Jump to content

Embraer Desenvolve Novo Jato Comercial


PedroCNF

Recommended Posts

EMBRAER DESENVOLVE NOVO JATO COMERCIAL DE 50 A 120 ASSENTOS

 

São Paulo, 30 - A Embraer está desenvolvendo um novo jato comercial de 50 a 120 assentos,

segundo o vice-presidente executivo financeiro e de Relações com o Mercado da companhia,

Luiz Carlos Siqueira Aguiar. De acordo com ele, a empresa está consultando os clientes para

desenvolver o produto mais adequado. Aguiar explicou que a Embraer é líder no segmento de 50

a 120 assentos, e que o novo jato se enquadrará neste nicho.

Questionado sobre os planos da Embraer de construir uma unidade na Flórida (EUA), o executivo

negou que a empresa esteja buscando incentivos do governo norte-americano, conforme noticiou

a imprensa brasileira. De acordo com Aguiar, este é um projeto pequeno e será financiado sem

incentivos governamentais.

O diretor afirmou ainda que o número de propostas de clientes para o setor de aviação comercial

aumentou neste ano em comparação com 2009, embora isso não tenha se traduzido em pedidos

efetivos. "O mercado está melhor do que em 2009, porque aquele foi um ano muito difícil", disse

Aguiar, durante o 3º Seminário Anbima de Finanças Corporativas, realizado hoje em São Paulo.

 

Fonte AE

Link to post
Share on other sites

A fábrica é em Melbourne FL USA, destina-se ao acabamento dos Phenom 100 - 300 para o mercado americano e o recebeu incentivo fiscal sim do estado da Florida ...

Fonte: TC Palm:

"MELBOURNE — Work could begin next month on Brazilian jet maker Embraer’s $51 million assembly facility and showroom at Melbourne International Airport.

Embraer could get as much as $11 million in state, county and local tax incentives for the project, which includes assembling and equipping high-end private jets in a state-of-the-art facility on General Aviation Drive at the airport’s north end and establishing its U.S. headquarters for Embraer Executive Jets."

 

Já isto não faz sentido algum para mim ... e a família E-Jets, jogamos fora ? Ou será que ele quer dizer nova remotorização ????

50 a 120 assentos - mesmo airframe ???

 

"A Embraer está desenvolvendo um novo jato comercial de 50 a 120 assentos,

segundo o vice-presidente executivo financeiro e de Relações com o Mercado da companhia,

Luiz Carlos Siqueira Aguiar. De acordo com ele, a empresa está consultando os clientes para

desenvolver o produto mais adequado. Aguiar explicou que a Embraer é líder no segmento de 50

a 120 assentos, e que o novo jato se enquadrará neste nicho."

Link to post
Share on other sites
A fábrica é em Melbourne FL USA, destina-se ao acabamento dos Phenom 100 - 300 para o mercado americano e o recebeu incentivo fiscal sim do estado da Florida ...

Fonte: TC Palm:

"MELBOURNE — Work could begin next month on Brazilian jet maker Embraer’s $51 million assembly facility and showroom at Melbourne International Airport.

Embraer could get as much as $11 million in state, county and local tax incentives for the project, which includes assembling and equipping high-end private jets in a state-of-the-art facility on General Aviation Drive at the airport’s north end and establishing its U.S. headquarters for Embraer Executive Jets."

 

Já isto não faz sentido algum para mim ... e a família E-Jets, jogamos fora ? Ou será que ele quer dizer nova remotorização ????

50 a 120 assentos - mesmo airframe ???

 

"A Embraer está desenvolvendo um novo jato comercial de 50 a 120 assentos,

segundo o vice-presidente executivo financeiro e de Relações com o Mercado da companhia,

Luiz Carlos Siqueira Aguiar. De acordo com ele, a empresa está consultando os clientes para

desenvolver o produto mais adequado. Aguiar explicou que a Embraer é líder no segmento de 50

a 120 assentos, e que o novo jato se enquadrará neste nicho."

 

Também nao vi sentido algum, fiquei sem entender essa noticia dos jatos de 50 a 120...

Link to post
Share on other sites
Já isto não faz sentido algum para mim ... e a família E-Jets, jogamos fora ? Ou será que ele quer dizer nova remotorização ????

50 a 120 assentos - mesmo airframe ???

 

"A Embraer está desenvolvendo um novo jato comercial de 50 a 120 assentos,

segundo o vice-presidente executivo financeiro e de Relações com o Mercado da companhia,

Luiz Carlos Siqueira Aguiar. De acordo com ele, a empresa está consultando os clientes para

desenvolver o produto mais adequado. Aguiar explicou que a Embraer é líder no segmento de 50

a 120 assentos, e que o novo jato se enquadrará neste nicho."

 

Em princípio para mim também não faz sentido. Mas vamos pensar juntos para achar uma justificativa. Afinal de contas esse porta-voz é da própria EMBRAER.

 

Pelo visto eles esperam um reaquecimento do mercado de aeronaves deste porte, inclusive das de 50 assentos. Da forma como a declaração foi feita permite que se conclua que se trata de uma família de aeronaves. Como a família

E-70 a E-95 ainda tem muito caldo para dar pode-se imaginar não uma simples remotorização, mas uma modernização mais ampla com nova aerodinamica, métodos construtivos, maior alcance, etc. O que complica o raciocínio é o avião de 50 lugares. Pelo visto eles detetaram que haverá mercado para ele. Se vão inserir este tamanho de avião na família certamente ele deverá ser 2+2 com cabine mais larga. Neste caso os motores seriam sob as asas ou na cauda? Se forem na cauda, os maiores também seriam do mesmo tipo com nova empenagem e mesmo corpo dos atuais? Vejam bem, pode ser que o que eu disse acima tenha incoerências. O meu objetivo é que se discuta o assunto. Eu sou engenheiro mas não aeronáutico.

Link to post
Share on other sites
Em princípio para mim também não faz sentido. Mas vamos pensar juntos para achar uma justificativa. Afinal de contas esse porta-voz é da própria EMBRAER.

 

Pelo visto eles esperam um reaquecimento do mercado de aeronaves deste porte, inclusive das de 50 assentos. Da forma como a declaração foi feita permite que se conclua que se trata de uma família de aeronaves. Como a família

E-70 a E-95 ainda tem muito caldo para dar pode-se imaginar não uma simples remotorização, mas uma modernização mais ampla com nova aerodinamica, métodos construtivos, maior alcance, etc. O que complica o raciocínio é o avião de 50 lugares. Pelo visto eles detetaram que haverá mercado para ele. Se vão inserir este tamanho de avião na família certamente ele deverá ser 2+2 com cabine mais larga. Neste caso os motores seriam sob as asas ou na cauda? Se forem na cauda, os maiores também seriam do mesmo tipo com nova empenagem e mesmo corpo dos atuais? Vejam bem, pode ser que o que eu disse acima tenha incoerências. O meu objetivo é que se discuta o assunto. Eu sou engenheiro mas não aeronáutico.

 

Entendi, pode ser que seja isso mesmo. Com relação aos de 50 assentos, pode ser isso também, estejam, atraves de pesquisas e análises, enxergando uma demanda para jatos desse porte...

Link to post
Share on other sites
Entendi, pode ser que seja isso mesmo. Com relação aos de 50 assentos, pode ser isso também, estejam, atraves de pesquisas e análises, enxergando uma demanda para jatos desse porte...

 

Mercado declarado morto.

Nem mesmo com a Embraer China - que se não houver outro destino - terão a linha dos ERJ e as portas fechadas.

 

Detalhe, não vi esta entrevista ( ou notícia ) em nenhum outro lugar ....

Link to post
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade