Caracal/Super Cougar (dois da FAB e dois da Marinha), da encomenda original de 50 aparelhos. Tal modificação possibilitaria receber em troca aparelhos Esquilo AS-350B3 para dotar o 1º/11º GAV da FAB e o HU-1 da Aviação Naval, sendo 12 unidades para a FAB e 18 para a Aviação Naval.

Fonte: coluna do Camazano - revista ASAS nº 109 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Helicóptero H-725, Super Cougar, UH-15ª C-SAR*   da Marinha do Brasil

 

C-SAR = Busca, Salvamento e Resgate em Combate

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information