Jump to content

TAM comemora altas ocupações no Rio


Recommended Posts

Tam comemora alta ocupação em novos voos do Rio

 

 

No dia 10 de agosto a Tam inicia novas ligações a partir do Rio de Janeiro, tendo como destinos finais Frankfurt, na Alemanha, e Londres, na Inglaterra. Segundo o vice-presidente comercial e de Planejamento da Tam, Paulo Castello Branco, no primeiro mês, o voo de Frankfurt apresenta ocupação de 92% e o de Londres de 83%, o que mostra o acerto na decisão e que vai ajudar a desafogar também os voos de São Paulo, oferecendo mais espaço ao mercado paulista e do sul.

 

 

Fonte: Panrotas

 

 

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo...-rio_59940.html

 

Link to comment
Share on other sites

Tam comemora alta ocupação em novos voos do Rio

 

 

No dia 10 de agosto a Tam inicia novas ligações a partir do Rio de Janeiro, tendo como destinos finais Frankfurt, na Alemanha, e Londres, na Inglaterra. Segundo o vice-presidente comercial e de Planejamento da Tam, Paulo Castello Branco, no primeiro mês, o voo de Frankfurt apresenta ocupação de 92% e o de Londres de 83%, o que mostra o acerto na decisão e que vai ajudar a desafogar também os voos de São Paulo, oferecendo mais espaço ao mercado paulista e do sul.

 

 

Fonte: Panrotas

 

 

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo...-rio_59940.html

 

Isso não é surpresa nenhuma, só coloca FRA-GIG junto com JFK-GIG na fila de voos da JJ que precisam se tornar diários, mas como aparentemente a empresa não se mexe para trazer mais 332 a curto prazo...

Link to comment
Share on other sites

Isso não é surpresa nenhuma, só coloca FRA-GIG junto com JFK-GIG na fila de voos da JJ que precisam se tornar diários, mas como aparentemente a empresa não se mexe para trazer mais 332 a curto prazo...

A332 eu acho difícil, pois não existem usados disponíveis no mercado. Novos, só com entrega depois de 2012, o que não adiantaria, pois os A350 já estarão quase chegando.

 

Mas poderia sim trazer pelo menos dois A340-300 que como já discutimos em outros tópicos, não é tão gastão quanto os A345 e leva mais pax que os 332, além da possibilidade de arrendamento mais em conta e comunalidade da frota. Os A343 poderiam ser alocados nas rotas para os USA e trariam-se os 332 para desafogar as novas rotas. Iberia e Cathay possuem alguns "stored" não tão velhos assim.

Link to comment
Share on other sites

A332 eu acho difícil, pois não existem usados disponíveis no mercado. Novos, só com entrega depois de 2012, o que não adiantaria, pois os A350 já estarão quase chegando.

 

Mas poderia sim trazer pelo menos dois A340-300 que como já discutimos em outros tópicos, não é tão gastão quanto os A345 e leva mais pax que os 332, além da possibilidade de arrendamento mais em conta e comunalidade da frota. Os A343 poderiam ser alocados nas rotas para os USA e trariam-se os 332 para desafogar as novas rotas. Iberia e Cathay possuem alguns "stored" não tão velhos assim.

 

 

332 usados estão disponíveis vide: http://www.speednews.com/EquipmentResults....p;Aircraft=A330

 

Seus respectivos s/n são: 229 (HB-IQA), 249 (HB-IQC), 288 (HB-IQH) , 291 (HB-IQI) , 322 (HB-IQQ) e 1019 (VN-A378).

 

Sem falar que A343s também não seriam má idéia.

Link to comment
Share on other sites

O sr. Paulo C. Branco, havia mencionado em uma entrevista anterior a essa, q o GIG-FRA seria diario ate o fim do ano. Aliado ao recente anuncio d LAD c aeronaves proprias p DEZ, fica evidente a necessidade de incoparacao d 2 aeronaves em regime d urgencia, podendo ser uma antecipacao das entregas dos 2 330 programados p 2011, ou extras, fora do plano d frota.

 

Um dos 330 ficaria baseado no GIG aumentando o GIG-FRA p diario, mais a quarta frequencia no GIG-LHR.

O outro seria baseado em GRU fazendo 3X o GRU-LAD e 4X o GRU-CDG. Sendo as partidas d GRU red-eye e a voltas diurnas.

 

Alem d FRA e LHR, CDG tem sido o destino europeu q esta precisando d reforco. Os 3 voos diarios nao estao dando conta da demanda., principalmente na F e C.

 

Com a entrada da Qatar e Emirates c voos diurnos, atendendo principalmente o mercado asiatico c destino ao Brasil. Percebendo tb os otimos loads da AF e KL em seus voos diurnos c muitos PAX d procedencia asiatica em cnx em AMS e CDG, vemos q existe a viabilidade do CDG-GRU diurno da TAM.

 

No caso da JJ especificamente ela decolaria d CDG 4X num horario proximo dos voos diurnos da AF p GRU e GIG, permitindo a devida alimentacao dos voos pelo OD + cnxs, Asia principalmente, aproveitando o fato d q muitas empresas asiaticas pousam logo cedo em CDG, incluindo membras da Star e parceiras d interline.

Lembrando q a chegada em GRU seria em horario adequado ao banco d cnxs.

 

Em outro topico cheguei a mencionar a reducao da frequencias em CCS, p q fosse possivel o inicio do GRU-LAD, caso nao fossem recebidas novas aeronaves. Mas como esta cada vez mais evidente q haverao novos recebimentos, nao ha a necessidade.

Alem disso, percebi q os baixos loads do GRU-CCS d hj, sao os mesmos do MIA-MAO em 2009, somente 50%. Mesmo assim nao houve diminuicao da oferta em MAO, o q tb nao deve ocorrer em CCS.

 

Tambem acreditei no inicio do GRU-LIS 4X. Mas pensando bem e olhando os impressionantes loads em CDG, vejo q é melhor o reforco d uma rota consagrada do o inicio em uma nova base.

Link to comment
Share on other sites

Desculpa ae galera

Corrigindo os dados d CCS, sao 70% na Y e 30% na C, sendo uma media d 60%.

Eu acabei confundindo c 50% pq fiz a media entre 70 e 30. Mas como existem mais assentos na Y, acaba pesando mais no resultado.

Link to comment
Share on other sites

332 usados estão disponíveis vide: http://www.speednews.com/EquipmentResults....p;Aircraft=A330

 

Seus respectivos s/n são: 229 (HB-IQA), 249 (HB-IQC), 288 (HB-IQH) , 291 (HB-IQI) , 322 (HB-IQQ) e 1019 (VN-A378).

 

Sem falar que A343s também não seriam má idéia.

Acredito estar bem caro esses A332, mesmo com cinco das seis unidades disponíveis já possuírem mais de dez anos.....

 

Pode ser que os 343 tenham um custo de oportunidade mais interessante, aliado ao fato de mais capacidade, que se equipararia ao A333, muito propagado por aqui, como a solução para as rotas norte-americanas na TAM.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Tambem acreditei no inicio do GRU-LIS 4X. Mas pensando bem e olhando os impressionantes loads em CDG, vejo q é melhor o reforco d uma rota consagrada do o inicio em uma nova base.

 

 

Fiz a rota BSB-GRU/GIG-CDG 17 vezes de JJ nos últimos dois anos. Vôos sempre cheios. Fico impressionado com a demanda de/para CDG.

 

Abs

Link to comment
Share on other sites

Acredito estar bem caro esses A332, mesmo com cinco das seis unidades disponíveis já possuírem mais de dez anos.....

 

Pode ser que os 343 tenham um custo de oportunidade mais interessante, aliado ao fato de mais capacidade, que se equipararia aoA333, muito propagado por aqui, como a solução para as rotas norte-americanas na TAM.

 

 

Blue Sky,

 

É verdade, c 4 343 ate o fim d 2010p. ex., daria p fazer um grande estrago, confirindo um aumento d 20% da capacidade das rotas tronco GRU-MIA e GRU-JFK.

O ideal seria se os 343 tivessem configuracoes diferentes, ja q JFK tem demanda maior para F e C enquanto, MIA tem uma demanda Y mais forte.

GIG-MIA, MIA-MAO e GRU-MCO ainda podem melhorar em alguns aspectos como load d carga e/ou pax corporativos.

 

Liberando 4 330 ate o fim do ano, pode-se iniciar GRU-LAD3x, GRU-CDG4X, GIG-FRA diario, GIG-LHR4x, GRU-LIS diario red-eye nos 2 sentidos.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Corrigindo d novo... ninguem merece...

 

Acabei esquecendo q c o recebimento d 4 343 a frota wides pularia p 31.

Como o ideal é ter cerca d 10% dos avioes d reserva ou manutencao, no caso da TAM seriam 3.

Dessa forma c um aviao a menos sacrificaria o GRU-LIS diario, p somente 4x red-eye assim com o GIG-JFK.

Link to comment
Share on other sites

Corrigindo d novo... ninguem merece...

 

Acabei esquecendo q c o recebimento d 4 343 a frota wides pularia p 31.

Como o ideal é ter cerca d 10% dos avioes d reserva ou manutencao, no caso da TAM seriam 3.

Dessa forma c um aviao a menos sacrificaria o GRU-LIS diario, p somente 4x red-eye assim com o GIG-JFK.

 

Darrenrezende, não seria melhor LAX, ao invés de LIS?

Link to comment
Share on other sites

Mas poderia sim trazer pelo menos dois A340-300 que como já discutimos em outros tópicos, não é tão gastão quanto os A345 e leva mais pax que os 332, além da possibilidade de arrendamento mais em conta e comunalidade da frota. Os A343 poderiam ser alocados nas rotas para os USA e trariam-se os 332 para desafogar as novas rotas. Iberia e Cathay possuem alguns "stored" não tão velhos assim.

 

 

Em Atenas, existem 4 ou 5 A340-300 da Olympic que estão estacionados ao relento esperando um usuario...

Link to comment
Share on other sites

Darrenrezende, não seria melhor LAX, ao invés de LIS?

 

Jorge,

 

Eu sei q é dificil d acreditar, mas o GRU-LAX nao é viavel.

 

Mesmo detendo numeros d movimentacao improssionante tanto d voos domesticos como internacionais, quando se trata d LAX Brasil os numeros sao muito fracos.

Isso se deve ao fato d LAX estar voltada ao Oceano Pacifico, como consequencia natural, as relacoes comercias tb estao voltadas p o Oceano Pacifico( Asia, Oceania, costa do Pacifico na America Latina.

Outra coisa é q existem muitos HUBs d empresas americanas(IAH, DFW,ATL, MIA) na rota q vai p o Brasil, pulverizando o mercado c varios players.

Lembre-se q recentemente a DL abondonou o GRU-LAX deixando somente a Korean na rota.

Link to comment
Share on other sites

Jorge,

 

Eu sei q é dificil d acreditar, mas o GRU-LAX nao é viavel.

 

Mesmo detendo numeros d movimentacao improssionante tanto d voos domesticos como internacionais, quando se trata d LAX Brasil os numeros sao muito fracos.

Isso se deve ao fato d LAX estar voltada ao Oceano Pacifico, como consequencia natural, as relacoes comercias tb estao voltadas p o Oceano Pacifico( Asia, Oceania, costa do Pacifico na America Latina.

Outra coisa é q existem muitos HUBs d empresas americanas(IAH, DFW,ATL, MIA) na rota q vai p o Brasil, pulverizando o mercado c varios players.

Lembre-se q recentemente a DL abondonou o GRU-LAX deixando somente a Korean na rota.

 

Darrenrezende, obrigado pela explicação.

Eu achei que fosse uma rota viável, graças a carga. Penso que a Tam terá uma tarefa hercúlea em Portugal, uma vez que deixamos(e aí me refiro às cias aéreas brasileiras) a TAP vir e dominar o mercado Brasil-Portugal. Acho que poderia reforçar uma base já consolidada que necessite mais frequencias, ou apostar totalmente em LAD, ou iniciar estudos para viabilidade de voos em Pequim, Xangai ou Hong Kong.

Link to comment
Share on other sites

GRU-LAX é a típica rota que era pra dar certo "se" não fosse pelos detalhes. Mas é uma ótima rota de quinta liberdade para a Ásia pois tem demanda entre todos os pontos. Por isso a KE manda um 772 para cá. A TAM poderia até fazer funcionar para o Japão se houver essa 5a. liberdade, CO/UA/US vendessem em codeshare, e contando com distribuição pela ANA. O problema é que a TAM se recusa a operar até rotas muito mais "óbvias" com GRU-AKL-SYD ou CO/NE-MIA.

Link to comment
Share on other sites

Em Atenas, existem 4 ou 5 A340-300 da Olympic que estão estacionados ao relento esperando um usuario...

T7blue,

 

aí vai a relação de A340-300 disponíveis:

 

SN 97: Gulf Air 1995

SN 123: Cathay Pacific 1996

SN 127: Cathay Pacific 1996

SN 128: Cathay Pacific 1996

SN 197: Iberia 1997

SN 239: Olimpic Airlines 1998

SN 280: Olimpic Airlines 1999

SN 292: Olimpic Airlines 1999

SN 378: Iberia 2000

SN 381: Cathay Pacific 2000

SN 413: SAS 2001

SN 414: Iberia 2001

SN 528: Qtar Amirflight 2003

 

Total de aeronaves: 13

 

04 Cathay Pacific (Provavelmente com uma configuração mais Premium)

03 Olimpic Airlines

03 Iberia (Não possuem First Class)

01 Gulf Air

01 SAS

01 Qtar Amirflight

 

Na minha opinião, as aeronaves que poderiam servir a TAM são as da Cathay e Iberia (padronização). Duas de cada Cia.

Link to comment
Share on other sites

 

Não me surpreende nem um pouco e eu pessoalmente acho que o reforço para a Alemanha virá nas asas da LH.

 

O mais incrivel disso tudo é que os voos do Rio não tem alimentação adequada de conexões (somente Nordeste é bem conectado ao Rio) e mesmo assim consegue bons números. Imaginem se o Rio tivesse conexões a GYN, RAO, NVT, MAO e outros que nem tem voo para a cidade.

 

E é a primeira vez que a TAM insere dois destinos internacionais long-haul, oito voos semanais, de uma so vez, iniciando no mesmo dia, e com menos de 90 dias de vendas.

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Ai gente...será que isso sai mesmo alguma aerovane fora da ordem dos pedidos já existente, ou sao somente intuicoes de vocês?

 

E meus amigos de BRU ainda sonham com uma rota com a TAM, pois mercado de lá a toda america do sul tem, mesmo os daqui do Chile que preferem JJ que IB e LA...

 

 

Link to comment
Share on other sites

Não me surpreende nem um pouco e eu pessoalmente acho que o reforço para a Alemanha virá nas asas da LH.

 

O mais incrivel disso tudo é que os voos do Rio não tem alimentação adequada de conexões (somente Nordeste é bem conectado ao Rio) e mesmo assim consegue bons números. Imaginem se o Rio tivesse conexões a GYN, RAO, NVT, MAO e outros que nem tem voo para a cidade.

 

E é a primeira vez que a TAM insere dois destinos internacionais long-haul, oito voos semanais, de uma so vez, iniciando no mesmo dia, e com menos de 90 dias de vendas.

 

Lipe,

 

Na verdade a proporcao correta seria JJ GRU-FRA diario 772, GIG-FRA diario 772.

Como a TAM nao possui aeronaves intermediarias suficientes, ela se ve forcada a voar 77W em GRU e 330 em GIG p FRA, transferindo

cnxs importantes q poderiam ser feitas no GIG, p q sejam feitas em GRU.

 

Existe tb o fato d um voo d 77W+330 serem mais rentaveis do q 2 d 772, ja q entre os modelos 330, 772 e 77W, o 77W tem um custo por assento bem inferior aos demais, sendo um diferencial.

 

A rota GIG-FRA sera usada pela TAM p aumento d oferta no Brasil-Alemanha, dessa forma a tendencia e ganhar o 77W. Nessa fase a LH nao entrara no GIG-FRA, assim como a JJ n entrara no GRU-MUC.

 

Lembrando q JJ e LH, membras da Star farao d tudo p nao atrapalhar os yields, evitando concorrer predatoriamente entre elas, aproveitando ao maximo o potencial d rentabilidade de cada aeronave, em cada rota , ate q o segundo player entre na mesma rota.

Link to comment
Share on other sites

Darrenrezende, obrigado pela explicação.

Eu achei que fosse uma rota viável, graças a carga. Penso que a Tam terá uma tarefa hercúlea em Portugal, uma vez que deixamos(e aí me refiro às cias aéreas brasileiras) a TAP vir e dominar o mercado Brasil-Portugal. Acho que poderia reforçar uma base já consolidada que necessite mais frequencias, ou apostar totalmente em LAD, ou iniciar estudos para viabilidade de voos em Pequim, Xangai ou Hong Kong.

 

 

De nada Jorge,

 

Realmente, olhando pelo prisma cargueiro, teriamos algumas surpresas como: Brasil-LAX, GRU-AMS e GRU-LUX...

Como o ganha pao da JJ, princicipal, sao os PAX, tendo a carga como complemento, nao devara entrar nessas rotas no curto prazo.

 

A malha se desenha pelos estudos d mercado e tb pelas aeronaves disponiveis p tal, sendo q algumas seriam prioridades no caso d haverem poucas aeronaves.

Num cenario ate o fim do ano d somente 2 aeronaves 330 as prioridades seriam LAD,CDG e GIG-Europa.

Com 4 343 as prioridades seriam GRU-EUA, LAD, CDG, LIS e GIG-Europa.

 

Em relacao a voos p Asia, veremos reforcos p Africa, Europa e Americas, antes d serem iniciados voos p Asia e Oceania c equipamentos proprios, aproveitando a otima conectivade em HUBs como FRA, CDG e LHR.

 

Em relacao a Portugal a TP no GRU-LIS nao devera suprir a demanda sozinha ja q se tentou desviar varias cnxs, principalmente do sul p o GIG-LIS, fazendo com q os loads em GIG tb ficassem bem altos.

Outra tentativa foi aumentar as frequencias em GRU, tb em vao.

Aumentar o equipamento, ajudaria pouco ja q o 343 é o maior aviao q ela possui sendo usado em 7 dos 11 GRU-LIS.

O uso d VCP, mesmo q seja diario, nao atingiria o load do GRU-LIS atualmente c 90%, em cheio, ja q a rota VCP-LIS tem em sua maioria PAX VCP-Europa, ja GRU-LIS tem em sua maiora GRU-OD em LIS, Ja q diferentemene d VCP, GRU tem varias outras opcoes d voos p a Europa.

 

A viabilidade do GRU-LIS se devera ao fato d poder levar pax da TP tb, aproveitando q sao membras da Star.

Outra coisa, o GRU-LIS pela JJ so sera viavel se for red-eye nos 2 sentidos, diferente da TP c suas pernas diurnas q acabam diminuindo a procura pelo publico corporativo europeu como um todo (devido ao HUB LIS), com destino ao Brasil.

Link to comment
Share on other sites

Nessa lista d destinos europeus gostaria d adicionar ZRH 4x e CPH 4x, q sao os destinos d mais altos yields do continente.

Comparando c os yields d LIS, realmente acredito q a TAM vaora p esses destinos antes d Portugal.

 

Lembrando q a LX mesmo tendo uma configuracao super-premium, c 8F e 48C no 343, tem tido incriveis 90% d load medio nessas classes.

Como a LX nao tem aeronaves maiores nem mais frequencias p GRU, consiste num gargalo bem maior do a TP no GRU-LIS q tem loads bem menores na C, mesmo tendo uma oferta menor dessa classe.

 

Em relacao a CPH seria necessario uma aeronave d maior autonomia, possivelmente 343, 342, 345, 772 ja q sao praticamente 13h d voo.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Nessa lista d destinos europeus gostaria d adicionar ZRH 4x e CPH 4x, q sao os destinos d mais altos yields do continente.

Comparando c os yields d LIS, realmente acredito q a TAM vaora p esses destinos antes d Portugal.

 

Lembrando q a LX mesmo tendo uma configuracao super-premium, c 8F e 48C no 343, tem tido incriveis 90% d load medio nessas classes.

Como a LX nao tem aeronaves maiores nem mais frequencias p GRU, consiste num gargalo bem maior do a TP no GRU-LIS q tem loads bem menores na C, mesmo tendo uma oferta menor dessa classe.

 

O bilateral Suiça-Brasil permite 9 frequências então a LX ainda pode se utilizar de mais duas.

Link to comment
Share on other sites

Ai gente...será que isso sai mesmo alguma aerovane fora da ordem dos pedidos já existente, ou sao somente intuicoes de vocês?

 

E meus amigos de BRU ainda sonham com uma rota com a TAM, pois mercado de lá a toda america do sul tem, mesmo os daqui do Chile que preferem JJ que IB e LA...

 

 

Luizinho,

 

Sao impressionantes os numeros da carga em BRU, mas falando d pax fica dificil.

O GRU-BRU diario teriam um load d cerca d 20% assim como GRU-AMS.

A KL consegue otimos loads no GRU-AMS ja q 80% dos PAX farao cnx em AMS p Asia principalmente, ficando somente 20% em AMS.

Link to comment
Share on other sites

O bilateral Suiça-Brasil permite 9 frequências então a LX ainda pode se utilizar de mais duas.

 

 

F-BVFA,

 

Tendo frequencias, o problema passara a ser slots.

Como a JJ esta baseada em GRU, ela poderia fazer alguns remanejamentos p viabilizar mais slots p o long -haul.

Se ela conseguir p LAD, consequentemente podera conseguir p CDG, ZRH, CPH e LIS.

Link to comment
Share on other sites

GRU-LAX é a típica rota que era pra dar certo "se" não fosse pelos detalhes. Mas é uma ótima rota de quinta liberdade para a Ásia pois tem demanda entre todos os pontos. Por isso a KE manda um 772 para cá. A TAM poderia até fazer funcionar para o Japão se houver essa 5a. liberdade, CO/UA/US vendessem em codeshare, e contando com distribuição pela ANA. O problema é que a TAM se recusa a operar até rotas muito mais "óbvias" com GRU-AKL-SYD ou CO/NE-MIA.

 

 

Jgabriel,

 

Como os destinos asaticos sao incontaveis e espalhados, ou seja, pulverizados, se faz necessario o uso d um ponto d cnx no meio da viagem, potencializando o numero d destinos asiaticos atendidos fazendo tb q hajam mais voos diarios.

 

Dessa forma em vez d se voar c equipamento proprio fazendo uma escala, p o Japao 3x, China 2X, e India 2X, tem-se um voo diario no GRU-FRAp ex. e de la voos diarios nostop p esses destinos, atraves d parceiros.

 

Lembre-se q em voos c escala ou cnx nos EUA é exigido q os pax tenham visto americano., devido a isso a Europa, DXB tem sido os caminhos mais usados p se chegar as ""indias"" e Oceania.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade