Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

José C. Biason

Desenvolvimento Comportamental: Fator Estratégico Para o Sucesso.

Recommended Posts

Desenvolvimento Comportamental: Fator Estratégico Para o Sucesso.

 

Por CLAUDIA MATIAS

 

Adaptado por JC. Biason

 

Organizações são constituídas por Missão, Visão, Valores, Metas e PESSOAS - profissionais que trazem consigo anseios, comportamentos e emoções que diretamente afetam seu desempenho, sua equipe, sua empresa. É desafio estratégico buscar resultados investindo não só em ações de treinamento técnico como também em programas de desenvolvimento comportamental visando ao fortalecimento das relações, melhoria da comunicação e envolvimento dos profissionais.

 

A gestão de pessoas deve estar inserida em um modelo de gestão sistêmico, com ações integradas para aprendizado e ganhos a todas as partes envolvidas, cabendo aos gestores e líderes, atenção constante ao desenvolvimento de competências comportamentais compatíveis com os objetivos e princípios da organização.

 

Conflitos de atitudes e valores impactam tanto ou mais do que as deficiências relacionadas ao conhecimento e às habilidades técnicas e, nesse contexto, as empresas buscam profissionais que queiram aprender, que não temam desafios e se interessem pelo aprimoramento constante de si mesmos e do mundo que os cercam.

 

Desde o recrutamento e seleção, o RH de qualquer segmento organizacional, candidatos são indentificados não apenas a experiência ou a formação desejadas ao cargo mas também, pessoas com potencial e interesse no desenvolvimento de competências que venham ao encontro da cultura e objetivos da organização.

 

Considerando-se que dificuldades de comunicação e conflitos ou falta de objetivos comuns entre a liderança e a força de trabalho podem tornar uma organização "mais" ou "menos" produtiva e acreditando que competências comportamentais podem ser desenvolvidas e influenciadas através de um processo educacional contínuo, integrado e coerente, vale apostar em iniciativas que busquem clarificar o papel de cada indivíduo no contexto macro da empresa, que facilitem seu entendimento quanto a importância do seu trabalho tanto no aspecto profissional quanto social, que renovem compromissos e diálogo favorecendo a empresa e mostrando a seus profissionais as vantagens de fazer parte de uma empresa de sucesso reconhecido.

 

Quando se valoriza o desenvolvimento comportamental dos profissionais, automaticamente valida-se a mensagem da integralidade do ser humano e, se na rotina fazendo isso de forma transparente, mostrando no dia a dia que tudo o que é divulgado em um treinamento é aplicável também na vida pessoal, influencia-se a mudança e aquisição de atitudes desejadas.

 

Não estamos falando de construir "anjos e santos" nem de elaborar treinamentos festivos ou manipuladores das emoções, e sim de buscar entender que profissionais são antes de tudo pessoas, com comportamentos e emoções, não só habilidades e conhecimentos.

 

Essa integração e coerência - nas pequenas e grandes ações, formam um ciclo virtuoso, com mudanças que incentivam atitudes esperadas, que geram resultados positivos, o que ratifica a idéia de Jung, "ninguém pode ser melhor profissional se não for melhor como pessoa".

 

 

 

JC. Biason

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information