Jump to content

Governo quer acabar com concessão de Táxi Aéreo


Hallan_Dryan

Recommended Posts

Ministério da Defesa quer fim de concessão para táxi aéreo

 

BRASÍLIA - O Ministério da Defesa quer eliminar o regime de concessão pública dos serviços de táxi aéreo, com a retirada de todos os hangares dessas empresas dos aeroportos brasileiros. Proposta nesse sentido foi apresentada ao deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), relator da Comissão Especial do novo Código Brasileiro da Aeronáutica que deve ser colocado na pauta do plenário da Casa depois das eleições.

 

Lobby das 189 empresas do segmento, comandado por representante da Líder Táxi-aéreo, uma das maiores do País, convenceu o relator a manter o regime atual. Mas o governo deve voltar a carga porque deseja criar mais espaços para a expansão dos aeroportos, em razão dos eventos esportivos internacionais previstos para a próxima década, a exemplo da Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

 

"Existe hoje um gargalo muito grande no sistema aeroportuário brasileiro. E se tirássemos as concessões, neste momento, estaríamos penalizando o setor, e criaríamos mais problemas nessa área", afirmou Loures em entrevista ao DCI.

 

Segundo ele, a proposta apresentada pela assessoria do ministro Nelson Jobim, do Ministério da Defesa, em acabar com as concessões públicas das empresas de táxi aéreo não estava embasada em "argumentos sólidos". E que por esse motivo optou por não retirar as concessões.

 

O parlamentar explicou que o objetivo do governo em ter sua demanda atendida, estava na necessidade de expandir, avançar sobre essas áreas. "Entendo que teremos grandes eventos esportivos mundiais no país, mas não podemos deixar que isso prejudique outros setores da economia brasileira", justificou.

 

Às empresas, o relator manteve a garantia de que o serviço de táxi aéreo continuaria sendo reconhecido como serviço público, o que se justifica, segundo ele, pelas atividades de transporte de malotes bancários e postais e atendimento a autoridades. As empresas de aviação que prestam serviço público têm isenção e preferência no uso de aeroportos.

 

A manutenção do regime de concessão pública para as empresas de táxi aéreo é também defendida pelo presidente da Associação Brasileira de Aviação Geral, Ricardo Nogueira.

 

Na avaliação dele, o ramo de táxi aéreo ficará enfraquecido se não for considerado como serviço público pelo novo Código de Aeronáutica, pois não terá direito à isenção de licitação de áreas dos aeroportos e pagará as mesmas taxas da aviação regular comercial. "Seria uma facada no mercado e no coração dessas empresas", ressaltou.

 

Capital estrangeiro

 

A reformulação do Código Brasileiro de Aeronáutica já foi aprovada pelo Senado. Surgiu com o projeto de lei 6716/2009, de autoria do ex-senador Paulo Otávio, que tratava única e exclusivamente do aumento do capital estrangeiro nas companhias aéreas. O substitutivo apresentado pelo relator recebeu uma engorda, com a inclusão de 31 projetos de lei sobre o tema, aviação.

 

O texto do relator já foi aprovado por unanimidade na Comissão Especial e está pronto para ser votado em plenário, assim que os parlamentares retornarem suas atividades à Casa, no próximo dia 6 de outubro.

 

Pilotos

 

Não há posições contra a ampliação da participação de capital estrangeiro nas empresas aéreas, que passaria dos atuais 20% para 49%. Outro ponto do texto, no entanto, deixa livre essa participação estrangeira ao prever capital social votante em poder de brasileiros menor do que os 51%, "observada a reciprocidade" nos acordos sobre serviços aéreos celebrados pelo Brasil. O substitutivo modifica quase 50 dos 324 artigos do código, que estabelece as regras do setor aéreo no País.

 

O texto também trata de outros assuntos como a composição do capital das empresas aéreas, contratação de pilotos estrangeiros, a definição dos órgãos e entidades que vão regulamentar o setor; e os direitos dos passageiros nos casos de atrasos e cancelamentos de voos e overbooking. Segundo Loures, a proposta promete modernizar o setor e "revitalizar aqueles artigos defasados, oriundos de um tempo em que o transporte aéreo era muito menos difundido", ressaltou.

 

Um dos pontos contestados do substitutivo por entidades representativas dos pilotos é a possibilidade de contratação de profissionais estrangeiros para atuar no Brasil. Na opinião delas, isso só deve ser aceito em último caso.

 

Afirmam que a solução para evitar a escassez de profissionais não é a contratação de estrangeiros, mas iniciativas como a ampliação do programa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a concessão de bolsas de estudos para pilotos, a oferta do curso em universidades públicas e reajustes salariais.

Link to comment
Share on other sites

Esse Brasil é uma piada, não tem espaço, por que o governo não que... que tal limpar as velharias da VASP, TRANSBRASIL e tantas outras coisas que estão roubando espaço nos aeroportos, que tal desapropriar áreas adjacentes aos aeroportos indenizando os atuais proprietários...

Que tal tramalhar... Esse governo é uma piada...

 

Link to comment
Share on other sites

é o mesmo deputado MALUCO dos pilotos extrangeiros!!!!!!

Rocha loures, Faça-me o favor né?

Alguém tem que freiar esse cara!!!!!! Pelo amor de Deus!!!!!

 

Link to comment
Share on other sites

é o mesmo deputado MALUCO dos pilotos extrangeiros!!!!!!

Rocha loures, Faça-me o favor né?

Alguém tem que freiar esse cara!!!!!! Pelo amor de Deus!!!!!

 

 

Paranaenses, é só não votar nesse figura no proximo dia 03

Link to comment
Share on other sites

Snme, esse cara agora é candidato à vice-governador do PR, junto com Osmar Dias...

Foi bom ver isso pra aumentar minha certeza em NÃO votar nesses dois.

Link to comment
Share on other sites

O melhor de tudo, é que se ele perder no Paraná, no último dia de dezembro, ele está fora da grade de parlamentares amigos!!

Mas o bom é que nós temos o Otávio Leite do Rio nos defendendo!! Vamos lá que unidos a gente consegue!

Link to comment
Share on other sites

não querendo defender a vossa excelencia deputado Rodrigo Rocha Loures, mas senhores, foco aqui:

Segundo ele, a proposta apresentada pela assessoria do ministro Nelson Jobim, do Ministério da Defesa, em acabar com as concessões públicas das empresas de táxi aéreo não estava embasada em "argumentos sólidos". E que por esse motivo optou por não retirar as concessões.
Link to comment
Share on other sites

não querendo defender a vossa excelencia deputado Rodrigo Rocha Loures, mas senhores, foco aqui:

 

Depois de ficar queimado com toda a comunidade aeronáutica, um joguinho com o Jobim seria muito pertinete já no finalzinho da eleição !

Rocha Loures um herói ! Votou contra a proposta de Jobim ! A não, política no Brasil é tudo a mesma coisa!

E que venha o Tiririca, pior que tá não fica né ?

Link to comment
Share on other sites

Depois de ficar queimado com toda a comunidade aeronáutica, um joguinho com o Jobim seria muito pertinete já no finalzinho da eleição !

Rocha Loures um herói ! Votou contra a proposta de Jobim ! A não, política no Brasil é tudo a mesma coisa!

E que venha o Tiririca, pior que tá não fica né ?

questão não é querer ficar bem na fita, mas a ordem veio "lá de cima", mais exatamente do Min. da Defesa, não do deputado.

 

Link to comment
Share on other sites

Começo a acreditar que essa proposta absurda e imbecil de alteração do art. 158 vai passar e tudo mais o que não presta virá junto...

 

bom...a dos táxi aéreo não passa não porque os caras são muito fortes e estão calcados em uma argumentação muito boa.

Quanto ao artigo 158,o movimento "Brasil teu céu é nosso" está ficando cada vez maior e agora já envolte entidades muito grandes como a ABAG, ABRAPHE, e agora o movimento começa a entrar no aeroclubes e universidades de aviação em todo o Brasil.

O texto acima está equivocado porque as alterações no CBA foram aprovadas apenas na comissão especial (CPI do apagão aéreo) ainda falta a câmara, o Senado e o presidente.

O movimento "Brasil teu céu é nosso" tem estratégias para todos os momentos desses tramites...

Se a Dilma perde as eleições, fica mais fácil!

galera...vamo lá...essa NÃO VAI descer guela abaixo !!!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade