Jump to content

Gol tem prejuízo de R$51,9 milhões no 2o trimestre


leelatim

Recommended Posts

 

 

Gol tem prejuízo de R$51,9 milhões no 2o trimestre

23 minutos atrás

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Gol divulgou nesta segunda-feira prejuízo de 51,9 milhões de reais no segundo trimestre deste ano, que se compara ao lucro de 353,7 milhões de reais um ano antes.

 

PUBLICIDADE

 

No início de julho, a Gol divulgou que o tráfego na malha aérea da companhia no segundo trimestre subiu 16,6 por cento ante igual período do ano passado. A oferta de assentos, enquanto isso, cresceu em ritmo um pouco menor, de 14,7 por cento, na mesma base de comparação.

 

A taxa de ocupação nos aviões da Gol entre abril e junho ficou em 61,1 por cento, acima dos 60,1 por cento um ano antes.

 

Na semana passada, a Gol enfrentou atrasos e cancelamentos de voos e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) definiu aplicação de multa de 2 milhões de reais para a companhia aérea.

 

A empresa atribuiu os problemas a falhas em seu software de gestão de carga horária de seus tripulantes. O software não teria respeitado a carga máxima de trabalho prevista na regulação do setor aéreo brasileiro para pilotos de avião.

 

A Gol disse que as operações foram normalizadas na última quarta-feira, 4 de agosto, e que os resultados do terceiro trimestre não seriam "materialmente afetados".

 

Envie a notíciaComente com amigosVersão para impressão

Link to comment
Share on other sites

GOL Consolida Reformulação da Frota de Aeronaves e Receita Cresce 14,1%

 

46 minutos atrás

São Paulo, 9 de agosto de 2010 A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (BM&FBovespa: GOLL4 e NYSE: GOL), (S&P/Fitch: BB-/BB-, Moody`s: Ba3), (S&P/Fitch: BB-/BB-, Moody`s: Ba3), a maior companhia aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina, anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2010 (2T10). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto quando indicado o contrário, são apresentadas nas IFRS e em Reais (R$), e as comparações referem-se ao segundo trimestre de 2009 (2T09) e primeiro trimestre de 2010 (1T10).

 

PUBLICIDADE

 

Destaques

 

A receita líquida da GOL atingiu R$1.590,9 milhões no trimestre, 14,1% acima dos R$1.394,0 milhões no 2T09, impulsionado principalmente pelo aumento do tráfego de passageiros em sua malha aérea em 16,6%, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

 

Os custos e despesas operacionais atingiram R$1.533,6 milhões, aumento de 17,6% em relação ao 2T09 e aumento de 0,3% em relação ao 1T10.

 

O resultado operacional (EBIT) da GOL foi de R$57,3 milhões, redução de 36,3% em comparação ao 2T09 e 70,1% versus o 1T10, com margem de 3,6%, devido principalmente às despesas de renovação de frota.

 

Em abril de 2010, a Companhia anunciou um novo acordo de code-share com a Delta Air Lines com a possibilidade de acumular milhas em todos os voos operados pelas duas empresas.

 

Durante o segundo trimestre, a GOL anunciou dois novos destinos para a região do Caribe: Bridgetown, na ilha de Barbados e Saint Maarten, nas Antilhas Holandesas, sendo a única Companhia aérea brasileira a operar voos para esses destinos.

 

No início do mês de junho, a GOL se tornou membro efetivo da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo).

 

A GOL encerrou o trimestre com índice de alavancagem (Divida Bruta Ajustada / EBITDAR) em 5,5x ante 6,6x no 2T09 e 5,6x no 1T10.

 

A posição de caixa da Companhia atingiu R$1.589,3 milhões, representando cerca de 25% de sua receita líquida dos últimos 12 meses.

 

No dia 12 de julho, a Companhia concluiu a emissão de US$300 milhões em notas seniores com vencimento em 2020, com yield de 9,5% e cupom de 9,25%, com garantia da GOL e sua subsidiária VRG Linhas Aéreas S.A..

 

O segundo trimestre foi celebrado com a entrega de três prêmios que reconheceram o desempenho da Companhia em 2009 e 2010:

 

"12ª edição do IR Global Rankings 2010": premiação que classifica e identifica as melhores práticas na área de Relações com Investidores, nas categorias "Melhores Práticas de Governança Corporativa" e "Melhor Website de RI"; e

 

"IR Magazine Awards Brazil 2010": na categoria "Maior Evolução em Relações com Investidores" dentre as empresas de maior valor de mercado do país.

 

Para acessar o Release de Resultados do 2T10, visite o site www.voegol.com.br/ri .

 

Contatos RI

 

Leonardo Pereira

Link to comment
Share on other sites

Mais observacoes importantes:

 

Os custos e despesas operacionais atingiram R$1.533,6 milhões, aumento de 17,6% em relação ao 2T09 e aumento de 0,3% em relação ao 1T10, em função da conclusão das despesas de renovação de frota do segundo semestre, no total de aproximadamente R$37 milhões, por devolução de 5 aeronaves B737-300 no trimestre e reativação de parte das 4 aeronaves B767 para operações de fretamento de longa distância e sub-arrendamentos. O resultado operacional (EBIT) da GOL foi de R$57,3 milhões, redução de 36,3% em comparação ao 2T09 e 70,1% versus o 1T10, com margem de 3,6%, devido principalmente às despesas de renovação de frota. Excluindo os efeitos pontuais dessas despesas, o resultado operacional passaria a aproximadamente R$94 milhões, com margem de 5,9%. Em comparação ao 1T10, a margem operacional apresenta redução de 7,5 pontos percentuais e queda de 70,1%, também devido à sazonalidade.

 

O resultado operacional (EBIT) da GOL foi de R$57,3 milhões, redução de 36,3% em comparação ao 2T09 e 70,1% versus o 1T10, com margem de 3,6%, devido principalmente às despesas de renovação de frota. Excluindo os efeitos pontuais dessas despesas, o resultado operacional passaria a aproximadamente R$94 milhões, com margem de 5,9%. Em comparação ao 1T10, a margem operacional apresenta redução de 7,5 pontos percentuais e queda de 70,1%, também devido à sazonalidade.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Me surpreendeu.

 

Esperava mais da Gol, em um trimestre onde as Americanas nadaram de braçada. A Gol é focada em custo e mesmo assim viu sua receita crescer menos que as despesas.

 

Uma vez mais olho o Load Factor e observo que de cada 3 itens do "estoque" a empresa perde 1. Me perdoem insistir no ponto, mas é o mesmo que uma cia de energia elétrica ter 33% de fuga de receita, o mesmo que 33% dos telefones da Telefonica não serem conectados, que 33% de uma estrada não gerarem receita.

Tudo bem que um indice notável seria algo em torno de 75% e isso significaria 14 pontos percentuais a mais.

 

Mas vejamos, 14% seriam cerca de 24% de receita adicional (61% = 100% logo 14% = aprox 24%) ou R$ 300 milhões adicionais !!!!!

 

A empresa perde R$ 1,2 bilhão anuais por baixo LF !

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Acredito que essa guerra de tarifa onde vários trechos possuem tarifas mais baixas que de ônibus tenha

influencia direta. Também devemos observar o crescimento da TRIP, WEBJET, PASSAREDO e AZUL em

"pequena escala", mas de forma que tenha atingido a GOL.

Link to comment
Share on other sites

Concordo contigo,porém Lipe não seria interessante observarmos que o fato que nos EUA um quarto das aeronaves foi parada em 2009 e hj a oferta está limitada permitindo assim ocupacoes e yelds maiores,diferente daqui onde a oferta de assentos subiu muito,provocando uma guerra de precos ou no minimo uma estagnacao de tarifas num periodo que dolar e petroleo pressionaram os custos para cima.

 

 

Me surpreendeu.

 

Esperava mais da Gol, em um trimestre onde as Americanas nadaram de braçada. A Gol é focada em custo e mesmo assim viu sua receita crescer menos que as despesas.

 

Uma vez mais olho o Load Factor e observo que de cada 3 itens do "estoque" a empresa perde 1. Me perdoem insistir no ponto, mas é o mesmo que uma cia de energia elétrica ter 33% de fuga de receita, o mesmo que 33% dos telefones da Telefonica não serem conectados, que 33% de uma estrada não gerarem receita.

Tudo bem que um indice notável seria algo em torno de 75% e isso significaria 14 pontos percentuais a mais.

 

Mas vejamos, 14% seriam cerca de 24% de receita adicional (61% = 100% logo 14% = aprox 24%) ou R$ 300 milhões adicionais !!!!!

 

A empresa perde R$ 1,2 bilhão anuais por baixo LF !

 

Link to comment
Share on other sites

Noticias do Webcast da Gol até agora

 

terça 10 de agosto de 2010 11:26

11:28

 

As despesas com a renovação de frota -- um dos principais motivos que levou a um prejuízo de quase 52 milhões de reais no período -- ficou mais restrita ao primeiro e segundo trimestres do ano.

terça 10 de agosto de 2010 11:28

11:32

 

Sobre expansão de destinos atendidos, a companhia afirma que analisa novas possibilidades.

terça 10 de agosto de 2010 11:32

11:33

 

"Estamos prestando atenção em alguns destinos do Caribe, mas não há nada definido", diz Leonardo Pereira, diretor financeiro da empresa.

terça 10 de agosto de 2010 11:33

11:33

 

No momento, a Gol não pretende entrar no mercado de aviação regional.

terça 10 de agosto de 2010 11:33

11:36

 

A expectativa da empresa é de um load factor em torno de 70% até o fim do ano

terça 10 de agosto de 2010 11:36

11:37

 

Agosto é um mês de baixa sazonalidade. Ainda assim, a Gol percebe sinais positivos sobre demanda.

terça 10 de agosto de 2010 11:37

11:40

 

O crescimento da oferta estimado pela Gol é entre 8% e 13%.

terça 10 de agosto de 2010 11:40

11:41

 

A companhia não tem mais planos de captação de recursos. A empresa está alongando as dívidas.

terça 10 de agosto de 2010 11:41

11:43

 

Para conseguir mais passageiros da classe C, a Gol estuda novos pontos de venda nas ruas e parcerias com redes varejistas. Em 2003, a empresa firmou uma parceria com o Carrefour que foi descontinuada tempos depois.

terça 10 de agosto de 2010 11:43

11:45

 

A primeira loja foi aberta no Largo 13, em Santo Amaro. A Gol espera inaugurar mais quatro lojas até o final do ano e, no primeiro semestre de 2011, espera implantar um sistema de franquias.

terça 10 de agosto de 2010 11:45

11:48

 

Algumas debêntures devem vencer em breve -- parte do plano para alongar as dívidas.

terça 10 de agosto de 2010 11:48

11:49

 

A dívida bruta da companhia é de 3.270,4 bilhões de reais -- um salto de 2,3% na comparação trimestral.

terça 10 de agosto de 2010 11:49

11:53

 

As despesas com a renovação da frota não impactarão resultados futuros da companhia. Daqui para frente só haverá gastos com manutenção das aeronaves.

terça 10 de agosto de 2010 11:53

11:54

 

A frota da Gol é de 122 aeronaves.

terça 10 de agosto de 2010 11:54

11:54

 

Três delas deixam de circular, caindo para um total de 119

Link to comment
Share on other sites

11:56

Pelo menos até 2012 a empresa espera não aumentar a frota.

terça 10 de agosto de 2010 11:56

11:58

"Nós vamos corrigir todos os problemas e voltar a colocar a Gol no topo"

 

Irao reduzir a Frota ate 2012 e assim manter sem ampliacao? Isso em periodo de pleno crescimento,embora isso pode reresentar melhora nas ocupacoes

 

 

Noticias do Webcast da Gol até agora

 

terça 10 de agosto de 2010 11:26

11:28

 

As despesas com a renovação de frota -- um dos principais motivos que levou a um prejuízo de quase 52 milhões de reais no período -- ficou mais restrita ao primeiro e segundo trimestres do ano.

terça 10 de agosto de 2010 11:28

11:32

 

Sobre expansão de destinos atendidos, a companhia afirma que analisa novas possibilidades.

terça 10 de agosto de 2010 11:32

11:33

 

"Estamos prestando atenção em alguns destinos do Caribe, mas não há nada definido", diz Leonardo Pereira, diretor financeiro da empresa.

terça 10 de agosto de 2010 11:33

11:33

 

No momento, a Gol não pretende entrar no mercado de aviação regional.

terça 10 de agosto de 2010 11:33

11:36

 

A expectativa da empresa é de um load factor em torno de 70% até o fim do ano

terça 10 de agosto de 2010 11:36

11:37

 

Agosto é um mês de baixa sazonalidade. Ainda assim, a Gol percebe sinais positivos sobre demanda.

terça 10 de agosto de 2010 11:37

11:40

 

O crescimento da oferta estimado pela Gol é entre 8% e 13%.

terça 10 de agosto de 2010 11:40

11:41

 

A companhia não tem mais planos de captação de recursos. A empresa está alongando as dívidas.

terça 10 de agosto de 2010 11:41

11:43

 

Para conseguir mais passageiros da classe C, a Gol estuda novos pontos de venda nas ruas e parcerias com redes varejistas. Em 2003, a empresa firmou uma parceria com o Carrefour que foi descontinuada tempos depois.

terça 10 de agosto de 2010 11:43

11:45

 

A primeira loja foi aberta no Largo 13, em Santo Amaro. A Gol espera inaugurar mais quatro lojas até o final do ano e, no primeiro semestre de 2011, espera implantar um sistema de franquias.

terça 10 de agosto de 2010 11:45

11:48

 

Algumas debêntures devem vencer em breve -- parte do plano para alongar as dívidas.

terça 10 de agosto de 2010 11:48

11:49

 

A dívida bruta da companhia é de 3.270,4 bilhões de reais -- um salto de 2,3% na comparação trimestral.

terça 10 de agosto de 2010 11:49

11:53

 

As despesas com a renovação da frota não impactarão resultados futuros da companhia. Daqui para frente só haverá gastos com manutenção das aeronaves.

terça 10 de agosto de 2010 11:53

11:54

 

A frota da Gol é de 122 aeronaves.

terça 10 de agosto de 2010 11:54

11:54

 

Três delas deixam de circular, caindo para um total de 119

 

Link to comment
Share on other sites

Qual a finalidade de uma empresa que:

 

1) é mal vista pelos clientes por ter preço caro apesar do LF baixo

2) é mal quista pelos empregados que falam de greve

3) e agora tem preju apesar da economia estar bombando.

 

Admirava muito a Gol no começo. Parece que a cultura de ineficiencia da Varig se apoderou dela. Agora estou torcendo pra q quebre logo.

Penso a mesma coisa da TAM, uma empresa que só batalhou no inicio e q agora tudo cai no colo.

 

Abraços e saiam da frente por q atras vem gente

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Me surpreendeu.

 

Esperava mais da Gol, em um trimestre onde as Americanas nadaram de braçada. A Gol é focada em custo e mesmo assim viu sua receita crescer menos que as despesas.

 

Uma vez mais olho o Load Factor e observo que de cada 3 itens do "estoque" a empresa perde 1. Me perdoem insistir no ponto, mas é o mesmo que uma cia de energia elétrica ter 33% de fuga de receita, o mesmo que 33% dos telefones da Telefonica não serem conectados, que 33% de uma estrada não gerarem receita.

Tudo bem que um indice notável seria algo em torno de 75% e isso significaria 14 pontos percentuais a mais.

 

Mas vejamos, 14% seriam cerca de 24% de receita adicional (61% = 100% logo 14% = aprox 24%) ou R$ 300 milhões adicionais !!!!!

 

A empresa perde R$ 1,2 bilhão anuais por baixo LF !

 

 

O segundo trimestre representa sazonalmente o menor trafego de passageiros durante o ano todo.Este resultado financeiro negativo, se deve às despesas com o término do processo de renovação da frota e à variação cambial.No primeiro trimestre deste ano, os resultados foram melhores ,a companhia registrou lucro líquido de 23,9 milhões de reais. A dívida bruta da companhia é de 3.270,4 bilhões de reais, com índice de alavancagem divida bruta ajustada/EBITDAR em 5,5 consolidando sua posição como uma das únicas empresa aérea no mundo a reduzir sua alavancagem operacional e gerar caixa operacional. Neste ponto sua vantagem em relação a sua principal concorrente a TAM, é muito significativa.

 

O ebitdar também cresceu, somando 274,2 milhões de reais ante 258,8 milhões de reais no segundo trimestre de 2009. O crescimento da oferta estimado pela Gol é entre 8% e 13%,o que deve elevar o LF em torno de 70% até o fim do ano . No entanto, concordo com o Lipe sobre ,aeronaves maiores do que a demanda, para determinadas rotas e horários dificultam maiores índices de ocupação.

Link to comment
Share on other sites

Qual a finalidade de uma empresa que:

 

1) é mal vista pelos clientes por ter preço caro apesar do LF baixo

2) é mal quista pelos empregados que falam de greve

3) e agora tem preju apesar da economia estar bombando.

 

Admirava muito a Gol no começo. Parece que a cultura de ineficiencia da Varig se apoderou dela. Agora estou torcendo pra q quebre logo.

Penso a mesma coisa da TAM, uma empresa que só batalhou no inicio e q agora tudo cai no colo.

 

Abraços e saiam da frente por q atras vem gente

 

 

Torce mesmo, até ficar vermelho! Opa, vermelho nao.. vc tb torce contra a TAM. Torce até ficar roxo! rs

Link to comment
Share on other sites

A decisão de renovação de frota e não-ampliação da frota ilustra a sábia decisão de ofertar menos assentos frente ao um cenário de demanda crescente visando corrigir e melhorar o medícore LF apresentado.

 

No atual patamar, o LF em torno de 60%, no atual modelo de negócios da Gol (Estrutura de custos/precificação) ainda é capaz de gerar algum lucro. O resultado deste trimestre específico foi impactado principalmente pelo aumento de despesas com renovação de frota, mas que ao longo do ano, deve-se diluir e gerar um resultado positivo ao término de 2010.

 

A questão que o Lipe tanto enfoca, se deve ao fato que o serviço aéreo vendido é o produto mais perecível existente.

Outras características que tornam o mercado de aviação/serviços peculiar:

• Clientes não obtém propriedade sobre os serviços

• Produtos que são serviços são efêmeros e não podem ser estocados

• Elementos intangíveis dominam a criação de valor

• Possível envolvimento dos clientes no processo de produção

• Outras pessoas podem fazer parte da experiência do produto

 

Decolar um ativo de 60-70 toneladas valendo dezenas de milhões de dólares a um custo de $100 o minuto de operação com 40% de perda/ineficiência é algo realmente

insensato e preocupante.

 

Decolar com um assento vazio que seja pode feder. E muito.

 

 

Entretanto, fico tranquilizado ao ver a sábia decisão de não aumento de oferta, mesmo que isso signifique perda de market share.

Link to comment
Share on other sites

Tb acho sabia e correta a decisao d diminuir a oferta e priorizar a ocupacao/lucros em detrimento tb de uma perda de share,o que para os acionistas nem interessa muito.

 

Ja no sentido contrario a TAM e Azul seguem firme e forte ampliando a oferta,me preocupa onde elas querem chegar com toda essa oferta caso decidam elevar as tarifas em breve.

 

 

 

A decisão de renovação de frota e não-ampliação da frota ilustra a sábia decisão de ofertar menos assentos frente ao um cenário de demanda crescente visando corrigir e melhorar o medícore LF apresentado.

 

No atual patamar, o LF em torno de 60%, no atual modelo de negócios da Gol (Estrutura de custos/precificação) ainda é capaz de gerar algum lucro. O resultado deste trimestre específico foi impactado principalmente pelo aumento de despesas com renovação de frota, mas que ao longo do ano, deve-se diluir e gerar um resultado positivo ao término de 2010.

 

A questão que o Lipe tanto enfoca, se deve ao fato que o serviço aéreo vendido é o produto mais perecível existente.

Outras características que tornam o mercado de aviação/serviços peculiar:

• Clientes não obtém propriedade sobre os serviços

• Produtos que são serviços são efêmeros e não podem ser estocados

• Elementos intangíveis dominam a criação de valor

• Possível envolvimento dos clientes no processo de produção

• Outras pessoas podem fazer parte da experiência do produto

 

Decolar um ativo de 60-70 toneladas valendo dezenas de milhões de dólares a um custo de $100 o minuto de operação com 40% de perda/ineficiência é algo realmente

insensato e preocupante.

 

Decolar com um assento vazio que seja pode feder. E muito.

 

 

Entretanto, fico tranquilizado ao ver a sábia decisão de não aumento de oferta, mesmo que isso signifique perda de market share.

 

Link to comment
Share on other sites

Acredito que nao ha nada de estranho,ja era previsivel esse resultado negativo.

 

sorry my frined. não era previsto não. as acoes da gol subiram consideravelmente antes do mini apagao e repicaram logo depois da queda, indicando que o mercado aguardava resultado bem melhor. a minha impressao pessoal é que esse resultado é maquiado.

Link to comment
Share on other sites

Me surpreendeu.

 

Esperava mais da Gol, em um trimestre onde as Americanas nadaram de braçada. A Gol é focada em custo e mesmo assim viu sua receita crescer menos que as despesas.

 

Uma vez mais olho o Load Factor e observo que de cada 3 itens do "estoque" a empresa perde 1. Me perdoem insistir no ponto, mas é o mesmo que uma cia de energia elétrica ter 33% de fuga de receita, o mesmo que 33% dos telefones da Telefonica não serem conectados, que 33% de uma estrada não gerarem receita.

Tudo bem que um indice notável seria algo em torno de 75% e isso significaria 14 pontos percentuais a mais.

 

Mas vejamos, 14% seriam cerca de 24% de receita adicional (61% = 100% logo 14% = aprox 24%) ou R$ 300 milhões adicionais !!!!!

 

A empresa perde R$ 1,2 bilhão anuais por baixo LF !

 

 

Mas essa questão de Load Factor depende muito ...

Só o Load Factor não indica prejuízo ou lucro ... As vezes um voo com Load Factor de 50% dá mais lucro que um voo com 80% de LF ...

Se incluem diversos custos e receitas da operação para poder fazer um balanceamento de lucro ou prejuízo ..

Um exemplo era a Varig no final da crise voando internacional com um Break Even que é o ponto de equilíbrio entre prejuízo e lucro , de 115% .. ou seja neim o avião lotado daria lucro de tanto custo que tinha e baixa receita .. porém esse prejuízo era menor que deixar o avião parado ,... então voava com prejuízo !!

 

A Azul também no começo com certeza com 100% de LF , com passagens a 49,00 não vai dar lucro .. porém era uma estratégia de marketing para atrair clientes !!

Link to comment
Share on other sites

Disse que era previsivel em funcao dos baixos loads em um periodo de alta dos combustives e dolar.

 

sorry my frined. não era previsto não. as acoes da gol subiram consideravelmente antes do mini apagao e repicaram logo depois da queda, indicando que o mercado aguardava resultado bem melhor. a minha impressao pessoal é que esse resultado é maquiado.

 

Link to comment
Share on other sites

o que ouvi o meu xará dizer na rádio CBN agora de tarde ao carlos alberto sardenberg é que esse prejú tem a ver com uma dívida em dólar que a gol tem e que, por causa de uma pequena alta do dólar, ela se sobrepôs, mas que não afetaram as receitas operacionais da Gol. disse isso inclusive ressaltando que o dólar já desvalorizou novamente, e que agora não seria um motivo grande de preocupação.

Link to comment
Share on other sites

Qual a finalidade de uma empresa que:

 

1) é mal vista pelos clientes por ter preço caro apesar do LF baixo

2) é mal quista pelos empregados que falam de greve

3) e agora tem preju apesar da economia estar bombando.

 

Admirava muito a Gol no começo. Parece que a cultura de ineficiencia da Varig se apoderou dela. Agora estou torcendo pra q quebre logo.

Penso a mesma coisa da TAM, uma empresa que só batalhou no inicio e q agora tudo cai no colo.

 

Abraços e saiam da frente por q atras vem gente

 

Como eh que a empresa vem agora com promessas de mais promocoes de copilotos se nao vai aumentar a frota nos proximos anos. Muito comandante saindo ou tentativa de esfriar o movimento grevista???

Link to comment
Share on other sites

 

Não entendi como o crescimento da oferta vai aumetar o LF para 70%????

 

Resultado bem abaixo das expectativas. A explicação da sazonalidade não convence. Se historicamente o 2T é de menor demanda, eu não vou fazer nada e deixar o prejuízo acontecer? Não é por aí.

 

sds

 

Link to comment
Share on other sites

Realmente essa colocacao da oferta ficou confusa,mas eu li no pressrelease que a previsao de aumento da demanda é na ordem de 18% e a oferta entre 8 a 12%,entao por isso que eles preveem aumento do LF,com um aumento menor da oferta do que a demanda certamente a LF deverá subir.

 

O que nao ficou claro é como irao aumentar a oferta se o Cosntantino disse que vao devolver 3 aeronaves(as quais ele nao especificou se serao 767 ou 737)cair dos atuais 122 para 119 e assim manter a frota ate 2012.

 

Se ja devolveram todos os 737-300 esse aumento todo da oferta vira somente com a troca dos 737-700 pelos 737-800(de maior capacidade)?

 

Meio confuso isso,dizer que devolverao 3 aeronaves e por outro lado dizer que ampliara a oferta ate o fim do ano entre 8 a 12%?????

 

Alguem entendeu isso?

 

Não entendi como o crescimento da oferta vai aumetar o LF para 70%????

 

Resultado bem abaixo das expectativas. A explicação da sazonalidade não convence. Se historicamente o 2T é de menor demanda, eu não vou fazer nada e deixar o prejuízo acontecer? Não é por aí.

 

sds

 

Link to comment
Share on other sites

Faço das palavras do Leelatim as minhas, também concordo com um não aumento de ofertas. Pensem bem, se está com LF razoável, com uma oferta ainda maior, não há certezas de que o LF de 60% seja mantido, ele pode cair mais. E se deseja lucro mantendo um LF assim, teria que aumentar custo de tickets, e nesse momento não seria uma boa frente à concorrência. Uma saída? Usar esse aumento de oferta ou usar a mesma frota prospectando novos mercados. Mas aqui se encontra um problema. Com a atual capacidade de seus equipamentos, TAM e GOL, se prospepctarem mercados novos, regionais, em nada, ou pouco, mudaria esse LF atual.

 

Uma saída inteligente pra melhorar o panorama atual, seria aeronaves menores, que ainda poderiam ser feeder dos equipamentos atuais em aeroportos base.

Link to comment
Share on other sites

Vamos ver se amanha quando a TAM tera seu webcast se apresentara alguma novidade sobre a aviacao regional e novas aeronaves,afinal os numeros da TAM nao deverao ser muito melhores, ela tb viu a load cair e o yeld se manter estavel associado a um aumento de custos relacionado a dolar e combustivel.Unica coisa que teve a seu favor foi um ocupacoa melhor no internacional que chegou a quase os 80% em plena baixa temporada.

 

uote name='José Castro' date='Aug 10 2010, 02:48 PM' post='608227']

Faço das palavras do Leelatim as minhas, também concordo com um não aumento de ofertas. Pensem bem, se está com LF razoável, com uma oferta ainda maior, não há certezas de que o LF de 60% seja mantido, ele pode cair mais. E se deseja lucro mantendo um LF assim, teria que aumentar custo de tickets, e nesse momento não seria uma boa frente à concorrência. Uma saída? Usar esse aumento de oferta ou usar a mesma frota prospectando novos mercados. Mas aqui se encontra um problema. Com a atual capacidade de seus equipamentos, TAM e GOL, se prospepctarem mercados novos, regionais, em nada, ou pouco, mudaria esse LF atual.

 

Uma saída inteligente pra melhorar o panorama atual, seria aeronaves menores, que ainda poderiam ser feeder dos equipamentos atuais em aeroportos base.

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade